DeusBom: projeto promove evangelismo e assistência social com ajuda de igrejas






DeusBom: projeto promove evangelismo e assistência social com ajuda de igrejas




O projeto DeusBom é uma iniciativa evangelística mantida com o apoio de várias denominações da região de São Carlos, interior de São Paulo.
A atuação do projeto é basicamente voltada ao Vale do Jequitinhonha, com a divulgação do Evangelho, oferecendo treinamento e também proporcionando a experiência de se fazer missões pela primeira vez a muitas pessoas, além de auxiliar e contribuir com as igrejas e missionários daquela região com Bíblias, revistas, impressos, cestas básicas, roupas e calçados, medicamentos e também momentos de descontração.
Conversamos com Eder Garcia, um dos responsáveis pelo projeto, que afirmou estar surpreso com a velocidade que o trabalho proposto conseguiu resultados: “Quando começamos não imaginávamos um crescimento tão rápido, por isso não nos preocupamos em formalizar o projeto, mas hoje estamos trabalhando para fazer toda a regulamentação e também levantando recursos para conquistarmos um espaço para a Base Missionária do Projeto DeusBom em São Carlos, onde concentraremos tudo.
Na estrutura e planos do projeto, há a preocupação com a versatilidade e capacidade de atender o maior número de pessoas possível: “Possuímos um ônibus para as viagens, recentemente adquirimos também um caminhonete para recolhermos doações e também usarmos conforme a necessidade. Em agosto deste ano nos foi doada uma área na zona rural de Virgem da Lapa – MG, Vale do Jequitinhonha, de 11.000m² para a construção de nossa Base Missionária naquela região, onde pretendemos intensificar nosso trabalho e aumentar a nossa cobertura para um raio de 200 Km”.
Confira abaixo nosso bate-papo com Eder Garcia:
Quais as áreas de atuação e público alvo do projeto?
Atuamos há quatro anos no Vale do Jequitinhonha, região de Virgem da Lapa, Berilo, Araçuaí, Leme do Prado, São João do Vacaria, tanto nas cidades como nas comunidades da zona rural.
Trabalhamos com pelo menos 2 frentes: evangelismo da população local, principalmente crianças; e apoio e suporte as pequenas igrejas e missionários com bíblias, revistas, panfletos, alimentos, roupas e em alguns casos com ofertas em dinheiro. Alguns desses missionários vivem em situações difíceis, faltando praticamente tudo, alimento, roupas, dinheiro, trabalhando apenas por amor a Cristo.
Qual o tempo de atuação do projeto? Poderia contar um pouco da história, como surgiu, quem idealizou?
Estamos trabalhando no Vale do Jequitinhonha desde Outubro de 2008. Iniciamos com um convite da Equipe do Expresso da Salvação (expressodasalvacao.com.br), voltamos em novembro/2009, depois mais 2 viagens em 2010, 4 em 2011 e mais 4 em 2012.
A visão se deu em 15 de Agosto de 2007 pelo Senhor Jesus através de uma visão ao Evangelista Eder Garcia, em sua casa, onde foi instruído de que deveria usar sua própria residência como Estúdio para gravação de mensagens evangelísticas em DVD (gravamos 3 DVDs) e também via Internet, para distribuição gratuita (distribuímos mais de 2.000 DVDs por todo Brasil no 1º ano), depois surgiu o Vale do Jequitinhonha, agora em Setembro de 2012 iniciamos um trabalho na China e Hong Kong, que ainda está no seu início. O Senhor nos dirigiu dizendo que não deveríamos nos preocupar com recursos financeiros e tecnológicos, pois o Ele providenciaria tudo.
Quais os parceiros que o projeto possui?
Não possuímos um parceiro específico, o que ocorre é que algumas pessoas que amam a obra missionária sempre surgem quando temos ações evangelísticas ou viagens programadas e ofertam. Ex. Pr. Nelson Nunes da Igreja Presbiteriana Renovada de São Carlos, sempre nos oferta diesel e cestas básicas para as viagens, Internacional da Graça de Deus (que sempre nos doam as revistas infantis), alguns empresários também, irmãos de diversas denominações, pois já chegaram ofertas de membros da Assembléia de Deus, Internacional da Graça, Batistas, Presbiterianos.
Como somos dirigidos pelo Senhor a não pedir ofertas, também não buscamos parceiros. É o Senhor quem os envia até nós.
Poderia contar um ou mais testemunhos de pessoas que foram beneficiadas pelo projeto?
Já vivemos muitas histórias lindas mais vou contar duas:
Em 2008 estávamos em uma Comunidade chamada VEREDAS, trata-se de um conjunto de pequenas propriedades rurais de umas 15 famílias aproximadamente, pregando a palavra e distribuindo cestas básicas, foi quando nos chamaram para ir até uma propriedade onde moram o irmão Zé Alves, Wilma sua esposa e mais 5 filhos. Wilma estava com hemorragia e febre, acamada já havia alguns dias, o pronto socorro mais próximo estava a 20km de estrada de terra distante dali. Oramos por ela e imediatamente o Senhor a curou, ela se levantou fez café para os missionários e deixamos ela cheia de alegria. Naquela época na havia energia elétrica na casa e ele viviam precariamente. Pois bem passado todo esse tempo, hoje eles tem energia elétrica, telefone celular rural, vários eletrodomésticos e agora em Agosto de 2012 sentiram a direção de Deus e ofertaram um lote de 11.000 m² para a construção da Base Missionária do Projeto DeusBom no Vale do Jequitinhonha.  
image002
Zé Alves, Wilma, filhos, Eder, Daniel, Marcos e Leonel
Em 2009 acompanhamos o Missionário Fábio em um trabalho onde ele percorria as roças, onde habitam irmãos que não tem meios de locomoção para vir a igreja frequentemente, para Ministrar Santa Ceia a essas pessoas. Chegamos a casa da irmã Dominga e encontramos uma mulher triste porque havia sido mordida por um gato havia 1 ano e sua mão tinha perdido os movimentos, oramos por ela e imediatamente o Senhor restaurou a mão dela, foi impactante.
image007
Poderia informar os seguintes? Contatos de email, telefone, site e endereço.
Entre em contato conosco através do e-mail contato@deusbom.com.br ouedergarcia@deusbom.com.br. Por telefone, ligue para (16) 3415-6487/8171-0491. Você pode também acessar o site deusbom.com.br ou nossa página em facebook.com/projeto.deusbom.
Quais as formas de contribuição e necessidades do projeto?
Para contribuições financeiras passamos uma conta pessoal, visto que ainda não regulamentamos o projeto, como disse no e-mail anterior, iniciamos e não imaginávamos que tomaria uma proporção que no levasse a necessidade de formalizarmos tudo.
Nossas necessidades são muitas, mais a principal são bíblias, levamos em média 350 por viagem e com a construção da Base Missionária iremos aumentar esse volume significativamente, depois impressos evangelísticos, materiais de evangelismo para crianças.
Gostaria de deixar uma mensagem para os leitores?
Que o Senhor desperte você para enxergar que existe uma grande IGREJA SEM PAREDES chamada Campo Missionário e que também tenhamos mais atenção com esses Pescadores de Almas solitários chamados missionários e suas famílias, pois esta é a visão do Projeto DeusBom.
Muito obrigado!
Por Tiago Chagas, para o Gospel+


