Versículos do dia 05/07/2013






E multiplicarei homens e animais sobre vós, e eles se multiplicarão, e frutificarão. E farei com que sejais habitados como dantes e vos tratarei melhor que nos vossos princípios; e sabereis que eu sou o SENHOR. Ezequiel 36:11



Porque em tudo fostes enriquecidos nele, em toda a palavra e em todo o conhecimento 1 Coríntios 1:5

“Olho Vivo”: projeto da Bem TV capacita adolescentes de comunidades carentes em produção audiovisual














O projeto Olho Vivo é uma iniciativa da Bem TV, uma organização sem fins lucrativos que trabalha voltada à comunicação e desenvolvimento social.
A Bem TV atual desde 1990, idealizada por dois estudantes de comunicação que a fundaram em Niterói. Nestes 23 anos, a emissora consolidou suas metodologias e passou a integrar redes nacionais como a ANDI Brasil e CEP.
Em seus estatutos, a finalidade da Bem TV é “desenvolver ações positivas para garantir os direitos de adolescentes e jovens, bem com contribuir para que esse grupo da sociedade possa exercer sua cidadania plena, alcançando os ideais de liberdade, dignidade e inclusão em uma sociedade justa e solidária”.
As ações da Bem TV são desenvolvidas em duas linhas principais: comunicação e educação; e integração com a escola pública. Essas iniciativas, além do trabalho com vídeo, são implementadas através de diversas mídias, como jornais comunitários, fotografia e internet.
O projeto Olho Vivo capacita adolescentes residentes na comunidade do Viradouro, em Niterói, em produção de vídeo, fotografia e mídia digital. Atualmente, são 120 inscritos no projeto.
Além da formação, o projeto visa o encaminhamento dos jovens ao mercado de trabalho ou a escolas técnicas, a fim de aprimorar suas formações.
De acordo com o site do programa Criança Esperança, que apoia a Bem TV, as oficinas do projeto Olho Vivo dispõem de tecnologias de informação e comunicação como forma de inclusão social e conscientização.
Parte das verbas doadas ao programa Criança Esperança serão repassadas ao projeto Olho Vivo, para viabilizar a aquisição de instrumentos fotográficos, computadores, impressora, ilha de edição, microfones, mixer de áudio para gravação audiovisual, além de custear despesas de lanches nas oficinas e a remuneração da equipe de profissionais especializados.
Para saber mais sobre o projeto Olho Vivo e a Bem TV, acesse bemtv.org.br.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Jogadores de escola americana proibidos de orar após as partidas devido à reclamação de grupo ateu; Tradição durava 11 anos








Uma tradição dos jogadores do time de Futebol Americano da Lahser High School de orar após as partidas foi banida pela diretoria da escola após uma reclamação da entidade ateísta American Civil Liberties Union (ACLU).
A prática já durava 11 anos, e agora, não haverá mais orações no pós-jogo da escola, que fica no Estado de Michigan. A decisão foi tomada para evitar problemas com o grupo ateu, que se queixava da postura do treinador da equipe, Dan Loria.
De acordo com o Huffington Post, inicialmente a ACLU alegou que Dan Loria estaria liderando os jogadores em oração, mas a escola descobriu durante a investigação dos fatos que o treinador apenas participava.
Porém, a decisão foi mantida pela escola devido a uma suposta violação à Cláusula de Estabelecimento e Liberdade Religiosa da Primeira Emenda da Constituição Federal dos Estados Unidos.
“Quando se trata de disciplina, o que você permitir, é incentivar. Por eu estar presente, eu estava encorajando-os. Isso aconteceu por minha causa e eu tive que acordar”, declarou Dan Loria.
A carta da ACLU sugeria que a oração poderia alienar os alunos que não desejassem participar ou que não faziam parte da religião da maioria. No entanto, vários comentaristas esportivos criticaram a proibição da oração entre os jogadores, que era uma tradição da equipe há mais de uma década.
“A escola não deve estabelecer que, após o jogo agora é o momento para que todos devam orar. Mas os treinadores de futebol ou estudantes podem ter liberdade de fazer uma prece depois de um jogo de futebol pela escola? Claro”, disse o “, disse o padre Jonathan Morris, um em entrevista à Fox News.
Um dos alunos da Lahser High School, Blaine Stannard, também criticou a proibição: “Os rituais são uma parte importante do jogo e ajudam a ficar focado e preparado para render o seu melhor”, disse.
Segundo o Pew Research Center, 57% dos norte-americanos se posicionam contrários a uma decisão de 2012 do Supremo Tribunal Federal, que decidiu proibir a prática da oração em escolas públicas.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Igreja Ortodoxa nomeou o pastor Martin Luther King Jr. como santo cristão








