Suposta vítima do pastor Marcos Pereira, desmente que foi estuprada




Marcos Pereira da Silva, ‘não estuprou ninguém’, desmente suposta vítima de estupro do pastor.
Uma as mulheres que havia acusado o pastor Marcos Pereira da Silva de te-la estuprada, gravou um vídeo para o canal da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) no Youtube, onde desmente os depoimentos dado por ela à Delegacia de Combate às Drogas (DCOD).
Anteriormente, Elisângela, teria dito ‘que no ano de 2009 foi chamada ao quarto do Pastor Marcos Pereira e chegando lá foi jogada na da cama e agarrada pelo religioso’.
Mas recentemente, ela afirmou que foi chamada à delegacia para depor sobre as acusações feitas contra o religioso, e ela revelou ‘que havia feito as falsas declarações, por vingança, pois ela havia se desentendido com outros membros da ADUD, e por isso havia aceitado depor contra o pastor’.
No vídeo Elisângela, afirma que no dia 3 de abril, Rogério de Menezes, (ex-braço direito de Marcos Pereira) e um homem chamado Alex, apareceram em seu serviço em Macaé e pediram para que ela fizesse ‘uma declaração contra o pastor Marcos’, segundo Elisângela, os homens estavam com muita pressa que ela fosse depor.
“Como eu estava muito ressentida, chateada, magoada porque tive um desentendimento dentro da igreja (não com o pastor, mas com algumas irmãs), eu queria me vingar de qualquer maneira. Não queria saber com quem ia ser, quem ia cair [...] Quando ele me propôs a vir depor, eu automaticamente aceitei. Preocupada, mas aceitei”, diz a mulher.
A pressa era tanta de que Elisângela fosse depor contra o pastor Marcos Pereira, que segundo ela, Rogério, dormiu na porta de sua casa, para que no dia seguinte fossem à delegacia de madrugada.
A suposta vítima afirmou ainda que os dois homens, deram instruções de como ela deveria falar em seu depoimento de acusação na delegacia, “Você fala isso, fala aquilo. Quando for falar do estupro, fala com bastante ênfase, que é pra eles poderem acreditar”, teria dito Rogério e Alex.
No entanto ao ver o pastor Marcos Pereira Preso, Elisângela diz que se arrependeu de seu falso depoimento e das consequências de sua atitude: “Quando eu vi o pastor sendo preso, quando eu vi o pastor dentro do presídio, eu falei: ‘isso não é justo’. Não é justo que um servo de Deus esteja pagando por uma coisa que ele não cometeu. Eu to errada. Se eu tiver que pagar o preço, se eu tiver que ser presa, qualquer coisa… Eu vou ser
Ela afirmou ainda que “O pastor não agarrou ninguém, não estuprou ninguém. Então, eu acho que isso é armação contra a vida do pastor. É inveja. Eles são corruptos, são maldosos”.
Elisângela, também prestou depoimento na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro na presença de deputados e servidores no dia 14/05/13 e no Ministério Publico no dia seguinte, desmentindo todas as acusações anteriores.

Rogério de Menezes ex-braço direito de Marcos Pereira agora aliado ao AfroReggae

Rogério de Menezes, também é ‘pastor’ e era braço direito do pastor Marcos Pereira, mas rompeu com Pereira em 2008, depois que soube dos casos de estupros, e afirmou (veja aqui), que sua esposa também foi vítima do líder da ADUD.
Assista abaixo o depoimento de Elisângela, em que ela desmente as acusações de estupro feitas por ela contra o pastor Marcos Pereira da Silva.
Deixe abaixo a sua opinião e #COMPARTILHE 

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.