Pastor Steven Furtick responde às críticas que recebeu por construir mansão avaliada em 1,7 milhões de dólares





Poucos dias após vir à tona que está construindo uma casa de quase 1500 metros quadrados, avaliada em cerca de 1,7 milhões de dólares, o pastor Steven Furtick, da Elevation Church, nos Estados Unidos, se dirigiu à sua congregação para rebater as críticas que tem recebido por causa da construção.
Desde que os valores referentes à construção de sua casa foram revelados, o pastor tem sido alvo de uma série de críticas de pessoas que afirmam que o estilo de vida levado por ele não condiz com os verdadeiros ensinos do cristianismo.
Um dos críticos de Furtick é Chris Rosebrough, do podcast Pirate Christian Radio, que classificou o pastor não como um líder religioso, mas como um “rock star”. De acordo com a Urban Christian News, Steven se tornou mais popular do que a igreja que ele construiu, fazendo de si mesmo uma marca, lucrando com a venda de livros e aparições pessoais pagas ao redor do mundo.
- O pastor deve ser o servo de seu povo. Ele deve ser o único que é mais transparente. Entristece-me ver no que a igreja está se tornando – criticou Ole Anthony, da Fundação Trinity, ressaltando principalmente o fato de a construção não estar nos registros da propriedade e sem o nome de James “Chunks” Corbett, pastor executivo da Elevation e braço direito de Furtick.
Anthony, que pertence a uma pequena igreja em Dallas, Texas, afirma acreditar que os pregadores devem desistir de suas mansões e voltar para o início humilde da igreja cristã.
- Lá, os pastores viviam como os mais pobres dos pobres, e não o mais rico dos ricos – afirmou.
Durante o sermão em que comentou o caso com sua igreja, o pastor Steven Furtick se dirigiu aos membros da congregação se dizendo arrependido e pedindo desculpas caso a polêmica tenha causado incômodos às pessoas eu o segue.
Apesar de ter comentado sobre a casa a cerca de um mês em um sermão afirmando que a construção “não é tão grande”, Furtick mudou seu discurso no sermão apresentado na última semana ao dizer que ele e sua esposa, Holly, decidiram construir uma casa grande e bonita para sua família, e que não havia dúvidas que se tratava de uma casa grande.
Porém, o pastor criticou a forma que o tema vem sendo abordado e afirmou que seus seguidores poderiam ter acesso a todas as suas demonstrações financeiras, e garantiu não estar realizando a construção com dinheiro da igreja.
- Eu nem sequer construí essa casa com o dinheiro da igreja. Eu a construí com o dinheiro dos meus livros e eu inclusive dei dinheiro dos livros para a igreja – afirmou o pastor, que disse ainda que “não está certa” a forma com que a mídia tem falado do tema.
- Eu sempre prometi que este ministério seria um ministério de integridade – ressaltou o pastor.
Furtick disse ainda que os meios de comunicação não são inimigos da igreja por noticiarem o caso e que “eles têm o direito de publicar qualquer história que quiserem, e as pessoas têm o direito de ter qualquer opinião que escolherem ter”.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.