A Santa Igreja Cristã Ortodoxa (HCOC na sigla em inglês) acaba de indicar o pastor Martin Luther King Jr. para ser nomeado um santo na igreja cristã. A HCOC, também conhecida como a Santa Comunhão de Igrejas, anunciou que apresentará a nomeação de canonização ao Conselho Mundial de Bispos para iniciar o processo.
A HCOC é uma comunhão ecumênica de igrejas cristãs com 4 milhões de membros em todo o mundo. Membros da Comunhão têm raízes nos ramos católicos, evangélicos e pentecostais da fé cristã.
- King era católico porque ele inspirou a igreja universal, ele era evangélico por causa de suas raízes batistas, e ele era carismático. A Igreja Católica Romana não pode fazer dele um santo, porque ele não era um católico romano. Mas o nosso corpo da igreja pode apresentá-lo a toda a fé cristã, a ser venerado no dia 4 de abril, a data de seu assassinato – afirmou o arcebispo Timothy Paul, Patriarca da Igreja Ortodoxa Cristã e atual presidente do Conselho Episcopal Mundial.
Diferente do processo de beatificação da Igreja Católica Romana, a tradição da Igreja Ortodoxa é a canonização, e em seguida a glorificação. Na fase de glorificação, um ícone é revelado e os cristãos de todo o mundo são convidados a venerá-lo como santo. São cerca de 600 milhões de cristãos ortodoxos em todo o mundo.


Por Dan Martins, para o Gospel+

Tamar: a mulher da história divina



Apenas ilustrativa.


(Texto: Gênesis 38)
Lendo a história dessa mulher vemos que seu nome significa tamareira ou palmeira. Essa moça sacrificou sua reputação e quase perdeu a vida para alcançar seus objetivos. O texto bíblico mostra que ela se casou com o primogênito de Judá, mas sendo ele perverso o Senhor lhe tirou a vida e por direito da época, ela se casou com Onã, o segundo filho. Só que houve um problema porque esse moço não quis dar descendência ao nome de seu irmão, e isto era mau perante o Senhor. Este também, o Senhor fez morrer.  Talvez deva ter passado na cabeça de Tamar, que ela não teria descendência alguma, já que o único cunhado que restava era ainda uma criança.
Quando olhamos para Judá percebemos que ele virou referência messiânica na genealogia histórica da salvação. Lendo a genealogia do Evangelho de Mateus nós percebemos que é de Judá que virá o rei Davi, e é de Davi que procede Jesus, o Cristo. Além disso, todo o resto da história de Israel, depois de Judá ganhou vitalidade de um ramo novo e forte.
 
No meio das estranhezas e nossa atitude, Deus realiza sua obra:


