LIVRO DE JONAS CAPÍTULO 3












1 Pela segunda vez veio a palavra do Senhor a Jonas, dizendo:

2 Levanta-te, e vai à grande cidade de Nínive, e lhe proclama a mensagem que eu te ordeno.

3 Levantou-se, pois, Jonas, e foi a Nínive, segundo a palavra do Senhor. Ora, Nínive era uma grande cidade, de três dias de jornada.

4 E começou Jonas a entrar pela cidade, fazendo a jornada dum dia, e clamava, dizendo: Ainda quarenta dias, e Nínive será subvertida.

5 E os homens de Nínive creram em Deus; e proclamaram um jejum, e vestiram-se de saco, desde o maior deles até o menor.

6 A notícia chegou também ao rei de Nínive; e ele se levantou do seu trono e, despindo-se do seu manto e cobrindo-se de saco, sentou-se sobre cinzas.

7 E fez uma proclamação, e a publicou em Nínive, por decreto do rei e dos seus nobres, dizendo: Não provem coisa alguma nem homens, nem animais, nem bois, nem ovelhas; não comam, nem bebam água;

8 mas sejam cobertos de saco, tanto os homens como os animais, e clamem fortemente a Deus; e convertam-se, cada um do seu mau caminho, e da violência que há nas suas mãos.

9 Quem sabe se se voltará Deus, e se arrependerá, e se apartará do furor da sua ira, de sorte que não pereçamos?

10 Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho, e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria, e não o fez.



 ==================================




DEUS É MISERICORDIOSO.
ARREPENDEI-VÓS E CLAMAI AO SENHOR  E ELE VOS RESPONDERÁ.
DEUS É AMOR.
DEUS É JUSTO E FIEL  COM OS SEUS E CONHECE NOSSOS CORAÇÕES.
ALELUIA.
GLÓRIA A DEUS

Brasileiros rejeitam em maioria esmagadora agenda abortista e homossexualista do partido do governo















— A população do Brasil rejeita de forma esmagadora a agenda homossexualista e abortista do partido do governo, de acordo com um recente estudo conduzido pela agência de pesquisas de opinião pública Vox Populi.
A pesquisa de opinião pública revelou que 82% dos brasileiros desejam manter o aborto como crime, e 72% são contra sua descriminalização. As diferenças religiosas só mudaram no último item de resultado marginalmente, com 75% dos evangélicos, 73% dos católicos e 69% das outras religiões se opondo à descriminalização.
Além disso, sessenta por cento dos brasileiros são contra a criação de “uniões civis” homossexuais, enquanto só 35% são a favor.
A pesquisa indica que os evangélicos do Brasil estão tendo mais sucesso do que os católicos em comunicar a condenação de suas igrejas às uniões homossexuais. Embora apenas 19% dos evangélicos tivessem apoiado tais uniões, 37% dos católicos praticantes as apoiaram.
Até mesmo uma maioria de brasileiros não religiosos, 56%, se opõe às “uniões civis” homossexuais de acordo com a pesquisa. Contudo, membros de religiões não cristãs, que geralmente estão ligados às religiões afro-brasileiras, têm a maior probabilidade de apoiar as uniões civis, com 59% a favor.
Os resultados são uma bofetada na cara do partido socialista governista PT e seus aliados no Congresso Nacional, os quais têm feito todo o possível para eliminar as penalidades criminais para o aborto e promover direitos especiais para os homossexuais. Livros, programas de televisão e outras formas de expressão que condenam a conduta homossexual estão sujeitos a multas e outras penalidades no Brasil, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem tentando aprovar uma lei para tornar crime a “homofobia”.
Nas recentes eleições do Brasil, a presidenta eleita Dilma Rousseff foi forçada a fazer uma promessa escrita de não promover uma agenda abortista ou homossexualista se eleita, depois de ver seus números nas pesquisas de opinião pública caírem em face de críticas em massa às posições que ela havia declarado no passado sobre essas questões.
As estatísticas também minam a imagem do Brasil como uma sociedade sexualmente libertina, uma ideia popularizada pelos excessos das celebrações realizadas em suas grandes cidades no Carnaval, período imediatamente antes da estação de penitências da Quaresma. O Brasil tem também sido o local das maiores paradas homossexuais do mundo em anos recentes, as quais têm sido parcialmente financiadas e promovidas pelo governo federal.
Além dos resultados sobre o aborto e a homossexualidade, a pesquisa indicou que uma grande maioria dos brasileiros, 87%, também se opõe à descriminalização das drogas ilegais.

