A importância de se pregar a Verdade. Sempre!

A verdade importa? A grande maioria das pessoas diria que sim. Ninguém gosta de mentiras. Quando você vai ao banco e acessa sua conta bancária, você quer que aquilo que esteja mostrando no monitor seja uma exata representação da verdade. Por mais difícil que ela seja. Quando você vai ao médico, quer que ele lhe diga a verdade. Mas estou pensando não somente nas verdades do dia a dia, mas estou pensando em algo mais transcendente, a verdade em si. Sendo mais preciso, verdade religiosa. Ela importa? Estou perguntando isso porque vejo hoje na igreja cristã uma apatia em relação à verdade, como se ela não importasse muito. Assuntos como: ‘A existência de Deus’, ‘Ressurreição’, ‘Veracidade das Escrituras’ e outras coisas parecem pouco importar. Não somente por serem assuntos complexos, mas em sentido mais amplo, como se não fizesse diferença se esses assuntos são objetivamente verdades ou não. Por exemplo: -É verdade ou não que existe um inferno? Se sim, quem vai para lá? -É verdade ou não que aqueles que morrem em seus pecados sem o perdão de Cristo irão para o inferno? Se for verdade, então isso importa muito, pois muitos que estão à nossa volta irão para lá e isso exige uma ação de nossa parte. Se não for verdade, então todo o trabalho evangelístico é uma enorme perda de tempo. Não exista justiça divina, não existe ira vindoura. -Jesus Cristo ressuscitou ou não ressuscitou? Não existe uma terceira opção. Dizer “é verdade para mim” não ajuda porque se Ele não ressuscitou, então nossa fé é em vão (1 Cor 15:17). Agora, se ele ressuscitou, então Jesus Cristo realmente é quem Ele disse que era, está vivo e não pode ser ignorado. Como a maioria dos cristãos lidam com a questão da verdade? Infelizmente, a grande maioria simplesmente reage com apatia. E é fácil descobrir porque. É uma postura defensiva, mas extremamente perigosa, irracional e contrária às Escrituras. A apatia funciona defensivamente de duas formas: Em primeiro lugar, ela impede que a pessoa talvez venha a descobrir que aquilo que ela acredita não é verdade. Talvez entrar em uma busca para descobrir se Deus existe ou não pode revelar que Ele não existe! Talvez Jesus não ressuscitou! Talvez a Bíblia não seja a Palavra de Deus no final das contas. As pessoas não gostam de descobrir que suas crenças são falsas. Então, é melhor cercar com uma bolha de isolamento as nossas crenças e nunca testá-las para saber se são verdade ou não. A verdade pode ser dolorosa. A outra forma defensiva que a apatia pode operar é para mim mais cruel, mas um grande motivador para seu uso. Descobrir que aquilo que eu acredito realmente é uma verdade objetiva provavelmente irá exigir algo de mim. Se o inferno existe, é real e destino para o perdido, não me resta mais nenhuma opção se não pregar o evangelho para meu próximo. Se biblicamente o aborto é errado, eu não posso me calar diante disso. A vida de seres humanos está em risco aqui. Tanto nessa vida quanto na próxima. Para evitar ter que tomar qualquer ação, eu consciente ou inconscientemente trato a verdade das Escrituras de forma apática. Assim eu não perco a minha fé, mas também não preciso fazer nada em relação a isso. Mas não é isso que diz as Escrituras: ‘…conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará’ (João 8:32). Podemos ser livres sem a verdade? Não. Podemos ter a verdade sem conhecê-la? Não. É necessário conhecê-la para que possamos ser livres. O mais triste de tudo, é que a fé cristã é verdadeira e totalmente sustentada pelas evidências e fatos históricos. E tudo está ai para que possamos aprender. Mas poucos de nós saem da sua zona de conforto para isso. Mas nós nos esquecemos que “bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade, contra os que tais coisas praticam” (Rom 22:). Paulo nos dá duas orientações valiosas, que faremos bem em nos lembrar: “Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça” (Ef. 6:14). “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”(Rm. 12:2). Alguém disposto a encarar a tarefa? Fonte: Evangelho Hoje

Diante do Trono: bebê ressuscita após ouvir música do grupo

Através da revista Acesso Gospel a líder do Ministério Manancial de Milagres, Taynan, contou sobre seu testemunho de seu filho Lucas, que ao nascer com um problema de saúde corria risco de morte. Em uma noite a criança teve paradas cardíacas e chegou a ser dado óbito, porém, na direção de Deus ela começou a cantar no hospital a música Esperança do Diante do Trono.
Confira na íntegra o testemunho de cura:
A existência do Ministério Manancial de Milagres tem um ponto de partida: Meu filho Lucas, que foi um milagre sobrenatural em minha vida, nasceu com uma obstrução no intestino e durante os seus 3 meses de vida, chegou um total de 10 cirurgias, não tinha chance de vida desde que nasceu. Através da adoração que eu entoava no hospital, louvores da Ministra Ana Paula Valadão, Deus derramava frações de poder sobre o Lucas, mas na décima cirurgia ele não suportou tanto sofrimento, pois já estava com 800 gramas, muito fraco e teve paradas cardíacas chegando a óbito. E naquela noite de outubro de 2005, já quase sem forças eu (Taynan) louvei uma canção da Ana Paula Valadão chamada – Esperança -, banhando e ungindo a criança com as minhas lagrimas. Deus através da Fé em Cristo Jesus que Ele poderia devolver o fôlego de vida ao Lucas e declarando “Quando os sonhos de frustram ou parecem não se realizar, quando as forças se acabam tudo o que eu sei é te adorar”, Deus contemplou e através dessa verdade: Tudo, tudo o que eu sei é te adorar, então o Lucas mexe o braço e em seguida abre os olhos, ressuscitando dentre os mortos e a Esther sua irmã foi curada de epilepsia na mesma noite. Fonte: Gospel+
==========//////////==========
QUE NOTÍCIA MARAVILHOSA . TESTEMUNHO DE UMA MÃE , DEUS CONTINUA AGINDO EM PLENO SÉCULO XXI. ALELUIA . GLÓRIA A DEUS, BASTA QUE REALMENTE TENHAMOS FÉ PARA DEUS AGIR E ELE AGI, QUANDO MENOS ESPERAMOS. OH!!! GLÓRIA. DEUS DE MARAVILHA. ALELUIAS A ELE, DEUS DE MISERICÓRDIA.
==========//////////==========
BY CÉLIA GOULART

Na Nicarágua, mulher líder da Igreja Assembléia de Deus nacional pode se tornar vice-presidente

  • O Grupo de Liderança Evangélica, conhecido como “neoevangélicos”, aninhou-se no Partido da Aliança pela República (Apre) e emplacou a candidatura da líder da Assembléia de Deus, Elizabeth Dávila, para a vice-presidência da República.
  • A Aliança formalizou sua chapa no dia 18 de março, que apresentou a Miguel Ángel García, ex-ministro da Educação no governo Enrique Bolaños, como aspirante à presidência da República. A campanha dele tem por slogan “Treme Daniel (Ortega) porque chegou Miguel”.
  • Dávila disse que resolveu aceitar a oferta do Apre porque estavam difíceis as negociações com o Partido da Aliança Liberal Nicaraguense.
  • Também o pastor pentecostal Miguel Ángel Casco decidiu deixar o Partido Liberal Constitucionalista (PLC), em protesto pela suspensão das eleições primárias, em que ele aparecia como candidato à Assembléia Legislativa pelo departamento de Manágua, e ingressou no Partido Liberal Independente (PLI). Casco é ex-militante sandinista.
  • Fonte: ALC
Olha ai o povo de Deus aonde precisa estar ; na política ; para ajudar o povo e divulgar o nome de Deus . Para Honra e Glória de Jesus Cristo. Amém.

