Tribunal rejeita caso contra pastor considerado ‘homofóbico’




Honduras – O pastor evangélico Evelio Reyes, da Igreja Vida Abundante, recebeu um exoneração definitiva pelos órgãos jurisdicionais em matéria criminal, liberando-o da acusação de discriminação contra a comunidade homossexual, que tinha sido registrada no final do mês de julho.
O juiz encarregado do caso notificou ao Ministério Público e a defesa do pregador que Reyes foi absolvido da acusação que pesava sobre ele.
A denúncia apresentada contra o pregador, de acordo com o registro, indica que o pastor havia cometido o crime durante uma jornada de oração na igreja, em que supostamente solicitou a Deus que nas próximas eleições os hondurenhos não votassem nos corruptos e nem nos homossexuais.
O pastor disse que “não é uma questão para criar polêmica, mas que não podemos permitir que grupos sem Deus, sem lei, sem limites, nos imponham suas ideias, que imponham a sociedade e que queiram fazer lei sua ruína pessoal”.
“Definitivamente o casamento é entre um homem e uma mulher”, manifestou o pastor Reyes ao sair dos tribunais, segundo publicou o jornal La Tribuna. “Todos sabemos que há um ataque contra nossas tradições, e todo homem com boa consciência deve apoiar essa reforma“, disse ele.
Momentos antes da audiência, Alberto Solórzano, presidente da Associação Evangélica de Honduras, havia externado diante a imprensa que confiava na resolução favorável para Reyes. Sendo isso que aconteceu!

Portal Padom

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.