Participe você também. Paz amados irmãos.

Policial atira e mata um homem após confundir Bíblia com arma; Família pede justiça










Um policial confundiu uma Bíblia com uma arma e acabou atirando e matando um coletor de lixo no interior de São Paulo.
De acordo com informações da Agência Estado, o cabo da Polícia Militar, João Samir de Oliveira, 36 anos, abordou Antonio Marcos dos Santos, 40, durante uma patrulha. Ao pedir que o coletor de lixo parasse, se assustou com o movimento e disparou no pescoço.
O policial estava acompanhado de um colega e juntos socorreram Antonio ao hospital, porém não resistiu ao disparo.
Segundo testemunhas no local, Antonio ergueu os braços para mostrar que não estava armado. O irmão da vítima, José Valdecir Corrêa, demonstrou revolta: “Queremos que o responsável pela morte do meu irmão pague pelo que fez. Nós queremos justiça”, disse ao Terra.
-Meu irmão nunca fez nada de errado. Saía para o trabalho, todos os dias, às 4h30 e voltava na hora do almoço. Sempre que dava, ele ia à igreja – contou José. Antonio era servidor da prefeitura de Avaré há 18 anos.
O major Maurício José Raimundo afirmou que o cabo Oliveira “é considerado um bom profissional e não tem histórico de violência. Infelizmente, foi uma fatalidade”. O estado de São Paulo enfrenta uma onda de violência contra policiais nos últimos meses. Somente em 2012, mais de cem foram assassinados.
A Polícia Civil está investigando o caso, e o cabo Oliveira está detido no presídio Romão Gomes, da Polícia Militar na capital.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Versículos do dia










