Líder da minoria cristã é assassinado a facadas em Israel













O presidente da Associação da Igreja Ortodoxa Jaffa, Gabriel Cádiz, foi morto na última semana em Jaffa, um bairro predominantemente árabe que está localizado perto do porto de Tel Aviv.

De acordo com testemunhas o líder religioso foi atacado a facadas por um homem que se vestia de Papai Noel. O ataque ocorreu em um desfile que comemorava o nascimento de Jesus, de acordo com o calendário oriental.

A polícia informou sobre a detenção de seis pessoas que teriam envolvimento com o ataque, que ocorreu no final da marcha que foi realizada pela comunidade cristã que reside na região.

O porta voz do jornal diário The Jerusalem Post, Moshe Katz, informou que depois do ataque “as pessoas próximas à cena foram afastadas”. Em seguida Cádiz foi levado para o Centro Médico Wolfson, próximo a Holon, onde foi declarado oficialmente como morto.

De acordo com o Portas Abertas os membros da Igreja St. George realizaram um cortejo fúnebre em Jaffa, no dia seguinte ao assassinato.

De acordo com a polícia, apesar da violência esperada por causa da crescente tensão religiosa em Israel, não houveram reivindicações e não há motivos para suspeitar que seja um ataque por motivos religiosos.

Fonte: Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.