REFLEXÃO EM 18/01/2014





"O coração do homem planeja o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos." Provérbios 16:9


Pensamento: Nossos planos para o futuro tem que ser feitos no Senhor; temos que reconhecer que Ele é o Senhor absoluto da nossa vida e do nosso futuro. Temos que pacientemente aguardar que Ele nos dirija os passos, e traçar nossos planos à luz da revelação especial das Escrituras.


Oração: Pai querido por favor ajuda-me a traçar meus planos com humildade, debaixo da Sua luz divina, reconhecendo que o Senhor é quem dirige meus passos. Perdoa pelas vezes que tomei o caminho errado, muitas vezes me afastando do Senhor. Eu oro em nome de Jesus. Amém.


Senhor, tende misericórdia desta tua serva, em nome de Jesus.
Pois eu creio no seu amor e na tua bondade.
Amém.

Pastor Marco Feliciano entra com representação contra o Porta dos Fundos no Ministério Público












A briga entre lideranças cristãs e os humoristas do Porta dos Fundos ganhou um novo episódio nesta quinta-feira, 16 de janeiro.
O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) publicou em seu perfil no Twitter uma imagem da representação feita contra a produtora Porta dos Fundos, por conta das piadas de teor religioso veiculadas em seu canal no YouTube, em particular, do vídeo Especial de Natal.
Considerado “ofensivo aos cristãos”, o esquete de humor em que os integrantes do Porta dos Fundos representam membros da Sagrada Família e fazem piadas sem limites a respeito da vida de Jesus foi duramente criticado por representantes evangélicos e católicos, além de formadores de opinião em toda a mídia.
Antes da representação de Marco Feliciano junto ao Ministério Público, o próprio pastor já havia trocado farpas com Gregório Duvivier, um dos integrantes do Porta dos Fundos.
Cópia da representação de Marco Feliciano contra o Porta dos Fundos no Ministério Público
Cópia da representação de Marco Feliciano contra o Porta dos Fundos no Ministério Público
Na ocasião, Feliciano criticou o que chamou de “insolência” de Duvivier em se comparar a personagens históricos que foram perseguidos pela Igreja Católica. O humorista respondeu com sarcasmo agradecendo a publicidade ao Porta dos Fundos e questionou se o pastor aceitava cartão, em referência ao vídeo que Feliciano aparece pedindo a senha do cartão de um fiel.
Essa é a segunda representação contra o Porta dos Fundos pelo vídeo Especial de Natal. Anteriormente, a Associação Nacional Pró-Vida e Pró-Família, formada por católicos, havia apresentado ao Ministério Público uma representação criminal contra os humoristas, alegando que “não é de hoje que esse canal faz questão de debochar e insultar, das mais diversas formas, as religiões monoteístas — em especial o cristianismo’’.
Antes de sua representação criminal, o pastor Marco Feliciano já havia iniciado as retaliações pedindo ao presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) o cancelamento dos patrocínios ao Porta dos Fundos por causa dos “vários ataques” do grupo aos “personagens da Sagrada Família de forma esdrúxula, vociferando palavrões totalmente desnecessários no contexto, desrespeitando nossa fé cristã”.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

ONU cobra explicações do Vaticano sobre casos de pedofilia; Representante da Igreja Católica afirma que “não há desculpas” para os crimes





