Análise Bíblica – Evangelho de Lucas










Autor: O evangelho de Lucas não identifica o seu autor. Com base em Lucas 1:1-4 e Atos 1:1-3, é evidente que o mesmo autor escreveu ambos Lucas e Atos, dirigindo os dois ao “excelentíssimo Teófilo”, possivelmente um dignitário romano. A tradição desde os primeiros dias da igreja foi que Lucas, um médico e companheiro próximo ao Apóstolo Paulo, escreveu tanto Lucas e Atos (Colossenses 4:14; 2 Timóteo 4:11). Isto faria de Lucas o único gentio a escrever um dos livros da Escritura.



Quando foi escrito: O Evangelho de Lucas foi provavelmente escrito entre 58 e 65 dC.

Propósito: Assim como os outros dois evangelhos sinóticos, Mateus e Marcos, o propósito deste livro é revelar o Senhor Jesus Cristo e tudo o que Ele “começou a fazer e a ensinar até ao dia em que… foi elevado às alturas” (Atos 1:1-2). O Evangelho de Lucas é único por ser uma narração meticulosa — uma “exposição em ordem” (Lucas 1:3) compatível com a mente médica de Lucas — muitas vezes dando detalhes que as outras narrativas omitem. A história de Lucas da vida do Grande Médico enfatiza o seu ministério – e compaixão –aos gentios, samaritanos, mulheres, crianças, cobradores de impostos, pecadores e outros considerados marginalizados em Israel.
Versículos-chave: Lucas 2:4-7: “José também subiu da Galileia, da cidade de Nazaré, para a Judeia, à cidade de Davi, chamada Belém, por ser ele da casa e família de Davi, a fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. Estando eles ali, aconteceu completarem-se-lhe os dias, e ela deu à luz o seu filho primogênito, enfaixou-o e o deitou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.”
Lucas 3:16: “…disse João a todos: Eu, na verdade, vos batizo com {com; ou em} água, mas vem o que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias; ele vos batizará com {com; ou em} o Espírito Santo e com {com; ou em} fogo.”
Lucas 4:18-19, 21: “O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor. Então, passou Jesus a dizer-lhes: Hoje, se cumpriu a Escritura que acabais de ouvir.”
Lucas 18:31-33: “Tomando consigo os doze, disse-lhes Jesus: Eis que subimos para Jerusalém, e vai cumprir-se ali tudo quanto está escrito por intermédio dos profetas, no tocante ao Filho do Homem; pois será ele entregue aos gentios, escarnecido, ultrajado e cuspido e, depois de o açoitarem, tirar-lhe-ão a vida; mas, ao terceiro dia, ressuscitará.”


Lucas 23:33-34: “Quando chegaram ao lugar chamado Calvário, {Calvário; no original, caveira} ali o crucificaram, bem como aos malfeitores, um à direita, outro à esquerda. Contudo, Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem.”
Lucas 24:1-3: “Mas, no primeiro dia da semana, alta madrugada, foram elas ao túmulo, levando os aromas que haviam preparado. E encontraram a pedra removida do sepulcro; mas, ao entrarem, não acharam o corpo do Senhor Jesus.”
Resumo: Chamado o mais belo livro jamais escrito, Lucas começa contando-nos sobre os pais de Jesus, o nascimento de seu primo (João Batista), a viagem de José e Maria a Belém, onde Jesus nasceu numa manjedoura, e a genealogia de Cristo através de Maria. O ministério público de Jesus revela a Sua perfeita compaixão e perdão através das narrativas do filho pródigo, do homem rico e Lázaro e do Bom Samaritano. Enquanto muitos acreditam nesse amor sem preconceitos que ultrapassa todos os limites humanos, muitos outros — especialmente os líderes religiosos — desafiam e opõem-se às reivindicações de Jesus. Os seguidores de Cristo são incentivados a contar o custo do discipulado, enquanto que seus inimigos buscam a Sua morte na cruz. Por fim, Jesus é traído, julgado, condenado e crucificado. Entretanto, a sepultura não pode prendê-lo! Sua ressurreição garante a continuação do seu ministério de buscar e salvar o perdido.