Olhando para Tamar e Judá, percebemos o modo como Deus usa Tamar, e é sério demais. Ela é vista como uma mulher envergonhada por não ter filhos e por não ter bons casamentos, mas que estava decidida a vencer, a fim de assegurar que a tribo de Judá não só sobrevivesse, como também viesse um dia a gerar o Messias do mundo, já que seu sogro mostrará pouco interesse pela continuação de sua linhagem.
Para esse processo acontecer Tamar tem um comportamento no mínimo ousado e estranho no texto. E o incrível é que não resultou em ruínas, mas no comprimento de sua esperança em ter filhos.
A Bíblia não nos diz algo sobre a mão de Deus, nos acontecimentos da vida de Tamar, é provável que ela ignorasse o poder de Deus. O fato é que Deus trabalhou produzindo o bem em meio à tragédia e abençoando tanto a vida de Judá como de Tamar. Embora, saibamos que o processo tenha sido bem esquisito aos olhos humanos, há uma a beleza profunda na história. Vemos claramente o poder de Deus em produzir graça no meio dos erros, mazelas, pecaminosidade e atitudes que mostram a fragilidade humana. Mesmo no meio das situações negativas e também pecaminosas, o Eterno Deus atuou na história de Judá e dessa mulher chamada Tamar.
Claro que nós aprendemos em como não cometer esses erros e falhas. Nós amadurecemos vendo que a rebeldia, a mentira e atitudes impróprias não nos conduzem para a vida de Deus. Aprendemos para não errar como o próprio Judá que se vende aos seus próprios desejos, e sem perceber nada pensando que está se relacionando com uma prostituta, engravida a própria nora do filho. Aprendemos para não errar como Tamar, que num propósito de ser mãe usou de algo falso se fazendo de prostituta para persuadir seu sogro.
Não sabemos explicar, mas pela graça divina, Deus abençoou tanto Judá como Tamar. Ele teve descendência e ela idem. Toda a trama de Tamar em se fazer de prostituta e pegar o penhor de Judá trouxe como resultado duas nações a de Perez e de Zera. Deus cumpre suas promessas fazendo com que Jesus seja filho de Judá e Tamar.
Vemos na vida dessa mulher que apesar de ter se casado com dois homens completamente perversos, Deus deu graça sobre sua vida fazendo mãe de duas nações. O desejo de Tamar era ter um filho, pois a falta dele em seu contexto acarretava sérias implicações sociais. Vale salientar que naquela sociedade tão patriarcal que vitimava a mulher, Tamar corajosamente lutou para escrever uma nova história. É verdade que ela preparou sua caminhada através de caminhos não muito justos. Ela se disfarçou de prostituta, engravidando do seu sogro. Claro que fez isso com esperteza, porque lá na frente Judá teve que reconhecer que Tamar era mais justa que ele (versículos 15-26). Seus dois filhos vieram pela graça e vale lembrar o significado dos nomes deles:
Perez: significa irromper. Zera: significa amanhecer, brilhar.

Não podemos deixar de citar que da descendência de Perez viria o rei Davi e, finalmente, centenas de anos mais tarde, Jesus de Nazaré. Judá mostrara pouco interesse pela continuação da sua linhagem. Tamar alcança graça sem merecer, sua história mostra o quanto Deus faz em favor de gente que não merece. Deus usou uma mulher, envergonhada por não ter filhos e decidida a tê-los, a fim de assegurar que a tribo de Judá não só sobrevivesse, como também viesse um dia a gerar o Messias.
Princípios que levamos para a vida:
 
1. A história de Tamar é para mostrar o quanto Deus olha para nossa vida;
2. Deus age no meio das eternas surpresas da vida em favor do seu povo.
3. Deus usa os desajustados, os desesperados e os profanos para cumprimento dos seus eternos e santos propósitos.
4. Por meio da fragilidade humana e limitação, Deus traz redenção através de Jesus Cristo, Por meio de Judá e Tamar, vem Perez, dele vem Davi e o Messias prometido.
5. Em Gênesis 38 vemos o poder de Deus para produzir coisas positivas a partir de situações negativas e pecaminosas.
 
Termino olhando para Judá como um instrumento da graça mesmo falho citando o texto de Romanos 8.28: Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
Que a graça do Eterno Deus seja sobre nós!
 
________
Alcindo Almeida

PARA REFLEXÃO ESTE LINDO SALMO 35


 

 





