“Processo está fadado à decadência”, diz advogado do pastor Marcos Pereira, que classifica acusações como “surreais”






O advogado responsável pela defesa do pastor Marcos Pereira da Silva, Marcelo Patrício, falou sobre as acusações de estupro e sobre a expectativa em torno do processo que o Ministério Público está movendo.
Em entrevista à rádio CBN de Foz, Patrício afirmou que no período em que Marcos Pereira está detido, a Assembleia de Deus dos Últimos Dias tem sido comandada pela filha do pastor, Nívea Madureira Batista e Silva, que é cantora e pastora.
Para Marcelo Patrício, Marcos Pereira “é um homem honrável, verdadeiro”, e as acusações contra ele não podem ser provadas: “Estamos procurando bases para combater as acusações. Não é fácil sem provas. Este processo está fadado à decadência. Ninguém é culpado até que se prove”.
“Nós ainda estamos estudando o que vamos fazer. As acusações são surreais, absurdas e baseadas em um suposto estupro ocorrido em 2006. Não há provas, e os depoimentos não se sustentam. Eu me recuso a acreditar que ele tenha feito isso. As pessoas estão querendo acabar com a reputação de um homem de bem”, disse Marcelo Patrício.
O advogado afirmou ainda que trabalha há oito meses na defesa de ex detentos que procuram auxílio da igreja e que, na defesa de Marcos Pereira, não cobrará seus honorários: “Eu hoje tenho o pastor como pai. Acredito realmente que ele é inocente”, afirmou.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Filha de pastores, Katy Perry critica sua infância cristã e afirma: “minha mãe agradece a Deus pelo meu divórcio” Publicado por Renato Cavallera






Antes de ser a mundialmente conhecida ao cantar que “beijei uma garota e gostei disso”, Katy Perry era uma cantora gospel desconhecida chamada Katy Hudson, mas o passado cristão da jovem americana não parece ser uma boa recordação para ela.
Katy Perry usou a imprensa para atacar os pais, que são pastores. Em entrevista ao jornal inglês The Sun a cantora ironizou a postura evangélica da mãe ao dizer que ela “agradece todos os dias a Deus pelo meu divórcio”. Katy havia se casado em 2010 com o famoso humorista e ateu militante Russell Brand, até que um ano depois ele entrou com um pedido de divórcio.
Antes de encerrar as declarações ela voltou a cutucar os pais e reclamar da forma como foi criada por eles que, por serem evangélicos, lhe deram uma infância e educação alinhados com uma doutrina evangélica. Katy citou como exemplo a proibição de ouvir Madonna quando era mais nova. “Quando comecei a crescer, eu não podia ouvir música que não fosse religiosa. Madonna, o meu ídolo, era considerada pior que o diabo”, criticou ela encerrando a entrevista.
As declarações de Katy Perry são uma resposta às críticas que seus pais fizeram contra ela enquanto pregava em um culto na Califórnia. Na ocasião seu pai, o pastor Keith Perry, afirmou queela é filha do diabo e reclamou que os fãs da cantora estão adorando a coisa errada.
Por Renato Cavallera, para o Gospel+

Magno Malta defende redução da maioridade penal sem limite de idade e diz que adolescentes criminosos são “homens travestidos de crianças”








O debate nacional sobre a redução da maioridade penal foi trazido à tona recentemente por crimes de grande repercussão praticados por menores, e a mobilização de entidades diversas da sociedade civil tem cobrado que o Novo Código Penal mude o quatro atual.
O senador Magno Malta (PR-ES), em entrevista aos jornalistas Leandro Mazzini e Denise Rothernburg do programa Frente a Frente,  da Rede Vida, afirmou que é a favor da redução da maioridade penal sem limite de idade.
Para o senador, os crimes cometidos por adolescentes são os mesmos dos adultos: “Estamos vivendo uma guerra comandada por homens travestidos de crianças que matam, estupram, assaltam, vendem drogas e quando são presos gritam: ‘tira a mão que sou de menor’”, contextualizou Malta.
O senador é membro da Comissão de Revisão da Reforma do Código Penal Brasileiro, e também se posicionou sobre outros temas debatidos no colegiado, dizendo-se contra a legalização da maconha, do aborto, da eutanásia, entre outros.
“Com a CPI da Pedofilia mudamos o comportamento das famílias brasileiras. Agora, vamos fazer o mesmo com a redução penal e também com a nova CPI do Erro Médico e Violação dos Direitos Humanos à Saúde. Não tenho medo para combater o crime e os desmandos que tiram a qualidade de vida do brasileiro”, disse o senador.
Para Magno Malta, o Estado do Rio de Janeiro é um exemplo da forma como o crime deve ser combatido, e criticou o governo do Estado do Espírito Santo pela falta de ações sociais e de segurança pública que reduzam a criminalidade: “Meu Espírito Santo há 10 anos é o [Estado] mais violento do pais. É o primeiro da lista da covardia por liderar o ranking  de assassinatos de mulheres no pais”, lamentou.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Filho do pastor Marcos Pereira pode ser condenado a quatro anos de prisão por supostas ameaças de morte à ex-membros da ADUD



  ILUSTRATIVA.