Não temos nós todos um mesmo Pai? Não nos criou um mesmo Deus? Por que agimos aleivosamente cada um contra seu irmão, profanando a aliança de nossos pais?Malaquias 2:10
Portanto recebei-vos uns aos outros, como também Cristo nos recebeu para glória de Deus.Romanos 15:7


Líder muçulmano do Iraque adverte os cristãos: “O Islã ou a morte”







O aiatolá xiita do Iraque, Ahmad Al Baghdadi Al Hassani, alertou a minoria cristã na véspera do Natal “A conversão ao Islã ou a morte”.
Recentemente, em um vídeo, Al Hassani disse que os cristãos são politeístas e amigos dos sionistas. Durante uma entrevista com Al Baghdadia, um canal de televisão egípcio, Al Hassanim defensor da jihad [guerra santa], disse que os cristãos no país tem que escolher“o Islã ou a morte.
“Ao mesmo tempo, disse que suas esposas e filhas poderiam ser legitimamente consideradas como “esposas dos muçulmanos”.
Sendo esta uma maneira indireta de dizer que toda mulher cristã pode ser capturada e estuprada, mesmo sendo casados, porque para os extremistas do Islã, as mulheres estando em cativeiro podem ser estupradas por seus captores.
Al Baghdadi, é um dos mais radicais pró-Jihad Islâmica. Durante seu discurso, Al Hassanim, deixou claro que é uma questão de tempo antes que a minoria cristã no Iraque se converta ao Islã ou será exterminada.
Um estudo realizado por http://www.civitas.org.uk/, um Instituto para o Estudo da Sociedade disse que, embora a perseguição aos cristãos seja um problema em todos os países analisados, concluiu que “a maioria de seus problemas surgem em sociedades de maioria muçulmana”, e advertiu que “no século 21 ouve um aumento constante na luta sofrida pelos cristãos 
Metades de dois terços de todos os cristãos no Oriente Médio foram mortos ou forçados a fugir de suas casas. Uma das quedas mais drásticas no número vem do Iraque. Em 1990, havia entre 1,2 milhões de cristãos e atingiu cerca de 1,4 milhões, mas quando começou a Guerra do Golfo, esse número caiu para 500.000. Agora, há menos de 200 mil cristãos



Pesquisa ratifica maioria protestante nos Estados Unidos e apresenta detalhes da prática de fé no país











Definitivamente, os Estados Unidos da América formam um país de maioria cristã. Essa é a conclusão de uma nova pesquisa sobre religião, realizada pelo Instituto Gallup.
De acordo com os dados colhidos durante o levantamento, 77% dos 326 mil entrevistados confessaram-se cristãos, contra outros 20% que disseram não terem religião. Os 3% restantes são formados por adeptos do islamismo, judaísmo e outros.
Entretanto, no grupo dos não religiosos, 13% afirmaram frequentar algum culto ao menos uma vez por mês.
Na fatia de cristãos, 52% declararam-se protestantes, enquanto 23% se disseram católicos. Embora existam divergências sobre o mormonismo ser ou não uma religião cristã, a pesquisa considerou que os adeptos da seita faziam parte do grupo de cristãos, e somaram 2% do total.
O Instituto Gallup também levantou  informações a respeito da prática de fé, e nesse quesito, os mórmons foram os que se declararam mais praticantes: 87% dos adeptos da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias afirmaram aplicar os princípios da religião em sua vida cotidiana, contra 79% dos protestantes, 78% dos muçulmanos e 70% dos católicos.
A frequência dos grupos religiosos aos cultos ou reuniões também foi liderada pelos mórmons: 81% disseram frequentar a igreja ao menos uma vez por mês, seguidos de 64% dos protestantes, empatados com muçulmanos, 64%, e 60% dos católicos, 34% dos judeus e 32% dos adeptos de outras religiões.
A pesquisa foi realizada entre os dias 02 de janeiro e 30 de novembro de 2012, e em resumo, apresentou uma queda de 1% no grupo cristão, e pouca mudança no cenário religioso do país, segundo informações do Christian Post.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Pesquisadores afirmam que Estrela de Belém pode ter sido, na verdade, um alinhamento triplo de planetas









