Vaticano proíbe padre maçom de exercer a função






O padre Pascal Vesin, da paróquia de Santa-Ana de Arly-Montjoie, em MegŠve (França), está proibido de exercer sua função por determinação do Vaticano.
A proibição foi assinada pelo bispo de Annecy, Yves Boivineau, que justificou a medida dizendo que eles descobriram que o referido padre é membro ativo de uma loja maçônica.
Vesin vai continuar como padre, mas não poderá mais exercer a função. Ele chegou a ser advertido em 2010, quando uma fonte anônima informou ao bispo que o padre estaria participando das reuniões da maçonaria.

“Informado em 2010 através de fonte anônima, o bispo questionou o interessado, que negou. Em 2011, foi pedido a Vesin para deixar a maçonaria (…) o interessado escolheu a ‘liberdade absoluta de consciência’ – de acordo com a fórmula consagrada – e afirmou a intenção de manter a dupla escolha”, diz o comunicado divulgado.
A decisão não foi local, partiu de Roma que conseguiu informações de que o padre Vesin “pertence a uma loja do Grande Oriente de França desde 2001?. Por permanecer na maçonaria, ele não poderá mais ministrar missas na cidade, porém vai continuar sendo remunerado durante o período de seis a 12 meses.
Gospel Prime

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.