Líder do Estado Islâmico diz que Islã é a religião da guerra Ele convoca todos os muçulmanos do mundo para que se junte à essa guerra






O líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdali, aparece em uma mensagem de áudio divulgada pelo grupo terrorista afirmando que o “islã é a religião da guerra”.
A mensagem foi compartilhada em fóruns jihadistas e se baseia em um ensinamento de que o profeta Maomé teria ordenado que se faça guerra “até que somente Alá seja adorado”.
O líder jihadista diz que todos os muçulmanos devem trabalhar essa guerra e não só o EI. “A guerra que estamos travando não é só a guerra do Estado Islâmico. É a guerra de todos os muçulmanos”.
Com isso, al-Baghdali convoca a todos os fiéis de Ala para que se juntem à jihad (guerra santa) que “é a guerra das pessoas de fé contra os infiéis” e “é obrigatória para todo muçulmano que preste contas a Alá”.
Ao mesmo tempo que pregava que a luta é uma obrigação de todos os muçulmanos, o líder do EI elogia os combatentes do grupo terrorista que lutam no Iraque, Síria, Líbia, Argélia, Tunísia e em outros países.
Não se sabe a data do vídeo, mas se for confirmado que se trata de um áudio original e recente, a informação de que Baghdali foi gravemente ferido no dia 18 de março será desmentida. Com informações Exame

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.