A Estrela de Belém, evento relatado nos Evangelhos como sinal do nascimento de Jesus, pode não ter sido propriamente uma estrela, e sim, um conjunto de acontecimentos astronômicos raríssimos.
A teoria foi  explicada ao site Noticia Cristiana pelo professor David Hughes, da Universidade de Sheffield, no Reino Unido.
A partir de um estudo realizado nos anos 1970, Hughes buscou maiores detalhes do evento e afirma que a Estrela de Belém pode ter sido o alinhamento do Sol com a Terra, Júpiter e Saturno.
Esse evento ocorre apenas a cada 900 anos, e resultaria num espetáculo visual que se repetiria por três vezes num curto espaço de tempo: “Se você ler a Bíblia com cuidado os homens viram alguma coisa quando eles estavam em seu próprio país (provavelmente da Babilônia) e viajaram para Jerusalém, onde ele falaram com o rei Herodes. Quando eles deixaram Jerusalém para Belém, voltaram a ver alguma coisa”, contextualiza Hughes.
Segundo o professor, os três reis magos eram na verdade, astrônomos e astrólogos bastante respeitados na Babilônia, além de estudiosos da religião.
A teoria é reforçada por Tim O’Brien, diretor adjunto do Banco Observatório Jodrell, em Cheshire, na Inglaterra. Ele acredita que o evento deve ter sido uma visão impressionante: “É notável o quanto a reunião de dois objetos muito brilhantes no céu pode atrair a atenção”.
Segundo O’Brien, o evento poderia sugerir visualmente que os planetas Júpiter e Saturno estavam mudando de direção no céu noturno: “Naquele tempo, as pessoas atribuíam grande importância para o movimento dos planetas. Uma conjunção tripla, pois isso só acontece a cada 900 anos”, diz.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Petição pública à Casa Branca poderá resultar na classificação da Igreja Batista de Westboro como “grupo de ódio”








A Igreja Batista de Westboro, no Kansas, conhecida por seus protestos polêmicos, tornou-se alvo de uma petição pública realizada através da internet, para que seja classificada como um grupo de ódio.
A petição, feita através das ferramentas disponibilizadas pela Casa Branca, conseguiu 250 mil assinaturas em pouco mais de dez dias. Para que uma questão seja analisada pela sede do governo dos Estados Unidos, é necessário um mínimo de 25 mil assinaturas.
Christian Post informou que o alto número de signatários da petição forçará o governo a analisar o caso da igreja, que frequentemente protesta de forma contundente.
Diversos grupos cristãos dos Estados Unidos já manifestaram sua desaprovação aos métodos, abordagem e discurso de protesto da denominação.
O caso mais recente de polêmica foi o protesto organizado pela igreja contra a vigília de consolo aos parentes das vítimas de Adam Lanza, na escola Sandy Hook, em Newtown, quando crianças e professores foram mortos sem chance de defesa.
Nos protestos da Westboro, os membros diziam que Deus havia enviado o “atirador” para matar as 20 crianças e 6 adultos pois o estado de Connecticut havia aprovado o casamento gay.
A Igreja Batista de Westboro já protestou contra o GP de Fórmula 1 em Austin, no velório do filho do ator Silvester Stallone, entre outros.
Para ler o texto da petição, acesse este link.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Evangelista leva mensagem de consolo a pais que tiveram bebê raptado e oração resulta em milagre





