“Espero o perdão de Deus”, diz mãe que confessou o assassinato do filho de apenas oito meses de idade Por Dan Martins em 21 de fevereiro de 2013













Josenilde Lopes de Mendonça, de 35 anos, está presa no Centro de Detenção Provisória de Parnamirim, em Natal (RN), acusada pelo assassinato de seu próprio filho, um bebê de apenas oito meses de idade.
De acordo com o G1, o filho de Josenilde foi encontrado morto no sábado de carnaval, dia 9, no apartamento onde morava com a mãe no bairro de Nova Descoberta, na zona Sul de Natal. Afirmando que o filho foi morto durante um surto, ela disse que estava bêbada e drogada quando passou a bater na criança, e diz estar agora esperando pelo perdão de Deus.
- Estou arrependida e espero o perdão de Deus – disse ela.
Presa na última quarta feira (20), Josenilde foi agredida por outra detenta na penitenciária. A mulher que confessou ter espancado e matado o próprio filho foi agredida por outra presa logo que chegou ao centro de detenção. A agressão foi confirmada pela diretora da unidade, a agente penitenciária Hindiane Saiures Araújo de Medeiros.
Antes de confessar o crime, Josenilde chegou a afirmar que jamais agrediria seu filho, e que havia saído para beber e encontrado o filho morto quando voltou para casa, segundo relatou o delegado Sílvio Fernando, responsável pelo caso, que também confirmou que o Tribunal de Justiça do RN decretou a prisão preventiva de Josenilde. Laudos do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) atestam que o bebê sofreu traumatismo crânio-encefálico. De acordo com o delegado, a suspeita matou o filho com um soco na cabeça.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.