[Salmo de Davi] Pleiteia, SENHOR, com aqueles que pleiteiam comigo; peleja contra os que pelejam contra mim.
2Pega do escudo e da rodela, e levanta-te em minha ajuda.
3Tira da lança e obstrui o caminho aos que me perseguem; dize à minha alma: Eu sou a tua salvação.
4Sejam confundidos e envergonhados os que buscam a minha vida; voltem atrás e envergonhem-se os que contra mim tentam mal.
5Sejam como a moinha perante o vento; o anjo do SENHOR os faça fugir.
6Seja o seu caminho tenebroso e escorregadio, e o anjo do SENHOR os persiga.
7Porque sem causa encobriram de mim a rede na cova, a qual sem razão cavaram para a minha alma.
8Sobrevenha-lhe destruição sem o saber, e prenda-o a rede que ocultou; caia ele nessa mesma destruição.
9E a minha alma se alegrará no SENHOR; alegrar-se-á na sua salvação.
10Todos os meus ossos dirão: SENHOR, quem é como tu, que livras o pobre daquele que é mais forte do que ele? Sim, o pobre e o necessitado daquele que o rouba.
11Falsas testemunhas se levantaram; depuseram contra mim coisas que eu não sabia.
12Tornaram-me o mal pelo bem, roubando a minha alma.
13Mas, quanto a mim, quando estavam enfermos, as minhas vestes eram o saco; humilhava a minha alma com o jejum, e a minha oração voltava para o meu seio.
14Portava-me como se ele fora meu irmão ou amigo; andava lamentando e muito encurvado, como quem chora por sua mãe.
15Mas eles com a minha adversidade se alegravam e se congregavam; os abjetos se congregavam contra mim, e eu não o sabia; rasgavam-me, e não cessavam.
16Com hipócritas zombadores nas festas, rangiam os dentes contra mim.
17Senhor, até quando verás isto? Resgata a minha alma das suas assolações, e a minha predileta dos leões.
18Louvar-te-ei na grande congregação; entre muitíssimo povo te celebrarei.
19Não se alegrem os meus inimigos de mim sem razão, nem acenem com os olhos aqueles que me odeiam sem causa.
20Pois não falam de paz; antes projetam enganar os quietos da terra.
21Abrem a boca de par em par contra mim, e dizem: Ah! Ah! os nossos olhos o viram.
22Tu, SENHOR, o tens visto, não te cales; Senhor, não te alongues de mim:
23Desperta e acorda para o meu julgamento, para a minha causa, Deus meu e Senhor meu.
24Julga-me segundo a tua justiça, SENHOR Deus meu, e não deixes que se alegrem de mim.
25Não digam em seus corações: Ah! alma nossa! Não digam: Nós o havemos devorado.
26Envergonhem-se e confundam-se à uma os que se alegram com o meu mal; vistam-se de vergonha e de confusão os que se engrandecem contra mim.
27Cantem e alegrem-se os que amam a minha justiça, e digam continuamente: O SENHOR seja engrandecido, o qual ama a prosperidade do seu servo.
28E assim a minha língua falará da tua justiça e do teu louvor todo o dia.

A PARÁBOLA DOS TALENTOS









( Evangelho de Mateus cap. 25 vers. 14-29 )  
 
14- Pois será como um homem que, ausentando-se  do país,
      chamou os seus servos e lhes confiou os seus bens.
15- A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro ,um a
      cada um segundo a sua própria capacidade; e, então,
      partiu.
16- O que recebera cinco talentos saiu imediatamente a negociar
      com eles e ganhou outros cinco.
17- do mesmo modo, o que recebera dois ganhou outros dois.
18- Mas o que recebera um , saindo, abriu uma cova e escondeu
     o dinheiro do seu senhor.
19- Depois de muito tempo , voltou o senhor daqueles servos e
      ajustou contas com eles,
20- Então, aproximando-se o que recebera cinco talentos, entregou
      outros cinco, dizendo : Senhor , confiaste-me cinco talentos ;
      eis aqui outros cinco talentos que ganhei.
21- Disse-lhe o Senhor : Muito bem, servo bom e fiel ; foste fiel no
      pouco , sobre o muito te colocarei ; entra no gozo do teu Senhor .
22- E, aproximando-se também o que recebera dois talentos ; disse :
      Senhor, dois talentos me confiaste ; aqui tens outros dois    que
      Ganhei .
23- Disse-lhe o Senhor : Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no
      pouco, sobre o muito te colocarei ; entra no gozo do teu Senhor.
24- Chegando, por fim, o que recebera um talento, disse : Senhor ,
      sabendo que és homem severo, que ceifas onde não semeaste  e
     ajuntas onde não espalhaste,
25-receoso, escondi na terra o teu talento; aqui o que é teu .
26-Respondeu-lhe, porém, o senhor : Servo mau e negligente, sabias
     que ceifo onde não semeei e ajunto onde espalhei ?
27- Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros;
      e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu.
28- Tirai-lhe , pois, o talento e daí-o ao que tem dez.
29- Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância ; mas ao
      que não tem, até o que  tem lhe será tirado.
30- E o servo inútil,lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e
      ranger de dentes.


