Portas Abertas: família cristã que teve filha sequestrada pelo Estado Islâmico pede oração




A família de uma menina sequestrada há quase um ano pelos terroristas do Estado Islâmico pede oração para que a situação da criança seja esclarecida de uma vez por todas.
Christine, que tinha três anos de idade quando foi raptada, é a caçula de uma família formada por cinco filhos. O pai da menina, Khader Abada, é cego, e resolveu não sair da cidade de Qaraqosh, no Iraque, porque teria muitas dificuldades devido às suas necessidades especiais.
O caso de Christine vem sendo acompanhado pela Missão Portas Abertas. A mãe da menina, Ayda, conta que ainda espera ver sua filha voltando para casa.
O sequestro aconteceu quando os extremistas obrigaram a família a ir a um local onde passariam por um check-up médico. Outras famílias cristãs também foram intimadas, e quando chegaram ao local, se deram conta que tinham caído em uma armadilha.
O edifício estava tomado de guerrilheiros do Estado Islâmico, que recolhiam os pertences dos cristãos e documentos. Os cristãos foram colocados em um ônibus com as janelas cobertas por lama para que eles não vissem o lado de fora.
Ayda relata que, até esse momento, estava com Christine em seus braços. “Um deles veio e inspecionou as pessoas no ônibus. Ele andou até nós e pegou a minha menina dos meus braços e apenas se afastou”, relatou, acrescentando que correu atrás do terrorista implorando que devolvesse sua filha, mas ele ignorou e levou a menina de volta para o prédio.
Khader, Ayda e os outros filhos seguiram viagem junto com outras famílias cristãs e, quando chegaram a um local distante, foram ordenados a descer do ônibus. Os terroristas disseram que estavam livres, mas eram obrigados a atravessar um rio e ficar do outro lado.
Agora, onze meses depois, a família vive em um acampamento de refugiados e ainda não tem informações sobre Christine, e toda busca por notícias tem sido vã. A Portas Abertas pede orações pela família Abada: “Mesmo sem saber se Christine está viva ou não, interceda ao Senhor por ela e por sua família; que Deus traga consolo aos seus pais. Assim como Christine, outras crianças no mundo se encontram sob posse de grupos radicais. Suplique ao Senhor Jesus por esses pequenos. Ore pelos perseguidores, que eles conheçam o Deus vivo e o tamanho do seu poder e amor.


 Publicado por Tiago Chagas em 27 de julho de 2015

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.