Vereadores de Curitiba rejeitam concessão de título de cidadão honorário ao pastor Silas Malafaia Por Dan Martins em 1 de maio de 2013






Nessa terça feira (30) a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Vereadores de Curitiba rejeitou proposta que concederia ao pastor Silas Malafaia, líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, o título de cidadão honorário da cidade.
Nos últimos dias, o Grupo Dignidade, entidade de defesa do movimento LGBT, presidida pelo ativista Toni Reis, pediu a retirada do projeto da Câmara de Vereadores.
A proposta para homenagem o líder religioso foi devolvida à autora, a vereadora Carla Pimentel (PSC). O relator do projeto, Pier Petruzziello (PTB), justificou a rejeição afirmando que a vereadora precisa provar que Silas Malafaia tem trabalhos relevantes na capital que justifiquem a honraria.
Elza Campos, presidente nacional da União Brasileira de Mulheres (UBM), comemorou a rejeição do projeto.
- Soube agora que a Câmara rejeitou o título de cidadão honorário a Malafaia!!! Ótima notícia. Vale a luta dos movimentos sociais!!!! Viva!!! – comemorou Campos, pelo Facebook.
Em resposta à rejeição, Carla Pimentel afirma que há muitos projetos sociais desenvolvidos pelo pastor Silas Malafaia e sua igreja, e diz que vai apresentar esses programas para justificar o pedido de concessão do título.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.