Colômbia não aprova a legalização do casamento gay






Com 17 votos a favor e 51 contra o Senado da Colômbia rejeitou um projeto de lei que pretendia legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Para ter sucesso, o projeto deveria ter recebido pelo menos 52 votos a favor dos 102 senadores. Sob a lei colombiana, a rejeição do projeto de lei significa que a discussão do projeto está adiada para a próxima legislatura.
A iniciativa provocou uma áspera controvérsia dentro e fora do Congresso, onde milhares de pessoas se reuniram a favor e contra a legislação.
Atualmente na Colômbia casais gays podem registrar em cartório notarial as chamadas “uniões de fato” ou” uniões civis” sem adquirir estatuto formal de casamento. Em 2007, a Corte Constitucional da Colômbia aprovou que os casais homossexuais podem herdar após a morte de um dos cônjuges e aderir ao sistema de saúde e de pensões.
Se a lei for aprovada, a Colômbia vai se tornar o terceiro país da América Latina que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, depois de Argentina e Uruguai. – rt

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.