Após a divulgação da investigação conduzida pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) sobre o pastor Marcos Pereira por suspeita de estupros, homicídios, associação ao tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e maus-tratos, outras acusações vieram à tona.
Uma denúncia de ameaça de morte supostamente ordenada pelo pastor da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) já vinha sendo investigada pela 64ª DP, de Vilar dos Teles, segundo informações do jornal O Dia.
Dois ex-membros da denominação afirmam que em março de 2012, um grupo de pessoas ligadas a Marcos Pereira, incluindo seu filho, Felipe Madureira, teriam ido à sua residência e feito ameaças: “Toma cuidado! Fica ligado com o que você fala”.
Na última quarta-feira, 15 de maio, Felipe Madureira prestou depoimento e confirmou a ida ao imóvel, mas negou qualquer ameaça aos ex membros da ADUD. No inquérito, não há menção da ida do pastor ao endereço das vítimas, mas o delegado Delmir da Silva Gouvea suspeita que as ameaças tenham sido ordenadas pelo pastor, e deverá interrogá-lo no presídio Bangu 2, no Complexo de Gericinó.
Se condenado, Felipe Madureira e os demais envolvidos podem pegar de 1 a 4 anos de prisão, pelo crime de coação.
Calcinha
Conforme as investigações das acusações de estupro avançam, a Polícia vai revelando detalhes do depoimento prestado pelas mulheres que se apresentam como vítimas.
De acordo com informações do jornal Extra, a jovem que era menor de idade na época em que teriam ocorrido os abusos, afirmou à Polícia que Marcos Pereira pedia que elas ficassem sem as roupas íntimas quando ele as chamasse ao seu gabinete.
“O pastor Marcos passou a dizer que sempre que ele mandasse que eu viesse sem as roupas de baixo, ou seja, de roupão, eu deveria atender [...] Via várias meninas indo ao banheiro e tirando a calcinha antes de entrar no gabinete. Eu mesma tive que fazer isso”, afirmou a jovem.
Segundo ela, numa dessas ocasiões, Marcos Pereira “tirou seu roupão, colocou-a de bruços e tentou penetração em seu ânus”. A jovem afirma ainda que o pastor argumentava que “sentia muitos desejos da carne, que estava muito tempo sem esposa”.
“Nós tínhamos que deixar o pastor fazer isso conosco para que ele não pecasse com mulheres do mundo exterior. Ele dizia que éramos mulheres santas, deveríamos ter orgulho porque ele não tinha que se sujar com mulheres do mundo”, relatou.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Receita Federal dos Estados Unidos está pressionando entidades contrárias ao aborto e casamento gay, diz pastor Franklin Graham






A Internal Revenue Service (IRS), um órgão do governo norte-americano semelhante à Receita Federal no Brasil, estaria aplicando investigações mais severas contra associações religiosas conservadoras.
A afirmação foi feita pelo pastor Franklin Graham, numa carta pública enviada por ele ao presidente Barack Obama e seu vice, Joe Biden. De acordo com Graham, as entidades geridas por ele receberam uma investigação extra no último ano, e acredita-se que isso tenha ocorrido pela postura adotada por seu pai de orientar os fiéis nas últimas eleições a votarem em candidatos que não apoiassem o aborto ou o casamento gay.
“Eu não acredito que a auditoria da IRS em nossas duas organizações no ano passado seja uma coincidência – ou justificável. Estou trazendo isto à tona porque acredito que alguém na administração foi alvo e está tentando nos intimidar. Isso é moralmente errado e antiético – na verdade, alguns consideram o oposto do padrão americano”, disse Franklin.
Segundo o Washington Post, Franklin Graham fez questão de frisar na carta enviada a Obama e Biden, que ele e seu pai haviam apoiado o candidato republicano Mitt Romney, além de a Associação Evangelística Billy Graham ter publicado anúncios nos jornais da Carolina do Norte pedindo apoio ao projeto de lei que visa proibir o casamento gay no Estado. Para Franklin, essa postura estaria sendo retaliada agora.
O pastor Franklin Graham também ressaltou que as entidades religiosas gerenciadas por ele foram comunicadas pela IRS em novembro de 2012, após as eleições, que os rendimentos continuariam isentos do Imposto de Renda, por serem organizações sem fins lucrativos.
Uma terceira entidade religiosa, a Z Street, ligada à comunidade judaica nos Estados Unidos, também se queixou das investigações adicionais aplicadas pela IRS. A entidade também tem perfil conservador e se opõe à legalização do aborto e casamento gay.
Billy Graham
Apesar das investigações da IRS, o evangelista Billy Graham segue sendo o principal líder evangélico dos Estados Unidos, com enorme influência nos pastores do país, apontou uma pesquisa feita pelo The Evangelical Leaders Survey, instituto de pesquisas voltado ao público evangélico.
Segundo o Christian Post, 73% dos líderes evangélicos entrevistados para a pesquisa disseram ter na figura do evangelista de 94 anos a principal referência de ministério, e 44% disseram ter conhecido Billy Graham pessoalmente, em alguma de suas cruzadas evangelísticas.
“O ressurgimento evangélico nos Estados Unidos tem-se centrado em torno de Billy Graham. Ele comunicou o evangelho de Jesus Cristo para todos. Nunca por política, ambição, dinheiro ou poder. Apenas sobre Jesus”, disse Leith Anderson, presidente da Associação Nacional dos Evangélicos (NAE na sigla em inglês).
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

greja Renascer nega que fiéis concorram a prêmios da Loteria Federal a partir de dízimos e afirma que projeto “nunca teve fins lucrativos”. Leia na íntegra




