Homem suicida-se na Catedral de Notre Dame em protesto ao casamento gay






Dominique Venner, 78 anos, historiador e ensaísta, se suicidou com um tiro na boca diante do altar-mor da Catedral de Notre Dame em Paris. Tudo indica que foi um ato de protesto contra a aprovação do casamento gay

Venner era conhecido na França por seus ensaios políticos de extrema direita. Ele carregava uma carta, mas não fez nenhuma declaração antes de cometer o suicídio.
Um texto publicado em seu blog na terça feira, 21 de maio, ele criticava a lei aprovada na semana passada pelo Governo francês que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo.
O incidente ocorreu pouco antes das 16:00 hora local e imediatamente começou a evacuar a catedral, que é um dos monumentos mais populares e emblemáticos da capital francesa.
Mais tarde, outro ativista de extrema-direita leu numa rádio francesa uma mensagem deixada por Venner: “Sinto o dever de agir, enquanto ainda tenho força. Creio ser necessário sacrificar-me para quebrar a letargia que nos oprime. Escolhi um lugar altamente simbólico, que respeito e admiro. O meu gesto encarna uma vontade ética. Dou-me à morte para despertar as consciências adormecidas. Embora defenda a identidade de todos os povos em casa deles, insurjo-me contra o crime que visa substituir os nossas populações“.

Venner era contra a aprovação do casamento gay na França

Venner foi autor de dezenas de livros e sua ultima intervenção política foi opor-se a lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo, (casamento gay ) aprovada este mês e promulgada no último sábado após a assinatura de Hollande e sua publicação no Diário Oficial.
O falecido havia se envolvido em organizações nacionalistas de extrema direita nos anos 60, quando esteve preso durante 18 meses por apoiar a criação de exércitos revolucionários dessa ideologia. Entre eles estava a OEA (Organização do Exército Secreto), milícia clandestina dedicada à guerra suja contra a independência da Argélia
.Marine Le Pen, filha de Jean-Marie e atual dirigente da Frente Nacional, já reagiu no Twitter, qualificando este suicídio como “um gesto, eminentemente político, que deve ter tido o objetivo de despertar o povo francês“.
Portal Padom

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.