Ação militar na Nigéria mata 150 terroristas do Boko Haram e resgata 36 mulheres e crianças

Publicado por Tiago Chagas em 26 de outubro de 2015

Uma ação militar conjunta resultou na morte de 150 jihadistas do grupo terrorista Boko Haram, informou o governo da Nigéria.
A ação contou com contingente do Exército nigeriano, patrulheiros e caçadores do estado de Adamawa, no nordeste do país.
O confronto aconteceu na última semana, e além da apreensão de armas e outros equipamentos, foram resgatadas 36 mulheres e crianças que eram mantidas em cativeiro, segundo informações do jornal The Punch.
“Recuperamos quatro fuzis AK-47, sete granadas, seis artefatos explosivos caseiros e 15 revólveres”, revelou o porta-voz do grupo de combatentes civis, Bukar Jimeta.
A mobilização foi organizada e executada após o governo reunir informações de inteligência que apontavam para mais um ataque terrorista na região. Dessa forma, os militares e os voluntários agiram preventivamente.
Young Morris, chefe do grupo de caçadores, também comemorou o sucesso da operação, que permitiu a recuperação de 155 cabeças de gado que haviam sido roubadas pelos terroristas. Os animais foram levados à base do Exército em Magadali, de acordo com informações do site da revista Veja.
As ações contra o Boko Haram foram intensificadas pelo novo presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, um muçulmano, eleito para o cargo no primeiro semestre de 2015. Ele estabeleceu o mês de dezembro desse ano para que o grupo extremista seja desmantelado, e vem contando com apoio militar e de inteligência dos Estados Unidos.
Estimativas das autoridades nigerianas apontam para mais de 17 mil mortes pelas mãos do Boko Haram, desde sua ascensão, em 2009, com a proposta de formar um califado no país e exterminar os cristãos, que são maioria da população.

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.