A Organização das Nações Unidas (ONU) organizou um  Comitê sobre os Direitos da Criança para discutir abusos sexuais contra menores por parte de integrantes da Igreja Católica, e um representante do Vaticano  foi a Genebra, Suíça, para prestar esclarecimentos.
O monsenhor Silvano Tomasi, presente na reunião, declarou que a Igreja Católica vê cada criança como “inviolável” em seu “corpo, mente e espírito”, e defendeu o ponto de vista de que não há desculpas para os atos de pedofilia praticados por representes do clero.
O Vaticano, que é signatário da Declaração Universal dos Direitos da Criança, vem sendo investigado pela ONU por suspeita de violação dos princípios do documento por, em tese, ter acobertado casos de abuso sexual contra crianças por parte de padres do México, Irlanda e Estados Unidos.
Em muitas ocasiões, ao comentar a falta de punições aos acusados, o Vaticano limitou-se a dizer que cada um dos padres estavam sujeitos à Justiça de seus países. Nesta quinta, Tomasi minimizou a importância dos abusos terem sido praticados por integrantes do clero: “Encontram-se abusadores nas profissões mais respeitadas do mundo e, mais lamentavelmente, entre membros do clero e profissionais da igreja”, afirmou.
De acordo com informações da Folha de S. Paulo, Tomasi afirmou que o Vaticano está à disposição da ONU para “receber sugestões de como coibir a prática” entre seus membros.
Papa Francisco
Os escândalos de abusos sexuais vêm sendo observados pelo pontífice católico, que em abril de 2013 pediu aos seus colaboradores e demais integrantes da Igreja Católica uma “atuação decisiva” contra os abusos sexuais contra crianças.
Sem usar o termo pedofilia em seus discursos, Francisco tem marcado posição considerada mais contundente de que seu antecessor, o papa emérito Bento XVI.
Em julho de 2013, o papa Francisco deu outro passo na direção de fechar o cerco contra os abusos sexuais contra menores e assinou um decreto que aumenta a punição para os sacerdotes que forem pegos em casos de prostituição, violência sexual, pedofilia ou posse de pornografia.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

De sexo a dieta: conheça 12 pastores que fizeram propostas inusitadas às suas igrejas e tiveram que cumpri-las





