Menina raptada para casamento forçado é salva por leões




Foto ilustrativa





Uma menina de 12 anos raptada e agredida por homens que queriam forçá-la a se casar com um deles foi protegida por três leões que, aparentemente, afugentaram os seus captores, de acordo com a polícia.
Segundo informações da agência AP, a menina foi levada por sete homens emBita Genet (Etiópia). No cativeiro, a criança foi agredida várias vezes. Até que ela foi encontrada por policiais em um matagal nos arredores da cidade, escoltada pelos felinos.
“Eles (os leões) montaram guarda até que nós encontramos a menina. Depois, deixaram a menina como um presente e voltaram para a floresta”, contou o sargento Wondimu Wedajo.
“Se os leões não aparecessem para resgatá-la teria sido bem pior. Essas meninas são estupradas e agredidas seriamente para forçá-las a aceitar o casamento”, acrescentou.
O policial disse que as moradores de Bita Genet estão tratando o caso como um “milagre”.
“Normalmente, leões atacam pessoas”, comentou.
Stuart Williams, especialista em vida selvagem, tem outra explicação:
“Uma garota choramingando pode ter sido confundida como um filhote miando. Isso pode explicar o fato de os leões não a terem devorado”.
O rapto de crianças com fins matrimoniais é um costume na Etiópia.

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.