                 ILUSTRATIVA



A Igreja Renascer em Cristo rebateu as informações divulgadas sobre o lançamento do Clube Gideão, e afirmou que trata-se de uma parceria da denominação com a seguradora Mongeral Aegon para oferecer “seguro de vida” e “prêmios mensais pela Loteria Federal”.
O portal Uol, na coluna Ooops!, do jornalista Ricardo Feltrin, divulgou a informação de que os féis que aceitassem o “desafio” de pagar mensalidades de R$ 60,00, receberiam benefícios da seguradora e concorreriam a prêmios de R$ 5 mil mensalmente pela Loteria Federal.
A assessoria de imprensa da Igreja Renascer enviou à Redação do Gospel+ uma nota ressaltando a essência do projeto Gideão da Conquista e reprovando a postura adotada pelo Uol na divulgação da informação.
No texto, a Renascer afirma ainda que a iniciativa “nunca teve fins lucrativos” e que “em nenhum momento a igreja vinculou essa parceria ao dízimo”.
Leia a íntegra da nota enviada pela Igreja Renascer ao Gospel+:
A Igreja Renascer em Cristo informa que o Projeto Gideão da Conquista está ativo há mais de 20 anos e nunca teve fins lucrativos. Voltado para o auxílio de obras assistenciais que atendem, sobretudo, crianças e dependentes químicos, acaba de firmar parceria com a seguradora Mongeral Aegon.
Essa parceria foi alvo de matéria difamatória publicada pelo portal UOL. A igreja esclarece que sequer foi procurada pelo UOL para checar qualquer informação. O portal publicou inverdades, a começar pelo título da matéria em que diz que igreja ‘cria dízimo com seguro e sorteio pela Loteria Federal’. Em nenhum momento a igreja vinculou essa parceria ao dízimo que, de acordo com a Bíblia e sua profissão de fé, é sagrado.
Entre os programas sustentados pelo projeto Gideão estão o Núcleo Heliópolis, que atende cerca de 150 crianças em idade escolar, e os centros de recuperação para dependentes químicos masculino e feminino.
Por meio do acordo com a Mongeral, todos os participantes do Gideão da Conquista, pessoas que voluntariamente contribuem para a manutenção dessas obras, terão direito a um seguro de vida e concorrerão a prêmios mensais pela Loteria Federal.
A matéria do UOL não cita o Projeto Gideão da Conquista e ainda acusa a igreja de ‘tirar’ dinheiro dos fiéis, uma acusação gravíssima, já que toda e qualquer doação à igreja é voluntária. Também se contradiz ao dizer, posteriormente e na mesma nota, que essa doação ‘NÃO FAZ PARTE’ do dízimo, e ainda volta a afirmar que a igreja obriga seus membros a entregar quantias em dinheiro na proporção de 10 a 30% de seus ganhos, outra difamação. Reiteramos que o veículo não teve o cuidado de ouvir nenhuma das partes envolvidas.
Expressamos nossa indignação contra esse tipo de jornalismo difamatório, claramente persecutório e sensacionalista e nos colocamos à disposição de qualquer órgão de imprensa para novos esclarecimentos sobre o Projeto Gideão da Conquista.
Assessoria da Igreja Renascer em Cristo
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

“Faz Bem”: Grupo de igreja evangélico lança balões com “frases de amor” nos céus de Belo Horizonte para incentivar a valorização da vida






Um grupo do movimento “Faz Bem” recentemente coloriu os céus da cidade de Belo Horizonte (MG) “com o propósito de incentivar as pessoas a valorizarem pequenos prazeres que lhe são proporcionados ao longo do dia”. A ação faz parte de uma série de iniciativas do grupo, que começou sua atividade no Facebook, que tem por objetivo “incentivar as pessoas a valorizarem durante a correria do dia a dia as pequenas coisas da vida”.
De acordo com Michelle, responsável pelo projeto, cerca de cem balões com mensagens de valorização à simplicidade foram lançados de dois prédios nas mediações da Praça Sete, no centro da cidade.
Os balões lançados na cidade carregavam frases como “Sorria para as pessoas que estão à sua volta!” e “abrace-me”. A organizadora do projeto afirma que o movimento surgiu para chamar a atenção das pessoas para a importância de um abraço, de um beijo na bochecha, de ser grato pelo vento e por tudo aquilo que Deus tem dado.
Participantes do movimento já estiveram no mesmo local, para distribuir abraços e também já visitaram um lar de idosas para levar sua mensagem.
- Afinal, são essas coisas que fazem a nossa existência ter algum sentido – afirmou Michelle.
Assista ao vídeo da ação:
Por Dan Martins, para o Gospel+

Pastor iraniano Saeed Abedini, preso por evangelizar muçulmanos, sai da solitária




O pastor iraniano Saeed Abedini, preso desde janeiro na prisão Evin, no Irã, saiu da solitária no fim na última semana. O pastor, que foi condenado por um tribunal a oito anos de prisão por evangelizar no país, teria ficado 20 dias na solitária, onde passou, inclusive, seu aniversário. No dia 7 de maio o pastor completou 33 anos de vida, e a passagem da data na prisão foi classificada pelo Centro Americana de Lei e Justiça (ACLJ – na sigla em inglês) como “o pior aniversário que se possa imaginar”.

Sua esposa, Naghmeh, afirmou ao Centro Americano de Lei e Justiça (ACLJ), que está aliviada, mas ressaltou que permanece preocupada com o estado de saúde do marido, que estaria sofrendo espancamentos na prisão, como forma de tortura para que negue sua fé em Jesus Cristo.
- Sua soltura da solitária é resultado de muitas preces. Estou aliviada de ver meu marido fora da solitária, mas ainda estou profundamente preocupada com a saúde de Saeed. Enquanto isso é uma pequena vitória, ainda procuro que a justiça seja feita para que Saeed seja solto – declarou Naghmeh.
De acordo com o ACLJ, Abedini foi colocado na solitária porque, junto com outros prisioneiros, teria assinado uma carta relatando sua insatisfação com relação ao atendimento médico recebido na prisão.
Porém, a entidade, que representa sua esposa e seus filhos, declarou acreditar que a saída de Abedini da solitária é resultado de intensas orações, de uma petição assinada por mais de 560 mil pessoas em todo o mundo e de pressão por parte do governo dos Estados Unidos, da Organização das Nações Unidas e da União Europeia, segundo o The Christian Post.
- O desenvolvimento do caso é crítico, mas [sair da solitária] aumenta nossas esperanças após uma semana tão desencorajante. Acreditamos que o pastor Saeed tenha ficado 20 dias ou mais na solitária – relatou o ACLJ.
- Temos a esperança de que o retorno para a prisão normal do pastor Saeed é um sinal que a pressão internacional está começando a surtir efeito – completou a entidade.
Informações de um ex-prisioneiro de Evin, segundo o ACLJ apontam que o confinamento do pastor não está relacionado com seu envolvimento na resistência contra o sistema de Evin ou não, mas sim com sua fé.
- Eles puseram Saeed no confinamento solitário para colocar pressão em sua crença. Isso mostra que Saeed ficou forte por sua fé – afirma o ex-prisioneiro.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Suposta vítima do pastor Marcos Pereira, desmente que foi estuprada