Durante o Natal, missionários em países que exercem forte resistência ao cristianismo protagonizam histórias curiosas e até mesmo milagrosas.
O site da Missão Portas Abertas publicou o testemunho de um evangelista na China, que enfrentou o preconceito contra a fé cristã e pregou o Evangelho numa das situações mais adversas.
Na China, devido à grande população, uma lei de controle de natalidade foi implementada anos atrás pelo governo, a fim de evitar que uma explosão demográfica impedisse o combate à fome e também o descontrole em questões como saúde, educação, etc. A lei limita os casais a terem apenas um filho, e são comuns os casos de raptos de bebês em vilarejos pobres em cidades afastadas.
Na região de Gansu, o evangelista Xi soube de uma família que havia tido seu bebê raptado e foi prestar condolências, além de levar a mensagem cristã. Acabou expulso da aldeia, e orando a Deus, falou que se sentia fracassado em sua missão.
Mesmo com os avisos dos camponeses de que não deveria voltar ao local para falar sobre Deus, Xi resolveu voltar para tentar falar mais sobre Deus, porém, no caminho, acabou encontrando num cesto, em meio à neve, o bebê que havia sido raptado.
Confira abaixo, o relato do testemunho do evangelista Xi, traduzido por Ana Luíza Vastag e publicado no site da Portas Abertas:
Em uma véspera de Natal bastante fria, o evangelista chinês Xi pegou a estrada na província de Gansu, na China. Ao chegar à aldeia vizinha, percebeu que algo estava errado. Decidiu parar e se apresentar como um portador de boas notícias. Um homem de baixa estatura o interrompeu: “Bem, temos apenas más notícias por aqui. O bebê de um casal acabou de ser raptado”.
Nas áreas mais pobres da China, onde os casais podem ter apenas uma criança por família, são comuns os casos em que filhos são roubados ou mesmo arrancados à força para serem entregues a casais ricos que moram nas grandes cidades e não têm filhos.
Xi entrou na casa e deparou-se com o marido e a esposa olhando discretamente para ele. A tristeza do casal podia ser percebida pelo ar pesado que dominava o ambiente. Convicto da única coisa que podia oferecer como consolo, ele disse: “Eu estou muito triste em ouvir sobre sua situação, mas eu conheço alguém que pode ajudá-los: Deus! Permitam-me orar a Ele pela vida de vocês”.
Como não houve qualquer reação por parte do casal, Xi iniciou sua oração, sentindo-se muito desconfortável. “Querido Pai, há muito tempo, nesta mesma época do ano, o Senhor enviou uma criança ao mundo e salvou-nos a todos. Pedimos hoje que esta criança seja enviada de volta para nós e livre esta aldeia da tristeza na qual seus habitantes estão vivendo. Amém”.
De repente, o marido gritou: “Cale a boca e vá embora. Nós já clamamos aos nossos deuses e nada aconteceu. Por que com o seu Deus será diferente?” O evangelista foi agarrado por outros moradores e arrastado para fora da aldeia. “Não se atreva a vir aqui de novo!”, disseram eles.
Ele vagou pelas colinas por um tempo, sentindo-se humilhado, chorando e clamando a Deus. Então pensou: Eu fui para a aldeia esperando uma recepção heroica, ou pelo menos, confiei que seria uma curiosidade para aquela aldeia, seria interrogado e, por algumas horas, seria a atração de pessoas que vivem vidas muito maçantes e isoladas. Ao invés disso, eu fui tratado e rejeitado como Cristo foi.
Ajoelhado na neve, ele sabia exatamente o que tinha de fazer: voltar à aldeia, sabendo que, com certeza, seria desprezado. Mesmo assim, ele precisava seguir os passos do Mestre Jesus. Com o coração batendo forte, ele se virou e começou a caminhar lentamente de volta ao vilarejo do qual foi expulso anteriormente. De repente, em meio à neblina da tarde, ele ouviu o choro de um bebê vindo do que parecia ser um cesto.
Nítido o suficiente, a poucos metros à frente, estava um bebê, enrolado em um cobertor grosso, deitado no fundo do cesto. Xi foi até o local para abraçá-lo e transmitir um pouco de calor a ele. Era uma menina. Os ladrões que a sequestraram não sabiam que era uma menina e, quando descobriram, deixaram-na abandonada ali, para morrer.
Ele caminhou de volta para a aldeia com o precioso pacote em mãos. Os moradores vieram correndo. Eles ficaram surpresos e muito felizes! Quando o levaram para a casa do pobre casal, o sorriso no rosto da mãe quando o bebê foi colocado em seu colo foi inesquecível. “Venha aquecer-se pelo fogo”, sugeriu, gentilmente, o marido. Deram uma cadeira para o evangelista, e com os outros moradores ao redor deles, o pai da criança perguntou: “Quem é esse Deus para o qual você orou?”
Veja só que oportunidade maravilhosa! Lá estava Xi, como convidado de honra, olhando para 30 pessoas que, ansiosas, esperavam ouvir sobre o evangelho da salvação. “Bem”, começou ele, “Ele veio à Terra na forma de um pequeno bebê, neste mesmo período do Natal, há mais de 2 mil anos…”
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Cristãos são mortos dentro de igreja durante culto de Natal na Nigéria








Atiradores mataram seis pessoas durante a celebração de Natal uma igreja evangélica no nordeste da Nigéria. O ataque aconteceu na Igreja Evangélica do Oeste da África, e resultou na morte de seis pessoas, entre elas o sacerdote que conduzia o culto.

