Crianças dormindo nos escombros





Em Gaza, crianças estão vivendo sob os escombros da guerra do ano passado e pagam um preço alto por um conflito do qual não participaram. Mas esta semana nossa comunidade pode ajudar essas crianças a conseguir casas, escolas e postos de saúde. Assine agora e vamos nos unir às agências humanitárias para exigir que materiais de construção entrem em Gaza:

ASSINE A PETIÇÃO
Caros amigos,

Um ano após a guerra que destruiu a Faixa de Gaza,milhares de crianças ainda estão dormindo sob os escombros de suas casas.

Embora seja uma violação clara da lei internacional, Israel proibiu a entrada de materiais básicos de construção em Gaza. Mas criança nenhuma deve ser forçada a viver nas ruínas de suas casas, estudar com destroços de bombas em suas salas de aula ou deixar de ter cuidados médicos básicos porque os centros de saúde foram destruídos.

Temos um plano para mudar essa situação: a Avaaz se uniu às principais agências humanitárias que atuam em Gaza para lançar uma campanha de emergência pedindo que os principais doadores de ajuda humanitária internacional levem materiais de construção necessários para dentro da Faixa de Gaza. Como os principais países que financiam a reconstrução de Gaza, esses governos podem insistir que Israel suspenda as restrições.

Se fizermos um protesto para chamar a atenção do mundo e que não poderá ser ignorado de jeito nenhum, poderemos pressionar os nossos governos a ir além das palavras e agir com diplomacia de verdade para acabar com este bloqueio. Assine a petição -- é hora de mostrar aos nossos líderes que a inércia diante desta crise humanitária é inaceitável:

https://secure.avaaz.org/po/gaza_blockade_loc/?bIzodcb&v=63883

Apenas 5% das 6.700.000 toneladas de barras de aço, cimento e materiais de construção necessários para reconstruir o que foi destruído desde o fim da guerra foram autorizadas a entrar em Gaza. Neste ritmo, a reconstrução de Gaza vai demorar 17 anos.

Embora o fechamento das fronteiras com o Egito tenha limitado a quantidade de suprimentos que entram em Gaza e os partidos políticos da Palestina também fracassaram ao não priorizar a reconstrução, o maior obstáculo continua sendo, sem dúvidas, as restrições impostas por Israel. Israel alega que tais restrições são necessárias por motivos de segurança, mas a Organização das Nações Unidas e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha disseram a Israel que impor este bloqueio a Gaza é uma violação do direito internacional.

O bloqueio, que é constante há 8 anos, já levou a três trágicos conflitos, marcados por destruição e derramamento de sangue. A história nos ensinou que tirar a sensação de proteção e segurança de toda uma população só cria mais sofrimento e dor para todos os envolvidos. Este bloqueio é uma ponte para lugar nenhum: apenas faz inocentes sofrerem para alcançar fins políticos, em vez de procurar uma solução que seja realmente melhor para todos os lados da situação.

Alguns governos já se manifestaram e prometeram US$ 3,5 bilhões para a reconstrução de Gaza. Mas a melhor maneira de fazer com que os líderes assumam uma posição mais forte e realmente mudem a situação é se as populações de seus países deixarem claro que se importam com Gaza. É aí que nossa comunidade entra: vamos dizer a eles que queremos ação agora.

https://secure.avaaz.org/po/gaza_blockade_loc/?bIzodcb&v=63883
Há anos a nossa comunidade global atua em conjunto com membros da Avaaz na Palestina e Israel pelo fim da repressão e da violência, e mobiliza o mundo em prol de justiça, liberdade e paz. Os ataques indiscriminados do ano passado mataram quase 500 crianças inocentes. Um ano depois, crianças traumatizadas ainda estão desesperadas por ajuda. Vamos ecoar seus gritos e ajudar a garantir que suas casas sejam reconstruídas.

Com esperança e determinação,

Fadi, Alice, Melanie, Wissam, Emily, Falastine, Ricken e toda a equipe da Avaaz 

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.