Durante protestos, terroristas muçulmanos incendeiam e destroem igreja cristã no Egito; Assista






Um vídeo publicado no YouTube mostra a destruição de um templo cristão no Egito por parte dos terroristas muçulmanos que protestam contra o governo militar do país, que entrou em cena após a deposição do primeiro presidente eleito, Mohamed Morsi.
Um líder cristão não identificado afirmou à Missão Portas Abertas que uma menina de 10 anos foi assassinada a tiros por um dos terroristas muçulmanos enquanto voltava para casa depois de um estudo bíblico na igreja. “Esses são os dias mais difíceis que eu já testemunhei. O Egito pacífico está agora embebido em violência, ódio e desejo de vingança”, disse o religioso, que preferiu o anonimato por questões de segurança.
“O nível de violência contra os cristãos coptas, seus bens e empresas não tem precedentes no Egito moderno, tanto em seu escopo, quanto no número de igrejas e estruturas atacadas”, afirmou Robert George, presidente da Comissão dos Estados Unidos sobre Liberdade Religiosa Internacional (USCIRF), em um comunicado à imprensa.
Samuel Tadros, um estudioso do Egito, declarou à agência de notícias Associated Press que a Irmandade Muçulmana está culpando os cristãos pela a queda do presidente Morsi, e afirmou que o papa copta, Tawadrous II, maior líder dos cristãos coptas, passou a se esconder por temer a violência.
A igreja de São Jorge, na cidade de Sohag, foi invadida, saqueada, depredada e incendiada pelos terroristas muçulmanos durante a onda de protestos. Segundo o portal Baptist Press, os ativistas ainda sequestraram um caminhão do corpo de bombeiros para evitar que o incêndio fosse apagado.
Assista o ataque à Igreja de São Jorge:



 

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.