Em protesto ativistas seminuas jogam água em arcebispo na Bélgica





Ativistas do grupo Femen atacou o chefe da Igreja Católica Belga, o arcebispo André Joseph Léonard, durante se discurso que condenava o casamento de pessoas do mesmo sexo, o religioso foi surpreendido por quatro mulheres sem blusas com os corpos pintados com frase de protestos, como, “meu corpo, minhas regras”.
Segundo o grupo feminista, a apresentação de Léonard na Universidade Livre de Bruxelas, uma das mais importantes do país, foi “uma sessão de propaganda publica de ódio e fanatismo religioso“. Através de seu site oficial, as ativistas enfatizam que o objetivo do ataque era resistir “as tentativas da igreja para recuperar sua influencia degenerativa sobre as mulheres e na sociedade em geral”, e foi preciso atacar o bispo com água benta.
O arcebispo é conhecido por sua postura conservadora: ele tem condenado repetidamente a homossexualidade como tal, os casamentos de casais de mesmos sexos, a eutanásia, o aborto, e os métodos contraceptivos.
Leonard não olhou para as manifestantes e nem se irritou quando elas lhe atacaram água, apenas rezou e beijou uma imagem da Virgem Maria e saiu em silêncio.
ativistas Em protesto ativistas seminuas jogam água em arcebispo na Bélgica
Vale lembrarque a Assembleia Nacional francesa, aprovou no dia 23 de abril, o projeto de lei que permite o acesso ao casamento e adoção por casais do mesmo sexo. – rt

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.