Um pastor norte-americano virou centro das atenções recentemente ao anunciar que viveria como ateu por um ano para compreender o modo de pensar dos descrentes e aprofundar sua experiência espiritual e busca por sentidos.
Entretanto, esse não é o único desafio inusitado proposto por pastores norte-americanos nos últimos anos. De acordo com o Huffington Post, já houve casos de pastores que sugeriram aos fiéis a prática sexual com seus respectivos cônjuges durante 30 dias seguidos, ou vestir-se de sem teto e viver nas ruas por um tempo, a fim de conhecer os verdadeiros moradores de rua.
Veja lista de 12 desafios “diferentes” propostos por pastores nos últimos anos.
1 – Bispo sem-teto
O bispo mórmon David Musselman, da cidade de Utah, disfarçou-se de mendigo e foi para as redondezas de sua igreja antes de um culto. Na experiência, várias pessoas o abordaram para que saísse da área. Alguns ofereceram dinheiro, e outros, se mostraram indiferentes.
Durante o culto, ele caminhou até o púlpito, pediu para entregar uma mensagem e revelou sua verdadeira identidade. “Muitos, na verdade, saíram do seu caminho para me ignorar propositadamente, e eles nem sequer fizeram contato visual”, afirmou o bispo, que disse acreditar que a mensagem de sua iniciativa tenha sido transmitida.
2 – Um mês de sexo – sem desculpas
Em 2008, o pastor Paul Wirth, da Igreja Relevante, na Flórida, desafiou os casais na congregação a manterem relações sexuais por 30 dias seguidos, assim como ele e sua esposa havia feito.
Para justificar o desafio, Wirth citou um estudo que mostra que 20 milhões de americanos casados ​​fazem sexo apenas 10 vezes por ano, e afirmou que as igrejas deveriam fazer algo sobre isso.
A reação foi muito positiva, segundo o pastor. “Tem sido ótimo”, disse Doug Webber, membro da igreja. “Estamos definitivamente dormindo melhor, e isso realmente nos uniu como um casal. Estou surpreso que tenha funcionado tão bem. “A Igreja renova periodicamente o desafio”, complementa o pastor.
3 – Uma semana de “cópula congregacional”
Também em 2008, o reverendo Ed Young da Fellowship Church, em Grapevine, Texas, exortou os casais em sua megaigreja de 20 mil membros a seguir ele e sua esposa em um um desafio chamado de “Sete Dias de Sexo”, numa espécie de semana de “cópula congregacional”, como ele chamou.
Depois do desafio, o pastor e sua esposa instalaram uma cama no telhado da igreja e se comprometeram a passar 24 horas lá juntos na frente de Deus e todo mundo. Mas ele sofreu uma lesão na luz do sol para os olhos e teve que abortar essa curta experiência sexual.
4 – Perder peso para o Senhor
O pastor Rick Warren, da Igreja Saddleback, no sul da Califórnia vem promovendo uma espécie de dieta bíblica. Em 2011, ele disse que precisava perder 40 Kg, e desafiou sua congregação para ajudá-lo, fazendo uma dieta que ele chamou de “O Plano de Daniel”, basicamente “um regime de 40 dias com base no Livro de Daniel”.
Cerca de 12 mil pessoas se inscreveram e no decorrer do ano lançaram um objetivo coletivo de perder 113 mil Kg. Em dezembro de 2013, o pastor Warren publicou a experiência de “O Plano de Daniel” como um livro.
5 – Comer com pouco $
O Desafio Food Stamp, que pede aos participantes a comerem alimentos comprados com apenas US$ 4,39 por dia, foi aceito pelo pastor metodista Sonnye Dixon. A ideia é que os participantes entendam como é a realidade de pessoas com baixa renda em diversos países do mundo.
Dixon passou 2007 gastando apenas US$ 21 por semana, e afirmou que no começo, foi difícil.  “Perto do final da semana, por causa da dieta, eu fiquei irritado, meus padrões de sono se tornaram confusos, e por isso, tenho toda a noção do que acontece e do impacto que a dieta tem no indivíduo. Todos os efeitos foram muito reais para mim”, afirmou.
6 – Enviem dinheiro pra eu sobreviver
Um dos mais famosos e controversos esquemas de angariação de fundos de uma igreja foi lançado pelo falecido, Oral Roberts, conhecido como grande entusiasta da teologia da prosperidade.
Em janeiro de 1987, Roberts disse à sua audiência nacional de televisão que ele precisava receber US$ 8 milhões, ou mais, até março, para financiar um hospital que ele estava construindo.
“Eu estou pedindo para você ajudar a prolongar a minha vida”, disse ele. “Estamos no ponto em que Deus poderia chamar Oral Roberts para casa em março”.
Os fiéis atenderam o desafio e doaram US$ 9,1 milhões. Entretanto, o hospital acabou fechando dois anos depois, e Roberts morreu em 2009.
7 – Pastor encaixotado
Em 2009, o pastor Ben Dailey prometeu passar três dias vivendo em um cubo de acrílico de 1,9m² em cima de sua igreja em Irving, Texas, caso mais de 4 mil pessoas frequentassem os cultos de Páscoa e o domingo seguinte, quando o número de fiéis cai bruscamente.
A congregação superou o desafio – foram 4.006 pessoas nos cultos- e o pastor Dailey entrou na caixa, que tinha eletricidade, um ar-condicionado, livros, notebook, televisão, um iPhone, uma cadeira e uma abundância de alimentos.
8 – Reverendo no telhado
O reverendo Corey Brooks armou uma tenda no telhado de um hotel abandonado de Chicago e prometeu ficar lá até que fosse arrecadado dinheiro suficiente – 450 mil dólares – para comprar e derrubar o prédio, que segundo o pastor, era um paraíso para as drogas, prostituição e violência.
Em fevereiro de 2012, o ator Tyler Perry prometeu 98 mil dólares para colocar Brooks no alto do prédio, e ele desceu depois de 94 dias.
9 – Se você gosta, então deveria ter colocado um anel
O bispo Rudolph McKissick Jr. sabia que muitos casais da congregação de Jacksonville, na Flórida, estavam vivendo juntos sem estarem casados, assim como muitos casais não iam à igreja.
Mas em um culto de domingo em outubro de 2013 o bispo cansou da situação e desafiou os amasiados da platéia a tomarem uma posição de irem ao altar e se comprometerem a dar casar em um mês. Nove casais se levantaram, e um mês depois, se casaram.
10 – Andar a pé em Nova York com uma cruz
Robert Wood anda pelas rodovias (literalmente) e atalhos da região de Nova York barbudo e vestido com túnicas, carregando uma mochila e uma enorme cruz de madeira. Seu objetivo é levar as pessoas a se converterem ao cristianismo. “Tenho feito isso por 22 anos”, disse ele em uma entrevista de 2012. “Eu não vou parar a não ser que o arrebatamento venha ou eu morra na estrada”, disse ele.
11 – Viver a Bíblia, escrever o livro
Por que os pastores devem ter toda a diversão? O editor da revista Esquire, AJ Jacobs, escreveu em 72 páginas cada regra encontrada por ele na Bíblia e passou um ano tentando seguir todas eles.
Não raspou a barba, e apedrejou um adúltero (embora tenha usado pedras que não machucavam muito). O resultado: um livro chamado The Year of Living Biblically: One Man’s Humble Quest to Follow the Bible as Literally as Possible (“O Ano Vivido Biblicamente: A Busca de um Homem por seguir a Bíblia o mais literal possível”, em tradução livre).
12 – Não tente isso em casa
Com o desejo de “alcançar os perdidos para Jesus Cristo”, uma equipe de acrobacias de moto fundada em 2009 passou a viajar para feiras organizadas por igrejas nos Estados Unidos sob o argumento de ser um “ministério evangelístico esportes de ação”. Um dos primeiros integrantes e mais exuberante, porém, é o pastor e motociclista Aaron Ramsey, que dirige o ministério “Salto para o Rei” e salta ônibus em estacionamentos de igrejas, por vezes, através de uma parede de fogo.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Grupo de evangelistas é assassinado a tiros enquanto pregavam o Evangelho





