Estudo comprova que oração a Deus possui efeitos práticos na luta contra doenças





A certeza que muitos fiéis já possuem a ciência vem comprovando aos poucos: a oração possui efeito de cura. A comprovação aconteceu numa pesquisa recente realizada nos Estados Unidos pelo instituto Thomas Jefferson Hospital and Medical College.
O diretor de pesquisas, doutor Andrew Newber, afirmou que o estudo a partir de ressonâncias magnéticas no cérebro humano constatou que há efeitos práticos da oração que resultam numa condição de bom funcionamento do cérebro.
“Existem várias partes do cérebro que parecem estar envolvidas e é realmente possível perceber que o cérebro está facilmente propício a se moldar a este tipo de processo”, disse Newber, explicando a capacidade do cérebro de conseguir uma melhora física após se comunicar com Deus.
O estudo constatou ainda uma diferença substancial na condição dos pacientes que oravam em relação aos que não oravam, de acordo com informações do Christian Post.
Há dois anos, o mesmo pesquisador já havia reunido evidências de que durante a oração, o cérebro produz atividades nos lobos frontais e na área responsável pela ação da conversa, o que comprovaria que no momento da prece, o cérebro identifica uma resposta, como se Deus estivesse falando com o crente. “Esta experiência é, pelo menos neurologicamente, real”, concluiu Newber.
A divulgação do relatório do estudo levou líderes cristãos a comentarem a comprovação do poder da oração. O pastor Joel Osteen pontuou que a oração traz um benefício “difícil de explicar”, porém incontestável.


 Publicado por Tiago Chagas

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.