Bíblia: sua fama, seu preço Por Alan César Corrêa




Especial “dia da Bíblia”
Meu pai conta que quando ainda garoto no Sul de Minas, ele e seus amigos sempre passavam distantes de uma casa que havia na fazenda. O motivo? Diziam que naquela casa havia um livro preto, chamado “Bíblia”.Essa era a fama da Bíblia há algum tempo atrás. Muitos diziam até que se você a lesse ficaria louco. Eu tinha 14 anos quando comprovei isso, comecei a ler a Bíblia e fiquei louco,  por Deus.Que a Bíblia é o livro mais vendido do mundo, todos já sabem, mas nem todos os meios de comunicação gostam de lembrar isso.A revista Time, por exemplo, há alguns anos parou de colocar a Bíblia em sua coluna de livros mais vendidos. O motivo? Para evitar a redundância, eles disseram. Seria isso mesmo ou seria para não ajudar a promover a fama desse livro?Mas fato é que a Bíblia permanece como o livro mais vendido do mundo.Só no Brasil, em 16 anos de trabalho da Sociedade Bíblica Brasileira (SBB), foram produzidas 100 milhões de Bíblias. Muitas ficaram aqui, outras milhares foram exportadas para mais de 105 países.Em um único ano, a SBB consome bobinas de papel suficientes para dar sete voltas em torno do globo.Todas essas informações deixam qualquer cristão orgulhoso. Mas, nosso maior orgulho não é o fato de a Bíblia ser o maior best-seller, afinal, não praticamos a “bibliolatria”. Nosso maior orgulho é o fato de a Bíblia ser a Palavra de Deus.Quanto vale uma Bíblia nos dias de hoje? Existem algumas versões econômicas que saem por menos de seis reais.Agora, se assim como Bill Gates, você deseja adquirir uma versão original da Bíblia de Gutemberg (de 1455), vai precisar contar com a sorte para que algum dos 22 exemplares restantes vá ao mercado. E mesmo assim terá que desembolsar cerca 100 milhões de dólares.Agora, caso você queira uma Bíblia e esteja na China, deve lembrar que a mesma pode custar sua vida.Mas de nada adianta ter e não ler. Assim como de nada adianta ler e não praticar.
* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva 
responsabilidade dos respectivos autores e não refletem, 
necessariamente, a opinião do Gospel Prime.

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.