Pastor Renato Vargens diz que cristão não deve temer macumbaria e ressalta: “o crente é propriedade de Deus e não pode ser violado pelo diabo”. Leia na íntegra









Em muitas igrejas evangélicas é comum que pastores, pregadores ou mesmo frequentadores falem sobre quebra de maldição, exorcismo, campanha para determinado objetivo ou até para libertação.

O pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança, em Niterói-RJ, publicou um artigo em seu blog sobre os chamados “trabalhos de macumbaria” e seu efeito real na vida do cristão.
“Outro dia um amado irmão em Cristo me procurou preocupado dizendo: ‘Pastor, fizeram macumba para mim, será que pega?’ Pois é,  é muito comum ouvirmos pelas esquinas das nossas cidades a seguinte expressão: ‘Minha vida está um verdadeiro caos! Acho que estou sendo vítima de macumba’. Ora, por si só esta frase é suficiente para desequilibrar a vida de muita gente, até porque, o brasileiro além de místico é extremamente supersticioso”, introduz o pastor, lembrando de um comportamento cultural nacional.
Para Renato Vargens, embora não se deva desconsiderar as iniciativas malignas, também não se pode desconsiderar o que diz a Bíblia: “Ainda que não despreze a realidade do mundo espiritual, nem tampouco as artimanhas do inimigo de nossas almas, não vejo o porque de nos amedrontarmos diante de possíveis obras de feitiçaria. As Sagradas Escrituras afirmam categoricamente que Satanás não pode possuir o cristão autêntico, o qual é morada do Espírito Santo”, pontua o pastor, que conclui: “Além disso, a Palavra de Deus é absolutamente clara ao ensinar de que o crente em Jesus é propriedade exclusiva de Deus, o qual não pode em hipótese alguma ser violado pelo diabo”.
O pastor contextualiza sua orientação citando passagens bíblicas: “A Bíblia enfatiza que aquele que está em Cristo, está incólume à possessão demoníaca. É importante que entendamos, que antes de Cristo entrar em nossas vidas, éramos por natureza filhos da ira, dominados pelo mundo, pela carne e pelo diabo e estávamos debaixo do juízo de Deus (Ef 2.1-3); agora, fomos perdoados e aceitos pelo Senhor, adotados como filhos em Cristo; eliminando definitivamente toda condenação existente contra cada um de nós (Rm 8.1)”.
Vargens manifesta preocupação com os ensinamentos repassados ao povo evangélico dentro das igrejas: “Vale a pena ressaltar de que em dias onde heresias têm se multiplicado drasticamente em nossos púlpitos, torna-se necessário ensinarmos acerca da relação que o crente desfruta com Deus”.
Confira abaixo, a íntegra do artigo “Socorro! Fizeram macumba para mim!”, do pastor Renato Vargens:
Outro dia um amado irmão em Cristo me procurou preocupado dizendo: “Pastor, fizeram macumba para mim, será que pega?”
Pois é,  é muito comum ouvirmos pelas esquinas das nossas cidades a seguinte expressão:- “Minha vida está um verdadeiro caos! “Acho que estou sendo vítima de macumba” Ora, por si só esta frase é suficiente para desequilibrar a vida de muita gente, até porque, o brasileiro além de místico é extremamente supersticioso.
Como pastor, sou comumente abordado por alguns crentes que apavorados me perguntam:- Será que mal olhado, mandingas, trabalhos encomendados podem causar danos na vida do crente? Ai meu Deus pisei num trabalho de feitiçaria numa encruzilhada, o que será de mim? Estou apavorado! Colocaram o meu nome na boca do sapo!
Caro leitor, ainda que não despreze a realidade do mundo espiritual, nem tampouco as artimanhas do inimigo de nossas almas, não vejo o porque de nos amedrontarmos diante de possíveis obras de feitiçaria. As Sagradas Escrituras afimam categoricamente que Satanás não pode possuir o cristão autêntico, o qual é morada do Espírito Santo. Além disso, a Palavra de Deus é absolutamente clara ao ensinar de que o crente em Jesus é propriedade exclusiva de Deus, o qual não pode em hipótese alguma ser violado pelo diabo.
A Bíblia enfatiza que aquele que está em Cristo, está incólume à possessão demoníaca. É importante que entendamos, que antes de Cristo entrar em nossas vidas, éramos por natureza filhos da ira, dominados pelo mundo, pela carne e pelo diabo e estávamos debaixo do juízo de Deus (Ef 2.1-3); agora, fomos perdoados e aceitos pelo Senhor, adotados como filhos em Cristo; eliminando definitivamente toda condenação existente contra cada um de nós (Rm 8.1).
Em virtude disto, Satanás já não tem mais qualquer autoridade ou direito sobre as nossas vidas.Vale a pena ressaltar de que em dias onde heresias têm se multiplicado drasticamente em nossos púlpitos, torna-se necessário ensinarmos acerca da relação que o crente desfruta com Deus.
O fato de estarmos em Cristo nos torna livres de pragas, maldições, encostos, maus-olhados, “olho gordo”, despachos e , trabalhos de macumbaria. Louvado seja o Senhor pela sua infinita graça, pelo perdão dos pecados e pela salvação eterna! Somos de Cristo, pertencemos a Cristo e o maligno não nos toca!
Soli Deo Gloria!
Renato Vargens
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.