Conexões: Como um gentio, as referências de Lucas ao Antigo Testamento são relativamente poucas em relação ao evangelho de Mateus, e a maioria das referências do Antigo Testamento estão nas palavras ditas por Jesus em vez de na narração de Lucas. Jesus usou o Antigo Testamento para se defender contra os ataques de Satanás, respondendo-lhe com “Está escrito” (Lucas 4:1-13); para identificar-se como o Messias prometido (Lucas 4:17-21); para lembrar os fariseus de sua incapacidade de manter a lei e da necessidade de um Salvador (Lucas 10:25-28, 18:18-27); e para confundir o seu conhecimento quando tentaram enganá-lo e prová-lo (Lucas 20).

Aplicação Prática: Lucas nos dá um belo retrato do nosso Salvador compassivo. Jesus não se sentia “incomodado” pelos pobres e necessitados, na verdade, eles eram o foco principal de Seu ministério. Nos tempos de Jesus, Israel era uma sociedade muito consciente de suas classes sociais. Os fracos e oprimidos eram literalmente impotentes para melhorar sua sorte na vida e estavam especialmente abertos à mensagem de que “a vós outros está próximo o reino de Deus” (Lucas 10:9). Esta é uma mensagem que devemos levar para aqueles ao nosso redor que desesperadamente precisam ouvi-la. Até mesmo em países relativamente ricos — talvez especialmente por isso — a necessidade espiritual é tremenda. Os cristãos devem seguir o exemplo de Jesus e levar as boas novas da salvação para os espiritualmente pobres e necessitados. O reino de Deus está próximo e o tempo fica cada vez mais curto a cada dia.

Ator, Denzel Washington descreve experiência que teve com o Espírito Santo




Denzel Washington Ator, Denzel Washington descreve experiência que teve com o Espírito Santo





O ator de 57 anos, Denzel Washington, conhecido por muitos de seus papeis de gangster em vários filmes, como “Dia de Treinamento”, no entanto Washington, também é inflexível sobre compartilhar o seu amor a Jesus Cristo.
Em entrevista à revista GQ, Washington, se abriu e falou sobre seus valores cristãos, disse a publicação, que lê a Bíblia todos os dias.
Leio a Bíblia todos os dias, e eu leio a minha Palavra Diária (Daily Word)”, revelou Washington. “Eu li algo grande ontem. Disse: ‘Não aspiramos em ganhar a vida’. Aspiramos fazer a diferença.”
O ator também disse à publicação sobre uma experiência que eu sentiu com o Espírito Santo durante um culto na Igreja West Angeles Church of God in Christ.
“Isso foi há trinta anos, na igreja em que eu ainda participava. O ministro estava pregando,” Basta deixá-lo ir. “Eu disse, ‘Eu estou indo para ir com ele. ‘“


O ator descreve uma experiência física e espiritual que sentiu pela primeira vez com o Espírito Santo.
“E eu tive essa experiência tremenda física e espiritual. O que me assustou”, revelou Washington. “Eu estava babando, chorando, suando. Minhas bochechas explodiram. Fui purificado”.
A experiência assustou tanto o ator, que admitiu que ligou para a mãe.
“Foi muito intenso. Eu quase caí”, disse Washington. “Eu liguei para minha mãe e ela disse que estava sendo cheio do Espírito Santo. Eu estava tipo: ‘Será que isso significa que eu nunca poderei beber vinho novamente’ “, se perguntava o ator.
“A espiritualidade é importante em todos os aspectos da minha vida”, disse Washington. “Quero dizer, é por isso que eu estou aqui. Isso é o que tem me abençoado para fazer.”

