Martin Scorsese dirige filme sobre a missão jesuíta no Japão do século 17 Por Dan Martins em 17 de agosto de 2014






Recentemente a temática religiosa tem sido uma constante na produção cinematográfica. Além do crescimento de filmes feitos por produtoras exclusivamente voltadas para o mercado evangélico, como “Deus Não Está Morto” e “O Céu é de Verdade”, cineastas conhecidos do meio secular também tem se voltado para essa temática, e lançado filmes como “Noé” e “Êxodo: Deuses e Reis”. A mais nova aposta do mercado cinematográfico nessa temática é do diretor Martin Scorsese, que está negociando com a Paramount Studios para distribuir um novo filme sobre a atuação de missionários jesuítas no Japão.
Diretor do filme “A Última Tentação de Cristo”, de 1988, que acendeu uma grande polêmica, Martin Scorsese será o diretor do drama histórico “Silence”, estrelado por Andrew Garfield e Liam Neeson, que começará a ser rodado em Taiwan no final deste ano. O filme será baseado no livro de mesmo nome publicado por Shusaku Endo em 1980.
Na trama, a ordem jesuíta envia um jovem padre português Rodrigues (Garfield) para encontrar seu mentor que está desaparecido há 10 anos. Roma acredita que o jesuíta mais velho (Neeson) pode ter renunciado à sua fé sob tortura durante a severa perseguição de missionários e cristãos convertidos.
Essa não é a primeira vez que os estúdios de Hollywood usam como temática para suas produções os esforços dos jesuítas para além da Europa. Em 1986, o filme “A Missão” contou a história real de missionários jesuítas do século 18, que morreram defendendo índios guaranis da escravidão portuguesa na América do Sul. Em “Silence”, que está programado para ser lançado em 2015, os senhores feudais japoneses são tão ameaçados pelos jesuítas como são o portugueses, em “A Missão”.
Martin Scorsese e o roteirista Jay Cocks escreveram a primeira adaptação para o livro de Shusaku Endo ainda na década de 1990. A ideia inicial era que o longa-metragem fosse produzido logo após Scorsese concluir Gangues de Nova York (2002). Porém, dificuldades para obter a aprovação do orçamento para o filme junto a alguma produtora fizeram com que o projeto fosse adiado por cerca de 15 anos. Agora, a produção ganhou força, e será lançada no próximo ano.

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.