Estratégias de evangelismo | Estudos Bíblicos

Estratégias de evangelismo

Quando o grande pregador Billy Graham esteve no Estádio Maracanã, em 1974, numa cruzada evangelística, começou o seu sermão de uma forma curiosa. Ele falou mais ou menos assim:“Eu vim da América para pregar o evangelho. E olhem só que coincidência. Na primeira vez em que estive aqui, em 1960, o campeão foi o América. E agora, em 1974, o América, foi campeão de novo”.

Por que o Billy Graham usou essa ilustração na introdução do sermão? Será que ele torcia pelo time do América? É claro que não. Ele apenas buscou um ponto de identificação com seus ouvintes. Como norte-americano, não entendia nada de futebol, mas como estava no Maracanã e sabia que os brasileiros adoram esse esporte, recorreu a esse “gancho”. Afinal de contas, ele era da “América” e o América tinha sido campeão carioca de 1960 e vencido a Taça Guanabara de 1974. O objetivo do Billy Graham, então, não era ficar comentando o futebol, mas apenas criar um “clima” de aproximação com as pessoas que estavam ouvindo a sua pregação.

O apóstolo Paulo agiu de forma parecida quando esteve em Atenas, buscando em seu sermão um ponto de contato com os atenienses, que, na verdade, não conheciam nada do evangelho.

O evangelho em Atenas – At 17.16-34

É necessário enfatizar que antes de dirigir-se a Corinto (capital da província romana da Acaia e importante centro comercial), Paulo passou por Atenas, onde esteve pregando no Areópago.

Esta análise, então, que investiga o breve período de Paulo em Atenas, mostra a estratégia de Paulo para pregar aos gentios.

De fato, em Atenas, Paulo agiu da mesma maneira que em Listra (Atos 14:14-18), quando não citou explicitamente o Velho Testamento por causa das características de seu auditório, não inteirado dos costumes judaicos. No entanto, a leitura do texto de Atos 17:22-34 mostra que apesar de não citar nominalmente o Velho Testamento, Paulo procura ensinar aos gentios todo o plano da salvação. Observe o esboço do sermão de Paulo acompanhando os textos na sua Bíblia:

a) Paulo referiu-se à doutrina de Deus:

No sermão, mostrou que Deus é o criador — “Deus fez o mundo e tudo o que nele há, sendo ele Senhor do céu e da terra” — e não depende dos homens — “e não habita em templos feitos por mãos de homens; nem tampouco é servido por mãos humanas, como se necessitasse de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas” (versos 24 e 25).

b) Paulo referiu-se à doutrina do homem:

No sermão, enfatizou que todas as raças são iguais — “e de um só fez todas as raças dos homens, para habitarem sobre toda a face da terra” — e devem buscar a Deus — “para que buscassem a Deus, se porventura, tateando, o pudessem achar, o qual, todavia, não está longe de cada um de nós” (versos 26 e 27).

c) Paulo referiu-se à doutrina da salvação:

No sermão, Paulo mostrou também que todos os homens devem se arrepender — “Deus, não levando em conta os tempos da ignorância, manda agora que todos os homens em todo lugar se arrependam” — afirmando que Deus julgará a todos — “porquanto determinou um dia em que com justiça há de julgar o mundo” (versos 30 e 31).

d) Paulo referiu-se à ressurreição de Jesus:

A questão da ressurreição era o último ponto do sermão. Paulo, inclusive, ao falar de Jesus, citou-o de maneira genérica – “varão” – pois os atenienses não tinham conhecimento dos episódios que ocorreram em Jerusalém. Assim afirmou: “Deus há de julgar o mundo, por meio do varão que para isso ordenou; e disso tem dado certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos” (verso 31). Infelizmente, no entanto, nesse instante a pregação de Paulo foi interrompida. Para os gentios, a idéia da ressurreição era inaceitável — “quando ouviram falar em ressurreição de mortos, uns escarneciam, e outros diziam: Acerca disso te ouviremos ainda outra vez”.

A estratégia de Paulo

Bem, até aqui creio que está bem clara a estrutura da pregação de Paulo, ou seja, os pontos do seu sermão. Uma das questões mais interessantes do estudo desse texto bíblico, todavia, é a estratégia que Paulo usou para estabelecer uma ponte com os seus ouvintes.

A cidade de Atenas era famosa por seus templos e monumentos, sendo por muitos, considerada como a capital da cultura grega. E, nesse contexto, o Areópago era uma das instituições mais importantes da cidade, pois funcionava como um Conselho de Líderes, local de importantes debates.

Se observarmos bem, veremos que Paulo começa seu sermão com uma referência à religiosidade dos atenienses — “varões atenienses, em tudo vejo que sois excepcionalmente religiosos” — e destaca o Altar ao Deus Desconhecido como um ponto de partida — “Esse, pois, que vós honrais sem o conhecer, é o que vos anuncio”.

Ao contrário do que muitos fazem hoje, quando pregam e desrespeitam a crença dos outros — “o Padre Cícero é do diabo” (e por aí vai) — Paulo usa uma estratégia muito mais sábia.

Assim como o Billy Graham, que adaptou o sermão à cultura dos ouvintes, Paulo também relacionou sua pregação aos costumes culturais de Atenas. Convém perceber, entretanto, uma certa adaptação feita por Paulo. Isso porque historiadores gregos – Pausânias e Filóstrato – fazem referência à existência de altares a deuses desconhecidos em Atenas. Tais referências são muitas vezes associadas à história de Diógenes Laertius acerca de altares anônimos erguidos por Epimenides (um sábio de Creta, inclusive citado por Paulo em Tito 1:12) em Atenas e arredores para afastar uma peste. Paulo então faz uma adaptação, pois ao invés de falar de deuses desconhecidos, prefere usar o singular: “Deus Desconhecido”, inclusive porque não queria abrir uma “brecha” para a idolatria.

