Irã Nega Liberdade A Outro Pastor Condenado Por Sua Fé



O Irã negou clemência para outro pastor que se encontra preso, apesar do regime ter concedido libertação de 11 prisioneiros de consciência na semana passada.
De acordo com o Truth Ministries (Ministério da Verdade), a família do Pastor Benham Irani pediu ao juiz que o perdoe também.
No entanto o juiz negou a liberdade do pastor, dizendo que ele deverá cumprir o restante de sua condenação de seis anos. Irani se encontra a mais de dois anos na prisão.
O juiz disse ainda que a única maneira de por em liberdade o pastor evangélico, é que ele deve arrepender-se e converter novamente a fé islâmica.
Irani foi condenado pela Comissão de Crimes contra a Segurança Nacional do Irã, ao realizar cultos nas casas e levar muitos muçulmanos a fé em Cristo Jesus.
O pastor foi preso e julgado em duas ocasiões. A primeira delas foi em dezembro de 2006 e a segunda vez foi em abril de 2010.
“No ano passado ele foi espancado por outros prisioneiros sob o olhar atento das autoridades prisionais. Como resultado, ele começa a perder a visão, tem o que parece ser uma enfermidade inflamatória intestinal, sem receber tratamento, tem dificuldade para falar e andar”, disse o ministério.
Mais sobre o pastor Benham Irani:
Pastor Irani foi preso em 2011 e condenado a seis anos de prisão sob a acusação de “ação contra o Estado” e “ação contra a ordem.” Essas acusações são uma farsa criada pelas autoridades iranianas para encobrir o fato de que ele foi preso por causa de sua fé cristã – uma tática que estamos vendo mais e mais vezes.
Ele agora está preso em Ghezal Hesar, uma das mais notórias prisões iranianas. Ele é espancado regularmente pelas autoridades prisionais e outros prisioneiros, e como resultado, mal consegue andar, tem úlceras de estômago agudas e deficiência de visão, e sofreu hemorragia grave que o levou a perder a consciência temporariamente.
A ele tem sido negado tratamento médico adequado, e muitos acreditam que ele não consiga sobreviver mais cinco anos de prisão devido a sua condição atual. Ele é casado com Christine, uma cristã armênia, e tem uma filha, Rebecca, de onze anos e um filho Adriel, quatro. Ele se tornou um cristão em 1992 e tem sido um líder da igreja desde 2002.
familia-pastor-irã

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.