Rússia proíbe propaganda homossexual por serem consideradas pervertidas


















O primeiro ministro russo, Vladimir Putin, proibiu todo tipo de propaganda homossexual nas grandes cidades. Iniciando por São Petersburgo e na capital Moscou, onde são proibidas as manifestações de grupos gays, lésbicas, bissexuais e transexuais, e de transmitirem mensagens de publicidade, por serem consideradas pervertidas.

No inicio de Novembro a Assembléia Legislativa de São Petersburgo anunciou que iria discutir a proposta do partido de Vladimir Putin, a proibição de “propaganda de sodomia, lesbianismo, bissexualidade, transgênero e pedofilia” para menores.

Esse projeto buscaria atrair a Rússia Unida, eleitores mais conservadores nas eleições de 04 de dezembro e proibir a difusão de qualquer informação de natureza homossexual.

As Autoridades da região russa de São Petersburgo pretendem adotar um projeto de lei que visa impedir à visibilidade e conseqüente obtenção de direitos as minorias sexuais

A medida tem o apoio da Rússia Unida, o principal partido político do país. All Out, um movimento internacional dedicada à luta pelos direitos das pessoas LGBT, está coletando assinaturas para que os cidadãos em todo o mundo exijam que a comunidade internacional pressione a Rússia a parar de realizar políticas contra os homossexuais.

Em várias ocasiões, o parlamento russo proibiu passeatas de caráter homossexual, apoiado por políticos e diversas associações para evitarem as manifestações de minorias sexuais.

Fonte: Portal Padom

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.