Ateus rasgam a Bíblia em protesto contra o Cristianismo por ela “ser imoral e ilegal”

Nos EUA aconteceu no sábado (17/09) uma manifestação de oposição ao cristianismo, onde um grupo de ateus rasgaram cópias de passagens da Bíblia as quais eles consideram imoral e ilegal. A manifestação foi liderada por um grupo chamado Os céticos humanista Backyard na base do pier de Huntington Beach no sul da Califórnia. Dentre as passagens bíblicas que foram rasgadas e que o grupo se opem estão Mateus 5:29 e Tiago 5:14-15, que afirma: Mateus 5:29 -”E logo se lhe estancou a hemorragia, e sentiu no corpo estar curada do seu flagelo” (R.A) e Tiago 5 – 14: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor. – 15: E a oração da fé sslvará o enfermo. e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.”(R.A). Bruce Gleason, que lidera o grupo, disse anterior que ele estava “fazendo isto para fazer deste um mundo melhor”, porque ele sentiu que “a razão, ciência e pensamento crítico vai fazer muito mais do que oração e fé.” Ele insistiu que eles não estavam tentando ofender as pessoas. Apenas folhas de papel impressas das passagens separadas da Bíblia para ser rasgado.Mas perto do final do evento de sábado, o ateu declarado arrancadas algumas páginas da própria Bíblia. Um dos cristãos que estavam entre os quase 100 manifestantes disse que “Eles deturpam a visão cristã e a forma que a Bíblia é realmente apresentada”. Fonte: O Diário

Ao invés de coletar, igreja evangélica irá dar dinheiro para fiéis em culto

A Liquid Church (Igreja Líquida) da cidade de New Jersey, nos Estados Unidos, vai distribuir 30.000 dólares (R$ 53 mil no câmbio de hoje) durante o culto no próximo Domingo, 25/09. O dinheiro será colocado em envelopes com a frase “God trust you” (Deus confia em você) e terão notas de 10, 20 e 50 dólares. O Pastor Tim Lucas, responsável pela igreja, afirma que essa iniciativa foi motivada pela crise econômica que assola os Estados Unidos. Tim afirma que “Washington está quebrada, o povo está quebrado, e as pessoas perderam a fé de que o governo possa prover uma solução duradoura para os problemas econômicos”. A Igreja possui 2.000 membros e vai incentivar os ganhadores a utilizar o dinheiro de forma significativa, ajudando a comunidade a amenizar as dificuldades de quem sofre com a crise econômica. O Pastor Tim Lucas anuncia ainda que a igreja possui outros “60.000 dólares que serão destinados a projetos comunitários em três bairros próximos à Igreja”. Essa iniciativa é uma tendência recente das Igrejas norte-americanas, que justificam essas ações baseadas nos princípios da igreja primitiva relatada na Bíblia, onde os fiéis se ajudavam mutuamente nas dificuldades que enfrentavam. Fonte: Gospel+

O que vai acontecer com os não crentes quando Jesus Voltar?