Marcos Pereira da Silva, ‘não estuprou ninguém’, desmente suposta vítima de estupro do pastor.
Uma as mulheres que havia acusado o pastor Marcos Pereira da Silva de te-la estuprada, gravou um vídeo para o canal da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) no Youtube, onde desmente os depoimentos dado por ela à Delegacia de Combate às Drogas (DCOD).
Anteriormente, Elisângela, teria dito ‘que no ano de 2009 foi chamada ao quarto do Pastor Marcos Pereira e chegando lá foi jogada na da cama e agarrada pelo religioso’.
Mas recentemente, ela afirmou que foi chamada à delegacia para depor sobre as acusações feitas contra o religioso, e ela revelou ‘que havia feito as falsas declarações, por vingança, pois ela havia se desentendido com outros membros da ADUD, e por isso havia aceitado depor contra o pastor’.
No vídeo Elisângela, afirma que no dia 3 de abril, Rogério de Menezes, (ex-braço direito de Marcos Pereira) e um homem chamado Alex, apareceram em seu serviço em Macaé e pediram para que ela fizesse ‘uma declaração contra o pastor Marcos’, segundo Elisângela, os homens estavam com muita pressa que ela fosse depor.
“Como eu estava muito ressentida, chateada, magoada porque tive um desentendimento dentro da igreja (não com o pastor, mas com algumas irmãs), eu queria me vingar de qualquer maneira. Não queria saber com quem ia ser, quem ia cair [...] Quando ele me propôs a vir depor, eu automaticamente aceitei. Preocupada, mas aceitei”, diz a mulher.
A pressa era tanta de que Elisângela fosse depor contra o pastor Marcos Pereira, que segundo ela, Rogério, dormiu na porta de sua casa, para que no dia seguinte fossem à delegacia de madrugada.
A suposta vítima afirmou ainda que os dois homens, deram instruções de como ela deveria falar em seu depoimento de acusação na delegacia, “Você fala isso, fala aquilo. Quando for falar do estupro, fala com bastante ênfase, que é pra eles poderem acreditar”, teria dito Rogério e Alex.
No entanto ao ver o pastor Marcos Pereira Preso, Elisângela diz que se arrependeu de seu falso depoimento e das consequências de sua atitude: “Quando eu vi o pastor sendo preso, quando eu vi o pastor dentro do presídio, eu falei: ‘isso não é justo’. Não é justo que um servo de Deus esteja pagando por uma coisa que ele não cometeu. Eu to errada. Se eu tiver que pagar o preço, se eu tiver que ser presa, qualquer coisa… Eu vou ser
Ela afirmou ainda que “O pastor não agarrou ninguém, não estuprou ninguém. Então, eu acho que isso é armação contra a vida do pastor. É inveja. Eles são corruptos, são maldosos”.
Elisângela, também prestou depoimento na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro na presença de deputados e servidores no dia 14/05/13 e no Ministério Publico no dia seguinte, desmentindo todas as acusações anteriores.

Rogério de Menezes ex-braço direito de Marcos Pereira agora aliado ao AfroReggae

Rogério de Menezes, também é ‘pastor’ e era braço direito do pastor Marcos Pereira, mas rompeu com Pereira em 2008, depois que soube dos casos de estupros, e afirmou (veja aqui), que sua esposa também foi vítima do líder da ADUD.
Assista abaixo o depoimento de Elisângela, em que ela desmente as acusações de estupro feitas por ela contra o pastor Marcos Pereira da Silva.
Deixe abaixo a sua opinião e #COMPARTILHE 

Histórias de Jesus - (THE STORY KEEPERS) - PROBLEMAS E JULGAMENTO.











Enviado em 10/11/2011
Roma: ano 64 D.C., o imperador Nero mostra sua fúria contra os cristãos. Ao atear fogo em Roma Nero pôs a culpa nos cristãos iniciando uma nova campanha para eliminá-los. Fugindo do pânico e do fogo e se escondendo dos soldados, um grupo de crianças encontra abrigo na casa dos bondosos Ben e Helena: o padeiro local e sua esposa. E para contar as histórias do grande contador de histórias, o primeiro e único Jesus, Ana, Justus, Sirus e Marcus embarcam na maior aventura de suas vidas. Missão: manter as histórias de Jesus vivas. "Eles são os Story Keepers".






Desenho animado sobre cristãos.

Renovação Águia








A águia vive até 70 anos. E a ave de maior longevidade da espécie. 
Entretanto, quando chega aos 40 anos, ela passa por uma verdadeira 
metamorfose. Suas condições físicas dão-lhe duas alternativas: renovação 
completa ou morte. Muito sábia, a águia procura um intransponível ninho, 
bem alto, em cima de um penhasco, e lá passa por um processo de 
renovação que dura cerca de cinco meses. E um processo longo e dolorido. 
Durante esse período, suas atividades cessam por completo.
Com essa idade as suas unhas estão compridas e flexíveis, o que a faz 
perder sua presa. Como o bico também se alonga e torna-se curvo, e não tem 
mais a habilidade necessária para derrotar suas presas, a águia passa a bater 
com o bico em uma parede rochosa até arrancá-lo. Depois de arrancá-lo, ela 
espera nascer e crescer o novo, para com ele arrancar suas velhas garras. 
Assim que isso começa a acontecer, ela dá início ao processo seguinte: 
arrancar as velhas, grossas e pesadas penas, que não permitem mais ter a 
mesma habilidade em seus vôos. Suas asas estão direcionadas ao peito, 
atrofiadas. Passado todo esse tempo e o dolorido processo, a águia está 
renovada e dá o mergulho da renovação para viver mais 30 anos.
A águia tem características interessantes que a tornam ímpar entre as 
aves. Sua forma de vida é usada pela Bíblia por meio de inúmeras 
ilustrações:
1. Voa alto, em até dez mil metros (Pv 30.18,19).
2. Não voa em bando.
3. É veloz. Pode voar na velocidade entre 160 e 300km/h, 
dependendo de sua espécie (2 Sm 1.23).
4. Há varias espécies de águias — a cinzenta, a imperial, a 
pescadora, etc.5. Constrói seu ninho em picos de montanhas intransponíveis (Jó 
39.27,28).
6. Visão aguçada. Seus olhos ocupam um terço do seu crânio. 
Portanto, pode ver uma pequena caça a centenas de metros. 
Dizem que ela pode enxergar à distância de dois mil metros 
em linha reta (Jó 39.28,29).
7. Tem apetite (Jó 9.26).
8. Quando precisa de alimento, desce às partes mais baixas, no 
mar por exemplo, para buscar suas presas.
9. Trabalha durante o dia.
10. Forte. Sua estrutura óssea em forma cilíndrica dá-lhe
estabilidade.
11. Possui equilíbrio impressionante. Suas imensas asas mais
as penas do rabo, que se movimentam, dão-lhe maior 
equilíbrio.
12. Mesmo com grandes caças movimentando-se em suas garras, 
ela não perde o equilíbrio do vôo, mantendo-se firme (2 Pe 
1.10).
13. Nunca deixa a presa escapar. Suas garras são pontiagudas e 
côncavas, facilitando a prisão da caça, desde um liso peixe a 
um coelho.
14. Cuida de seus filhotes (Dt 32.11).
15. Quando velha, renova suas penas, bico e garras.
16. Renova-se. Em determinada fase da vida, ela vai para o mar, e 
depois de voar o máximo que pode para cima, desce para um 
mergulho, e conseqüente renovação (Sl 103.5). A partir daí 
estará pronta para viver o mesmo tempo que viveu até então. 
Alguns dizem que isso não passa de lenda.Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças e 
subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; 
caminharão e não se fatigarão (Is 40.31)

