No dia de Natal, homem em busca de dinheiro para drogas mata a mãe, vai a igreja pedir perdão e se entrega à Polícia



ilustrativa.


Um homem assassinou sua mãe por ela ter negado dinheiro para compra de drogas, foi à igreja pedir perdão e depois procurou a Polícia para confessar o crime.
Aguinaldo Alves Correa, 45 anos, foi preso em Londrina, interior do Paraná, em frente à Delegacia de Polícia da cidade. Ele se entregou por iniciativa própria, depois de ter ido a um culto pedir perdão pelo matricídio.
O crime aconteceu na madrugada do dia 25 de dezembro, num condomínio residencial. Zenir Alves Correa, 69 anos, negou o dinheiro ao filho para que ele comprasse drogas. Inconformado, ele pegou um criado mudo e jogou contra a cabeça de sua mãe, e depois usou os pés do móvel para matá-la a pauladas.
O porteiro do condomínio contou à Polícia que Aguinaldo chegou à casa por volta das 4h30, e era possível ouvir a discussão entre mãe e filho. O criminoso saiu novamente às 6h00, com o carro de sua mãe.
O corpo da idosa foi encontrado pela polícia horas depois, no início da noite. O próprio Aguinaldo ligou para a Polícia depois que o corpo foi encontrado, confessou o crime e foi à delegacia se entregar.
Em seu depoimento, Aguinaldo disse ter ido a uma igreja assistir ao culto e pedir perdão pelo crime cometido contra a própria mãe.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.