Pastor Marco Feliciano quer R$ 1 milhão de indenização do Porta dos Fundos por causa de piadas no Especial de Natal




A representação do pastor Marco Feliciano (PSC-SP) contra a produtora Porta dos Fundos, por conta do vídeo Especial de Natal, exige do grupo de humoristas uma indenização por danos coletivos no valor de R$ 1 milhão.
O pastor diz em sua representação que os valores serão destinados aos hospitais da Santa Casa de Misericórdia, segundo informações do jornalista Leandro Mazzini, do Coluna Esplanada, no portal Uol.
Feliciano afirmou que se “sentiu ofendido na sua condição de cristão” e por isso pede “medidas cíveis e criminais” contra o Porta dos Fundos, que preferiu não se pronunciar oficialmente.
Essa representação contra o Porta dos Fundos não foi a primeira recebida pelo Ministério Público em relação ao vídeo Especial de Natal.
Na última semana, o diretor da Associação Nacional Pró- Vida e Pró-Família, Hermes Nery Rodrigues, já havia protocolado uma notificação contra os humoristas, justificando que a iniciativa era em “defesa dos valores morais e éticos da família” e contra as “práticas de abusos” no vídeo que faz piada sobre o nascimento, vida, ministério e crucificação de Jesus.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.