Deputado quer crucifixo em escolas por representar moralidade















O deputado Orlando Morando Júnior, 36, da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, apresentou projeto de lei que, se aprovado, obriga as escolas públicas a ostentar o crucifixo em lugar de “fácil visualização”, na área de circulação de estudantes.
Sua justificativa é que tal símbolo representa “a moralidade do povo brasileiro”, a qual, segundo ele, vem sofrendo corrosão. Ele disse que, em contrapartida, “o crucifixo enriquece o significado a vida.”
O parlamentar do PSDB ressaltou no texto do projeto de lei que os gastos com a compra e instalação do crucifixo serão cobertos pelo Orçamento do Estado.
Embora o seu projeto de lei contemple uma única religião, a católica, o deputado defendeu o Estado laico e a diversidade religiosa, argumentando que uma sociedade moderna deve tolerar “até mesmo o ateísmo”.

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.