DEUS É FIEL NO QUE PROMETE. SALMO 91 V.7 E 11



CAIAM MIL AO TEU LADO E DEZ MIL, À TUA DIREITA; TU NÃO SERÁS ATINGIDO.
=================================================================
PORQUE AOS SEUS ANJOS DARÁ ORDENS A TEU RESPEITO, PARA QUE TE GUARDEM EM TODOS OS TEUS CAMINHOS.

=================================================================


PAZ SEJA CONVOSCO.
AMADOS IRMÃOS. 
VENHO ATE VÓS PARA QUE SAIBAS, QUE O SENHOR JESUS É FIEL E SANTO.
SIM, DIGO-VÓS ISTO, PORQUE EM MINHA VIDA ELE SEMPRE AGIU, PROTEGENDO-ME DAS CILADAS DO PASSARINHEIRO.
AH! TAMBÉM DAS PESTES PERNICIOSAS.
ELE NUNCA ME DESAMPAROU.
IRMÃO VOCÊ ESTA CURIOSO EM SABER O POR QUÊ ?
NÃO É?
VOU RELATAR AQUI A VOCÊS EM BREVES PALAVRAS.
CERTO DIA ENQUANTO ORAVA E CLAMAVA A DEUS, POR MISERICÓRDIA EM MINHA VIDA.
ESTAVA EU A PASSAR POR MUITAS TRIBULAÇÕES.
E CONTINUEI ORANDO; CHORANDO AOS PÉS DE JESUS; PARA QUE ELE VIESSE EM MEU SOCORRO.
(POIS QUEM CHORA PARA DEUS, TEM RESPOSTA).
CLAMEI AO SENHOR QUE ELE FALASSE COMIGO; QUE ME DESSE UM SINAL; PARA QUE MINHA ALMA AFLITA SE ACALMASSE.
PEDI AO SENHOR JAVÉ EM NOME DO SENHOR JESUS, QUE ME DESSE UMA PALAVRA E ABRI A BÍBLIA.
QUANDO ABRI A BÍBLIA MEUS OLHOS SE REPOUSARAM EM DOIS VERSÍCULOS DO SALMO 91, QUE SÃO OS VERSÍCULOS 7 E 11.
NAQUELE EXATO MOMENTO MINHA ALMA SE ALEGROU.
PORQUE EU CRI NA PROMESSAS QUE O SENHOR FEZ A MIM.
ATÉ HOJE QUANDO AS TRIBULAÇÕES VÊEM; EU DIGO NÃO TEM PERIGO; POIS O SENHOR ME FEZ UMA PROMESSA.
E DEUS NÃO É HOMEM PARA QUE MINTA.
ASSIM TEM SIDO E ACONTECIDO EM MINHA VIDA.
OS ANJOS DO SENHOR TÊM  GUARDADO A MIM, E A  MEUS FILHOS E MINHA PROPRIEDADE.
JESUS JÁ NOS DEUS, VÁRIOS LIVRAMENTOS DE MORTE.
FECHOU A COVA PARA MIM; NÃO SÓ UMA VEZ; MAIS VÁRIAS VEZES.
PORQUE NOSSO DEUS É FIEL.
AOS MEUS FILHOS TAMBÉM.
POIS ELE PROMETE QUE; SE CRERMOS NELE; SERÁS SALVO TU E A TUA CASA.
AGRADEÇO AO MEU DEUS E AOS IRMÃOS QUE CHEGARAM ATÉ AO FIM DESTE RELATO.
AMO DE PAIXÃO AO MEU SENHOR JESUS, MAS SOU FALHA E HUMANA.


BY CÉLIA GOULART



SALMO 58 _ PARA MEDITAÇÃO.












[Mictão de Davi para o músico-mor, Al-Tachete] Acaso falais vós, deveras, ó congregação, a justiça? Julgais retamente, ó filhos dos homens?
Antes no coração forjais iniqüidades; sobre a terra pesais a violência das vossas mãos.
Alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, falando mentiras.
O seu veneno é semelhante ao veneno da serpente; são como a víbora surda, que tapa os ouvidos,
Para não ouvir a voz dos encantadores, do encantador sábio em encantamentos.
O Deus, quebra-lhes os dentes nas suas bocas; arranca, SENHOR, os queixais aos filhos dos leões.
Escorram como águas que correm constantemente. Quando ele armar as suas flechas, fiquem feitas em pedaços.
Como a lesma se derrete, assim se vá cada um deles, como o aborto duma mulher, que nunca viu o sol.
Antes que as vossas panelas sintam o calor dos espinhos, como por um redemoinho os arrebatará ele, vivo e em indignação.
O justo se alegrará quando vir a vingança; lavará os seus pés no sangue do ímpio.
Então dirá o homem: Deveras há uma recompensa para o justo; deveras há um Deus que julga na terra.