Um grupo de evangelistas foi assassinado enquanto anunciavam o Evangelho em El Salvador, no último sábado, 11 de janeiro.
Os seis evangélicos, com idades entre 16 e 54 anos, foram mortos a tiros na cidade de Achuapan, na fronteira com a Guatemala.
Segundo informações do jornal La Pagina, eles haviam saído de um culto antes de serem atacados. As autoridades locais não tem informações a respeito da motivação de quem cometeu o crime.
El Salvador é um país que convive com a violência intensa. Em 2013, foram registradas mais de 6 assassinatos por dia, em média.
A chacina dos evangelistas foi o segundo ataque contra evangélicos no país. Uma semana antes, um ônibus que transportava um grupo de evangelismo foi metralhado na região de Apopa.
De acordo com a imprensa local, as regiões onde os ataques foram registrados são conhecidos como de alta periculosidade.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Pastor afirma que o presidente Barack Obama “está abrindo o caminho para o anticristo”





As acusações feitas contra o presidente Barack Obama por lideranças evangélicas conservadoras já não são novidade. Muitos pastores o acusam de fingir sua fé cristã, de ser um muçulmano ou estar a serviço de satanás.
Agora, o pastor Robert Jefress foi mais longe e disse que o presidente “está abrindo o caminho do anticristo”.
Jefress é líder da Primeira Igreja Batista em Dallas, uma megaigreja que reúne mais de 11 mil membros, e acaba de lançar o livro Perfect Ending (“Final perfeito”, em tradução livre), onde faz as declarações a respeito de Obama.
“Pela primeira vez na história um presidente do nosso país propôs abertamente alterar uma das leis mais fundamentais da sociedade (para não falar de Deus): que o casamento deve ser entre um homem e uma mulher”, escreve Jeffress. “Eu não estou sugerindo que o presidente Obama é o anticristo. O fato de que ele tenha sido capaz de propor uma mudança tão radical na lei de Deus e ainda ganhar a reeleição por uma margem confortável mostra como um líder mundial futuro será capaz de se opor às leis de Deus, sem qualquer repercussão”, observou o pastor.
Robert Jefress pondera sobre a questão de que a sociedade norte-americana tem contribuído para o surgimento de propostas como essas: “Eu não estou dizendo que o presidente é um homem mau que está tentando destruir a nossa sociedade, mas os americanos estão voluntariamente desistindo de sua liberdade porque eles [os políticos] disseram ser por um bem maior”, disse ele. “Um futuro ditador mundial vai assumir o poder, sob o pretexto de um bem maior do mundo”, pontuou, segundo informações do Urban Christian News.
No livro, o pastor cita a espionagem da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos em telefonemas, e-mails e sms como uma gradual privação de liberdade: “Como pode este líder ser capaz de usurpar a liberdade de expressão, com pouca ou nenhuma oposição?”, questionou o pastor. “As pessoas estão aprendendo desde já a render seus direitos pessoais para o chamado ‘bem maior’”, concluiu.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Lição de vida _ Impossivel não chorar

REFLEXÃO DE 13/01/2014






"Não digas: vingar-me-ei do mal; espera pelo Senhor e ele te livrará." Provérbios 20:22


Pensamento: Qualquer tipo de vingança, antes de ser uma realidade, é um coquetel de emoções negativas: ódio, raiva, rancor, ira, mágoa e desespero. Esses são sentimentos próprios do coração natural. Mas o fato de serem naturais não significa que sejam corretos. Ao contrário, é um aglomerado de veneno que destrói as coisas mais puras que o ser humano tem. É como ácido que corrói valores, princípios e principalmente a paz do coração. Por isso, a promessa é: “Ele te livrará.”