Além disso, no Areópago, ao contrário de seus sermões em alguns lugares, Paulo cita autores conhecidos de seu auditório pagão. O, já referido, filósofo Epimenides, de Creta, tinha dito acerca do deus grego Zeus: “Os cretenses, sempre mentirosos, bestas más, ventres preguiçosos, forjaram uma tumba para ti, oh santo e elevado. Mas tu não estás morto. Tu vives e permanece para sempre. Porque em ti vivemos, nos movemos e temos nosso ser”. E também cita Arato, que em um poema sobre os “Fenômenos Naturais”, afirmara: “Comecemos com Zeus. Nunca deixemos de mencioná-lo, oh mortais! Todos os caminhos e todos os locais onde os homens se reúnem estão plenos de Zeus. Em todos os nossos assuntos temos que ver Zeus, porque somos também sua geração.”

Paulo, efetivamente, adapta Epimenides e Arato e afirma no Areópago de Atenas: “(…) para que buscassem a Deus, se porventura, tateando, o pudessem achar, o qual, todavia, não está longe de cada um de nós; porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois dele também somos geração.”

A comparação desses textos, entretanto, levanta uma questão: Estaria Paulo igualando o deus grego Zeus ao Deus da Bíblia? Para responder a pergunta, basta avaliar o que Paulo afirma antes e depois de citar os poetas gregos. A intenção do apóstolo foi a de fazer um “gancho” evangelístico. Ele fala de pessoas que estavam “tateando” (Atos 17:27), quer dizer, iam apalpando, como cegos, querendo achar o caminho. E aí afirma: “Chegaram bem perto, pois somos geração (não de Zeus), mas de Deus”. O que Paulo faz é pegar o que os autores gregos falaram em relação a Zeus e aplicar ao Deus da Bíblia.

Para pensar e agir

Em Atenas, Paulo fala do Cristo ressurreto usando como pontos de contato aspectos da cidade e afirmativas de autores gregos. Esse “gancho cultural”, que até Billy Graham usou no Maracanã, poucas vezes é usado por nossas igrejas. Na verdade, ignoramos a cultura do povo a quem pregamos, desconhecemos os filósofos e pensadores influentes, e desconsideramos a necessidade de adaptar a mensagem da salvação à realidade ao nosso redor. E o pior é que nem percebemos que Paulo agiu totalmente diferente. Sua pregação teve resultados concretos: “Alguns homens aderiram a ele, e creram, entre os quais Dionísio, o areopagita, e uma mulher por nome Dâmaris, e com eles outros” (verso 34). Que métodos vamos seguir, os nossos, ou os de Paulo?

Fonte: Evangelho Hoje

Nova abertura do programa CQC teria mensagens subliminares e vários símbolos maçônicos. Assista e compare

A nova abertura do humorístico da Band Custe o Que Custar (CQC) teria símbolos da maçonaria e mensagens subliminares escondidas na edição do vídeo, chamando mais atenção para a polêmica do que para a estreia do novo design gráfico. Segundo o site Os Paparazzi e o fórum Anti Nova Ordem Mundial seria possível notar durante a abertura o “Olho que Tudo Vê”, um dos principais símbolos maçônicos representado por uma pirâmide e um olho, significando a onipresença de Deus. No programa do dia 14 de Março também são encontrados diversas imagens durante a edição. Para os sites de catástrofes e teorias da conspiração, o vídeo tem muito mais mensagens subliminares e diretas sendo exibidas ao público, como um delta luminoso, um cenário em forma de templo, colunas e um Pavimento de Mosaico. A discussão é grande e muitas supostas mensagens ainda não teriam sido reparadas e codificadas pelos entusiastas e estudiosos no assunto, mas teriam sido encontrados também símbolos da maçonaria durante os cortes das edições do programa. Outro lado A Band confirmou a existência de tais símbolos na abertura do CQC, mas afirmou ser apenas uma brincadeira. “As vinhetas e abertura do programa são inspiradas no trabalho de um diretor de vídeo clipes! É tudo uma questão de estética. Garanto a vocês que nenhuma pessoa da equipe de criação da produtora, aqui e na Argentina tem a ver com a Maçonaria ou os Iluminatis”. Segundo Marcos de Assis, da equipe do humorístico, a maioria dos que trabalham no programa não possuem religião. Publicado por Renato Cavallera (perfil no G+ Social) em 24 de março de 2011
==========//////////==========
ESTE É SO UM ALERTA , PARA QUE VOCES POSSAM PESQUISAR E ANALISAR A RESPEITO. SE REALMENTE EXISTE A MENSAGEM POR TRÁS DISSO TUDO. POR CELIA GOULART

SALMO 63 - PARA MEDITAÇÃO.

Salmo de Davi quando estava no deserto de Judá] O Deus, tu és o meu Deus, de madrugada te buscarei; a minha alma tem sede de ti; a minha carne te deseja muito em uma terra seca e cansada, onde não há água;

Para ver a tua força e a tua glória, como te vi no santuário.

Porque a tua benignidade é melhor do que a vida, os meus lábios te louvarão.

Assim eu te bendirei enquanto viver; em teu nome levantarei as minhas mãos.

A minha alma se fartará, como de tutano e de gordura; e a minha boca te louvará com alegres lábios.

Quando me lembrar de ti na minha cama, e meditar em ti nas vigílias da noite.

Porque tu tens sido o meu auxílio; então, à sombra das tuas asas me regozijarei.

A minha alma te segue de perto; a tua destra me sustenta.

Mas aqueles que procuram a minha alma para a destruir, irão para as profundezas da terra.

Cairão à espada; serão uma ração para as raposas.

Mas o rei se regozijará em Deus; qualquer que por ele jurar se gloriará; porque se taparão as bocas dos que falam a mentira.

Vítima de vingança, missionário é preso injustamente, julgado sem provas e acaba insano após ficar algemado em cama por meses

Condenado por crime de tortura, em maio de 2010, o pastor Jeremias Albuquerque Rocha, preso há dez meses no Município de Carauari, está sendo vítima de maus tratos e vivendo em condições subumanas na cadeia e no hospital daquela cidade a 702 quilômetros de Manaus. Segundo o pai de Jeremias, Raimundo Roberto Rocha, até abril de 2010 seu filho era uma pessoa saudável e ativa como missionário no interior do Estado. “Quando olho pra essa situação vejo que o Jeremias foi vítima de vingança”, diz. Ele explicou que tudo começou no início de 2010, quando sua filha foi a um posto de saúde em Carauari e quase foi abusada sexualmente por um agente de saúde. “Inconformado, Jeremias foi à delegacia e denunciou o agente, que é irmão de uma conselheira tutelar. Essa mulher, provavelmente, ficou irritada e revidou na mesma moeda com o meu filho”. Roberto disse que depois do episódio, Jeremias bateu em suas filhas, gêmeas de oito anos, devido o mau comportamento das meninas em sala de aula. “Eu não sei como essa conselheira tutelar ficou sabendo disso e denunciou meu filho à polícia. Ele foi preso por repreender as filhas e agora vive como um doente mental à base de calmantes”, diz, negando que as gêmeas foram torturadas. A família de Jeremias denunciou o caso à Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB-AM). “Estive em Carauari no dia 3 deste mês e o estado é lastimável”, declarou o presidente da Comissão da OAB-AM, Epitácio Almeida. Ele informou que Jeremias tem marcas de algemas nos punhos e nos tornozelos e que o rapaz de 26 anos foi obrigado a fazer necessidades fisiológicas algemado. “Quando entrei no hospital onde está preso ele ficou muito agitado e perguntava se eu era do bem ou do mal, se eu tinha algemas, se ele iria ficar preso novamente”. Jeremias, diz Epitácio, ficou algemado durante cinco meses e, nesse período, começou a apresentar quadros graves de transtornos mentais. Epitácio Almeida teve acesso ao processo de Jeremias e concluiu que o pastor “precisa pagar pelo erro que cometeu, mas não há exame de corpo delito nos autos”.

