Asia Bibi – Testemunha retira falsas acusações contra cristã, mas extremistas islâmicos não aceitam sua libertação Por padom em 31 de janeiro de 2012

















Lahore, Paquistão – “Apesar de seu acusador mudar de opinião e retirar as falsas acusações que levaram a condenação de Asia Bibi por blasfêmia, os extremistasia bibi Asia Bibi – Testemunha retira falsas acusações contra cristã, mas extremistas islâmicos não aceitam sua libertação as islâmicos não aceitam sua libertação. Asia Bibi, para eles, será uma para sempre uma maldição e ameaçaram a sua vida”, é o que diz James Channam OP, Diretor do “Centro Dominicano de Paz”, em Lahore, ao comentar sobre os rumores que circulam sobre a possível mudança de testemunho de Qari Salam entre os acusadores da mulher.

“Todos esperamos uma solução pacifica e apropriada, mas posso dizer que hoje em dia os grupos islâmicos radicais, embora não muito forte a nível político e parlamentar, mas são muito influentes e poderosos nas ruas e nas praças, tem uma grande capacidade de mobilização e tem militares que estão prontos para qualquer coisa. Se puserem em liberdade Asia Bibi, ela não estaria segura”, disse o Dominicano, observando que um imã tinha até mesmo colocado um preço sobre a cabeça de Bibi.

Enquanto aguarda uma data para a reabertura do recurso perante a Alta Corte de Lahore, P. Channan lembra o velho problema do Judiciário no Paquistão: “É sob a pressão de extremistas islâmicos e longe de garantir a justiça, especialmente para as minorias religiosas”. De acordo com o sacerdote, “isso é óbvio para os tribunais, mas também se refere aos Tribunais de Apelação: lembre-se que foi a Alta Corte de Lahore, que parou tudo Zardari Presidente, que queria perdoar Asia Bibi, enquanto hoje um ex-presidente da Alta Corte de Lahore é o advogado de Mumtaz Qadri, que confessou ser o assassino do governador de Punjab, Salman Taseer.”

O extremismo religioso é forte no país, acrescentou P. Channan, e que demonstra “o longo caminho de seqüestros e assassinatos continuam, basta pensar no seqüestro de dois trabalhadores humanitários europeus, em Multan (Lo Porto italiano e alemão Johannes), comprometidos com as vítimas das enchentes.” Hoje, a comunidade cristã no Paquistão, em particular, está preocupada com uma possível aliança da “Liga Muçulmana-N” com os partidos religiosos extremistas islâmicos nas eleições do ano que vem.

Traduzido e Adaptado de Acontecer Cristiano

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.