 
   Lição que extraímos :
 
      Quanto á conta dos talentos temos nesta parábola , a quem um homem
encomendou diferentes conjuntos de coisa de valor : riquezas, haveres , etc.
para que negociassem com eles, enquanto fazia uma certa jornada.  O homem
é Cristo , a jornada foi a de sua subida ao céu e a tornada há de ser no dia do Juízo,
em que há de pedir conta a cada um , do que negociou com os talentos que lhe deu,
e do que lucrou e ganhou com eles.  Os talentos são os meios com que a Providência
Divina assiste a todos os homens, e a cada um para a sua salvação e perfeição.
      Quão exata pois haja de ser esta conta , e quão rigorosa para os que usarem mal o
talento.   Os servos , a  quem o homem (Cristo) fiou os talentos , eram três :  ao
primeiro entregou cinco, o qual granjeou outros cinco; ao segundo entregou dois, o qual
granjeou dois, e ambos foram louvados . Ao terceiro deu um só talento, o qual  ele enterrou.
E posto que na conta o ofereceu outra vez e restituiu inteiro, porque não tinha negociado com ele, nem adquirido coisa alguma , o homem (Cristo) não só o lançou fora de casa e o mandou
privar do talento, mas o pronunciou por mau servo, que foi a sentença de sua condenação.
E se quem na conta torna a entregar o talento que Deus lhe deu inteiro e sem defraude se  condena; que será dos  que o desbaratam e perdem e talvez o convertem contra si e contra  o
mesmo Deus.
         Não só são talentos os dotes da natureza, os bens da fortuna e os dons particulares da
graça ; o ilustre nascimento, senão o humilde; não só as dignidades altas, senão o lugar e ofício abatido, não só as riquezas, senão a pobreza, não só o descanso, senão o trabalho.
Finalmente nas graças ou dons da graça, não só é graça o dom de línguas , mas o não saber
falar , ou ser mudo; não só o das letras e ciências , senão o da ignorância.  A razão desta verdade interior e providência verdadeiramente divina, é, porque todas estas cousas, posto
que entre si contrárias , podem ser meios, que igualmente nos levam à salvação e promovam à virtude, principalmente sendo distribuídos por Deus e aplicados conforme o gênio de cada um, que por isso diz o texto, que foram dados os talentos. 

REFLEXÃO. - 04/07/2013



Jeremias 1.19


 Pelejarão contra ti, mas não prevalecerão; porque eu sou contigo, diz o Senhor, para te livrar. Jeremias foi avisado de que os reis de Judá, os funcionários do estado, os sacerdotes e até mesmo o povo comum, resistiriam a ele e à mensagem a que foi chamado a proclamar. O profeta, porém, recebeu ânimo para falar com ousadia e firmeza de convicções, pois Deus prometera que estaria com ele. Deus lhe garantiu que seus inimigos não poderiam vence-lo. Deus sempre fica ao lado dos seus servos fiéis que declaram a verdade divina àqueles que vivem distanciados de sua palavra e conformados com o mundo.





Célia Goulart serva do Senhor Jesus.
Creia nas promessas de Cristo.
Amém.





Versículos do dia










Se tu, SENHOR, observares as iniqüidades, Senhor, quem subsistirá? Salmos 130:3.

 
Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça, Efésios 1:7


Marcha para Jesus em São Paulo reune 2 milhões de pessoas; veja fotos, videos, pregações, testemunhos e depoimentos