- Um grupo de homens armados invadiu a aldeia à meia-noite e foi direto para a igreja (…) Eles abriram fogo e mataram o sacerdote e cinco fiéis. Em seguida, atearam fogo à igreja – informou Usman Mansir, morador da aldeia de Peri, perto de Potiskum, a capital comercial do estado de Yobe.
O ataque foi confirmado à AFP por um membro das forças policiais de Yobe, mas o chefe da polícia, Rufa Sanusi, se recusou a dar mais detalhes por “uma questão de segurança”.
- Atiradores desconhecidos tentaram atacar Potiskum, mas foram repelidos pelas tropas. Enquanto fugiam, eles atacaram uma igreja em um vilarejo conhecido como Jiri – acrescentou o porta-voz militar Eli Lazarus, segundo informações da agência Reuters.
Apesar de o ataque não ter sido reivindicado por nenhum grupo até agora, as fontes policiais ressaltam que o Boko Haram foi autor de vários ataques contra cristãos na região ao longo do ano.
As celebrações cristãs foram recebidas com violência também na Indonésia, onde mais de 200 muçulmanos bloquearam a estrada que leva a uma área na qual cristãos se reúnem regularmente para realizar o culto semanal e atacaram os presentes com ovos podres e sacos plásticos cheios de urina e fezes.
Na área onde os cristãos se reuniriam pra o culto de Natal espera-se que seja construída uma igreja. Mas apesar das obras terem sido liberadas pelo Supremo Tribunal do país, a intimidação constante por muçulmanos vem impedindo que os trabalhos sejam realizados, segundo a Acontecer Cristiano.
Por Dan Martins, para o Gospel+


Versículos do dia










Falou Nabucodonosor, dizendo: Bendito seja o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego, que enviou o seu anjo, e livrou os seus servos, que confiaram nele, pois violaram a palavra do rei, preferindo entregar os seus corpos, para que não servissem nem adorassem algum outro deus, senão o seu Deus.Daniel 3:28


VINACC e UBE realizam 1º Encontro de Blogueiros Evangélicos














Uma das novidades de 2013 da 15ª edição do Encontro para a Consciência Cristã, evento realizado em Campina Grande/PB que reúne evangélicos de todo o Brasil para exaltar a pessoa de Cristo, será o 1º Enblogue (Encontro Nacional de Blogueiros Evangélicos), organizado pela VINACC e pela UBE – União de Blogueiro Evangélicos.
Entre os palestrantes do evento estão blogueiros consagrados como Norma Braga, Pr. Renato Vargens, Pr. Altair Germano, Pr. Carlos Roberto Silva, Valmir Nascimento Milomem e Vinícius Pimentel. As palestras vão abordar a gênese e a importância da blogosfera cristã; O futuro da igreja brasileira e a influência para a Teologia Cristã (Apologética e Cosmovisão); A qualificação dos blogueiros; Blogs e liderança intelectual. Uma das apresentações vai discorrer sobre como fazer posts se transformarem em livro. Ao final, haverá uma mesa redonda com a participação de todos os preletores.
De acordo com um dos Coordenadores do I Enblogue, Valmir Nascimento Milomem, o objetivo do evento é discutir o papel dos blogs dentro do atual contexto da igreja cristã. Segundo Valmir, os blogs são um dos principais meios de comunicação da atualidade e tem influenciado vários setores da sociedade como política, jornalismo, educação e produção de conhecimento. Dessa forma, o I Enblogue visa debater esse assunto à luz da teologia cristã e trazer princípios bíblicos e estratégias para que a mensagem cristã produza verdadeiro impacto na internet.
A expectativa dos organizadores é que blogueiros de vários Estados da federação participem deste evento inédito, e que as palestras e discussões sirvam como referencial para tornar a blogosfera evangélica mais coesa, aumentando a sua influência na sociedade.
A décima quinta edição do “Consciência Cristã” terá ao todo 25 eventos simultâneos, com espaço para todos os públicos e idades. De acordo com a coordenação, cerca de 60 mil pessoas devem visitar o evento durante os sete dias de programação. A montagem da estrutura começará na primeira semana do próximo mês.
 O I Enblogue será realizado no dia 09 de fevereiro de 2013 e a inscrição é gratuita.

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.