Evangélico pode doar órgãos? Cristão discutem se é pecado ou não


Com uma recente decisão controversa de uma mãe latino-americana que doou os órgãos de sua filha, um proeminente pastor de uma das maiores megaigrejas hispânicas nos Estados Unidos falou sobre o tema doação de órgãos para o The Christian Post nesta quarta-feira (30).
Dr. Gilberto Velez da Iglesia Cristiana Misericórdia no Texas, EUA, comentou sobre a situação divulgada pela Reuters nesta segunda-feira, sobre a polêmica causada quando Norma Garcia decidiu doar os órgãos da filha após ter sido declarado clinicamente morta pelos médicos. Seus pais, que são provenientes do México, questionaram a sua atitude e manifestaram a sua indignação e repulsa em relação à isso, o que pôs em prova a sua identidade cultural e fé cristã.


“A maioria da minha família tinha uma crença de que,”Como você pôde fazer isso? Como você pode permitir que ela seja mutilado? Como você pode deixá-los tirar o seu coração?’” disse Norma Garcia, uma agente imobiliária de acordo com a Reuters.


Para especialistas de doação de órgãos, hispânicos têm menor probabilidade de doar do que os norte-americanos como um todo, alegando que sua religião não lhes permite fazê-lo.
“Nós encontramos que a comunidade hispânica nos diz: “Minha religião diz para não doar,” e “eu não posso ter um caixão aberto porque o corpo será danificado,” disse Esmeralda Pereira do Organ Sharing Alliance do Texas, de acordo com a Reuters. “Eles sentem que seu ente querido será desfigurado, ou a pessoa não será capaz de entrar no céu porque seu corpo não vai estar inteiro.”
Mas Velez, que é também o Presidente do Conselho da Conferência Nacional Liderança Cristã para os Hispânicos (NHCLC), afirmou que “não há evidência bíblica que proíba esta prática.”
“Quando há setores evangélicos que expressam oposição a doação dos órgãos, eles fazem isso porque a maioria deles se baseam na interpretação de algumas partes das Escrituras, onde fala sobre os templos do Espírito Santo e que nós temos que cuidar do nosso corpo. Mas esta é uma questão de interpretação, não é que a Escritura diz que é proibido.”


Um proeminente teólogo católico Rev. John Leies disse que a Igreja está trabalhando para convencer o crente de que a doação de órgãos não torna impróprio para o corpo pós-morte.
“A Igreja está consciente de que existem tantas pessoas à espera de órgãos, e não há o suficiente para ser entregue e as pessoas morrem sem receber seus órgãos,” disse ele. E ele descobriu que “é difícil lutar contra essas idéias culturais, e talvez a Igreja não tem feito um esforço suficientemente bom.”


Para a Igreja Evangélica, Velez explicou que é difícil falar em nome de todos os evangélicos, porque existem diferentes denominações com o ponto de vista diferente. No entanto, ele disse que, em geral, “a maioria das pessoas evangélicas não se opõem à doação de órgãos.”
“Nós não somos contra isso, nós não promovemos, mas nós não condenamos tais práticas. Nós deixamos a pessoa decidir,” disse ele.


Talvez, diz o Velez, pode haver algumas facções dentro do movimento evangélico, especialmente dentro dos movimentos independentes, que não estão sob o controle das denominações tradicionais, como a Assembléia de Deus, Batistas, Metodistas, etc, que têm seu próprio ponto de vista.
Dr. Velez acredita que existe um “apoio e pleno reconhecimento da importância da doação de órgãos para a saúde das pessoas.”


Para esclarecer esta questão às pessoas religiosas, Velez recomendou altamente os povos latino-americanos a buscar a orientação de seus líderes, notícias, revistas e outras publicações ou outras organizações cristãs.
Segundo ele, organizações como NHCLC dedicam-se a difundir a consciência dentro do Povo hispânico cristão sobre esse tipo de assunto e outros que são importantes para Comunidade Evangélica Hispânica.

Publicado por Renato Cavallera (perfil no G+ Social)