Para você que está preocupado com a volta (advento) de Jesus e não tem certeza do que vai acontecer com as pessoas que ainda não creram que Jesus é o único capaz de salva-las. Para responder a pergunta “titulo” deste comentário precisamos olhar com muita atenção para alguns textos bíblicos, e sem demora de forma direta vou tentar te deixar mais preocupado ainda do que já esta com respeito aos chamados ímpios (não crentes), pois creio que se está preocupado é porque deseja que elas sejam salvas, e com base nisso vou dar uma forcinha pra você ter mais força em arrebatá-las do fogo em nome de Jesus. A questão é de máxima importância e de certa forma difícil de se compreender por isso inicio com o texto de Hb11.1 Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem. (ARA) O fato é que existem muitas versões á respeito de como Jesus virá, o que vai acontecer com os crentes e os não crentes por ocasião da sua volta e para alinhar alguns critérios vou expor aqui alguns textos tais como o de Mateus 16.27, 24.30 e 44, João 14.3, Atos 1.10 e 11, Colossenses 3.4 1Tessanolissenses 4.16 e Apocalipse 1.7, percebemos a afirmação de dois anjos que Jesus virá da mesma forma que subiu, cremos que Jesus foi arrebatado aos céus de forma literal, então Jesus virá da mesma forma, os seus discípulos o viram subir até as nuvens e nós o veremos descer sobre as nuvens, não apenas o veremos como também o ouviremos e teremos o prazer de nos encontrar com o Senhor pessoalmente, tudo isso acontecerá de forma repentina, quando menos esperarmos o Senhor Jesus virá e buscará a sua igreja. Não precisamos nos preocupar com os crentes que já dormem, pois os textos de 1Cr 15. 42-44, 49, 51-53, 1Ts 4.13-17, Lc 14.14, Jo 5.28 e 29, Ap 20.6 nos mostram claramente que os crentes em Cristo serão ressuscitados e serão arrebatados para os céus antes mesmo que os crentes vivos dos quais os textos de 1Cr 15.51-53, 1Ts 4.17, 1Jo 3.2b, 2ºCr 3.18, Fl 3.21 nos revela que todos os crentes que estarão vivos na ocasião do advento (volta) de Cristo serão transformados e arrebatados para o encontro com o Senhor Jesus nos ares, essa transformação a qual passará o corpo mortal é algo que temos de nos lembrar, o corpo mortal precisa ser revestido para ser imortal, os nossos corpos serão transformados em corpos espirituais os quais terão a capacidade de conviver com a plenitude da glória de Deus (Col 1.19 e 2.9) porque em Cristo esta a plenitude da glória celeste, isso ocorrerá também com os que estavam dormindo em Cristo, receberão novos corpos, não ressuscitarão com os seus antigos corpos humanos e sim com um novo corpo considerado por Paulo um corpo celestial como ficou claro no texto anterior de 1 Co 15.48-49, para que possam estar juntos á Cristo. A respeito dos incrédulos que já morreram vos declaro que não irão ressuscitar no advento (volta) de Cristo, veja o texto de Apocalipse 20.5, I Tessalonicenses 4.16 nestes dois textos você verá que existe uma seqüência de acontecimentos que deverá ser seguida, e você perceberá o fato que existem dois tipos de ressurreição, e em tempos diferentes, a 1º ressurreição para a vida e a 2º para o juízo. Observe os textos de João 5.29 juntamente com os textos acima e com o texto de Ap 20.6 verá que existem de fato duas ressurreições em tempos diferentes e principalmente com propósitos diferentes, aqui vemos que o juízo final ou seja o grande julgamento não é na ocasião da vinda de cristo, apesar de nesse momento já ficar claro quem esta salvo e quem não esta (Ap 20. 5-9). A respeito dos incrédulos ainda vivos na ocasião da vinda de Jesus, percebemos através de alguns textos já citados anteriormente, que o mortal precisa ser revestido, mas vamos relembrar: O corpo mortal precisa ser revestido de imortalidade segundo o apóstolo Paulo em 1º-Coríntios 15.53, a necessidade desse revestimento segundo o apóstolo João é para que o ser humano seja transformado e possa ser semelhante a Deus 1º-João 3.2, o próprio Paulo ao escrever a sua carta (epístola) aos Filipenses no capitulo 3 versículo 20 e 21, mostra que Jesus transformará o nosso corpo de humilhação (mortal), para ser igual ao corpo de Jesus, por isso afirmo ser necessário essa transformação para vê-lo (Jesus) como ele é (Deus). O escritor aos Hebreus afirma em Hb 12.25-29 que Deus removerá todas as coisas da terra, se até as a terra será transformada o que dizer das pessoas que nela habitam, e no vs29 o escritor declara que Deus é fogo consumidor, e você pode pensar que é um erro declarar isso de forma literal, mas veja o que o apóstolo Pedro disse, Pedro declara que por ocasião da vinda de Jesus uma espécie de fogo fará estragos na terra, e também nos céus impossibilitando a vida corporal (humana) na terra, ele afirma isso em 2-Pedro 3.10 e 12, os estragos na terra ocorrerão porque Jesus dessa vês virá com todo o seu poder e glória, veja o texto de Lucas 21.27, ou seja, Jesus virá como Ele realmente é (Deus), na plenitude da divindade como afirmou Paulo ser Jesus “Cl 2.9”. Como pode perceber a terra será totalmente desolada por ocasião da volta (advento) de Cristo, veja alguns textos proféticos sobre esse assunto (Jr25.31-33 e Ap 19.17-18), na volta de Jesus não ficará ninguém vivo na terra, não tem outra chance de arrependimento, é preciso se arrepender agora, buscar ao Senhor enquanto se pode achar, porque depois não tem mais como se arrepender, se apresse meu querido irmão e pregue a palavra insta em tempo e fora de tempo, se esforce por arrebatar os ímpios do fogo, infelizmente temos muitos não crentes em nossas famílias, dentro de nossas casas, existem muitos filhos crentes com pais descrentes, existem muitos maridos com esposas não crentes, existem muitas esposas com maridos não crentes, existem muitos familiares nossos que não estão mais na presença de Deus e isso sempre nos deixa preocupados, pois não sabemos nem o dia e nem a hora da volta de Cristo, e se você ama realmente essas pessoas vai desejar a salvação delas, por isso te aconselho: “se apresse”, alguém disse uma coisa muito importante: Enquanto há fôlego há chance de Salvação, cessando o fôlego não há mais como se arrepender. Jesus esta as portas vamos nos apressar em pregar a palavra de Salvação. Fonte: Artigos Gospel