Nesse sábado São Paulo está recebendo sua 21ª edição da Marcha para Jesus, que nesse ano tem como tema “Novo Tempo”. O evento, que é organizado pela Igreja Renascer em Cristo, reúne cerca de 2 milhões de pessoas que caminharam da Praça da Luz até a Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, na Zona Norte de São Paulo, no evento que começou às 10h deste sábado (29).
O público estimado no evento é duas vezes maior que o da edição de 2012. Os números de publico foram dados pelo apóstolo Estevam Hernandes, da Igreja Renascer, que preside o evento. Ele afirma que o grande público presente nessa edição da Marcha foi motivado pelas manifestações que tomaram o país nas últimas semanas. A PM estima que, por volta das 15h, o público era de cerca de 400 mil pessoas.
- Acredito que muitas pessoas foram motivadas pelas manifestações a estar marchando também – declarou Hernandes, segundo o G1.
A realização do evento demandou grandes intervenções no trânsito da capital paulista. Para garantir a segurança da Marcha, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) bloqueou diversos corredores de tráfego da cidade. No início da tarde o congestionamento causado pelas intervenções no trânsito eram estimados em quase 30 km. Cerca de dois mil ônibus, de caravana de várias partes do Brasil, foram alocados em bolsão reservado pela CET.
Na Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, o público acompanha shows de bandas e grupos como Renascer Praise, Diante do Trono, Aline Barros, Ao Cubo, Inesquecível, Asaph Hernandes, Davi Sacer, Regis Danese, Mariana Valadão, André Valadão, Cassiane, Thalles Roberto, Marcelo Aguiar e Fernandinho. O evento acontece até às 20h30.
Além do apóstolo Estevam Hernandes, um dos responsáveis pela organização do evento, a Marcha conta também com a participação de conhecidos líderes evangélicos, como o pastor Silas Malafaia, líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, e o deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.
marcha-para-jesus-2013-feliciano
Feliciano subiu em um trio elétrico vestindo uma camiseta da Marcha com a frase: “Eu represento vocês!” escrita nas costas. A frase seria uma resposta do deputado às polêmicas que esteve envolvido desde que assumiu a presidência da comissão, visto que seus maiores opositores, os ativistas gays, pedem sua saída da comissão afirmando que o parlamentar não os representa.
- Eu represento um segmento conservador da sociedade, um segmento família da sociedade. Esses aqui eu represento – afirmou Feliciano.
A assessoria de imprensa da Marcha Para Jesus, afirmou que a presença de Feliciano foi uma “surpresa”, já que o deputado não havia confirmado presença até a véspera.
Além das personalidades evangélicas e artistas gospel, o palco do evento recebeu discursos de autoridades do poder Executivo, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e p ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), que afirmou: – É uma festa maravilhosa, da cidadania, um presente para São Paulo. Eu, como prefeito, participei de várias edições. É um dia de muita festa.
O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) também compareceu à Marcha, e foi vaiado ao subir ao palco e anunciar que falava em nome da presidente Dilma Rousseff. Ele ainda parabenizou o Apóstolo Estevam e a Bispa Sonia Hernandes pela organização pacífica do evento.
marcha-para-jesus-2013-cartazes
Várias pessoas presentes no evento manifestaram seu apoio ao projeto que mais causou controvérsia desde que Feliciano se tornou presidente da Comissão de Direitos Humanos, apelidado de “cura gay”. Apoiadores do projeto carregavam faixas com os dizeres “Cura Gay, uma mentira dos ativistas gays”.
Os fiéis levaram também outras faixas para a marcha, entre elas uma escrita “Procurando Lula” e outra “Manifestação pacífica tem limite. Fora baderna e vandalismo”, em referência ao vandalismo que tem marcado vários dos recentes protestos pelo país.
Os protestos não motivaram apenas o grande público do evento, mas também uma série de manifestações dos fiéis presentes na Marcha, que empunhavam cartazes com dizeres inspirados nas frases que ficaram famosas durante as manifestações de cunho político. Durante a marcha era comum encontrar cartazes com frases como “#vemprarua falar de Jesus”, “vem pra rua marchar com Cristo” e “Brasil contra cristofobia”, além de muitas pessoas com os rostos pintados de verde e amarelo.
Além disso, boa parte dos participantes incorporou os temas abordados nas últimas semanas nas ruas, segundo o Terra. Assim como nos protestos que acontecem em várias cidades brasileiras, fiéis carregavam cartazes pedindo melhora na qualidade dos serviços públicos, como saúde, educação e transporte.
- Os evangélicos representam uma fatia considerável da população brasileira. Já estamos cansados de ver tanta coisa errada e precisamos também nos posicionar – afirmou o professor Daniel Azevedo, 38 anos, que levava uma faixa com a frase: “Jesus é 10, educação e saúde é zero”.
- Tem que ir para as ruas mesmo, desde que seja pacífico a gente apoia – concordou a química Patrícia Neves, 31 anos, que também carregava a faixa.