Portal Padom
Traduzido e adaptado The Christian Post





Michelle Nascimento – Ainda bem (Clipe Oficial)

Ainda Bem
Michelle Nascimento
Ainda bem, que você nunca desistiu de caminhar
Quando a luta quis fazer você parar, ainda bem
Que você não deixou de adorar
Ainda bem, que em meio ao vento
Você pôs seus joelhos no chão
Pois o teu Deus do céu ouviu sua oração
Ainda bem que você serve um Deus de abraão
Ainda bem, que a sua fé está firmada sobre a rocha
E a sua vida é de Deus e ninguém toca
E o Senhor te esconde na palma das suas mãos
Ainda bem que hoje é o dia da vitória
Hoje Deus muda a história
Acabou a provação
Ainda bem que o inimigo já caiu, está vencido
Deus já estendeu a mão
Ainda bem hoje começa uma nova trajetória
Em sua vida, veja agora pela fé o céu se abrindo
Ele entrega o milagre em suas mãos
Ainda bem, que todos que te humilharam
Estão vivos para ver
Deus agindo em seu favor
Ainda bem que você perdoou a quem te fez o mal
E o seu Deus se agradou
Ainda bem que este vento já está se acalmando
E o seu tempo de cantar chegou.
Ainda bem, que você adorou
Ainda bem, você não murmurou
Ainda bem, o teu clamor Deus ouviu
Ainda bem, que você não desistiu.








Cabeleireiro de Lady Gaga afirma que cantora possui tatuagem com inscrição 666 no couro cabeludo



Cabeleireiro de Lady Gaga afirma que cantora possui tatuagem com inscrição 666 no couro cabeludo



A cantora Lady Gaga, conhecida por suas extravagâncias e simpatia à defesa do movimento homossexual, foi acusada por um cabeleireiro de ter uma tatuagem com o número 666 no couro cabeludo.
A afirmação foi feita por Michael Pooter, que desde janeiro de 2010 presta serviços para a cantora, numa entrevista à uma publicação norte-americana.
De acordo com informações do site Gente, do portal IG, Pooter teria declarado que pediu proteção a Deus quando se deparou com a tatuagem da cantora: “Ela geralmente bebia uísque barato quando vinha para fazer o tratamento. Certo dia, quando ela estava murmurando mais do que o normal, descobri mais tarde que ela fala em diversas línguas. Eu vi o número 666 em seu couro cabeludo e rapidamente pedi para que Deus me protegesse. Ela se levantou da cadeira e flutuou a cerca de um metro acima do chão enquanto gritava”, relatou o cabeleireiro.
Segundo ele, a cantora teria rebatido a menção feita a Deus pelo cabeleireiro: “O seu Deus não está aqui, Michael. Nem jamais estará. Agora me dê um pouco mais de destaque e corte minha franja direito”, teria dito a cantora.
A mesma publicação afirmou que após a entrevista, Michael Pooter passou a viver num local desconhecido, como forma de proteger sua família da cantora, que teria ameaçado “comer os filhos” do cabeleireiro.
Anteriormente, o site Truthquake divulgou uma declaração de uma camareira que trabalhava em um hotel frequentado pela cantora, e que teria flagrado Gaga se “banhando em sangue, como parte de um ritual satânico”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Existe alguma chance de sermos salvos após a morte?

Vídeo do Pastor John Piper respondendo a seguinte pergunta: Existe alguma chance de sermos salvos após a morte?





 






Blackout: jovens cristãos fazem apagão em jejum pró-igreja perseguida e arrecadam doações para vítimas




 



Uma iniciativa de jovens irlandeses e britânicos associados da missão Portas Abertas Jovem, promoverá um jejum diferente em favor da igreja perseguida.
A campanha chamada Blackout (apagão, em inglês), tem o slogan “Make a big noise by keeping quiet”, que transmite a ideia de “fazer um grande barulho através do silêncio”.
Os jovens cristãos, arrecadarão doações em dinheiro durante 48 horas, entre os dias 2 e 4 de novembro. Os participantes da campanha deverão se manter em “silêncio”, abstendo-se das redes sociais, celulares, jogos, TV, alimentos e diálogos, num gesto simbólico do isolamento vivido por cristãos em diversos países.
O porta-voz da Portas Abertas Jovem, Jonny Goodchild, afirmou ao Christian Today que a campanha é a “maneira de levar a igreja perseguida à geração de hoje, uma mídia social. identificação com o movimento de censura e restrição colocada na igreja perseguida”.
Em 2011, o mesmo evento arrecadou £ 30 mil, o equivalente a R$ 105 mil na cotação atual. O valor foi destinado para auxílio a crianças vítimas da perseguição religiosa.
A campanha tem tentando envolver o maior número de pessoas ligadas ao cristianismo em geral. Um dos participantes, o blogueiro e integrante da Aliança Evangélica Krish Kandiah, declarou que “muitas vezes não temos em mente o que acontece com a igreja perseguida. Esta é uma oportunidade para dar atenção a este importante desafio. Eu estou ansioso para entender mais sobre os nossos irmãos e irmãs que experimentam a perseguição por causa do Evangelho em todo o mundo”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Egito pede a prisão de pastor evangélico e produtor do polêmico filme “A Inocência dos Muçulmanos”