Fonte: Julio Severo / Portal Padom




Vamos orar por nosso Brasil e governantes.
Precisamos escolher melhor nossos representantes no governo, para que eles possam defender a família brasileira.
  ================================================


 Jesus, porém, chamando-as para si, disse: Deixai vir a mim as crianças, e não as impeçais, porque de tais é o reino de Deus. Lucas 18:16
Amém

Rússia proíbe propaganda homossexual por serem consideradas pervertidas


















O primeiro ministro russo, Vladimir Putin, proibiu todo tipo de propaganda homossexual nas grandes cidades. Iniciando por São Petersburgo e na capital Moscou, onde são proibidas as manifestações de grupos gays, lésbicas, bissexuais e transexuais, e de transmitirem mensagens de publicidade, por serem consideradas pervertidas.

No inicio de Novembro a Assembléia Legislativa de São Petersburgo anunciou que iria discutir a proposta do partido de Vladimir Putin, a proibição de “propaganda de sodomia, lesbianismo, bissexualidade, transgênero e pedofilia” para menores.

Esse projeto buscaria atrair a Rússia Unida, eleitores mais conservadores nas eleições de 04 de dezembro e proibir a difusão de qualquer informação de natureza homossexual.

As Autoridades da região russa de São Petersburgo pretendem adotar um projeto de lei que visa impedir à visibilidade e conseqüente obtenção de direitos as minorias sexuais

A medida tem o apoio da Rússia Unida, o principal partido político do país. All Out, um movimento internacional dedicada à luta pelos direitos das pessoas LGBT, está coletando assinaturas para que os cidadãos em todo o mundo exijam que a comunidade internacional pressione a Rússia a parar de realizar políticas contra os homossexuais.

Em várias ocasiões, o parlamento russo proibiu passeatas de caráter homossexual, apoiado por políticos e diversas associações para evitarem as manifestações de minorias sexuais.

Fonte: Portal Padom

A verdadeira expressão do natal

























Texto: Mateus 1: 18-22

Introdução: Qual é a primeira coisa que acontece com as pessoas, quando anuncia o Natal?
• Crianças: Roupas novas, brinquedos, presentes, fogos de artifício, luzes.
• Jovens: Festas, impressionar a namorada, bebidas.
• Adultos: Décimo terceiro, viagens, férias, comidas, negócios.
Agora, pergunto: Será que é realmente esse pensamento que nós devemos cultivar nesta época, que celebra o Natal?
Qual é a verdadeira expressão do natal?

I. O natal expressa a maior humilhação: “Deus tornou-se homem”

1. Tal foi a humilhação do Senhor que não encontrou um lugar para nascer confortavelmente. Lucas 2:7 diz que não havia lugar para ele na estalagem. Nasceu em uma manjedoura que servia para alimentar o gado.

2. Tal foi a humilhação do Senhor que precisou fugir para uma terra estranha porque Herodes decidiu matá-lo. Mateus 2: 13

II. O natal expressa a maior manifestação do amor de Deus.

1. O que João disse em João 3: 16?

2. Em seu amor:

a. Deus viu a humanidade perdida. (Romanos 3: 10-18)

b. Deus amou a humanidade perdida. (João 3:16)

c. Deus redimiu a humanidade perdida. (Gálatas 4: 4-5)

III. O natal expressa a maior decisão do homem.

1. Dado o fato incontestável de que Jesus veio para salvar o homem, torna-se importante e indispensável que o homem tome decisões:

a. Rejeitar Jesus. (João 3: 17-21)

b. Aceitar Jesus. (Romanos 10: 9-10)

Conclusão: De que maneira você  tem comemorado o Natal nestes últimos anos?
Com as luzes? Com presentes? Com festas? Bebidas? Quero-te dizer que nada disso aconteceu na noite que Jesus nasceu. O que brilhou naquela noite foi a luz de Jesus para a salvação da humanidade.
Deixa que em sua vida se celebre a verdadeira expressão do Natal: “Jesus nascendo em seu coração”
Hoje pode ser o Natal para você, se você só deixar Jesus nascer em seu coração.

por: Pr. Aldenir Araújo

O Pregador Fiel / Portal Padom






Gostei muito da reportagem do Pr.Aldenir Araújo e concordo com ele, por isso resolvi postar, para que possamos refletir a respeito.
Este texto escrito por ele é muito sensato e verdadeiro.
Que Jesus continue te abençoando Pr.Aldemir

Pastores presos após pregar contra homossexualismo serão julgados por juíza lésbica



















Os pastores David Stokes e Dave Allen foram presos na cidade de Houston (EUA) após pregaram contra o homossexualismo em uma rua da cidade. Os pastores enfrentarão agora um julgamento em tribunal por causa da mensagem que estavam pregando.

Segundo a WND os pastores foram algemados e multados sob a justificativa de terem cartazes que estavam um cm mais grosso do que o permitido, apesar de eles afirmarem que os cartazes estavam na medida certa e que haviam sido aprovados de antemão. Outra justificativa apresentada para a punição aos pastores é o fato de terem um instrumento de expressão que não era de madeira (um shofar de chifre de carneiro).

O cartaz que eles levavam dizia: “beberrões, homossexuais, aborteiros, adúlteros, mentirosos, fornicadores, ladrões, ateus, bruxos, idolatras, o inferno os aguarda”, fazendo menção à passagem bíblica de 1 Coríntios 6:9-10.

