Criança cristã e levada como refém, e mesmo assim Mahmoud Ahmadinejad, diz que os cristãos estão vivendo pacificamente no Irã











Segundo a agência iraniana Christian News Agency, um casal cristão que, devido a razões de segurança chamaremos de “N” e “K” adotou um órfão há algum tempo. Agora os agentes de segurança tomaram a criança de volta, a fim de pressionar a família cristã e outros cristãos convertidos.

Os agentes de segurança também os ameaçaram e dizendo que, “se vocês querem seu filho de volta, vocês devem apresentar uma queixa contra os cristãos que estão na prisão”.

O relatório também indica, que “N” e “K” suportaram anos de espera para adotar uma criança legalmente ate que o sonho se tornasse realidade. A pressão emocional causado pela perda da criança fez a Sra. “N” ser levada ao hospital.

Enquanto isso essa família sofre, o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, tem atualmente freqüentando a Assembléia Geral da ONU, e disse a NBC em uma entrevista: “as minorias cristãs estão vivendo pacificamente no Irã”

Embora não seja a primeira mentira de Ahmadinejad, e certamente não será sua última, a fim de esclarecer publicamente as questões, temos algumas perguntas a fazer sobre a “vida pacífica” que a República Islâmica do Irã tem proporcionado para os cristãos no país:

1 – É um ato “pacífico” de levarem uma criança de sua família, só porque os seus pais acreditam em Jesus Cristo? É um ato “pacífico”, usar uma criança inocente para alcançar fins políticos?

2 – É uma vida “pacífica” prender, interrogar e torturar fortemente centenas de cristãos em apenas um período de um ano?

3 – É uma vida “pacífica” atacarem as igrejas e reuniões de adoração e casas em que as pessoas simplesmente chamam o nome de seu senhor de Deus?

4 – É uma vida “pacífica” não se preocupar com as Igrejas existentes e fechar e demoli-los em uma noite?

5 – É uma vida “pacífica” manter os cristãos na prisão por um longo período de tempo, mesmo depois que prestam a fiança solicitada?

6 – É uma vida “pacífica” fechar a institutos e publicações cristãs no interior do país? É uma vida “pacífica” não permitir que os cristãos imprimam Bíblias, que é seu livro sagrado?

7 – Você chama isso de uma vida “pacífica” queimar centenas de Bíblias?

8 – Você chama isso de uma vida “pacífica” que a mídia pró-governo, as forças de segurança e até mesmo Marja-e-taghlid (Conselho de Orientação) ameaçarem os cristãos em uma base regular?

9 – Como você chama isso de uma vida “pacífica”, enquanto alguns cristãos estão sendo acusados ??de apostasia?

10 – É chamado de uma vida “pacífica” caçar os cristãos dentro e até fora do país?

Comunidade cristã do Irã nunca experimentou a “paz” na República Islâmica. Eles têm sido alvos de ameaças e pressões. Vários cristãos convertidos foram presos e mantidos em prisões por longos períodos de tempo. Eles também foram injustamente acusados de terem relações com estrangeiros e outras acusações de segurança nacional. As pressões são na medida em que, ainda hoje, carregando uma Bíblia ou até mesmo falar sobre o amor de Deus e Jesus Cristo é considerado como um crime. O ambiente para os cristãos é insuportável e desumana ..

Fonte: Portal Padom

Com Informações Mohabatnews

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.