Ativistas gays tentam agredir Marco Feliciano durante o culto










O Pastor Marco Feliciano, deputado federal e presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM), divulgou em seu website, que no último domingo (10), um grupo de manifestantes ligados ao movimentos gay, realizaram ‘algazarras e bagunça em frente da igreja que ele é presidente, na cidade de Franca.
Segundo sua assessoria de imprensa, os manifestantes tentaram invadir o templo, além de pronunciar palavras de baixo calão, a fim de ofender o pastor, o grupo também ameaçou depredar a igreja. O Pastor Marco Feliciano estava acompanhado de sua família, inclusive com suas crianças que aos choros se apavoraram quando os manifestantes atacaram o carro onde estavam.
O pastor teve que ser escoltado até o seu carro para não ser agredido. A nota afirma ainda, que o Marco Feliciano, está procurando autoridades para tomar as medidas cabíveis através da Polícia Federal e solicitará proteção policial ao Governo.
“Já estou com um dossiê pra entregar a policia Federal com dezenas de páginas impressas com ameaças de morte. Me ajudem em oração!”, publicou o parlamentar em sua conta no Twitter.
“Repudio qualquer ato de violência e rogo a oração das  igrejas para que tenhamos Paz”,disse ainda o pastor.
Além das agressões físicas, os manifestantes também têm tentado várias vezes invadir o seu site oficial e suas contas nas redes sociais.





Veja o momento das agressões contra o Pastor

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.