Egito pede a prisão de pastor evangélico e produtor do polêmico filme “A Inocência dos Muçulmanos”




A onda de protestos nos países muçulmanos contra o filme “A Inocência dos Muçulmanos”, que fala sobre Maomé, figura importante do islamismo, gerou uma manifestação específica contra o cristianismo. O líder muçulmano egípcio Abu Islam atacou o cristianismo segurando um exemplar do Alcorão durante os protestos: “Esse é o livro de verdade e de paz. O lugar certo para as palavras deste livro é sobre nossas cabeças, porque é a verdadeira inspiração”, afirmou, referindo-se ao livro sagrado do Islã.
Já o pastor Terry Jones, conhecido por destruir um exemplar do Alcorão, afirmou nos Estados Unidos que o filme criticado pelos muçulmanos não é ofensivo ao islamismo: “Fomos contatados pelo produtor do filme `Inocência dos Muçulmanos` para o ajudar a distribuir”, afirmou o polêmico pastor, que garantiu que a produção “não pretende insultar a comunidade muçulmana, mas revelar verdades sobre Maomé que possivelmente não são muito conhecidas”.
Jones pontuou ainda que “é muito claro que Deus não influenciou a Maomé na escrita do Corão”, e atacou o islamismo usando os protestos como ilustração de seu argumento: “A recente onda de violência e as mortes não são causadas pelo filme, não são causadas pelas atividades que temos desenvolvido e vamos continuar a desenvolver”, disse, afirmando que os atos “mais uma vez revelam a verdadeira natureza do Islã”, que segundo ele, “não tolera críticas a Maomé, ao Corão ou à Sharia”, observou, referindo-se à lei islâmica.
O procurador chefe do Egito, segundo informações do site Actualidad, irá pedir a prisão do pastor Terry Jones e do produtor do filme, Elia Basily, também conhecido como Nakoula Basseley. A publicação porém, não explica como o procurador pretende conseguir a detenção dos dois.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Presidente Iraniano Ahmadinejad, diz que o filme ‘A inocência dos muçulmanos’ é uma trama diabólica de Israel






Mahmud Ahmadineyad 150x150 Presidente Iraniano Ahmadinejad, diz que o filme ‘A inocência dos muçulmanos’ é uma trama diabólica de Israel


“A tremenda onda de protestos contra o filme ‘A inocência dos muçulmanos’ e as charges publicadas em uma revista francesa satirizando o profeta Maomé representa uma conspiração por parte de Israel, que busca aumentar a tensão e os confrontos de disparo entre as diferentes religiões.”
Isso foi dito na sexta-feira(21) pelo presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, que ainda disse que “para ser salvo da bancarrota, os sionistas incultos começaram a fazer seus planos para gerar confrontos religiosos no mundo, com o apoio de líderes ocidentais para justificar essas conspirações diabólicas.”

De acordo com o presidente iraniano, a defesa da liberdade de expressão no Ocidente é injusta, tendo em conta sua recusa a tolerar qualquer questionamento das dimensões históricas do Holocausto.
“Se o Ocidente afirma que insultar o profeta é parte da liberdade de expressão, então, por que uma simples questão histórica eles reprimem e prendem os pesquisadores e até mesmo ameaçam toda a nação iraniana?”, perguntou o presidente.
Uma onda de protestos se espalhou em grande parte do mundo por causa da divulgação de um filme anti-islâmico, de produção americana, que segundo alguns é blasfêmia e um desrespeito ao profeta Maomé. O alvo da ira geralmente são embaixadas dos EUA em outros países ocidentais.
A violência forçou uma série de países ocidentais a fechar temporariamente algumas de suas embaixadas no mundo muçulmano.

 Portal Padon

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.