Uma lição de C.H.Spurgeon acerca do Evangelismo | Estudos Bíblicos















Charles Spurgeon tem sido adequadamente descrito como um daqueles pregadores que aparece uma vez a cada 100 anos, em quem todos os poderosos dons que são úteis ao ministério está depositado. Sua vida e obra permanecem hoje, mais de 100 anos após sua morte, encorajando e desafiando ministros do evangelho que estão diante do terceiro milênio. Qualquer estudo do ministério de Spurgeon revela imediatamente um homem obsediado pelo evangelismo. Desde o momento de sua conversão até o dia de sua morte, Spurgeon manteve uma intensa preocupação pelas almas.
Era fanático quanto ao assunto. Em todas as formas corretas. Como pastor, levou muito a sério o conselho apostólico para fazer. o trabalho de um evangelista.. E diligentemente procurou despertar uma preocupação evangelística nos membros de sua igreja e em seus colegas pregadores.
Este fato confunde alguns estudiosos da vida de Spurgeon, pois, junto com esse fervor evangelístico (e, poderíamos dizer, a despeito das afirmações contemporâneas em contrário), ele jamais se afastou do profundo compromisso com as doutrinas da Graça. É neste ponto, talvez mais do que em qualquer outro, que o. Príncipe dos Pregadores. Tem muito a ensinar aos pastores de hoje. Nos últimos 25 anos, muitos desses têm se voltado à teologia de Spurgeon. Essa renovação teológica está crescendo. Mas o que não temos visto é um crescimento proporcional ao tipo de evangelismo praticado por Spurgeon. Isso deveria alarmar a todos que desejam ver uma renovação genuína e bíblica varrendo nossas igrejas.
Há uma geração de pastores que cresceram com o evangelismo modelado de acordo com a arte de vendas. Alguns dos manuais de evangelismo modernos diferem muito pouco do livro The Art of the Deal (A Arte do Negócio), escrito por Donald Trump (um milionário de nossos dias). Esse tipo de evangelismo tem causado grande estrago às igrejas, enchendo-as de pessoas não convertidas e, em última análise, confundindo os crentes acerca da verdadeira natureza do cristianismo. Tal evangelismo é mortal e precisa ser rejeitado. Mas, como Jesus alertou, quando um espírito imundo sai de um homem, se tal espírito não for substituído, logo voltará e trará consigo outros sete espíritos piores que ele,… e o último estado daquele homem torna-se pior do que o primeiro. (Mt 12.45). O evangelismo falso precisa ser substituído pelo verdadeiro. Spurgeon pode nos mostrar o caminho, especialmente em termos de atitudes interiores e desejos.
Spurgeon era um calvinista com.C. maiúsculo e um batista com .B. maiúsculo, mas seu CRISTIANISMO era escrito totalmente em letras maiúsculas. Em uma palestra aos alunos de uma faculdade de pastores, ele reconheceu a conveniência de se tentar transformar um pedobatista em um batista e ajudar os arminianos a enxergarem que a salvação é totalmente pela graça. .Mas, ele disse. nosso grande objetivo não é a reversão de opiniões, e sim a regeneração das naturezas. Devemos trazer homens a Cristo e não aos nossos pontos de vista particulares a respeito do cristianismo… Fazer prosélitos é algo que cabe aos fariseus; regenerar homens para Deus é uma meta honrada dos ministros de Cristo..
É praticamente impossível encontrar um sermão impresso de Spurgeon que não contenha algum tipo de apelo ao não-convertido. Eles estão cheios de alegações, argumentos, alertas e instruções aos pecadores, chamando-os e convidando-os a virem a Cristo. A própria atitude de Spurgeon é refletida no retrato de João Bunyan de um verdadeiro ministro do evangelho, em O Peregrino. Em seu primeiro sermão, na igreja de New Park Street, ele utilizou essa cena para descrever como o ministro do evangelho deve considerar as almas de homens e mulheres:
João Bunyan fornece-nos um retrato de um homem a quem Deus tencionou tornar um guia para os céus; vocês já observaram como esse quadro é bonito? Esse homem tem uma coroa da vida sobre sua cabeça, a terra encontra-se debaixo de seus pés, está de pé como se implorasse aos homens e com o melhor dos Livros em suas mãos. Oh! Como eu gostaria, por um só momento, ser esse tipo de pregador; que pudesse arrazoar com os homens, assim como João Bunyan descreve. Todos somos embaixadores de Cristo e, nesta qualidade, devemos suplicar aos homens, como se Deus lhes falasse por nosso intermédio. Como eu gosto de ver um pregador que chega às lágrimas! Como gosto de ver um homem que é capaz de chorar por causa dos pecadores, um homem cuja alma anela pelos ímpios, como se ele pudesse, de alguma forma, trazê-los ao Senhor Jesus Cristo! Não consigo compreender um homem que sobe ao púlpito e apresenta um discurso frio e indiferente, como se não tivesse interesse pela alma de seus ouvintes. Creio que o