Golpe do Traidor - O Escorpião e o Sapo







Um escorpião queria atravessar um lago, mas não sabia como. Após 
inúmeras tentativas sem sucesso, apelou para um sapo, pedindo-lhe ajuda. 
Este, demonstrando esperteza, recusou dar uma mãozinha ao "colega". Ele 
sabia que o escorpião, por ser venenoso, poderia dar-lhe uma ferroada fatal. 
Entretanto, depois de muita conversa, o escorpião prometeu, em troca da 
carona, não o agredir, pois precisava muito atravessar o lago. O escorpião 
estava decidido a não ferroar o sapo, dado a bondade demonstrada em 
cumprir o seu desejo. Então, finalmente, o sapo concordou. Quando estavam 
próximo à outra margem, o escorpião, que se esforçava para conter sua 
natureza agressora e manter a promessa, não suportou o forte desejo natural 
de ataque e ferroou o sapo. Este retrucou reclamando da falta de fidelidade 
do escorpião, que seguiu o seu caminho, como se nada estivesse 
acontecendo, enquanto via o sapo agonizante.



Entre os quais todos nós também, antes, andávamos nos 
desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos 
pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os 
outros também (Ef 2.3).

Brilho que Incomoda









Cobra x Vaga-lume

O vaga-lume notou que estava sendo perseguido por uma cobra, mas 
demorou a perceber que esta queria realmente devorá-lo. A perseguição 
continuou. O bichinho voador, que emite luz intermitente e também é 
conhecido por pirilampo, passou a ter muito cuidado, pois outros bichos 
sempre o avisavam do perigo, pelo fato de a cobra estar determinada a 
comê-lo. Cansado de tanto fugir, o vaga-lume tomou a iniciativa de 
enfrentar a fera — por meio de um bate-papo a distância, lógico — e então 
indagou:
— Por que você quer destruir-me? Não lhe fiz nada e além
disso não faço parte de sua cadeia alimentar?!
Mas a cobra, de imediato, retrucou:
— Realmente você não faz o meu gosto alimentar, mas eu
não suporto ver a sua luz brilhar.


... o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, 
para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória 
de Cristo, que é a imagem de Deus (2 Co 4.4).

Homem mata uma pessoa e fere outras três, dentro de uma igreja evangélica, por não aceitar conversão de sua família




Nessa terça feira (14) um homem efetuou diversos disparos de arma de fogo dentro de uma igreja evangélica no município de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, matando uma mulher e deixando dois feridos. O motivo do crime teria sido o fato de que o suspeito não aceita que sua família, a esposa e os filhos, se tornaram evangélicos.
De acordo com o Diário de Pernambuco, Vicente Henrique de Andrade, de 50 anos, teria iniciado uma discussão com o filho, adolescente de 16 anos, e o perseguiu com uma arma pelo bairro Vila Juriti. O jovem fugiu e se abrigou na igreja evangélica onde sou dois irmãos, Jeferson Henrique Monteiro de Andrade, de 19 anos e Rubens Henrique Monteiro de Andrade, 23, assistiam a um culto. Ao tentar atingir o filho, o suspeito teria efetuado vários disparos dentro da igreja, na tentativa de acertar os próprios filhos, atingindo quatro pessoas: dois homens e duas mulheres.
Os disparos atingiram Severino Pedro Oliveira da Silva, de 41 anos, Emerson Caetano dos Santos, 32, e Marilene Nicácio da Silva, que foram socorridos para o Hospital Regional do Agreste (HRA), e também Josefa Bezerra da Silva, de 35 anos, que morreu na hora.
O crime, que está sendo investigado pela polícia, aconteceu por volta das 21h desta terça-feira, e o suspeito continua foragido.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Marcos Pereira estuprava mulher de seu ex-braço direito Por padom em 15 de maio de 2013



O ex braço direito do pastor Marcos Pereira, o também pastor Rogério Menezes, concedeu uma entrevista falando sobre seu rompimento com o líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD), e sobre as acusações que pesam contra ele.