Presos estavam detidos ilegalmente

Três médicos do Hospital Geral de Carauari assinaram um laudo onde informam que Jeremias apresenta distúrbio psiquiátrico grave com depressão profunda, transtorno bipolar e intento suicida, e que deveria ser transferido para o Hospital Psiquiátrico Eduardo Ribeiro, em Manaus.

Porém o juiz da cidade, Jânio Tutomu Takeda, que há 18 anos reside no município, não permitiu a transferência.

“O detalhe é que chegando a Carauari fui verificar as condições dos demais presos e encontrei dois que estavam detidos ilegalmente”, relatou o presidente da Comissão de Direitos Humanos.

Segundo Epitácio, não havia flagrante, nem mandado de prisão que justificasse a prisão dos dois homens. “Pedi que o juiz Takeda soltasse os dois presos e ele solicitou que eu fizesse dois habeas corpus, mas não havia necessidade. Quando disse que acionaria a Corregedoria do Tribunal de Justiça do Amazonas o juiz ligou para o delegado de Carauari e pediu que soltassem os dois presos”.

Epitácio entrará com representação contra o juiz Takeda junto a Corregedoria do Tribunal para que o caso seja analisado.

“Independente do crime cometido, o magistrado tem que se sensibilizar com cada caso como ele se apresenta. O juiz foi informado da situação de saúde do Jeremias e não tomou nenhuma providência”.

Presidente do TJAM estranha ocorrência

O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, João Simões, disse estranhar que haja problemas do tipo em Carauari.

“O juiz Takeda reside no interior há muitos anos e tem preferência por morar fora de Manaus. A denuncia é estranha, mas quando tomar conhecimento dos fatos pelo advogado Epitácio ou família vou tomar uma providência”.

Fonte: A Crítica

No Mundo, Mas não Do Mundo. (Vale a pena ler)