verdadeiro ministro do evangelho é aquele que tem um real anseio pelas almas, demonstrado em uma atitude semelhante à de Raquel, quando clamou: Dá-me filhos, senão morrerei.. Esse ministro também clamará a Deus, para que veja os eleitos do Senhor nascerem e serem trazidos para Deus. E, conforme penso, todo o verdadeiro crente deve ser extremamente zeloso na oração em favor das almas dos ímpios; e quando fazem isto, Deus os abençoa abundantemente e a igreja prospera! Porém, amados, mesmo vendo almas condenadas, quão poucos se importam com elas! Os pecadores podem afundar no lamaçal da perdição; entretanto, poucas lágrimas são derramadas por eles! O mundo inteiro pode ser levado por uma torrente ao precipício de condenação, e, apesar disso, quão poucos realmente clamam a Deus em favor dessas pessoas! Quão poucos homens dizem. Oh! Que a minha cabeça se tornasse em águas, e os meus olhos, em fonte de lágrimas! Então, choraria de dia e de noite os mortos da filha do meu povo. Não lamentamos diante de Deus pela perda da alma dos homens, como seria próprio aos cristãos fazerem.
Spurgeon argumentou que não apenas certos tipos de pregadores podem ser ganhadores de almas. Na verdade, todo o pregador deveria labutar seriamente para ver seus ouvintes salvos.
A menos que conversões sejam constantemente vistas, em todas as nossas congregações um clamor amargo deveria ser levantado a Deus. Se nossa pregação jamais salva uma alma (e isto não é comum acontecer) não deveríamos glorificar a Deus melhor como lavradores ou comerciantes? Que honra pode o Senhor receber de pregadores inúteis? O Espírito Santo não está conosco, nem estamos sendo usados por Deus, para os seus gloriosos propósitos, a menos que almas estejam sendo despertadas para vida eterna. Irmãos será que podemos suportar o sermos inúteis? Podemos ser estéreis e, ainda assim, estar contentes.
Para Spurgeon, essa paixão era inextinguível. Ele viu, de forma bastante exata, que a glória de Deus estava em jogo.
Novamente, se tivermos de ser revestidos do poder do Senhor, precisamos sentir um intenso anelo pela glória de Deus, e pela salvação dos filhos dos homens. Mesmo quando somos os mais bem-sucedidos, precisamos anelar por mais êxito. Se Deus tem nos dado muitas almas, precisamos ansiar por milhares de vezes o que temos. A satisfação com os resultados será a morte lenta do progresso. Não é bom para o homem pensar que não pode melhorar. Ele não possui santidade, se acha que já é útil o suficiente. Essa paixão ardente inevitavelmente determinará como um homem prega. Por um lado, ela o levará a empenhar-se para ser claro em seu discurso. Devemos dizer a nós mesmos:
-Não; eu não posso usar esta palavra difícil, pois aquela pobre senhora que senta naquele lugar não me compreenderia. Não posso salientar aquela dificuldade obscura, pois aquela pobre alma poderá ser confundida por tal dificuldade e não aliviada por minha explanação… Se você ama os seres humanos, você amará menos as palavras difíceis..
O objetivo de ver almas ganha para Cristo através da pregação também levará o pregador a labutar para ser interessante. Como, em nome da razão, possa almas se converter por meio de sermões que embalam as pessoas a dormir. É por esse motivo que o humor pode ter um papel legítimo na pregação. Spurgeon ponderou que é crime menos grave causar uma risada momentânea do que um sono profundo de meia hora.
Ele é tão enfático nisto, que é fácil compreendê-lo de maneira errônea. Spurgeon não estava argumentando que o pregador é responsável pelo sucesso evangelístico de seu ministério; é responsável pela fidelidade à tarefa de evangelizar. Spurgeon jamais duvidou disso. Todavia, ele se recusou a nos permitir esquecer que no âmago de um ministério fiel reside uma profunda paixão pelas almas de homens e mulheres. Ele disse:
“Se os pecadores serão condenados, que pelo menos pulem para o inferno passando por cima de nossos corpos. Se perecerem, que pereça com nossos braços e mãos tocando os seus joelhos, implorando que fiquem. Se o inferno tiver de ser cheio, pelo menos que seja cheio apesar de nossos esforços, e que ninguém entre ali sem estar avisado e sem que se tenha intercedido por essa pessoa.”
Se nossa doutrina não conduz à devoção, alguma coisa está tremendamente errada. Não terminaremos nossa tarefa até que a cabeça, o coração e as mãos concordem. Tal integração santificada de nossa personalidade não será alcançada até que vejamos o Senhor face a face. Mas temos de nos esforçar para alcançar esse objetivo, aqui e agora. Tendo recebido o evangelho, precisamos estar engajados no evangelismo. E, quanto mais claramente tivermos assimilado o evangelho, tanto mais apaixonados haveremos de nos entregar à evangelização.
Fonte: Editora Fiel / Evangelho Hoje