Menezes rompeu com Pereira em dezembro de 2008, depois que soube dos casos de estupro na ADUD, e revela que uma das vítimas era sua esposa.
“No dia 30 de dezembro de 2008, minha mulher me contou que era abusada por ele desde que entrou para a igreja. Nós éramos casados desde 1998, e ela disse que ele continuou os abusos durante o casamento. Ele ameaçava ela e dizia que, se me contasse, iria difamá-la. Depois que soube disso, não voltei para a igreja. Ele até me ofereceu dinheiro pelo meu silêncio, dizia que não queria que eu largasse ele, mas não aceitei. Na última vez que o vi, ele apenas confirmou tudo aquilo que minha esposa havia me falado”, disse o pastor Rogério Menezes, que atualmente, dirige uma congregação da Assembleia de Deus da Lapa e  trabalha no AfroReggae, dirigido por José Júnior, desafeto de Marcos Pereira.
Segundo Menezes, enquanto esteve na ADUD, “não concordava com tudo, mas acreditava que ele era um homem de Deus e relevava”. O ex braço direito de Marcos Pereira afirma que o pastor recebia dinheiro dos traficantes: “Uma coisa que sempre achei errada é o fato de ele pegar dinheiro do tráfico para fazer cultos nas favelas. Paralelamente, ele vendia a favela para parlamentares. Em épocas de eleição, ele cobrava para ir com candidatos nessas mesmas comunidades. Outra farsa do pastor eram as rebeliões em presídios. Em Benfica, por exemplo, foram os presidiários que ligaram para ele pedindo ajuda. Ele disse: ‘Só vou quando autoridades e a mídia pedirem’, o que acabou acontecendo. Ele só queria sair por cima sempre”, disse, na entrevista ao jornal Extra.
Menezes acredita que sua segurança integridade física está sob risco por ter rompido com Marcos Pereira e afirma que o pastor teria encomendado seu homicídio: “Corro risco de vida. Pessoas ligadas a ele na igreja vão às favelas para dizer que eu sou ‘X9’ só porque trabalho no AfroReggae. Nos últimos cinco anos, sofri quatro tentativas de homicídio em visitas a comunidades. Nessas ocasiões, os próprios bandidos apontaram arma para minha cabeça e disseram que foi o pastor Marcos que havia mandado me matar”, afirmou.
Rogério Menezes afirmou ainda que a encenação da recuperação de crianças viciadas em crack não foi um fato isolado: “Eu subia o morro para buscar as pessoas e levar para a igreja. Quando elas chegavam bem, ele pedia para que eu falasse para os traficantes maltratarem, darem tiro no pé, só para ele mostrar o antes e depois no culto”, exemplificou o pastor.

Marcos Pereira recebia cachê no baile funk

Um novo depoimento colhido pela Polícia nas investigações em torno de Marcos Pereira traz à tona novas acusações contra o pastor, segundo informações do jornal O Dia.
Um homem que não teve o nome identificado disse que o líder da ADUD cobrava cachês de até R$ 20 mil dos traficantes para ir pregar nos bailes funks realizados nas comunidades do Rio de Janeiro, e ainda cobrava 10% de tudo que fosse arrecadado na noite como uma espécie de dízimo, que serviria para “purificar a alma”.

Instituto Vida Renovada

O surgimento das denúncias de estupro, associação ao tráfico, lavagem de dinheiro e homicídios envolvendo Marcos Pereira fizeram com que o governo do Estado do Rio de Janeiro desistisse da assinatura do convênio para repasse de verbas ao Instituto Vida Renovada (IVR), uma ONG ligada à ADUD.
A decisão de Rodrigo Neves, secretário estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, impede que a verba de R$ 1,2 milhão seja repassada ao IVR. Em nota a Secretaria afirma que “somente estabelecerá convênios com instituições habilitadas no processo de seleção pública 2/2012 e que não tenham qualquer questionamento quanto às suas atividades”.
Em depoimento, Marcos Pereira afirmou que as atividades do IVR não contém nenhuma irregularidade: “Desafio qualquer um provar que o Vida Renovada não é idôneo”.

Profissão Repórter entrevista supostas vítimas do pr. Marcos Pereira Por padom em 15 de maio de 2013





Profissão Repórter da Rede Globo dedicou à edição desta terça-feira, 14, para mostrar casos de pessoas que foram estupradas, pois segundo a reportagem ouve um aumento no número de vítimas que sofrem abusos sexuais no Brasil.
Dos diversos casos de estupro apresentadas no programa, a Rede Globo deu destaque aos casos de estupros em que o pastor Marcos Pereira da Silva está envolvido.
O repórter do Profissão Repórter, Caco Barcellos, ouviu as vítimas do religioso que está preso desde a semana passada e em sua defesa foi ouvida a filha do pastor.
Marcos Pereira da Silva, pastor presidente da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, (ADUD), teria estuprado seis mulheres, inclusive sua esposa, Ana Madureira Silva, que negou ter dado qualquer depoimento acusando seu marido.
A reportagem do Profissão Repórter foi até a baixa fluminense onde entrevistou cindo das mulheres que tem acusado o religioso de estupro.
Uma das entrevistadas, que era menor na época em que acontecia o suposto estupro, disse que “Ele me obrigava sim a manter relação sexual com ele. Todo tipo de relação, inclusive com outras meninas também. Era uma orgia só“.
Outra vítima que era casada, diz Marcos Pereira “…estava tão obcecado, que ele não falou nada” antes de cometer o ato. “Ele chegou, já saiu levantando meu roupão. Eu fiquei assustada, porque começou a passar um filme na minha cabeça. Falei ‘meu Deus, como é que eu vou gritar aqui? Como eu vou falar de um homem que é o meu pastor?’”, disse ela.
Outra suposta vítima explicou ao Profissão Repórter, a maneira que Marcos Pereira agia para obriga-las a fazer sexo com ele. “Como a gente vê ele como um deus, se caso a gente negasse aquilo ali, era como se a gente tivesse desrespeitando ou desobedecendo uma ordem de Deus. Depois que ele fazia as agressões, ele fazia a gente pedir perdão”, disse a mulher.