  • Como estrangeiro no Brasil, sinto muito que serei sempre um “peixe fora da água”. Não tenho um “RG” mas um “RNE”-Registro Nacional de Estrangeiro”. Esse meu “visto permanente” me identifica como “estranho” em todos os sentidos: além de ser uma cor esquisita (laranja), sempre me identifica como alguém permanentemente carimbado como “diferente”. Não importa quanto eu me esforço, nunca ficarei completamente contextualizado. Não gosto quando pessoas olham para minha roupa-camisa xadrez com bermuda amarela e meia branca-e logo dizem “eis aí, mais um gringo”. Odeio quando pessoas perguntam logo depois de conversarmos alguns minutinhos: “Você não é daqui, né?”
  • Ninguém gosta de ser diferente. Há forte pressão para se conformar . ..mas ao mesmo tempo, uma tensão por saber que nunca será igual aos outros. No meu caso, estou no Brasil sem ser totalmente do Brasil.
  • Como crentes em Cristo Jesus, sofremos uma outra tensão: a de sermos conformados com a imagem de Jesus (Rm 8.29) e não conformados com o mundo (Rm 12.1,2), mas ao mesmo tempo, ser tudo para todos para ganhar alguns (1 Co 9.22). Jesus caracterizou bem essa tensão quando disse que estamos “no mundo, mas não do mundo.” Como podemos estar no mundo sem permitir que o mundo esteja em nós?
  • Uma pequena fábula ilustra o desafio de sermos equilibrados, em nossa convivência com o mundo.
  • Era uma vez, uma família de Urubus vivia na fenda de uma rocha numa montanha. Um dia foi descoberto que a família passava mal, pois pegara uma doença comendo carne podre.
  • Quando o Gavião soube disso, ficou muito crítico. “É problema deles” ele falou. “Vivem comendo animais mortos o tempo todo. Merecem tudo que recebem. Eles nunca aprendem.” O Gavião, indignado pelo estilo de vida podre dos Urubus, em vez de ajudá-los, iniciou uma campanha contra eles. Enquanto os Urubus se tornaram cada vez mais fracos, o Gavião advertiu aos outros pássaros a não se aproximarem da casa deles. Passava baixo-assinados para expulsá-los da vizinhança. Quando os Urubus estavam mal mesmo, o Gavião contava piadas a custo deles.
  • A Águia lidou com o problema dos Urubus de forma totalmente diferente. Nunca um fã deles, a Águia simplesmente os ignorava. Construiu seu ninho muito mais alto do que o deles (e muito acima dos outros pássaros também) e os olhou com nariz (ou bico) empinado. Ficou isolada dos outros pássaros e dos seus problemas, formando sua própria comunidade exclusivista, com suas próprias regrinhas e regulamentos.
  • O Papagaio foi diferente-o oposto da Águia. Sempre fascinado pelo Urubu, ele admirava sua independência e liberdade. Mesmo sabendo o risco de viver como um Urubu, ele não se importava muito com isso. Por que ele também não podia comer o que ele queria, quando ele queria, mesmo se fosse comida estragada? E assim ele fez. O papagaio se tornou como um Urubu. Ele voou como Urubu, comeu como Urubu. Infelizmente, também pegou doença como o Urubu. Certamente não ajudou em nada os Urubus, fora o fato de que a miséria gosta de companhia.
  • Esta fábula ilustra como alguns respondem de formas diferentes ao desafio de estar “no mundo, mas não ser do mundo”. A maioria de nós adota uma de três atitudes no nosso envolvimento com o mundo. Vamos considerar estas respostas, e depois propor uma maneira bíblica de lidar com a sociedade em que vivemos.
  • O Crente Gavião: Ataca o Mundo: O gavião é um pássaro bonito, porém agressivo e orgulhoso, que vive a custo dos outros. Parece majestoso, mas não é tão sofisticado que não pode comer animais mortos.
  • O cristão “gavião” tem como lema de sua vida Judas 3b: “batalhar diligentemente pela fé uma vez por todas entregue aos santos”. Ele nunca se esquece do fato de que estamos numa guerra-uma luta de unhas e dentes contra o paganismo, secularismo, humanismo, modernismo, liberalismo e comodismo.
  • Infelizmente, o crente gavião gasta tanta energia combatendo inimigos ou tentando “concertar o mundo” através de suas críticas, que não atrai muitos para sua causa. Adota métodos como: marchas, envolvimento político, greves, protestos e boicotes para demonstrar sua força, para que pessoas o respeitem.
  • Força humana, mesmo em nome de Jesus, não efetua muitas mudanças eternas. Nos dias de Jesus, os zelotes adotaram a mesma filosofia ao lidar com o odiado jugo romano. Muitos seguidores de Jesus queriam que ele quebrasse aquele jugo como Messias-Libertador. Mas não foi o caminho escolhido pelo Mestre “manso e humilde de coração”. Na história, as cruzadas e a Inquisição são exemplos de tentativas sinceras, mas enganadas de “gaviões” se relacionarem com o mundo.
  • Há elementos de verdade nesta posição do gavião. Estamos numa guerra espiritual (Ef 6.12)-só que não é contra carne e sangue, fato que muitos gaviões esquecem em suas denúncias. Os profetas do Velho Testamento eram muito capazes de condenar pecado em sua sociedade, mas também sabiam ministrar graça e compaixão, diferente dos gaviões modernos que bombardeiam clínicas de aborto em nome de Jesus
  • O reino de Jesus não é deste mundo, e não será tomado por força, nem poder, mas por meios espirituais (Zc 4.6). Jesus ensinava os discípulos a serem pescadores de homens; o gavião prefere jogar uma bomba no lago e colher os peixes mortos que sobem. Jesus nos chama para odiar o pecado, mas amar ao pecador. Nossa luta é contra “potestades e principados”, não contra homens. A ênfase do nosso ministério tem que ser espiritual. Os meios do nosso ministério têm que ser espirituais. Jesus e Paulo nunca passaram baixo-assinados ou marcharam contra Roma. Não que estes métodos nunca têm seu lugar, mas não deve constar a totalidade do nosso envolvimento com o mundo.
  • O problema com o crente gavião é que ele ataca o mundo, sem perceber que o mundo está nele.
  • O Crente Águia: Isola-se do Mundo.
  • De todos os pássaros, talvez a águia seja o mais nobre, o mais majestoso. Mas a águia também simboliza orgulho, arrogância, inacessibilidade.
  • O texto-base do crente águia é 2 Co 6.17 “retirai-vos do meio deles, separai-vos”. Ele resolve a tensão entre “estar no mundo, sem ser do mundo” por isolar-se do mundo. “Talvez”, pense ele, “se eu ignorar o mundo ele desapareçerá.” O cristão águia é separatista de tudo e de todos, e tem orgulho de ser assim conhecido. Ele se acha puro, santo, por não se contaminar com o mundo e seus problemas.
  • O crente águia geralmente não reconhece que se tornou irrelevante para o mundo, pois gosta de pensar que, por ser tão diferente, está sendo sal e luz. De fato, fica tão distante, que não tem nenhum impacto naqueles ao seu redor!
  • Nos tempos de Jesus, os essênios, grupo separatista, criou sua própria comunidade no deserto, longe do mundo real. Ao longo da história, muitos outros grupos tentaram escapar da poluição do mundo sendo monges ou eremitas. Mas muitos descobriram que é impossível escapar do mundo, pelo fato do mundo estar dentro deles. “Aonde tu fores, tu te levas contigo.”
  • De todos os crentes “águias”, os fariseus eram os piores. Eles enganavam-se com suas tradições e leis, que evitavam contato com a sociedade e os problemas das pessoas, pensando que assim se santificariam. Mas Jesus reservou para eles suas condenações mais quentes (Mt 23).
  • Um grupo chamado os “Amish” nos Estados Unidos exemplifica o extremo desta estratégia separatista. Os Amish formam suas próprias comunidades, mantendo os padrões de vida de séculos passados. Não usam luz elétrica, não dirigem carros, não costuram botões em suas roupas, que por sinal são todas pretas e roxas. Sua rigidez e seu legalismo os colocam “acima” daqueles ao seu redor, ou assim pensam eles. Mas são poucos que, atraídos pelo seu estilo de vida se tornam Amish. Pelo contrário, muitos jovens Amish deixam a cultura de seus pais.
  • Há aspectos positivos do cristão águia. Deus nos chamou para sermos santos, como ele é santo (Mt 5.48). “Santidade” significa separação da impureza. De fato, somos sal e luz (Mt 5.13-16), chamados para não sermos contaminados pelo mundo (Fp 2.15,16; Tg 1.27). Mas isso não significa que precisamos nos retirar do mundo. Não foi isso que Jesus e Paulo tinham em mente. 1 Co 5.9,10 deixa isso claro: Já em carta vos escrevi que não vos associásseis com os impuros; refiro-me com isto não propriamente aos impuros deste mundo, ou aos arvarentos, ou roubadores, ou idólatras; pois, neste caso teríeis de sair do mundo.”
  • Não é possível separar-se do mundo e assim tornar-se santo. Alguém tem que ver as nossas boas obras, para poder glorificar a Deus (Mt 5.13-16). Há perigo nas comunidades e sub-culturas evangélicas, “clubes” nas igrejas que praticamente excluem descrentes. O crente águia não reflete o que Jesus quis dizer quando nos chamou para estar “no mundo, mas não ser do mundo.”
  • O problema com o crente águia é que ele não está no mundo, mas o mundo continua nele.
  • O Crente Papagaio: Imita o Mundo
  • O papagaio é o “Maria-vai-com-os-outros” do reino animal. Este conformista adota os padrões do mundo, imaginando que assim vai ganhar seus colegas para Cristo. Sua lema é “Ser tudo para com todos para ganhar alguns” (1 Co 9.22). O papagaio sacrifica a verdade e a santidade em nome do amor. “Por que ser diferente?” ele pensa. “Se for aceito por eles, terei uma uma audiência para o evangelho.”
  • Os saduceus e Herodianos nos tempos de Jesus eram assim. Assimilaram-se aos padrões romanos e assim ganharam poder político. Mas tinham pouca influência espiritual. Tornaram-se sal sem sabor.
  • O problema com o crente papagaio em relação ao mundo é que ele não tem muito para oferecer. Para ter valor, sal tem que ter um sabor especial, senão não presta para nada. Se não há nenhuma diferença entre o crente e o mundo, como atrair o mundo para Jesus? (cf. 1 Pd 3.15, Rm 12.1,2, 1 Jo 2.15-17).
  • Infelizmente, muitos jovens estão se tornando papagaios, procurando aceitação no mundo. Seu estilo de vida, não os diferencia dos seus amigos não-crentes. Seu falar é igual, sua música é a mesma, seus padrões de namoro são idénticos.
  • Igualmente preocupante são os movimentos evangélicos que adotam os padrões do mundo para “ganhar alguns”. Suas técnicas de “marketing”, sua mensagem diluída, sua ética em nada difere do mundo. Por que seus colegas devem dar ouvidos?
  • O problema com o crente papagaio é que ele está no mundo, e o mundo está nele.
  • Existe um outro tipo de cristão, que melhor exemplifica o equilíbrio entre “estar no mundo” sem que o mundo esteja nele.
  • O Crente Pomba: No Mundo, mas não Do Mundo
  • O fim da nossa fábula ilustra como ser um crente no mundo, sem permitir que o mundo esteja em você:p> A Pomba foi o único pássaro que realmente ajudou a família Urubu. Sem condenar ou atacá-los, e sem comer carne podre como eles comiam, a Pomba assumiu o compromisso de visitá-los e levar carne fresca para eles. Pouco a pouco os Urubus se sentiram melhor. Percebendo algo diferente na Pomba, logo aprenderam o segredo da sua saúde. Aprenderam a sua higiêne, seus hábitos de vida. Depois de algumas semanas, os Urubus estavam se comportando como Pombas. E os Urubus e as Pombas viveram felizes para sempre..
  • A pomba é um pássaro calmo, gentil, bondoso, tranqüilo. Sempre está no meio dos outros pássaros, mas nunca causa tumultos como as outras aves.
  • A pomba sabe como estar no mundo (entre os outros pássaros) sem ser contaminado pelo mundo (adotar seus padrões de vida). Foi isso que Jesus tinha em mente em Jo 17.13-20. Neste texto ele traça três verdades sobre o envolvimento do cristão “pomba” com o mundo:
  • 1) Não somos DO mundo (14,16)
  • 2) Estamos NO mundo (15)
  • 3) Somos enviados PARA o Mundo (18)
  • A história de Daniel no Velho Testamento ilustra estes princípios na vida de um crente “pomba”. Com 17 anos Daniel foi exilado para Babilônia, longe de seus familiares, de sua terra, de sua língua e cultura. Em áreas não-morais, Daniel entrou na nova cultura para valer. Aceitou uma mudança de nome, foi para suas escolas, desenvolveu uma carreira no serviço civil. Em áreas morais, porém, no tocante à lei de seu Deus, ele colocou seus pés no chão e recusou comer e beber o que foi proibido, mesmo que custasse sua carreira, e talvez sua vida. Ele e seus amigos não se isolaram da cultura, pondo suas cabeças na areia, mas se envolveram até o ponto de comprometer seus ideais.
  • Foi assim na vida de Jesus. Em áreas não-morais, ele se identificava com pecadores (comia com eles, ia para suas festas de casamento, pescava com eles.) Mas ele traçou uma linha em áreas morais e não foi influenciado pelos padrões de vida daqueles ao seu redor. Fazia parte de sua cultura, sem ser contaminado por ela.
  • Confesso que não é fácil achar este equilíbrio! A luta é constante, e a tentação de cair para um lado ou outro existirá sempre. O segredo é também a moral da fábula: O cristão precisa achar equilibro para estar no mundo, sem permitir que o mundo esteja nele.
  • *Não sejamos crentes gaviões, atacando e criticando o mundo ao redor, esperando que as pessoas se comportem como cristãos, quando não têm a capacitação do Espírito de Deus.
  • *Não sejamos cristãos águias, distantes, isolados, aquém dos problemas e do dia-a-dia do “povão”. Senão, nunca vamos alcança-los.
  • *Não sejamos papagaios, em nada diferentes do mundo, e por isso, em nada atraentes para ele.
  • Vivamos, sim, como estrangeiros na terra. Não será fácil, pois ninguém gosta de ser diferente. Mas a recompensa está “fora deste mundo".
Portal Padom