Bispo Manoel Ferreira elogia Rev. Moon na Coreia em 2010.avi


Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo.





Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão.

Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai.

Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo.

E como se um homem, partindo para fora da terra, deixasse a sua casa, e desse autoridade aos seus servos, e a cada um a sua obra, e mandasse ao porteiro que vigiasse.

Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã,

Para que, vindo de improviso, não vos ache dormindo.

E as coisas que vos digo, digo-as a todos: Vigiai.

MARCOS CAP.13 VERS. 31, 37



BOM.
O QUE EU POSSO DIZER, A RESPEITO DESTA EXALTAÇÃO QUE O SENHOR NÓS FAZ?
VOCÊ DEVE IMAGINAR, MAS COMO ALGUÉM FARIA ISTO? NÃO TEM LÓGICA?
É MUITO ESTRANHO. ENTÃO PARA QUE FIQUE BEM CLARO REPORTEMOS, PARA OS DIAS DE HOJE.
SE DEUS ASSIM ME PERMITIR.
SABEMOS QUE NO NOSSO MUNDO EXISTE MUITA VIOLÊNCIA, MUITAS, DROGAS, TRAFICANTES, LADRÕES , PESSOAS SEM ESCRÚPULOS, OS QUAIS NÃO TEMEM AO SENHOR JESUS.
CERTO?
VEREMOS UM EXEMPLO A SEGUIR:
- EU TENHO CONSCIÊNCIA DA VERDADE, E SEI QUE EXISTEM VÁRIAS INFRAÇÕES NA NOSSA SOCIEDADE, MAS MESMO ASSIM EU NÃO ME PREOCUPO.
E PENSO. AH! DEIXA PRA LÁ, MINHA CASA É SEGURA.
EU NÃO CONVIVO NO MEIO DELES, EU NÃO FAÇO NADA DE ERRADO.
BOM EU ACHO.
ENTÃO, EU POSSO DEIXAR MINHA CASA ABERTA, SEM NINGUÉM, SEM UM CÃO DE GUARDA, SEM NINGUÉM PARA TOMAR CONTA DE MINHA CASA PARA MIM.
E MESMO ASSIM EU VOU SAIR E VOU ALI RAPIDINHO NO SUPER MERCADO, COMPRA UMA MISTURA PARA O MEU ALMOÇO.
OK. FUI E DEIXEI TUDO ABERTO, SEM VIGIAR E SEM GUARDAR (O QUE SIGNIFICA GUARDAR? VOCÊS SABEM?).
VOU EXPLICAR DA MANEIRA QUE EU PENSO QUE SEJA, PORQUE NÃO SOU A DONA DA VERDADE.
O QUE ESCREVO QUEM COLOCA NO MEU CORAÇÃO É O ESPÍRITO SANTO DE DEUS PORQUE CLAMO A ELE.
VOLTEMOS AO ASSUNTO, GUARDAR SERIA NO CASO, NESTE CASO.
SERIA ORAR. MAS COMO ORAR?
BOM PEDINDO A ALGUÉM QUE OLHE A SUA CASA, PARA VOCÊ. OU MELHOR, VOCÊ FECHANDO A SUA CASA. ISSO SIM È ORAR.
E O QUE SERIA VIGIAR?
TODOS SABEM; É FÁCIL; APENAS FICAR ATENTOS AS ATITUDES DO SEU EXTERIOR., O QUE PASSA A SUA VOLTA.
ASSIM SE VOCÊ SEGUIR ESTES CUIDADOS, QUANDO CHEGAR O INFRATOR (LADRÃO) ELE NÃO TE ENCONTRARÁ DESPREVENIDA.
SIMPLES ASSIM.
É ISTO QUE JESUS NOS ALERTA. A RESPEITO DO NOSSO DIA A DIA PARA NÃO PERDERMOS NOSSAS ALMAS E MUITO MENOS NOSSAS VIDAS. POIS O LEÃO VIVE DIA E NOITE NÓS VIGIAM E BRAMANDO AO NOSSO DERREDOR. ELE ARMA LAÇO TODOS OS MINUTOS DE NOSSAS VIDAS.
QUE JESUS NÓS DÊ FORÇAS PARA QUE NÃO VENHAMOS A CAIR NO LAÇO DO PASSARINHEIRO. DEUS SEJA CONVOSCO. ESPERO, TENHO FEITO ME ENTENDER. PAZ.


BY CELIA GOULART









Pastores ungem aparelho celular e entram em chiqueiro usando porcos para ilustrar fiéis. Assista


Alguns pastores da Igreja Quadrangular em Belo Horizonte, Minas Gerais, entraram em um chiqueiro e gravaram um vídeo para a campanha “Sexta-Feira Forte da Guerra”, para combater o “espírito de humilhação”.


Para ilustrar o processo, os pastores entraram em um chiqueiro e afirmaram que alguns fiéis seriam como aqueles porcos: “Só fica de cabeça baixa, parece derrotada, esta na miséria, no meio do nada”.