Profissão Repórter mostra caso de jovem assassinada por saber demais

Amélia Batista, mãe de uma jovem assassinada em 2006, procurou a policia após a prisão de Marcos Pereira, acusando o religioso de ordenar a morte de sua filha. Amélia disse ao Profissão Repórter, que sua filha morreu porque sabia o que acontecia dentro da denominação.
“Ela descobriu. Ela frequentava a igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, e ela namorou um rapaz de lá, e descobriu, através dele, todo o esquema da igreja. Envolvimento com o tráfico, problemas de farra na fazenda dele [pastor Marcos Pereira], sexual”, disse Amélia.
Segundo relatos de Amélia e de outra suposta vítima, Adelaide foi assassinada porque desejava gravar as orgias realizadas pelo religioso, com o objetivo de denuncia-lo a justiça.
A reportagem da Rede Globo deu destaque também nas acusações de que Pereira esteja envolvido com tráfico de drogas, assassinatos e outros crimes.

Vaticano: padre envolvido em escândalo sexual deixa seu país Por padom em 16 de maio de 2013






Vaticano informou através de um comunicado que o cardeal escocês Keith O’Brien, acusado de manter um “comportamento sexual impróprio”, deixara a Escócia para submeter-se a “penitencia e uma renovação espiritual”, após meses de orações e expiação.
O Vaticano disse ainda no comunicado que o sacerdote, de 75 anos de idade, deixaria seu país durante alguns meses, sem especificar aonde iria.
Sua eminência o cardeal Keith Patrick O´Brien, arcebispo emérito de Saint Andrews e Edimburgo, deixara a Escócia pelas mesma razões pelas quais decidiu não participar do conclave, ou seja, para dedicar alguns meses a renovação espiritual, a oração e a penitencia“, diz o comunicado, que não da detalhes sobre se a decisão foi imposta pelo Vaticano como castigo ou se o próprio cardeal a tomou voluntariamente.

Reação do Vaticano aos padres ‘desviados’

No entanto, no passado o Vaticano havia imposto em varias ocasiões castigos de “oração e penitencia” aos padres “desviados”, sugerindo que neste caso, também poderia ser um castigo do Vaticano.
O comunicando também salientou que o futuro de O’Brien permanecera nas mãos do Vaticano e todas as decisões ao seu respeito.

O’Brien desejava manter relações sexuais com seminarista após orações

Em fevereiro passado, o cardeal Keith O’Brien, que ate então aspirava o papado, admitiu após ser acusado de manter um”comportamento impróprio”, com três padres e um ex-sacerdote.
A primeira acusação remota ao ano de 1980. Um seminarista que ate então tinha 20 anos estudava no seminário Saint Andrews, em que O’Brien era reitor e diretor espiritual, o seminarista assegurou que o religioso  tentou manter contatos sexuais com ele depois de várias orações noturnas.  - rt . 

E a imprensa te divulgado?

Sendo escândalos vindos de um sacerdote católico, a imprensa não tem dado tanta importância, mas quando os escândalos envolvem líderes evangélicos a imprensa divulga frequentemente. Seria e imprensa tendenciosa? COMENTE

Marina Silva, diz que Feliciano é hostilizado por ser evangélico Por padom em 16 de maio de 2013




Marina Silva, ex-senadora, defendeu o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. “Não gosto como este debate [sobre legalização do aborto e casamento gay] vem sendo conduzido. Hoje, se tenta eliminar o preconceito contra gays substituindo por um preconceito contra religiosos”, disse a senadora na noite desta terça-feira 14, segundo informações do site do jornal Diário de Pernambuco. “Feliciano está sendo mais hostilizado por ser evangélico que por sua declarações equivocadas.”

Ainda segundo o site do jornal, Marina disse que Feliciano entra neste “jogo de injustiças” e pode se tornar uma das vítimas nesta “inversão de valores”. Ela também disse que gostaria de ver um ateu ser julgado pelo que disse e não pelo fato de ser ateu.
As declarações foram feitas durante uma palestra na Universidade Católica de Pernambuco. Atualmente, Marina roda o Brasil buscando apoio para formar a Rede, partido que deve abrigar sua candidatura à Presidência da República em 2014.
Feliciano causou diversas polêmicas com seus comentários e vem sendo alvo de críticas desde sua eleição à presidência da comissão. Em um discurso durante um congresso evangélico, ele afirmou que a Aids era o “câncer gay”. “A própria ciência revela o predomínio de infecção por esta doença em pessoas manifestamente homossexuais, tanto é verdade que quando se doa sangue na entrevista se for declinada a condição de homossexual essa doação é recusada”, sustentou mais tarde também em seu site.
Em 2011, publicou no Twitter que os descendentes de africanos seriam pessoas amaldiçoadas. “A maldição que Noé lança sobre seu neto, Canaã, respinga sobre o continente africano, daí a fome, pestes, doenças, guerras étnicas!”
Carta Capital

PSC anuncia pastor assembleiano como candidato a presidência do Brasil Por padom em 16 de maio de 2013








PSC (Partido Social Cristão), decidiu na última terça-feira (14) durante uma reunião executiva, quem será o candidato a Presidência da República pela legenda.
O escolhido não foi o deputado federal, pastor Marco Feliciano, que está à frente da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, mas sim o nome escolhido foi o pastor Everaldo Pereira, que é ligado a Assembleia de Deus de Madureira e atua como vice-presidente nacional do PSC.
Após seu nome ser divulgado, o parlamentar agradeceu através de seu perfil no Facebook, dizendo “Agradeço à direção nacional do Partido Social Cristão (PSC), que, em reunião hoje na Liderança da legenda na Câmara Federal, em Brasília, decidiu que o partido lançará candidatura própria em nível federal em 2014, e indicou nosso nome como pré-candidato à Presidência da República. Conto com suas orações e apoio”
Em entrevista ao OGlobo, ao ser questionado porque ele escolheu se candidatar ao maior cargo do país Everaldo disse - Foi o PSC quem me escolheu. Nosso inspirador Jesus veio para servir e não se servir. Também quero servir e não me servir da política.
O presidente do PSC, André Moura disse que a escolha do pastor Everaldo foi unanime pela bancada do partido e que seu nome será submetido a convenção do partido em 2014.
- Em 2014 o PSC terá candidatura própria a presidente da República. Nosso pré-candidato visitará todos os diretórios municipais e estaduais para levar a mensagem do PSC, as nossas bandeiras de luta. Bandeira que defende os princípios cristãos e a valorização da família. Seremos uma alternativa viável para a sociedade brasileira a partir de 2015. Uma mudança verdadeira – disse André Moura.
Moura afirma que a partir de agora — O Pastor Everaldo vai começar a atender a uma agenda de viagens pelo país para se reunir com segmentos organizados da sociedade, não só ligados a igreja. Não estamos mirando só o eleitorado evangélico, que é fiel e sai de casa para votar — diz o líder André Moura.

