Judeus fazem piadas ridicularizando Jesus em programas de TV Publicado por Tiago Chagas
















A questão da intolerância religiosa em todo o mundo tem ganhado manchetes todos os dias nos veículos de informação. Com a recente decisão da UNESCO em reconhecer a Palestina como um Estado independente, diversos ministérios pró-Israel nos Estados Unidos se apressaram em manifestarem sua opinião a respeito do assunto, e a principal questão levantada foi se o Israel do século 21 é o mesmo Israel da Bíblia.

Junto a isso, outra polêmica surgiu quando começaram a ser mencionados nesses debates, antigos programas de TV israelenses em que outras religiões são ridicularizadas. Devido ao histórico de perseguição de nazistas aos judeus, qualquer crítica ao judaísmo é tida como violência e intolerância. Segundo o Gospel Prime, uma questão foi levantada: os judeus teriam carta branca para ridicularizar as outras religiões?

O programa Toffee-VeHa-Gorillah mostra um macaco de pelúcia sendo crucificado. Leia abaixo a transcrição do diálogo:

Apresentadora: Olá, este é o programa da Toffee e seu gorila. Hoje vim para falar sobre os destaques da história do povo judeu, desde épocas passadas até hoje. Hoje vamos aprender sobre a crucificação de Yeshua (Jesus). Você já ouviu falar sobre Jesus?
Gorilla: Ouvi dizer que ele foi uma pessoa honrada.
Apresentadora: Não, Yeshua era um inimigo do povo judeu. Ele tentou nos converter todos em cristãos. Embora existam bons cristãos, para os judeus este é um perigo terrível, uma ameaça à paz do povo judeu.
Gorilla: Eu quero reproduzir isso!
Apresentadora: Você sabe mesmo o que é reproduzir? Significa ter relação com um gói (não judeu) algo que nem eu nem você, obviamente, desejamos.
Gorilla: Eu quero que meus filhos possam comer Toblerone e sejam “gói”, isso aqui está muito chato, Toffee! Eu quero viver na Suíça com um gói e comer Toblerone todo o dia!
Apresentadora: Ok, querido, se você ama tanto a Yeshua, então vai querer ser como ele.
(Nesta parte, aparece a legenda: “A Crucificação de Yeshua”).
Apresentadora: Eu sou Judas Iscariotes.
Gorilla: Eu sou Yeshua. Eu quero que vocês todos se tornem cristãos e comam carne de porco e Toblerone. Divirtam-se! Você e os telespectadores em casa também!
Apresentadora: Por causa disso, vou crucificar você! Como você se atreve a pregar isso aos judeus inocentes? (A apresentadora começa a martelar um prego nas mãos do macaco)
Gorilla: Meu Deus, por que me abandonaste?
Apresentadora: Você é um nazista, Yeshua, você é um nazista!
Gorilla: Toffee! Não, Toffee, estou com medo! Eu andei sobre a água, eu transformei grilos em um bolo. Não! Eu não sou Yeshua. Foi um erro. Eu sou Moisés, nosso mestre, não use esses pregos … Toffee, não!
Apresentadora: É somente um, seu covarde …
Gorilla: Nããão! Oh, Oh Deus… Toffee, não! Aaahhhh! Aaahhh! Não, Não, Não…

O programa de televisão israelense “Tonight wih Lior Shlein” também ficou conhecido por suas piadas contra os cristãos, em 2009. Lior Shlein, o apresentador do programa fez pesadas piadas em relação a Jesus: “Cristãos dizem que Jesus andou sobre as águas do Lago de Tiberíades. Mas isso não é verdade! Jesus era tão gordo que tinha vergonha de sair de casa, por isso não podia ir para o lago com roupas de banho… Os cristãos dizem que Jesus era magro, mas estas fotos são falsas. A verdade é que Jesus era gordo desde os três anos. Era um peso-pesado. Ele devia ser enorme, isso se chegou aos 40. Não creio no que diz a igreja cristã!”.

Em um outro episódio do programa, Shlein voltou ao assunto, com piadas sobre a virgindade de Maria, mãe de Jesus: “Sempre negamos algo que a igreja cristã diz a você. Lembram que já negamos que Jesus andou sobre as águas? Veja esse novo clipe: os cristãos dizem que Maria, mãe de Jesus, era virgem. Mas isso não é verdade! Se Maria realmente fosse virgem, então ela não usaria brinquedos eróticos no show da noite com Flávio José! A verdade é que quando Maria tinha 15 anos, ficou grávida de um colega de classe e seus pais queriam colocá-la em um convento. Mas como Jesus não havia nascido ainda, não havia o cristianismo e portanto não havia conventos… então os pais de Maria a deixaram em um estádio de futebol, e Maria passou a noite com o time de futebol de Canaã! Não acredite na Igreja Cristã!”.

Os canais de TV responsáveis pela produção desses programas foram pressionados a se desculparem com os cristãos do país, porém, as restrições a cristãos em Israel continuam acontecendo.

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.