A ESPOSA DESOBEDIENTE DE LÓ.






Mesmo sendo Ló um homem rico e influente (Gn. 13.10-11), as escrituras não registram o nome nem qualquer outra informação sobre a raça e a família de sua esposa. Pelas indicações que temos, no entanto, sua mulher era materialista e mundana. Com certeza, falhou na educação espiritual de seus filhos. Suas filhas casaram-se com homens de Sodoma e praticavam incesto com o próprio pai (Gn. 19,32-35).

A esposa de Ló não precisava morrer. Foi-lhe oferecida uma escolha - obedecer e viver ou desobedecer e morrer na busca dos prazeres deste mundo. Não sabemos onde Ló a conheceu nem onde se casaram, mas sabemos que tiveram duas filhas (Gn. 19,16). O seqüestro da família (Gn. 14) deve ter incluído sua esposa, e ela provavelmente entre as pessoas resgatadas por Abrão, pois "trouxe de novo todos os bens e também à Ló, seu sobrinho, os bens dele e ainda as mulheres e o povo" (Gn. 14,16).

Isso significa que ela talvez tenha ouvido o testemunho de Melquisedeque (gn. 14,19-20). Em outras palavras, ela estava muito bem informada sobre o Senhor e sobre seu trato com Abraão. Mas o estilo de vida de Sodoma a influenciara fortemente.

Sodoma era uma cidade sofisticada, que oferecia uma variada gama de oportunidades culturais. A imoralidade tinha alcançado o mais baixo estágio de perversão sexual, tanto que nosso termo "sodomizar" deriva-se do nome daquela cidade.

Ló chamado de "homem justo", parecia também emaranhado na fascinação e influência da cidade. Ele escolheu criar sua família em Sodoma, mesmo conhecendo a fama de depravação da cidade. Ainda assim, mandou mensageiros para resgatar essa família de suas escolhas destrutivas .

Deus queria salvar a esposa de Ló. Mandou anjos para avisá-la, escoltá-la e, finalmente, arrancá-la do perigo.

www.salmos.reflexoes.nom.br

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.