Os pastores são da mesma denominação e estado de outros que ficaram famosos pela mesma forma de divulgar seus cultos. Em Governador Valadares outros dois pastores da Igreja Quadrangular gravavam vídeos ilustrando o tema de cada culto. Na ocasião eles entraram em lamaçal, em poços profundos, subiram montes com galões de água, entre outras coisas. Após a repercussão dos vídeos, todos eles foram apagados. O Gospel+ procurou a denominação para comentar o caso e até o fechamento da matéria não houve respostas.


O evento “Sexta-Feira Forte da Guerra”, da Quadrangular de Belo Horizonte, possui a mesma temática da “Segunda-Feira Forte da Potência de Deus”, da Quadrangular de Governador Valadares. Inclusive temas da denominação do interior de Minas Gerais também já foram utilizados pela da capital, como os pastores na lama e enterrando os problemas dos fiéis, como é possível ver abaixo:







A frente dos vídeos estão os pastores Paulinho Silveira e Jerônimo Nofre da Igreja Quadrangular – Templo dos Anjos que esteve junto a Igreja Quadrangular de Governador Valadares no evento “Labaredas de Fogo” que contou também com a presença, entre outros, dos pastores Jabes de Alencar e Silas Malafaia, além das cantoras Cassiane e Pamela.


Fonte: Gospel+

PRIMEIRO JOÃO CAP.1




O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida


(Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada);


O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo.


Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra.


E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas.


Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade.


Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.


Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.


Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.


Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

Salmos 102 ( PARA MEDITAÇÃO NESTE DIA )


Oração do aflito, vendo-se desfalecido, e derramando a sua queixa perante a face do SENHOR] SENHOR, ouve a minha oração, e chegue a ti o meu clamor.


Não escondas de mim o teu rosto no dia da minha angústia, inclina para mim os teus ouvidos; no dia em que eu clamar, ouve-me depressa.


Porque os meus dias se consomem como a fumaça, e os meus ossos ardem como lenha.


O meu coração está ferido e seco como a erva, por isso me esqueço de comer o meu pão.


Por causa da voz do meu gemido os meus ossos se apegam à minha pele.


Sou semelhante ao pelicano no deserto; sou como um mocho nas solidões.


Vigio, sou como o pardal solitário no telhado.


Os meus inimigos me afrontam todo o dia; os que se enfurecem contra mim têm jurado contra mim.


Pois tenho comido cinza como pão, e misturado com lágrimas a minha bebida,


Por causa da tua ira e da tua indignação, pois tu me levantaste e me arremessaste.


Os meus dias são como a sombra que declina, e como a erva me vou secando.


Mas tu, SENHOR, permanecerás para sempre, a tua memória de geração em geração.


Tu te levantarás e terás piedade de Sião; pois o tempo de te compadeceres dela, o tempo determinado, já chegou.


Porque os teus servos têm prazer nas suas pedras, e se compadecem do seu pó.


Então os gentios temerão o nome do SENHOR, e todos os reis da terra a tua glória.


Quando o SENHOR edificar a Sião, aparecerá na sua glória.


Ele atenderá à oração do desamparado, e não desprezará a sua oração.


Isto se escreverá para a geração futura; e o povo que se criar louvará ao SENHOR.


Pois olhou desde o alto do seu santuário, desde os céus o SENHOR contemplou a terra,


Para ouvir o gemido dos presos, para soltar os sentenciados à morte;


Para anunciarem o nome do SENHOR em Sião, e o seu louvor em Jerusalém,


Quando os povos se ajuntarem, e os reinos, para servirem ao SENHOR.


Abateu a minha força no caminho; abreviou os meus dias.


Dizia eu: Meu Deus, não me leves no meio dos meus dias, os teus anos são por todas as gerações.


Desde a antiguidade fundaste a terra, e os céus são obra das tuas mãos.


Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles se envelhecerão como um vestido; como roupa os mudarás, e ficarão mudados.


Porém tu és o mesmo, e os teus anos nunca terão fim.


Os filhos dos teus servos continuarão, e a sua semente ficará firmada perante ti.



 PALAVRA DADO A MIM CELIA, PELO SENHOR  JESUS AS 06:00HS.
GLÓRIA A DEUS! ALELUIA! AMÉM.