DIA MUNDIAL DA AGUA

Mensagens para Orkut Frases para Orkut

Extremistas religiosos atacam Igreja Universal, tentam matar pastor e destroem templo no Senegal

Eram dez e meia da manhã, horário local, da última sexta-feira (18) quando um grupo de jovens muçulmanos invadiu a Igreja Universal de um dos distritos de Dakar, Keur Massar, no Senegal-país africano-, com pedras, paus, facas, martelos e machados. Pelo menos três pessoas ficaram feridas e tudo foi destruído em poucos minutos (foto ao lado). De acordo com relatos de obreiros e membros da IURD, o povo se encontrava no templo para a oração de busca ao Espírito Santo, quando mais de 100 jovens cercaram a Igreja perguntando pelo pastor. Eles jogavam pedras e garrafas no interior da Igreja, quebrando tudo o que ali estava: cadeiras, lâmpadas, armários e eletrodomésticos. Os banheiros e as instalações elétricas foram danificados e até a Bíblia foi rasgada (foto abaixo). O pastor teve de ser socorrido por um membro, pois as roupas dele foram levadas, ficando apenas com a roupa do corpo. Os agressores foram detidos, e segundo informações da polícia local, o atentado foi premeditado por um responsável de uma mesquita próxima à IURD. O motivo do ataque se deu ao fato da esposa do líder do bairro estar frequentando a Igreja. Este é o terceiro atentado em uma Igreja Universal. O primeiro ataque ocorreu em setembro do ano passado. Na época, um grupo de cerca de 200 jovens entrou no local, ao término da reunião, arrancaram todas as cadeiras e atearam fogo nelas do lado de fora do templo. O Senegal é um país cuja população é de maioria muçulmana, (95%) e apesar de ser um estado laico, as concepções da religião são vivamente impostas aos jovens desde o nascimento.
O trabalho não para
As constantes perseguições e os ataques não diminuem o fluxo de trabalho da IURD do Senegal, que segue firme e forte no trabalho de propagar o Evangelho do Senhor Jesus. Muitos são os mulçumanos que têm tido a vida transformada pelo poder da fé. O bispo Luís Valente, responsável pelo trabalho da IURD no país, afirma que ninguém pode parar a Igreja de Jesus Cristo. Segundo ele, no Senegal, pode-se falar o nome de qualquer pessoa, mas se mencionarmos o nome de Jesus é como se estivermos cometendo um crime. “Não importa o que teremos de passar pelo nome de Jesus, estamos vivendo os últimos tempos, por isso, vamos arrebentar!”, finalizou o bispo. Fonte: Arca Universal

Ong financiada pela União Européia convoca uma manifestação em favor do aborto em Bruxelas

