Missionário relata cura milagrosa de menina cega em culto na Etiópia, após superar medo de retaliação de muçulmanos



Imagem ilustrativa.

O missionário Chris Franz publicou um artigo em que relata a experiência de um milagre de cura da cegueira durante um culto realizado na cidade de Moyale, na Etiópia.
A região é conhecida por 90% de sua população ser muçulmana, e os outros 10%, adeptos a outras religiões, incluindo o cristianismo.
Franz diz em seu artigo no Charisma News que o milagre de cura da menina Diramu Eka aconteceu como uma espécie de recompensa por ele ter vencido o medo de pregar num ambiente hostil.
“Enquanto nos dirigíamos para Moyale, houve uma sensação desagradável no estômago. Com o evangelismo iniciado, o inimigo realmente tentou encher meu coração com medo e intimidação. Um dos pastores locais me contou que ele tem estado em Moyale há mais de 20 anos, mas nunca se atreveu a colocar um cartaz para uma reunião cristã, pois temia as repercussões que isto poderia trazer”, relata o missionário.
A hostilidade foi retratada para ele através do relato de um dos organizadores locais sobre um desentendimento com um muçulmano, enquanto eles convidavam pessoas para o culto.
“Ele me contou como um homem muçulmano muito hostil queria começar uma briga com ele, porque ele havia oferecido um folheto de convite a ele. O homem era tão hostil que os organizadores temeram por sua segurança e mudaram sua abordagem, passando apenas a jogar o resto dos panfletos para fora do carro em movimento, a fim de permanecer seguro. As pessoas vieram correndo de todos os cantos e pegaram os panfletos do chão. Foi assim que eu soube que o grupo terrorista Al-Shabab é muito ativo em Moyale”, escreveu Franz, referindo-se à organização radical islâmica que tem base na Somália e é suspeita de ter ligações com a Al-Qaeda.
“Depois de um dos maiores ataques de pânico da minha vida, o poder de Deus veio sobre mim. Eu estava na frente da multidão, pregando cheio do fogo de Deus. De repente, eu pensei comigo mesmo: ‘Eu não tenho sequer um pingo de medo no meu coração! A ousadia de Deus veio sobre mim, e o Espírito de Deus começou a se mover’. De repente, ouvi gritos atrás de mim. Virei-me para ver o que tinha acontecido, mas só ouvi os gritos e uma comoção. Yonas, nosso organizador, veio rapidamente para mim e disse: ‘Uma garota cega pode ver!’”, relata o missionário.
Segundo Franz, a adolescente havia ficado cega na infância, e todos os presentes no culto a conheciam naquele estaado: “Seus belos olhos castanhos, cheios de lágrimas… As pupilas se moveram para trás e para frente, tentando ajustar o foco da visão em cada detalhe. Diramu Eka tinha ficado completamente cega quando tinha três anos de idade e havia ficado nas trevas por dez anos. Na noite antes desta reunião, ela sonhou que um milagre aconteceria durante o culto. Ela teria renovado suas esperanças de novo por nada? Ela decidiu acreditar contra todas as probabilidades e pediu seu vizinho para ajudar a levá-la ao culto, e lá estava ela com sua bengala para cegos na mão, confiando em Deus para o impossível. Quando oramos pelos doentes, o poder de Deus veio sobre ela. Seus olhos se abriram, e a celebração começou”, testemunha Franz.
“Quando tomamos a autoridade de Deus contra o medo e dúvida em nossas vidas, milagres acontecem”, conclui o missionário.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.