Os pastores serão julgados no Tribunal Municipal de Houston, que é dirigido por Barbara E. Hartle. De acordo com o jornal Dallas Voice, a juíza Hartle está na lista do Fundo de Vitória de Gays e Lésbicas do Texas como “um de nossos poucos membros que está no judiciário do Texas”. Ela foi nomeada para essa posição por Annise Parker, a prefeita de Houston identificada pelo jornal Los Angeles Times como “a primeira lésbica a chefiar uma grande cidade dos Estados Unidos”.

Allen disse que não importa o que acontecer, o fato de que os pastores foram algemados e multados, com seus cartazes e shofar confiscados, transmitiu um recado assustador sobre a liberdade de expressão com relação à religião e homossexualidade. Ele mencionou também que o que aconteceu com eles fere o direito de livre expressão garantido na Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos.

O pastor concluiu dizendo que “tudo o que estavam fazendo era pregar” e completou dizendo que pregavam “contra todos os pecados”.

Fonte: Gospel+

Produtor de Harry Potter prepara filme que mistura a história do nascimento de Jesus com monstros











A Warner adquiriu os direitos de adaptação para o cinema do livro Unholy Night (Noite Infeliz), de Seth Grahame-Smith. O livro conta a história do nascimento de Jesus de uma forma polêmica e traz os três reis magos como personagens principais.

Grahame-Smith é autor dos livros “Orgulho e Preconceito e Zumbis”, “Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos” e “Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros”. Uma das principais características literárias do autor é o uso de criaturas mitológicas e monstros em suas estórias.

Unholy Night contará a história do nascimento de Jesus sob a perspectiva dos três reis magos, que no livro são na verdade “ladrões conhecidos, liderados pelo assassino Baltazar. Após uma fuga ousada da prisão de Herodes, eles se deparam com a famosa manjedoura e um rei recém-nascido”, segundo a descrição do livro na Amazon de conta também que nessa estória “a última coisa que Baltazar esperava é ser envolver com os jovens José e Maria, e o bebê do casal. Mas quando os soldados de Herodes começam matar os meninos nascido na Judéia, Baltazar e os reis não tem outra escolha a não ser ajudar aquela família a fugir para o Egito”.

“É o começo de uma aventura que vai fazê-los lutar contra criaturas mágicas e, ao longo do caminho, encontrar personagens bíblicos conhecidos como Pôncio Pilatos e João Batista. Até que, finalmente, ajudam a família de Jesus a chegar até o Egito”, conclui a descrição do livro.

Sites de cinema norte-americanos como The Film Stage e Movie Web afirmam que o filme será produzido por David Katzenberg e por David Heyman, responsável pela produção da série de filmes Harry Potter.

Fonte: Gospel+



LOUCURA?
MALÍCIA?
OU APENAS DENEGRIR A SANTA VIDA DE JESUS.
POR QUE ISSO?
NÃO ENTENDO MESMO.
DEIXO COM VOCÊS A ANALISE DA QUESTÃO
NÃO TENHO PALAVRAS.

Pesquisa feita com jovens brasileiros revela o que eles pensam sobre a igreja. Assista











O projeto Intervenção Rio, movimento interdenominacional divulgou um vídeo como relatório de uma enquete feita perguntando a jovens que estão inseridos no contexto pós-moderno o que eles pensam a respeito da Igreja.

Foram entrevistados jovens skatistas, artesãos, advogados, ex-padres, filhos de pastores, e inclusive pastores. As opiniões variaram bastante, mas sempre ressaltando falhas que as igrejas cristãs cometeram ao longo da história. A pesquisa já havia sido feita em 2009, e para constatar se houve mudança de opinião, o Intervenção refez a pergunta para vinte jovens.

Para Stephanne Miranda, a grande dúvida é ligada à certeza de salvação: “Existem muitas religiões. Como é que o crente sabe que escolheu o caminho certo?”. A artesã Cinthya Martins afirmou que a igreja “separa e classifica as pessoas”.

Sandro Uler, bissexual, entende que a igreja é “facilmente aceita por pessoas ingênuas”, enquanto que o ex-Padre e homossexual Antonio Mello acredita que as pessoas com opiniões diferentes são hostilizadas: “Discrimina as pessoas inofensivas com diferentes crenças e orientações sexuais. Poderiam amar mais”.

A advogada Roberta Amorim ressalta as divergências entre as igrejas, que causam escândalos públicos: “Não respeitam umas as outras”, afirma. O Pastor Chico Braga, que se considera um “decepcionado”, opinou dizendo que a igreja “une as pessoas pelos motivos errados. Esquecem o certo”, enquanto que o Missionário Thedy Fonseca acredita que “todas seriam bem vistas se ajudassem mais aos pobres”.

Assista ao vídeo do projeto Intervenção Rio:




Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.