Lobby Europeu das Mulheres (LEM) No próximo domingo, 27 de março, haverá a Marcha pela vida de Bruxelas, que reune manifestantes de todo o Mundo, especialmente europeus e na sua maioria jovens, todos idealistas que para conseguir organizar e promover a referida manifestação precisam realmente batalhar e não contam senão com a ajuda de doadores privados. De outro lado, o Lobby Europeu das Mulheres (LEM), Ong que se considera a maior coalisão de associações feministas da União Européia, foi fundada em 1990 com o apoio a Comissão Européia e dispõe de um secretariado localizado em Bruxelas, beneficiando-se do status consultivo no Conselho Europeu. Esse mesmo grupo fará uma contra-manifestação do que eles chamam “direito de escolha …”. Sem falar diretamente a expressão aborto, pois a morte dos nacituros não é de competência da UE , o Lobby Europeu das Mulheres declara que: “a liberdade de escolha para todas as mulheres , de decidir por elas mesmas sobre todo o assunto relativo à sua integridade pessoal e física“ é um dos valores de base de sua ação. Em todo o caso, o LEM anunciou, em seu site internet, uma “manifestação para defender o direito das mulheres ao aborto “. Pleno do mais puro cinismo a convocação deste lobby assassino é colocado sob o slogan : “porque amamos a vida somos pela escolha!“, poderíamos acrescecentar “de matar“. Prevendo que dessa forma não atrairiam muita gente, o mesmo LEM anuncia que durante sua “manifestação” haverá distribuição de bolos sucos e cafés , além de fanfarras , etc … um verdadeiro circo que podemos chamar de “circo da morte” pago com o dinheiro dos impostos de inúmeros contribuintes da União Européia. Mas as novas geraçõe,s cada vez mais engajadas na defesa da vida, não se têm deixado abater nesta verdadeira luta de Davi contra Golias . Na semana dos dias 21 a 24 de março, ocorrerá a Week for life no Parlamento europeu ( semana pela vida ), promovida pelo Instituto da dignidade Humana, no intuito de alertar para a importante luta que travamos hoje na defesa da vida desde a concepção até a morte natural.
==========//////////==========
Concluímos com a seguinte pergunta. Será que a humanidade evoluiu tanto e ao mesmo tempo esqueceu coisas tão básicas?
==========//////////==========
***NÃO AO ABORTO , DIREITO À VIDA.
QUERO TER O DIREITO DE ESCOLHER SE EU QUERO VIVER OU NÃO MAMÃE. MAMÃE EU GOSTO TANTO DE VOCÊ. EU PRECISO MUITO DE VOCÊ . QUERO FAZER PARTE DE SUA VIDA. QUERO SENTIR SEU CALOR, ESCUTAR SUA VOZ MACIA ME DIZENDO : - FILHO A MAMÃE TE AMA MUITO. AH!!! MAMÃE, DEIXE-ME FAZER PARTE DE SUA VIDA. POR FAVOR... BEIJINHOS DE TEU FILHO QUE JÁ TE CONHECE E TE AMA. ASSINADO : FETO TEU FILHO OU ÓVULO COMO VOCÊ QUISER ME CHAMAR BY CELIA GOULART

Missoes janela 10-40

Janela 10/40
O que é a Janela 10/40 JANELA 10/40 é uma faixa da terra que se estende do Oeste da África, passa pelo Oriente Médio e vai até a Ásia. A partir da linha do equador, subindo forma um retângulo entre os graus 10 e 40. A esse retângulo denomina-se JANELA 10/40. Calcula-se que até hoje menos da metade da população mundial com as suas etnias e línguas tenham sido confrontadas com o evangelho. A outra parte, com sua maioria absoluta na Janela 10/40, representa uma grande multidão de cerca de 3,2 bilhões de pessoas que ainda são objetos dos empreendimentos missionários do povo de Deus. Os países com as maiores populações não cristãs são: CHINA, ÍNDIA, INDONÉSIA, JAPÃO, BANGLADESH, PAQUISTÃO, NIGÉRIA, TURQUIA e IRÃ, todos na Janela 10/40. Devido a estes fatos, torna-se primordial para nós, cristãos, neste novo milênio, focalizar nossos recursos, sejam espirituais, financeiros ou sociais, sobre o necessitado povo que vive na Janela 10/40.
  • Se desejamos mudar este quadro, devemos considerar alguns fatos de muita importância:
  • - O significado Bíblico e histórico
  • - O domínio do islamismo, do hinduismo e do budismo
  • - A pobreza acentuada
  • - A diversidade de línguas e culturas
  • - A concentração de seitas diabólicas
Países que formam a Janela 10/40
ORIENTE MÉDIO – 21 PAÍSES Arábia Saudita, Argélia, Catar, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Irã, Iraque, Israel, Palestina, Jordânia, Kuweit, Líbano, Líbia, Marrocos, Mauritânia, Omã, Síria, Sudão, Tunísia e Turquia. ÁFRICA – 12 PAÍSES Benin, Burkina, Cabo Verde, Chade, Djibuti, Etiópia, Gâmbia, Guiné, Guiné-Bissau, Mali, Níger e Senegal. ÁSIA – 21 PAÍSES Afeganistão, Bangladesh, Barein, Butão, Camboja, China, Coréia do Sul, Coréia do Norte, Filipinas, Índia, Japão, Laos, Malásia, Maldivas, Mongólia, Nepal, Paquistão, Sri Lanka, Tailândia, Taiwan (Formosa) e Vietnã. EURÁSIA – 3 PAÍSES Cazaquistão, Turcomênia e Tadjiquistão. EUROPA – 4 PAÍSES Albânia, Chipre, Gibraltar e Grécia. Nem todos os crentes sabem que no mundo ainda há povos completamente ignorantes da existência de Jesus Cristo e seu plano redentor. Poucos se importam em saber que hoje no oriente há cristãos presos e sendo torturados por causa de sua fé. Quantos têm um programa intensivo de oração pelos povos não alcançados pelo evangelho? Saber que há povos cometendo suicídios e guerras, por falta de esperança ou fanatismo, não é um assunto que interessa a todos os cristãos. Os cristãos no mundo estão direcionando apenas 1,2% do seu fundo missionário e de seus missionários estrangeiros para bilhões de pessoas que vivem no mundo evangelizado. No mundo ainda há dezenas de país com suas portas total ou parcialmente fechadas à entrada de missionários. Há 28 países muçulmanos (sem incluir seis da antiga união soviética), 7 nações budistas, 3 Marxistas e 2 países hindus, formando o maior aglomerado de povos não alcançados.
Porque evangelizar os povos da Janela 10/40 ?
- Porque ali vive o maior número de povos não alcançados pelo evangelho. Cobre 1/3 total do planeta e representa 2/3 da população do mundo. São cerca de 3,2 bilhões de - pessoas em 61 países. - Porque ali está a maioria dos seguidores das 3 maiores religiões do mundo: Islamismo, Budismo e Hinduismo. - Porque de cada 10 pobres na terra, 8 estão nessa região. - Porque dos 50 países menos evangelizados do mundo 37 estão nessa área. - Porque as maiores Capitais do mundo estão nessa região. De acordo com os missiólogos, há diversidades no número de povos não alcançados pelo evangelho hoje. Para Ralph Winter, há 17 mil povos não alcançados e 12 mil línguas. David Barrete declara que são 11 mil o número total de povos não alcançados. Bob Waymire também arrola 11 mil povos diferentes no mundo. Patrick Johnstone avalia em 12.017 o total de povos não alcançados em todo o mundo. Subtraindo desse número os povos entre os quais há cristãos, missionários de fora e autóctones, restam apenas 1.200 povos a serem alcançados. Em sua perspectiva, 99% da população do mundo serão cobertos, inteiramente, com a mensagem do evangelho se ela for transmitida, no máximo, entre 400 e 500 línguas diferentes. Então concluímos que missões, ainda não é um assunto sério para muitas igrejas. Enquanto templos são enfeitados e grande parte do tempo é utilizada para inúmeros programas, missões é ocasional, ainda não é assunto íntimo.
O Mundo dos povos não alcançados
Segundo alguns estudiosos, temos aqui algumas estatísticas: - Cada hora 10700 crianças nascem e morrem sem escutar as Boas Novas em países da Janela 10/40; - Cada hora de esforço missionário resulta em 9.800 pessoas escutando o evangelho pela primeira vez; - O resultado é a redução no mundo não evangelizado de 500 pessoas a cada hora, ou pouco mais que 4 milhões de pessoas por ano. - 9 em cada 10 países mais pobres do mundo estão na África e 8 destes são parte do mundo menos evangelizado. SENAMI

