Deputado evangélico apresenta projeto de lei para proibir a marca da besta no Brasil e impedir a implantação da “satânica Nova Ordem Mundial”












O deputado federal missionário José Olímpio (PP-SP), da Igreja Mundial do Poder de Deus, apresentou um projeto de lei que visa impedir o surgimento de uma “satânica Nova Ordem Mundial”.
O controverso projeto de lei foi apresentado na Câmara dos Deputados na última quarta-feira, 14 de maio, sob o argumento de que o Poder Legislativo deve se antecipar à possibilidade do “fim do mundo”, proibindo que a “marca da besta” seja concretizada com a implantação de chips nas pessoas.
“Tendo em conta que o fim dos tempos se aproxima, é preciso que o Parlamento brasileiro se antecipe aos futuros acontecimentos e resguarde, desde logo, a liberdade constitucional de locomoção dos cidadãos”, argumentou o missionário.
Segundo Olímpio, é urgente que “se proíba a implantação em seres humanos de chips ou quaisquer outros dispositivos móveis que permitam o rastreamento dos cidadãos e facilitem que sejam as pessoas alvo fácil de perseguição e toda sorte de atentados”.
O projeto, identificado na Câmara como PL 7561/2014, diz ainda que os argumentos de que os chips são desenvolvidos pensando na segurança das pessoas são falsos. “O povo brasileiro não deve se iludir com tais artifícios, que escondem uma verdade nua e cruel: há um grupo de pessoas que busca monitorar e rastrear cada passo de cada ser humano, a fim de que uma satânica Nova Ordem Mundial seja implantada”, escreveu o deputado.
Por fim, o missionário alerta para as profecias apocalípticas: “A Bíblia Sagrada, no livro de Apocalipse, capítulo 13, versículos 16 e 17, diz o seguinte: ‘16 – E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, 17 – Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome’”.

 Publicado por Tiago Chagas em 19 de maio de 2014

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.