Fotos da Marcha para Jesus em São Paulo:

marcha-para-jesus-2013-13
marcha-para-jesus-2013-06
marcha-para-jesus-2013-08
marcha-para-jesus-2013-07
marcha-para-jesus-2013-05
marcha-para-jesus-2013-04
marcha-para-jesus-2013-03
marcha-para-jesus-2013-02
marcha-para-jesus-2013-01
marcha-para-jesus-2013-12
marcha-para-jesus-2013-11
marcha-para-jesus-2013-10
marcha-para-jesus-2013-09
marcha-para-jesus-2013-20
marcha-para-jesus-2013-19
marcha-para-jesus-2013-18
marcha-para-jesus-2013-17
marcha-para-jesus-2013-16
marcha-para-jesus-2013-15 


 marcha-para-jesus-2013-14

 

Vídeos da Marcha para Jesus em São Paulo:







Jean Wyllys classifica Marcha para Jesus de São Paulo como “marcha para longe de Jesus”




IMG_9404-10001-653x350




No início da noite desse sábado o deputado federal e ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ) fez comentários a respeito da Marcha para Jesus de São Paulo. Através do Twitter, Wyllys afirmou se tratar de uma marcha “para longe de Jesus”, e comentou sobre as vaias recebidas pelo ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) durante o evento.
- E a marcha para (longe de) Jesus mostrou ao governo do PT que de nada adiantou este ter traído suas bandeiras históricas, né? – afirmou o deputado, ao comentar sobre as vaias recebidas pelo ministro.
Jean Wyllys ainda classificou os evangélicos como fundamentalistas, ao dizer que o governo do PT teria ignorado outros segmentos da sociedade em favor dos evangélicos, e que em troca recebeu uma vaia durante o evento na capital paulista.
- O governo do PT fez o que fundamentalistas queriam – praticamente ignorou DHs de minorias – e os fundamentalistas lhe deram vaia em troca! Com o ministro Carvalho vaiado e cartazes anti-Lula, a marcha para (longe de) Jesus mostrou ao governo do PT que de nada adiantou adulá-la! – completou Jean Wyllys, criticando a proximidade do governo da presidente Dilma com líderes evangélicos.
- De que adiantou o governo federal IGNORAR os DHs de minorias pra agradar aos fundamentalistas religiosos da base do governo? Respondam-me! – ressaltou o parlamentar.
Jean Wyllys criticou também o partido Rede Sustentabilidade, de Marina Silva, está usou a Marcha para Jesus para colher assinaturas necessárias para a formalização do registro da sigla.
- Se Marina coleta assinaturas na marchinha de Malafaia e na Marcha para Jesus (na Parada Gay, não) está dizendo que Rede é essa, né? – dizia uma mensagem retransmitida por Wyllys, que em seguida afirmou que a Marina Silva não é uma melhor alternativa que o governo Dilma.

Por Dan Martins, para o Gospel+



Vítima do pastor Marcos Pereira afirma que teve casa invadida por homem encapuzado









Na última semana uma das suposta vítimas do pastor Marcos Pereira da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, de estupro, procurou ontem a 64ª DP (São João de Meriti) para relatar que sua casa foi invadida três vezes por um homem encapuzado.
- A primeira vez que essa pessoa apareceu na minha casa foi na madrugada de terça para quarta-feira da semana passada, às 4h. Meu marido estava se preparando para sair de casa e viu esse homem pulando o muro de nossa casa. O homem fugiu. Dois dias depois, vi o mesmo homem, de capuz, no mesmo local. A última vez, nesta terça-feira, às 22h, estávamos chegando em casa e vimos ele no quintal. Ele correu para os fundos do terreno e conseguiu fugir. Chamamos a polícia, que não conseguiu encontrá-lo – declarou a mulher, segundo o jornal Extra.
Moradora do bairro do Éden, em São João de Meriti, próximo à igreja liderada por Pereira, a mulher registrou ocorrência e suspeita que o invasor seja alguma pessoa ligada ao pastor tentando intimidá-la. Ela também acusa o religioso de tê-la coagido no curso das investigações.
Além de Marcos Pereira, que está preso preventivamente desde o início de maio acusado de vários estupros, e outros crimes, dois fiéis da igreja também já foram presos, acusados de terem coagido uma vítima que diz ter sido estuprada pelo pastor.
O pastor é investigado em três ações diferentes: dois por estupro e um por coação no curso do processo.