Oração: Senhor Deus, por favor, pelo poder do seu Espírito, ajude-me a perdoar e esperar pela Sua justiça. Livra-me do veneno de um coração vingativo que não perdoa. Que a minha atitude, comportamento e resposta àqueles que me fazem mal ajudem a levá-los a conhecer o Seu verdadeiro amor. Em nome de Jesus. Amém.

REFLEXÃO DE 12/01/2014




"O qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica." 2 Coríntios 3:6


Pensamento: Uma nova aliança, Deus entrou num novo acordo conosco, suas criaturas, selou-o com o sangue do Seu Filho Jesus, e enviou o Espírito para nos dar o poder de viver a vida desta nova aliança. Deus fez uma aliança de amor e graça conosco. O Todo-Poderoso nos fez dignos e competentes para compartilhar essa aliança com outros. É por isso que ela dá vida: traz vida para nós e através de nós!

Oração: Ó santo e majestoso Deus, obrigado por sua graça que me salvou do pecado e me redimiu da lei do pecado e morte. Obrigado por enviar o presente do Seu Filho e o presente do Seu Espírito para que possa viver com o Senhor numa aliança de vida, graça e amor. Ao confessar minhas fraquezas, também me comprometo a honrar o seu sacrifício, amor e aliança, confiando que o Senhor me capacitará para ser o que o Senhor está me chamando para ser. Em nome de Jesus eu oro. Amém.

Descoberta de arqueólogo dá respaldo ao relatos bíblicos sobre o rei Davi e Salomão




Recentemente o arqueólogo Josef Garfinkel divulgou o resultado de escavações nas quais foram descobertas ruínas da cidade de Khirbet Qeiyafa, no vale de Elá, localizada perto do lugar onde, segundo os relatos da Bíblia, Davi matou Golias.
- Não sabemos muito da história, política ou da urbanização nos tempos de Davi. Sem a Bíblia. Aqui, pela primeira vez, temos uma cidade fortificada do tempo do Rei Davi – afirmou Garfinkel.
No local, que marcações por carbono mostraram ser da época de Davi, o estudioso relata ter escavado dezenas de habitações. Ele acredita que três delas foram utilizados para fins religiosos. Garfinkel, que trabalhou em parceria com a autoridade de antiguidades de Israel, apresentou ainda uma série de artefatos religiosos encontrados durante a escavação, em uma conferência de imprensa em Jerusalém.
- Temos duas caixas, uma feita de barro e outra de pedra que foram usadas? Para conservar símbolos de Deus – relatou.
No sítio arqueológico explorado pelo estudioso, não foram encontradas estátuas nem ossos de porco o que, segundo o estudioso, denota que os habitantes daquelas casas seguiam o mandamento bíblico para não comer carne de porco ou fazer imagens, ao contrário de seus vizinhos cananeus ou filisteus.
Além disso, vários objetos encontrados tinham a forma dos templos, confirmando a descrição bíblica encontrada em 1 Reis, que descreve o estilo arquitetônico do templo de Salomão. Josef Garfinkel ressalta a importância da descoberta afirmando que elas refutam argumentos de que a Bíblia foi escrita 800 anos depois do rei Davi, e que não possui conexão com a história real.
- Esta é a fortaleza de nosso argumento, temos memórias históricas incorporadas na Bíblia hebraica e as pessoas não podem dizer que Davi e Salomão foram figuras mitológicas. Eles eram verdadeiros seres humanos – conclui o arqueólogo, afirmando ainda que a Bíblia e arqueologia devem trabalhar juntas.