15 DE MAIO - DIA INTERNACIONAL DA FAMILIA.













Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. 
Gênesis 1:27
Com a costela que havia tirado do homem, o Senhor Deus fez uma mulher e a levou até ele. 
Gênesis 2:22
Disse então o homem: "Esta, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada mulher, porque do homem foi tirada". 
Gênesis 2:23
Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne. 
Gênesis 2:24

Justiça obriga todos os cartórios do Brasil a realizarem casamento gay; Silas Malafaia critica e Jean Wyllys comemora




Nesta terça-feira (14), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou uma resolução obrigando todos os cartórios do país a celebrar o casamento civil entre homossexuais e a converter a união estável homoafetiva em casamento.

De acordo com decisão do CNJ, proposta pelo presidente do Conselho e também presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, “é vedada às autoridades competentes a recusa de habilitação, celebração de casamento civil ou de conversão de união estável em casamento entre pessoas de mesmo sexo”.
O texto da resolução determina ainda que, caso algum cartório se recuse a concretizar o casamento civil, os envolvidos deverão informar o juiz corregedor do Tribunal de Justiça local do fato.
- A recusa implicará imediata comunicação ao respectivo juiz corregedor para providências cabíveis. – diz o texto.
A decisão dividiu opiniões. De um lado, os defensores do chamado casamento civil igualitário comemoraram a decisão, enquanto os contrários a resolução defenderam que tal decisão não é de responsabilidade do CNJ, e sim do Congresso Nacional, que também tem o assunto em sua pauta de discussões.
Em seu site, Jean Wyllys comemorou a decisão e chegou a comparar a resolução com avanços sociais como o direito de voto à mulher e o fim da escravidão.
- Estou muito feliz! O Brasil acaba de entrar na lista, cada vez maior, dos países civilizados e democráticos que reconhecem que a população LGBT têm os mesmos direitos civis que qualquer outro cidadão ou cidadã. Da mesma maneira que um dia houve um país que legalizou o voto feminino, depois vieram outros e finalmente a questão resultava óbvia; assim como um dia houve um país que acabou com a escravidão, depois vieram outros e finalmente a questão resultava óbvia; e assim como tantos outros avanços históricos chegaram em alguns países antes que nos outros, hoje o mundo caminha no sentido de reconhecer a cidadania plena à população LGBT – declarou o deputado e ativista gay Jean Wyllys sobre a decisão.
- A luta pelos direitos civis dos homossexuais é filha da luta pelos direitos civis dos negros e das mulheres. Nós estamos continuando um caminho que esses movimentos, o feminismo e o movimento negro, iniciaram há muitos anos – completou Wyllys, ao ressaltar que a decisão foi proposta pelo primeiro presidente negro do Supremo Tribunal Federal.
O pastor Silas Malafaia criticou a decisão do Conselho. Segundo o pastor, a competência de tal decisão é do Congresso.
- Não é competência do CNJ decidir sobre isso. O casamento de homossexuais é uma mudança de paradigma. A sociedade tem que decidir isso por meio de um plebiscito ou então por meio do Congresso Nacional. Não é uma canetada do CNJ que vai resolver a questão – afirmou Malafaia.
- Põe o plebiscito na rua para ver o que a sociedade quer. Os movimentos gays iriam perder com certeza – completou o pastor.
A decisão foi também questionada pelo subprocurador-geral da República, Francisco Sanseverino. Único voto contrário do CNJ, a conselheira Maria Cristina Peduzzi fez coro com Sanseverino, afirmando que tal decisão não cabe ao conselho.
- Não tenho dúvidas de que a união homoafetiva foi reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal e ali se afirmou a constitucionalidade dessas uniões e assegurados os efeitos civis produzidos pelas respectivas uniões. [...] Penso que isso é questão que estaria afeta ao Congresso Nacional – declarou Peduzzi.
O deputado João Campos (PSDB-GO), coordenador da Frente Parlamentar Evangélica, também se manifestou contra a resolução, classificando como “absurda” a decisão do Conselho. De acordo com o Estadão, Campos tentará reunir a bancada evangélica ainda nessa semana para discutir as medidas que adotarão como tentativa de reverter a decisão. Entre as possibilidades, está um recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) ou um projeto de decreto legislativo para se tentar suspender a decisão via Congresso.
- A decisão do CNJ é um total absurdo. Não bastasse o Supremo ter se habituado em legislar, agora temos o CNJ. O Supremo legislou dentro de um ativismo que causa insegurança jurídica ao reconhecer a união civil (entre homossexuais) e agora o CNJ está claramente exorbitando seu papel – afirmou Campos, que disse ainda que decisões como esta do CNJ reforçam na Câmara o desejo de apreciar duas propostas de emendas à Constituição, aprovadas pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que permitem ao Legislativo rever decisões do Judiciário.
Após saber da atitude de João Campos, Jean Wyllys classificou a Frente Parlamentar Evangélica como “obtusa” e reclamou dizendo que “essa gente não dá trégua”. Em sua crítica à FPE, Wyllys liga João Campos ao pastor Marcos Pereira, que foi preso na última semana acusado de estupro.
- Já há deputado evangélico fundamentalista recolhendo assinatura de proposição contrária à decisão do CNJ… Essa gente não dá trégua! – comentou Wyllys pelo Twitter.
- Um escroque correligionário do tal deputado aparece no noticiário acusado de seis estupros e um homicídio e ele se cala providencialmente. – completa o parlamentar, que ainda questiona: – Agora me digam se um tipo desses tem alguma coerência ou moral?
Por Dan Martins, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.