Diabo se manifesta na Universal e afirma que derrubou prédios no Rio













Um demônio se manifestou em um templo da Igreja Universal do Reino de Deus – IURD, para anunciar que foi o responsável pelo desabamento de três prédios, no centro da cidade do Rio de Janeiro, na noite do dia 25 de janeiro, na Avenida 13 de Maio. O desastre matou 17 pessoas e cinco continuam desaparecidas
Uma das causas que vem sendo investigada seria uma obra feito pela empresa TO Organizacional que seis andares no edifício mais alto e foi responsável pelas obras a serem executadas no local, que não tinham permissão oficial.
As autoridades brasileiras suspeitam que tais obras tenham sido a causa de problemas de estabilidade do edifício mais alto, como várias testemunhas disseram que derrubou todas as paredes em um piso, embora a empresa tenha negado essa versão.
George Williams, um advogado da empresa, disse à Agência Efe que o trabalho não afetou a estrutura do edifício, porque “todos os pilares foram externo” e as paredes que foram demolidas apenas eram de tijolos e só serviu como “divisionista”.
Além da responsabilidade da empresa, a imprensa brasileira foi unânime em criticar a falta de vigilância das autoridades e da proliferação de construções ilegais e práticas inseguras.
A versão do Diabo
Durante um culto de libertação feito em um templo no Rio, da IURD, um demônio se manifestou em uma mulher que supostamente estava possuída, dizendo que era o diabo e que destruiu os prédios para evitar que ex-funcionários da IURD participassem do culto.
A declaração foi gravada em vídeo (veja abaixo) e postadas no blog do bispo Edir Macedo.







Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.