Por Dan Martins, para o Gospel+

Apesar de serem oprimidas pelas, religiões mulheres são mais devotas que os homens, afirma ex-pastor





Na maioria das religiões o homem exerce, normalmente, um papel de maior destaque e importância, em termos sacerdotais e também nas sociedades com grande influência religiosa. Apesar dos avanços sociais recentes que deram mais liberdade às mulheres, essas são, muitas vezes, relegadas a um papel secundário no dia a dia religioso.
Com base nesse raciocínio, o ex-pastor batista e bacharel em teologia Axel Bezerra Alves escreveu um artigo no qual traça o paralelo entre as doutrinas restritivas às mulheres ainda presentes em muitas religiões, com o fato de elas serem, normalmente, mais devotas e mais dedicadas à religião do que os homens.
Em seu texto, publicado recentemente no blog do jornalista Paulo Lopes, Alves trata a questão como um paradoxo. Ele afirma ainda se tratar de um bom assunto para estudos antropológicos e psicológicos, ao citar as imigrantes muçulmanas na Europa, que muitas vezem entram na justiça para terem o direito de usar o véu característico de sua religião.
Ao desenvolver o assunto, ex-pastor classifica as principais religiões do mundo, como cristianismo, como “extremamente machistas” e cita algumas características ou fatos históricos relacionados às religiões para endossar tal linha de pensamento. Entre outros, ele cita o fato de a igreja católica, bem como algumas protestantes, não permitirem o sacerdócio feminino. Ele critica também o islamismo, afirmando que “entre os muçulmanos, é evidente a submissão da mulher; é obrigada a dividir o marido com outras em silêncio, casa-se muito cedo, às vezes antes da puberdade”.
Bacharel em teologia, Alves afirma também que nas salas de aula os professores que tentam questionar a religião encontram maior resistência nas mulheres religiosas, e que entre os homens a resistência é muito menor.
Criticando diretamente as religiões, o ex-pastor finaliza dizendo que “a religião é condescendente com estupradores e pedófilos”, e que é um “tropeço” na luta pela conquista de direitos femininos.

Por Dan Martins, para o Gospel+

Tribunal do Paquistão aprova pena de morte para quem blasfemar contra Maomé




Um tribunal islâmico no Paquistão decretou que aquele que blasfemar contra o profeta do Islã, Maomé, tem apenas uma punição, que é a ‘morte’.
paquistão-blasfemia-maomé-morte De acordo com o Morning Star News, a Corte Federal Shariat que supervisiona os tribunais penais que tratam de casos relacionados com a Lei Islâmica.
A punição até então de quem blasfemava contra o profeta Maomé era prisão perpetua ou a morte, no entanto, recentemente a Corte Federal ordenou que o governo eliminasse a opção de prisão perpetua, deixando como única opção a morte.
Especialistas em liberdade religiosa dizem que esse novo decreto os tem deixado mais preocupado, pois poderá levar ao aumento da perseguição de minorias, e, assim, dar mais poder ao tribunal islâmico.

Portal Padom

Igreja histórica é pichada por supostos satanistas





Na noite da última quarta-feira, 8, a Igreja do Rosário, da cidade de Itapetininga, que fica a 165 km da capital paulista, teve suas paredes externadas pichadas com frases como “a serviço de satã” e alguns números relacionados a cultos satânicos.
igreja-pichada-satanistasInaugurada em 1873, a Igreja do Rosário, foi declarada como interesse histórico pelo patrimônio municipal, no entanto isso não impediu dela ser alvo diversas vezes de vândalos, que em setembro do ano passado fez pichações semelhantes.
Desta vez, além das pichações, os vândalos também roubaram as luminárias que estavam instaladas na fachada do templo, deixando ainda mais os fiéis revoltados com o ocorrido.
José Carlos Machado, que é o guardador da igreja, disse que o prédio religioso recentemente foi restaurado, mas ele também acredita que esses ataques ocorrem porque a praça que fica entorno da igreja é escura e sem policiamento durante a noite, facilitando ainda mais as ações dos vândalos.
s
Já a Polícia Militar, informou que o grupo de vândalos podem ser os mesmos que fizeram pichações no prédio da Câmara Municipal e em outras igrejas da cidade.
Alguns moradores, disseram ao Jornal Estadão, que esse vândalos fazem parte de uma  seita satânica que costumam se reunir no cemitério para realizar cultos. “São jovens do tipo rebeldes sem causa, mas não são violentos”, disse a professora Evelyn Macedo. A PM informou ter feito abordagens na praça, mas não flagrou os pichadores. A ação está sendo investigada pela Polícia Civil.

Portal Padom

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.