Culpados da Lei, salvos pela Graça | Estudos Bíblicos









Deus nos dá a lei para levar-nos a reconhecer que existe algo de terrivelmente errado em nossa vida, e que a morte – morte espiritual – é a conseqüência fatal disso. Essa lei é um conjunto de princípios que irá aguçar nosso julgamento moral, para que possamos identificar o pecado. Os Dez Mandamentos constituem a essência básica da lei. Eles são como um grande aparelho de Raios-X, que revelam a estrutura óssea de nossa pecaminosidade. As primeiras quatro chapas dizem respeito ao nosso relacionamento com Deus. As outras seis abordam nosso relacionamento com os homens.
Estudando as Chapas
I “Não terás outros deuses diante de mim” (Êx. 20:3).
Essa expressão “outros deuses” não se refere necessariamente a um buda de bronze ou a uma representação totêmica. Qualquer coisa que receber nosso interesse máximo é nosso deus. Mas nosso interesse máximo deveria concentrar-se em Deus. Somente ele é digno de nossa adoração. Jesus disse que o grande mandamento era amar a Deus de todo o coração, alma, mente e forças.
II “Não farás para ti imagem de esculturas” (Êx. 20:4).
O primeiro mandamento diz respeito ao Ser a quem adoramos. Este segundo refere-se à forma como adoramos. Somos instruídos a adorá-lo sinceramente, com o coração totalmente dedicado a Deus. “O homem vê o exterior, porém o Senhor, o coração.” (1 Sm 16:7.) Quando nos assentamos na igreja, cheios de religiosidade, mas ignorando a Deus, fazemos daquele templo um ídolo.
III “Não tomarás o nome do Senhor ten Deus em vão” (Êx. 20:7).
Isto não diz respeito apenas ao uso de imprecações, mas também a menção do nome da deidade, como Deus e Senhor, sem pensar no próprio Deus. Se cantamos as palavras de um hino maquinalmente, ou nos dizemos cristãos sem conhecermos a Cristo pessoalmente, estamos tomando o nome de Deus em vão.
Conta-se que Alexandre, o Grande, encontrou certa vez um indivíduo de caráter reprovável cujo nome era Alexandre. Então o general disse-lhe: “Ou transforme sua vida, ou mude de nome.”
IV “Lembra- te do dia do sábado para o santificar.” (Êx. 20:8.)
De cada sete dias, um é designado pelas Escrituras para adoração especial e descanso. Jesus disse: “O sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.” (Mc. 2:27.) Isto quer dizer me precisamos deste dia especial. Deus, em sua sabedoria, afirma que nosso corpo precisa desse dia para observar um tempo de descanso, assim como nosso espírito precisa dele para o culto. O costume de algumas pessoas de utilizar os fins de semana para prolongados períodos de lazer e entretenimento excluindo a adoração a Deus, implica em que perdem tanto os benefícios do lazer como os do culto.
Sabemos que uma nação ou indivíduo que trabalha sete dias por semana sofre danos físicos, psicológicos e espirituais. Todo tipo de maquinaria precisa de uma cessação ocasional.
V “Honra a teu pai e tua mãe.” (Êx. 20:12.)
Este texto não coloca limite de idade para esta honra. Tampouco diz que os pais devem ser pessoas honradas, para merecerem honra. Isso não significa, porém, que temos que “obedecer” pais que talvez sejam desonrosos. Não somente durante a nossa infância, mas enquanto nossos país viverem, temos que honrá-los, se é que queremos obedecer a Deus. Essa honra tem muitos aspectos: afeição, apoio moral, ajuda financeira, respeito. No entanto, em nossos lares, ouvem-se mais palavras ásperas que qualquer outra coisa. Dizemos a nossos país coisas que nunca dizemos a amigos, no trabalho ou na igreja.
VI “Não matarás.” (Êx. 20:13.)
O ato do assassinato propriamente dito é a culminância de muitas emoções. Por trás dele, acham-se atitudes de irritação, inveja e ódio. Disse Jesus: “Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; e: Quem matar estará sujeito a julgamento. Eu, porém, vos digo que todo aquele que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão está sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno do fogo.” (Mt. 5:21,22.) Será que alguém é capaz de dizer que nunca se irritou contra alguém? Todos nós somos culpados da transgressão desta lei mesmo que nunca tenhamos tirado a vida de ninguém.
VII “Não adulterarás.” (Êx. 20:14.)
Ele não implica apenas em desonrar a própria esposa ou o próprio marido, mantendo relações sexuais com outra pessoa; diz respeito também à mentalidade que está sempre preocupada com o sexo. Diz respeito ao ato de olhar para um homem ou uma mulher com intenção ou desejo lascivo. Para Deus, a pureza é, primeiramente, uma atitude do coração, depois então é um ato.
Com as coisas nestes termos, é possível que o leitor diga: “Isto é ridículo. Ninguém consegue obedecer este mandamento fielmente.” E estará com toda razão.
IX “Não dirás falso testemunho contra o teu  próximo.” (Êx. 20:16.)
Pensamos sempre que testemunha é uma pessoa que comparece a um tribunal para prestar declarações. Se na cadeira de testemunhas mentirmos dizendo: “Mas, meritíssimo, esse homem provocou meu cachorro, e por isso ele o mordeu. Ele bateu em meu cachorro com uma vara, e então o animal o atacou em autodefesa”, quando, na realidade, o cão abocanhara a perna do vizinho sem qualquer provocação, então estaremos mentindo. Mas, e se se trata de um mexerico “inocente”? O mandamento foi transgredido do mesmo modo.
X “Não cobiçarás.” (Êx. 20:17.)
camping.
O Diagnóstico do Raio-X
Será que alguém, pode ler e entender os mandamentos sem sentir-se incriminado por eles? Eles revelam a situação do nosso coração. O apóstolo Tiago comentou que até mesmo um só mandamento transgredido é suficiente para destruí-nos. Se estivermos suspensos sobre um abismo, seguros por uma corrente de dez elos, quantos deles precisam romper-se para que caiamos no abismo? “Pois, qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos.” (Tg. 2:10.)
A Bíblia e nossa consciência nos dizem que erramos o alvo seriamente, e que somos pecadores. O que um Deus santo faz? Como Deus age com relação a nossos pecados?
Temos uma resposta a respeito disso nas palavras de um jovem que se tornou dolorosamente cônscio do mandamento: “Não furtarás.” Disse ele: “Minha vida não era propriamente um mar de rosas. Antes de completar treze anos, eu já era ladrão, tanto no coração como em palavras e ações. Fui preso muitas vezes. Cumpri termo num reformatório, e, depois que saí, em menos de uma semana, estava roubando de novo.” Disse que sua família desistiu dele completamente, e que achava que seu futuro estava destruído. Certa noite, ele ouviu a pregação do evangelho pela televisão, arranjou uma Bíblia e começou a lê-la. Em seguida, ele pediu a Cristo que o perdoasse por seu passado pecaminoso. Atualmente ele está esperando em Cristo, para que assente novas bases para sua vida e lhe dê um novo futuro.
Como Deus pode perdoar-nos? O que acontece quando o pecado se torna uma constante em nossa vida? E se somos arrastados pela síndrome do pecado? Existe alguma esperança para nós?
Se não houvesse esperança, eu não estaria escrevendo postando este artigo. Se não houvesse possibilidade de uma solução, você não o estaria lendo.
JESUS CRISTO! É a única esperança. Ele bebeu o cálice da ira de Deus pelo fato de nós termos quebrado sua Lei. Agora Deus pode salvar-nos da condenação eterna se aceitarmos à Cristo e vivermos por sua Palavra.
Fonte: Evangelho Hoje