secretaria nacional de missões

SENAMI

Caixões da F.E.M.A. a verdade oculta

Maçonaria no Vaticano

impressão e essencia 1/2 e 2/2

Semiramis: O Símbolo Illuminati de Lúcifer no Dinheiro Brasileiro - Nova Ordem Mundial

Discurso de Kennedy

Kennedy denuncia as sociedades secretas
E ASSIM FOI CALADA A ÚNICA VOZ QUE UM DIA SE LEVANTOU CONTRA A NOVA ORDEM MUNDIAL : JOHN FITZGERALD KENNEDY. HOMENAGEM A UM HOMEM DE PRÍNCIPIOS E CORAGEM. BY CELIA GOULART

Conhecer Jesus

Respondeu Jesus eu sou o caminho a verdade e a vida, Ninguém vem ao Pai a não ser por mim nessa partida, Por suas palavras Jesus nos conduz, Revelando o seu amor imenso diante da cruz, Simplesmente iluminar a vida somente, Sua missão não é uma filosofia de sabedoria que declama, Ele é o mediador e salvador da raça humana, Ele é o único caminho que o homem pode chegar a Deus, Em sua confissão de fé que a vida renasceu, Em harmonia com a verdade, Jesus nos espera por toda eternidade, É uma questão de vida ou morte eterna, Em uma decisão de consciência tão terna, Onde o homem esta diante de Deus como um pecador, Como divida do pecado Jesus aniquilou por seu favor, Jesus veio exatamente com esse propósito de mediador, Assumindo sua missão de um Deus perdoador, Sacrificando sua vida em meu lugar, Anunciando sua vitória diante do altar, Nessa aliança feita na cruz que o mundo hoje reluz, A esperança que Jesus deixou nessa verdade que conduz, Tal é o conhecimento de Deus em Cristo, Na comunhão de um cristão que nunca desisto, Que conhece o Deus verdadeiro, Em seu dia derradeiro, Sem ele todo homem está condenado, Por seus atos de iniquidade de pecado, Confiar em Jesus é um encontro real, Fundamentada na base de sua ordenança espiritual.

O Livro Perigoso -Filme Completo

BARRABÁS- O FILME

O Rosto Humano do Amor de Deus

PREGAÇÃO PR. CAIO FABIO

Caio Fábio (1-2) Lei do Cão na Existência Humana (anos 90) .
Caio Fábio (2-2) Lei do Cão na Existência Humana (anos 90)

HARPA CRISTÃ HINO *O REI ESTÁ VOLTANDO*

HARPA CRISTÃ HINO *212-OS GUERREIROS SE PREPARAM

MASSACRE CONTINUA EM PLENO SÉCULO XXI - NÃO TEMOS LIBERDADE DE SEGUIR A CRISTO.

Pesquisa revela: 75% de toda a perseguição religiosa no mundo é contra cristãos

  • Examinando 33 países, a filial britânica da organização Ajuda à Igreja que Sofre relatou que a maioria das perseguições que estava ocorrendo no Oriente Médio, África e Ásia em sua “Perseguidos e esquecidos? Um relatório sobre os Cristãos oprimidos por sua fé” de 2011.
  • Além dos suspeitos de costume – China, Irã, Coréia do Norte e Arábia Saudita – o relatório revelou também que países como a Venezuela, o Zimbabwe e até a Terra Santa são culpados de perseguição religiosa. O relatório também descobriu que os Cristãos enfrentam perseguições aumentaram em 22 países entre os analisados, com o Egito, Iraque, Líbano, Nigéria e Paquistão estando entre os piores países para os crentes viverem. O relatório também diz que agora 100 milhões de Cristãos em todo o mundo estão enfrentando perseguição.
  • “A proporção de países com uma piora histórica de violência anti-cristã e intimidação seria maior se não fosse pelo fato de que em muitos casos, a situação dificilmente poderia ter sido pior, em primeiro lugar,” afirma o relatório.
  • Além da perseguição de extremistas islâmicos, o relatório também destacou que os Cristãos são perseguidos pelo aumento do nacionalismo em países como Birmânia, Índia e Sri Lanka. Há também a crescente ameaça do extremismo islâmico no Norte da África e partes da Ásia. Enquanto isso, alguns países comunistas e ateus estão suprimindo os direitos religiosos das minorias.
  • “Extremistas associam cada vez mais Cristãos locais com seus países do Ocidente,” explicou John Pontifex, porta-voz da Ajuda à Igreja que Sofre, a respeito. “Como eles são na maioria dos casos incapazes de atacar países ocidentais diretamente, muitos extremistas transformar seu fogo contra os Cristãos locais.”
  • Esta semana, Ann Widdecombe, um político britânico conhecido, foi nomeado como enviado especial sobre liberdade religiosa para a caridade do auxílio à Igreja que Sofre.
  • Widdecombe, católico, disse na quinta-feira que está “cada vez mais alarmado” com os relatos de violência e intimidação contra os Cristãos. Ela também destacou a incoerência do esforço do governo britânico para proteger os direitos das minorias religiosas no mercado interno e sua tendência de fechar os olhos à perseguição dos Cristãos no exterior.
  • “É hora de colocar a cabeça acima do parapeito e falar em nome dos Cristãos que sofrem por sua fé,” disse ela. “Estou muito satisfeita em apoiar o trabalho da Ajuda à Igreja que Sofre, que está fazendo um excelente trabalho para ajudar os Cristãos perseguidos.”
  • O cardeal Reino Unido, Keith O’Brien, de Edimburgo recentemente descreveu a perseguição aos Cristãos como “talvez o maior escândalo de direitos humanos da nossa geração.”
  • Fonte: Christian Post

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.