O Jogo da Imitação… Quando você pensa que já viu de tudo no arraial gospel, aí surge uma “apóstola” vestida de sol.




http://artigos.gospelprime.com.br/

Moisés, homem de Deus foi recrutado para fazer frente ao Faraó para extrair o povo de Israel do Egito. As dez pragas enviadas para aquele país foram um sinal claro de que Deus agia e falava através dele e de Arão.
Deus mesmo os orientou sistematicamente para que, quando os dois irmãos estivessem frente a frente com o monarca egípcio deveriam informar sobre a libertação iminente do seu povo e depois jogar a vara pra que ela se transformasse em serpente.

E que comecem os jogos

Foram lá e ficaram cara a cara com o Faraó, falaram tudo o que Deus ordenou. A parte curiosa é que quando jogaram a vara e ela se transformou em serpente, isso não surpreendeu ao rei, que mandou logo chamar os sábios e mágicos da corte. E eles imitaram, na íntegra, a mesma coisa com suas próprias varas. Mas, o ponto alto da trama foi a parte em que a serpente de Arão engoliu as outras serpentes.
E a mesma coisa se repetiu em duas das 10 pragas enviadas por Deus que foram sistematicamente “copiadas” pelos magos.
E assim o jogo da imitação continua: transformaram agua em sangue e fizeram rãs aparecerem. Contudo, quando Moisés e Arão fizeram piolhos surgirem os magos não mais puderam imitá-los. Fim de espetáculo? Não.

Porque o show tem que continuar.

Lembram-se do Simão, o mágico e dos filhos de Ceva?
Em Atos 8 um homem se surpreende com o dom do Espírito Santo e deseja comprá-lo de Pedro e João em Samaria. Mas, foi veemente rechaçado e reprendido pelos apóstolos que disseram: “Que esse dinheiro morra com você, por pensar que o dom de Deus pode ser comprado!”
E mais na frente, no capítulo 19 de Atos, um judeu, chefe dos sacerdotes, chamado Ceva, tinha sete filhos que andavam peregrinando e praticando o exorcismo. A Bíblia não conta onde exatamente viram Paulo expulsar demônios, mas que eles deram prosseguimento ao show deles dizendo aos espíritos malignos;  “Esconjuro-vos por Jesus, a quem Paulo prega!”.
Resultado? Levaram uma surra daquelas desses demônios.
Quando paramos pra pensar no fim dos tempos sempre pensamos que será mesmo muito impressionante. Mas, não nos preparamos para interpretar os “sinais” que Cristo disse que antecederiam esse fim.
Talvez observar as guerras e catástrofes, o esfriamento do amor e o aumento do mal, que ocorre do lado de fora da igreja, seja a parte mais fácil.
Contudo, decifrar os sinais no nosso dia a dia, dentro do muro “gospel”, parece ser mais difícil e complexo. Evidentemente que sempre estão surgindo personagens como Inri Cristo, ou um músico Fulano de Tal, que se acha “acima da média” e diz asneiras a toda hora, ou extravagancias de pregadores espetaculares.
Há algumas semanas atrás fomos apresentados nas redes sociais a mais uma figura que se intitula uma “apóstola vestida de sol”, afirmando  ser a encarnação da mulher de Apocalipse 12.
Mal sabendo ela que não há nada de exclusivo nisso. E que, de certa forma, todos os cristãos têm haver com esta revelação apocalíptica, visto que essa figura trata-se da Igreja de Cristo. Mas, esta suposta ‘apóstola’ acha que somente ela é a mulher vestida de sol.
Para a maioria de nós cristãos ela é mais uma bizarrice. Mas a contundência das suas declarações nos faz ver que a “mescla” de cores no meio evangélico tem ficado mais e mais indivisível. Quando damos uma olhada nos comentários abaixo de suas declarações vemos de tudo um pouco: declarações de descrédito, zombarias e esculachos. Mas, vemos também pessoas crendo, aceitando e seguindo.
Vídeos e mais vídeos são postados e dá até pra ver que ela mesma ainda não está tão afiada na técnica da indução, e que está engatinhando ainda no palco da hipnose e da auto sugestão, mas já possui projeção de dar inveja, com muitos views no Youtube.
Para onde aponta a “apóstola sol”?
Para a urgência da pregação do evangelho a toda criatura. Será preciso que nós, a verdadeira igreja de Cristo, nos apressemos no plano de tornar o evangelho mais e mais conhecido.
Sim, os Anticristos, que serão vários ao longo da história, estarão surgindo com força e proeminência cada vez maior no nosso meio. Quantos serão até o retorno do Mestre? Um, dois, quatro? Ignoramos ao certo o número total deles. Mas, devemos discernir a cada um.

Perseguição e falsificação não faltarão até a volta de Cristo.

Antíoco Epifânio que profanou o templo, Nero que incendiou Roma e jogou a culpa nos cristãos, Domiciano…  e tantos outros que surgiram e surgirão fazem parte do plano perfeito de Deus para a redenção dos seus filhos.
É bom que nos preparemos, pois o jogo da imitação continuará até a vinda de Cristo.
Maranata!
* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade 
dos respectivos autores e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.