Igrejas entram na justiça e TV Brasil é obrigada a exibir programação religiosa Publicado por Renato Cavallera (perfil no G+ Social) em 22 de setembro

A polêmica começou após o conselho curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) decidir tirar da sua grade os programas religiosos. O juiz federal da 15ª Vara Federal do Distrito Federal, João Luiz de Souza, concedeu, nesta terça-feira, liminar garantindo a transmissão pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) — estatal que opera a TV Brasil e oito rádios oficiais — de missas e cultos. A polêmica começou após o conselho curador da empresa decidir tirar da sua grade os programas religiosos, que são veiculados há 36 anos. A suspensão começaria a valer neste final de semana. A advogada da Arquidiocese do Rio, Claudine Dutra, que foi quem entrou com o pedido para anular a decisão da EBC, por entender que o ato da empresa era de discriminação religiosa. “São programas antigos e que têm um público cativo”, argumentou. Como fundamento para excluir a programação religiosa, o Conselho Curador alega o caráter republicano laico da EBC. A Arquidiocese defende que uma empresa pública de telecomunicações deve abrir suas portas a todas as religiões, especialmente àquelas que têm grande representatividade na sociedade. A decisão do juiz federal vale por tempo indeterminado e se estende à programação das rádios. Aos sábados, é transmitido um culto da Igreja Batista e, no domingo pela manhã, a Santa Missa e o programa ‘Palavras de Vida’, ambos da Igreja Católica.

Troy Davis é executado nos EUA

Condenado por matar policial em julgamento marcado por dúvidas, americano recebe injeção letal no Estado da Geórgia Ativistas anti-pena de morte choram ao saber que Suprema Corte dos EUA rejeitou pedido de suspensão da sentença de Troy Davis O americano Troy Davis foi executado por injeção letal, informou a penitenciária de Jackson, no Estado americano da Geórgia. A execução ocorreu às 23h08 de quarta-feira no horário local (0h08 de quinta-feira em Brasília), pouco depois de a Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitar um pedido de suspensão da sentença. Os advogados de Davis esgotaram todas as possibilidades legais no Estado da Geórgia, em diversas instâncias, na tentativa de evitar sua morte. A execução estava prevista inicialmente para às 19h local, mas foi adiada para aguardar a decisão do Supremo. Troy Davis 300x284 Troy Davis é executado nos EUA Foto tirada em agosto de 1991 mostra Troy Anthony Davis entrando na Corte em Savannah O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se recusou a intervir para impedir a execução de Troy Davis, justificando que o caso cabia ao Estado da Geórgia e não ao poder federal. “Obama tem trabalhado para garantir eficiência e justiça no sistema judiciário, especialmente nos casos de pena capital, mas não é apropriado que o presidente dos Estados Unidos se envolva em casos específicos como este, que são da Justiça estadual”, informou seu porta-voz, Jay Carney. Executado após passar 20 anos no corredor da morte, Davis foi condenado à pena capital pelo assassinato do policial branco Mark MacPhail, ao final de um processo repleto de vícios judiciais, que revelaram dúvidas sólidas sobre sua inocência. Durante o processo, nove testemunhas do assassinato cometido em 1989 indicaram Troy Davis como o autor do tiro, mas a arma do crime nunca foi encontrada e nenhuma prova digital ou traço de DNA foi revelado. Depois, sete testemunhas se retrataram, mas isso não foi suficiente para convencer a Justiça a rever seu veredicto. Apresentado por seus defensores como o exemplo do negro condenado injustamente, Troy Davis recebeu o apoio de personalidades como o ex-presidente americano Jimmy Carter, o papa Bento 16 e a atriz Susan Sarandon, além de centenas de manifestações pedindo seu indulto em todo o mundo.

