Ex-ateu, escritor Josué Ferrer revela como se converteu ao Evangelho e diz que “a ciência e o cristianismo se completam”



O escritor Josué Ferrer, conhecido entre os militantes ateus por ter sido um aguerrido ativista ateu e ter se tornado cristão, explicou como se converteu ao Evangelho após anos de críticas e questionamentos à fé.
Na palestra realizada na Universidade de Alicante no último dia 09 de abril, Ferrer afirmou que era um “ateu irritado, profano e anticlerical que finalmente tornou-se um cristão”.
Recentemente, ele lançou o livro Por qué dejé de ser ateo (“Por que deixei de ser ateu”, em tradução livre), onde relata sua experiência de conversão, com a busca de respostas para as 50 principais críticas e questionamentos feitos pelos ateus em relação ao cristianismo, como “se Deus existisse ele teria se mostrado”, “Se Deus é bom, por que ele permite os infortúnios do mundo?” ou “Jesus era apenas um homem e não um deus”.
De acordo com o Protestante Digital, no livro Ferrer conta sua experiência pessoal, responde às perguntas e diz que “a ciência e o cristianismo não são incompatíveis, como erroneamente se acredita, mas sim complementares”.
Presente à palestra na universidade, o pastor Freddy Fernández comentou que “ao chegar à faculdade, alguns jovens sofrem uma crise de fé, e muitos não conseguem superar”, mas comemorou o fato de um ex-ateu dar seu testemunho e se propor a derrubar as crenças mais comuns no ateísmo.
“Quem melhor do que alguém que era ateu e teve uma conversão a Cristo para falar com os jovens de sua experiência?”, questionou o pastor, dizendo que a conferência poderia ser repetida em outros lugares, como ferramenta de afirmação da fé cristã.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.