Peregrinos da Jornada Mundial da Juventude terão seus pecados perdoados pelo papa







O Vaticano decretou na última terça-feira, 09 de julho, que os peregrinos católicos que participarem da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, receberão uma indulgência plenária, o que significa que terão seus pecados perdoados pela Igreja.
Mais de 300 mil jovens já se inscreveram para participar do evento, que acontece entre os dias 22 e 29 de julho. O perdão de pecados coletivo valerá também para aqueles que resolverem participar de última hora, mesmo sem inscrição no evento, pois o perdão se estenderá a todos os “que participarem com devoção nos rituais sagrados e exercícios piedosos que acontecerão no Rio de Janeiro [RJ]”, informou a Santa Sé.
A Jornada Mundial da Juventude é realizada a cada três anos, e foi idealizada pelo papa João Paulo II – que está prestes a ser canonizado – em 1984. A última edição aconteceu em Madri, capital da Espanha, em 2011, e chegou a atrair 2 milhões de pessoas. A data no Brasil foi antecipada para não coincidir com a realização da Copa do Mundo. Até agora, o número de inscritos para a Jornada é muito inferior ao da última edição, embora o Brasil seja o maior país católico do mundo.
O evento terá a presença do papa Francisco e custará aos cofres públicos mais de R$ 118 milhões. O valor usado pelos governos federal, estadual e municipal para viabilizar a vinda do papa e a segurança do evento foram tema de um artigo do pastor Juanribe Pagliarin, que prevê a organização de um protesto com um milhão de evangélicos contra os gastos públicos na Jornada Mundial da Juventude.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.