Prisioneiros executados na Indonésia entoaram hinos cristãos no corredor da morte, diz pastor





Os oito prisioneiros executados pela Indonésia na última terça-feira, 28 de abril, entoaram o hino cristão “Amazing Grace” quando estavam no corredor da morte.
Entre os executados estavam o brasileiro Rodrigo Gularte, 42 anos, e o australiano Andrew Chan, 31 anos, que após se converter e estudar teologia, havia se casado e sido ordenado pastor.
Segundo informações do jornal inglês Independent, quando os oito condenados foram posicionados em frente ao pelotão de fuzilamento, começaram a cantar “Bless The Lord O My Soul” e dispensaram o uso de vendas nos olhos.
“Eles cantaram uma música atrás da outra. Louvando a Deus. Eles cantaram algumas músicas juntos, como em um coral. Os não-cristãos [também cantaram], e eu acredito que cantaram com o coração”, disse o pastor Karina de Veja.
De acordo com Leonardo Carvalho Monteiro, maior autoridade brasileira na Indonésia, Rodrigo Gularte disse que iria para o céu assim que fosse fuzilado, e que aguardaria pelos amigos e familiares à porta do paraíso.
A repercussão internacional da execução coletiva dos condenados por narcotráfico foi extremamente negativa: “Foi um ato cruel e desnecessário, porque ambos já tinham passado 10 anos na cadeia. Os dois jovens australianos foram totalmente reabilitados na prisão”, disse o primeiro-ministro australiano Tony Abbott.
Numa atitude semelhante à da presidente Dilma Rousseff (PT), Abott anunciou que o embaixador do país na Indonésia, Paul Grigson, será retirado de Jacarta imediatamente, em resposta direta à execução dos cidadãos australianos. Em janeiro, Dilma chamou o embaixador brasileiro de volta ao Brasil após a execução do carioca Marco Archer Cardoso Moreira.
Ouça, nos vídeos abaixo, versões em inglês do hino clássico cristão “Amazing Grace” e da música “Bless The Lord O My Soul”, de Matt Redman, entoados pelos detentos momentos antes de sua execução:

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.