Por Dan Martins, para o Gospel+

Alexandre Frota ironiza postura de Marco Feliciano sobre projeto apelidado de “cura gay”: “Não era isso que ele me falava na cama”






A repercussão do vídeo em que o pastor Marco Feliciano (PSC-SP) fala abertamente sobre o PDC 234/2011, apelidado como “cura gay” chegou ao meio artístico.
Durante a edição de ontem do programa Morning Show, da RedeTV!, o ator e comediante Alexandre Frota fez declarações sobre a polêmica em torno da postura de Feliciano em relação aos homossexuais.
Em tom sarcástico, Frota fez críticas de forma indireta ao pastor da Assembleia de Deus Catedral do Avivamento, e disse que estava “surpreso” com o fato de Marco Feliciano pregar contra a prática homossexual.
“Eu conheço bem ele, foi meu namorado… Então, eu não tinha visto esse vídeo. Ele teve um relacionamento de dois anos comigo, eu fico surpreso com as coisas que ele fala porque não era isso que ele falava comigo quando tava na cama. Então, eu não tenho nada para declarar em relação a ele, estou estranhando”, ironizou Alexandre Frota.
O comentário do ator virou motivo de gargalhadas dos apresentadores, que aplaudiram a piada feita com o tema.
Diante da reação dos apresentadores, Frota continuou com seu sarcasmo: “Amor eu to te estranhando, essa sua posição… Eu não estranhava as outras posições, mas eu acho que, assim, por tudo que a gente viveu Marco, você sabe que eu te chamava de Dumdum, por tudo que nós vivemos, por toda a nossa vida, por tudo que você me falou, no pé do meu ouvido, cara, eu esperava mais de você… E quando você puder me liga amor, tá bom?”.
Após a fala de Alexandre Frota, o apresentador do programa ressaltou que a autoria do PDC 234/2011 não era de Marco Feliciano. Assista aqui.

 


 
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Pastor Ciro Zibordi elenca os “7 pecados capitais de Feliciano” e diz que a mídia o odeia por defender a família tradicional; Leia na íntegra








O pastor assembleiano Ciro Zibordi publicou um artigo sobre as polêmicas que envolvem o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) e as críticas que ele tem recebido por parte da imprensa e de movimentos sociais, como por exemplo, a militância LGBT.
Segundo Zibordi, Feliciano tem sido alvo de contestação por te cometido “sete pecados capitais” que contrariariam de forma direta os padrões seculares defendidos pela mídia.
“Muitas pessoas me perguntam por que o deputado Marco Feliciano é tão odiado pela grande mídia. Creio que há várias razões para isso, mas, para ser sucinto e objetivo, citarei apenas sete pecados capitais que esse parlamentar cometeu”, introduz o pastor.
Em tom sarcástico, Ciro Zibordi elenca como o principal pecado de Feliciano o fato de ele ter sido “eleito com ‘apenas’ 212 mil votos, quase duzentos mil a mais que seu maior opositor”, que tem “nome de carro antigo”, uma referência ao deputado federal e ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ).
O fato de Feliciano ser “evangélico” e não ser homossexual ou “simpatizante do movimento LGBT” o “transformam em um fundamentalista religioso, segundo a grande mídia”. Outro pecado do pastor, segundo Zibordi, é o fato de que ele “nunca participou do Big Brother Brasil”.
Confira a íntegra do artigo do pastor Ciro Zibordi sobre “Os 7 pecados capitais do deputado Marco Feliciano”:
Muitas pessoas me perguntam por que o deputado Marco Feliciano é tão odiado pela grande mídia. Creio que há várias razões para isso, mas, para ser sucinto e objetivo, citarei apenas sete pecados capitais que esse parlamentar cometeu.
1. Feliciano foi eleito com “apenas” 212 mil votos, quase duzentos mil a mais que seu maior opositor — não me pergunte o nome dele.
2. Ele é evangélico; não é gay; não é simpatizante do movimento LGBT; e, para piorar, é defensor do modelo tradicional de família — essas características o transformam em um fundamentalista religioso, segundo a grande mídia.
3. Nunca participou do Big Brother Brasil.
4. Declarou-se contrário às propostas defendidas por um certo deputado BBBrasileiro com nome de carro antigo — não me pergunte o nome dele.
5. Aceitou ser indicado e eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados — Feliciano foi nomeado sabendo que não tinha os requisitos fundamentais para ocupar esse cargo: apoiar, sem nenhuma restrição, o aborto e qualquer proposta favorável ao ativismo gay.
6. Conseguiu cometer um crime “gravíssimo” — que não existe no Brasil —, o de emitir opinião.
7. Foi um dos mais de quatrocentos deputados que votaram contra a PEC 37.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.