Campeão internacional testemunha: “Só comecei a ganhar medalhas depois que aceitei a Jesus”


Felipe Augusto Lopez, é membro da Igreja Fellowship em Manágua, Nicarágua. Atualmente ele é seis vezes campeão de atletismo nacional e bicampeão em atletismo na América Central.


Felipe Augusto Lopez, nunca tinha ganhado uma medalha no atletismo, mas conseguiu após reconher Jesus Cristo como seu Salvador em 1984.


Desde então Philip tornou-se “Atleta de Deus”, porque a bênção veio sobre ele, em 2008, quando conquistou sua primeira medalha de prata no Masters Nacional de Atletismo na velocidade do traço 200 metros.
Medalhas


Na Nicarágua


Primeira medalha de prata em 2008 – Mestres Nacionais de Atletismo nos 200 metros em velocidade.
Duas medalhas de ouro em 2009 – Mestres Nacionais de Atletismo em 100 e 200 metros em velocidade.3. A Medalha de Ouro em 2010 VI – Mestres Nacionais de Atletismo nos 200 metros em velocidade.
A medalha de prata em 2010 VI – Mestres Nacionais de Atletismo nos 200 metros em velocidade.
Medalha de Bronze em 2010 VI – Mestres Nacionais de Atletismo no salto em distância.


Na América Central


Medalha de Ouro em 2010 – XV Campeonato Centro-Americano de Atletismo Master em Costa Rica. Na categoria corrida de revezamento 4 por 100 metros.
Medalha de Bronze em 2010 – XV Campeonato Centro-Americano de Atletismo Master em Costa Rica. Na categoria de salto em comprimento.


O “Atleta de Deus”, é muito grato ao Senhor, e reconhece que tudo o que ele tem é por causa de Jesus, Agraçe também o apoio de sua Igreja, por suas orações, apoio financeiro e, em particular, diz campeão Felipe Augusto Lopez, o pastor, o apóstolo Silvio Jarquin, seus dois filhos, filho Jaasiell Jarquín Aguinaga e silvinita Jarquin pastor Jr. Aguinaga.


Campeão Felipe Augusto Lopez tem 50 anos, dois filhos e viúvo, sua mulher, infelizmente, morreu de câncer do colo do útero ou câncer cervical. Mas Philip, continua a trabalhar duro para honrar a Deus na modalidade de atletismo.


Fonte: Padom

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.