Troy Davis: Declarações do Preso no Corredor da Morte Horas Antes da Morte

Troy Davis emitiu uma carta através da Amnistia Internacional EUA depois do Conselho de Liberdade Condicional da Georgia ter negado seu pedido de clemência. Na carta, o condenado pelo assassinato de policiais lembra os apoiantes que a luta contra a pena de morte é muito maior do que o seu caso. No comunicado tornado público através da Amnistia Internacional, Davis, 42, escreve: A luta pela justiça não termina comigo. Esta luta é para todos os ‘Troy Davis’ que vieram antes de mim e todos os que virão depois de mim. Estou de bom humor e eu estou em oração e em paz. Mas eu não vou parar de lutar até que eu tenha tomado o meu último suspiro. Davis, condenado em 1989 pelo assassinato de policial Mark MacPhail, está programado para morrer por injeção letal às 19h EST, nesta quarta-feira. Seu caso tem atraído a atenção mundial depois de testemunhas terem deposto no caso dele 1991 retratando seus depoimentos e foi revelado que não houve nenhuma evidência física conectando Davis com o disparo. Apesar de clamor público e os argumentos da equipe de defesa Davis, o Conselho Estadual de Indultos e Liberdade Condicional da Georgia negou na terça-feira a concessão de clemência ao preso. O Supremo Tribunal dos EUA deu a Davis a oportunidade de provar sua inocência no ano passado, mas seus advogados falharam em convencer um juiz que ele não cometeu o assassinato, segundo relatou a AP. Tribunais estaduais e federais têm repetidamente mantido sua condenação. O Ministério Público e a família de McPhail estão convencidos de que Davis é culpado. “Ele teve tempo suficiente para provar sua inocência,” disse a viúva MacPhail, Joan MacPhail-Harris à AP. “E ele não é inocente”. A comunidade religiosa também tem sido ativa em seu apoio a Davis, com People of Faith Against the Death Penalty (PFADP), uma organização inter-religiosa sem fins lucrativos, apresentando ao Conselho de Indultos de Geórgia um abaixo-assinado com milhares de líderes religiosos pedindo clemência. A PFADP disse em um comunicado: “Como pessoas de fé, sabemos que o Deus de todas as religiões nos chama para algo mais: um alto padrão e muitas vezes difícil de amor e de perdão e uma justiça que não está enraizada em retribuição, mas sim no resgate e restauração. Acreditamos que a pena de morte nega a sacralidade da vida humana. Espiritualmente, a pena de morte rouba-nos a todos”.

Pena de Morte – Jovem de 17 anos implora por misericórdia antes de ser enforcado

Alireza Mollasoltani foi enforcado nesta quarta-feira (22), após o tribunal de apelação confirmar sua sentença de morte, por ter assassinado a facadas em julho do ano passado o atleta Ruhollah Dadashi que era conhecido como o “Homem Mais Forte do Irã.” Mollasoltani foi enforcado em Golshahr aréa de Karaj, com a presença de um grande público. Segundo a Agencia Payvand, Mollasoltani antes de ser enforcado gritou ao público clamando por misericórdia. Alguns grupos de direitos humanos relataram que Mollasoltani ainda era menor de idade. O site The Khabar havia informado em julho que o assassino Ruhollah Dadashi era menor de 18 anos e não seria enforcado naquele momento. O relatório indicou que o acusado nasceu em 25 de dezembro de 1993, e sua sentença de morte seria adiada para 25 dezembro de 2011. No entanto, Ali Dadashi, irmão da vítima, havia dito em uma entrevista: “Segundo a lei islâmica, quando um indivíduo comete um homicídio, a fim de enforcá-lo, sua idade deve ser calculada em anos lunares, e o assassino do meu irmão, tem, portanto, 18 anos de idade.” Grupos de direitos humanos têm criticado freqüentemente o Irã pela emissão da pena de morte para delinqüentes juvenis. No ano anterior, os menores condenados por homicídio seriam realizados até que chegaram 18 anos de idade e depois enforcado. O ex-chefe do judiciário, Aytollah Hashemi Shahroudi, emitiu uma diretiva em 2008 proibindo os juízes de emitir sentenças de morte para menores. No entanto, a diretiva não foi levado ao Parlamento, para ratificação e, portanto, tem sido muitas vezes negligenciado, especialmente desde que Ayatollah Sadegh Larijani se tornou o chefe do Poder Judiciário. Em setembro passado, a Campanha Internacional para os Direitos Humanos no Irã publicou uma lista de 114 menores no corredor da morte no Irã. A campanha diz que nos últimos 10 anos, 34 menores infratores foram executados no Irã. Portal Padom

