Apenas Gotas ou Abundante Chuva?
















Jabez orou ao Deus de Israel: “Ah, abençoa-me e aumenta as minhas terras! Que a tua mão esteja comigo, guardando-me de males e livrando-me de dores”. E Deus atendeu ao seu pedido. I Cr 4:10

Poucos de fato sabem o que é a benção de Deus. Muitos pensam ter a benção de Deus pois em alguma área provam a graça e a misericórdia de Deus em suas vidas.

Tudo que temos de bom, tudo que possuimos e tudo que teremos vêm de Deus. Contudo, o que muitos dizem ser a benção de Deus, na verdade é apenas o resultado de um grande esforço de suas mãos e a permissão de Deus para que colhamos o fruto daquilo que nós plantamos.

Achamos que o fato do maná ter caído do céu para o povo de Israel foi uma benção de Deus. Não! Foi graça e misericórdia de Deus cuidando dos seus filhos desobedientes. A benção de Deus seria a terra que mana leite e mel.

Espiritualmente acontece a mesma coisa. Muitos experimentam algumas gotas do que seja a presença de Deus, apenas um maná do céu, e pensam ser isso a benção de Deus. Quando a chuva de Deus ainda não veio, pois estamos desobedientes e distantes de sua vontade.

Deus é bom! Deus nos ama e quer o nosso bem. Porém Ele não compactua com o pecado. Deus não tem parte com a infidelidade. Porém, como Deus amoroso Ele nos dá da sua graça e misericórdia, para que não nos percamos. Porém, essas pequenas gotas estão muito distantes do que é a benção de Deus.

A benção de Deus é quando tiramos a mão, quando declaramos a nossa falência, quando reconheço que o fruto que virá das obras de minhas mãos é insuficiente. É quando clamo desesperadamente por sua presença e busco a sua face como questão de sobrevivência para mim.

Então Deus resolve derramar da sua benção sem medidas. Não em meros momentos, não apenas quando você está pregando, não apenas em uma área de sua vida, mas em todas. Assim foram nos avivamentos. Assim foi na vida de alguns poucos homens de Deus. Assim quero que aconteça em minha vida.

Porém existe um preço a ser pago. Existe uma cruz a ser carregada. Existe um caminho a ser trilhado. O caminho da obediência. O caminho da santidade. O caminho que decreta a própria falência, que reconhece a sua incapacidade e declara a soberania de Deus sobre sua vida. O caminho que está disposto a ir até para morte para glorificar o nome de Deus.

Você está satisfeito com as gotas? Ou deseja a chuva abundante de Deus.


Por Daniel Simoncelos

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.