Divórcio ou desinteresse dos pais aumenta risco de bebedeira em filhos

Segundo um novo estudo, o divórcio dos pais pode aumentar o risco dos filhos de cair na bebedeira. No entanto, o estilo dos pais, mesmo juntos, pode importar ainda mais quando se trata desse risco. A pesquisa britânica revela que crianças cujos pais se divorciam antes dos cinco anos são mais propensas a beber mais tarde na vida. Porém, não é apenas se seus pais estão juntos o que importa. Os cientistas também estudaram os efeitos de diferentes estilos parentais, e descobriram que crianças de dezesseis anos de idade cujos pais são “desligados” – sem envolvimento com seus filhos, que não estrutura suas atividades nem estabelece padrões para o seu comportamento – são oito vezes mais propensos a beber ainda adolescentes, e duas vezes mais propensos a continuar fazendo isso na casa dos trinta. A melhor maneira para os pais de evitar o consumo excessivo de álcool por parte dos filhos é usando uma abordagem que os pesquisadores definiram como “duro amor”. Os pais que se inserem nesta categoria tendem a esperar que seus filhos sigam regras da casa e tenham limites, mas estes são definidos e negociados dentro de um contexto que encoraja a autonomia das crianças na tomada de decisão. Esses pais têm padrões elevados, mas sustentam seus filhos calorosamente em aderir a eles, e aplicam regras sem serem agressivos. Segundo os cientistas, o divórcio não fará com que seu filho seja um bebedor, mas a instabilidade e o estresse em torno de um relacionamento afetam pais e filhos. Relacionamentos difíceis e altos níveis de estresse para os pais com crianças pequenas as comprometem mais tarde, e sua relação com o álcool não é exceção. Porém, enquanto o divórcio pode ter um efeito sobre as crianças, os pais podem atenuar este efeito, mantendo relações amorosas com seus filhos – mas sendo rigorosos, quando necessário. Os pais que se tornam “desinteressados” como resultado do estresse do divórcio podem aumentar o risco de seus filhos de beber em excesso. Mas se eles forem capazes de manter uma abordagem de “duro amor”, podem também ser capazes de ajudar seus filhos a desenvolver uma relação saudável com o álcool, independentemente da sua separação. Fonte: Jezebel

Ajudar as pessoas aumenta o tempo de vida

Um estudo da Universidade de Michigan (EUA) dá uma razão a mais para que as pessoas pratiquem o altruísmo: segundo os pesquisadores, quem se voluntaria para ajudar os outros, com desprendimento, melhora e aumenta saúde. Aparentemente, essa ação é um forte redutor de níveis de estresse no corpo humano, o que permite um salto na qualidade de vida. Mas os pesquisadores garantem que o voluntário precisa agir sem nenhum interesse pessoal ou esperando recompensa (por exemplo, a recompensa de viver com mais saúde, se você ler esse texto e acreditar na pesquisa); é preciso que seja um ato movido pela simples vontade de fazer bem ao próximo. Para chegar aos resultados, os pesquisadores conduziram um longo estudo com 10.317 pessoas. Em comum entre elas, o fato de terem cursado o Ensino Médio em 1957, ou seja, a maioria deles estava com 69 anos em 2008, quando se iniciou a última fase da pesquisa. Cerca de metade dos participantes eram mulheres. Em 2004, os participantes responderam questionários sobre voluntariado. Neles, ficou especificada a quantidade de trabalhos voluntários na vida de cada um, com as respectivas razões que moveram as pessoas a trabalhar, e tomaram nota daqueles que pretendiam se voluntariar no futuro. Em paralelo, foram analisados quadros de saúde de cada paciente datados desde 1992. Os “diagnósticos” seriam fechados ao lado de análises médicas, que incluíam indicadores como saúde mental, obesidade, uso de álcool e tabaco, além de também fatores sociais, estado civil e socioeconômico. Entre as motivações dos voluntários, havia justificativas altruístas e outras nem tanto. Razões como “Eu sinto que é importante ajudar os outros” e “Voluntariado é uma atividade importante para as pessoas próximas a mim”, dadas por alguns dos participantes, conviviam com motivos como “Voluntariado é uma válvula de escape aos meus próprios problemas”, ou “Voluntariado me faz sentir melhor comigo mesmo”, e tudo foi devidamente anotado pelos pesquisadores. Em 2008, iniciou-se a última fase da pesquisa, a verificação. Neste ano, a primeira bateria de resultados mostrou uma grande vantagem dos voluntários altruístas, no quesito taxa de mortalidade. Dos 2.384 voluntários, 4,3% faleceram de 2008 para cá. Entre os que se voluntariaram, mas o fizeram por interesse pessoal, a taxa foi 4%, um empate técnico com os integrantes do primeiro grupo. Entre os voluntários altruístas, o índice de mortalidade sofreu queda considerável: foi de apenas 1,6%. Isso impressionou os pesquisadores, e colocou o estudo em um paradoxo: ajudar as pessoas, aparentemente, faz sua qualidade de vida crescer. Mas se você escolhe ser voluntário por causa disso, para melhorar sua saúde, esse benefício perde o efeito. Fonte: Live Science

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.