Ex-muçulmanos convertidos ao Evangelho protestam contra “idolatria” de católicos a imagens


Resultado de imagem para barrinha para separar texto
Publicado por Tiago Chagas

Um protesto feito por cristãos que se converteram ao Evangelho após abandonar o islamismo se tornou manchete em vários portais de notícia ao redor do mundo. Os ex-muçulmanos interromperam uma missa na última semana e instaram os fiéis a abandonarem a “idolatria”.
O grupo, denominado Koosha Las Vegas, invadiu três igrejas diferentes da cidade, vestidos com camisetas com as frases “Trust Jesus” (“confie em Jesus”) e “Jesus Is The Only Hope” (“Jesus é a única esperança”).


Gritando palavras de ordem, entregaram panfletos aos fiéis que participavam das missas e alertaram que a doutrina católica seria um pecado “contra Deus e Suas leis”.
“Arrependam-se e voltem para Jesus Cristo! O papa é satanás! A imagem de Maria é satanás!”, gritou um dos homens que participou do protesto. “Deixem de adorar ídolos! Os ídolos não irão salvá-los! Vocês precisam de Jesus Cristo! Vocês precisam do Pai, do Filho e do Espírito Santo”, acrescentou.
O protesto obrigou os padres e responsáveis pelas paróquias a acionarem a Polícia, porém, como os manifestantes não cometeram nenhum crime, ninguém foi preso, de acordo com informações dosite Catholic News Agency.
Uma semana antes desse protesto, o grupo já havia protestado em frente a uma escola católica, dizendo aos alunos que se eles comparassem “o catecismo da Igreja Católica e as Escrituras, entenderiam porque Deus odeia este sistema religioso”.
Randy Sutton, especialista em legislação da emissora Channel 13, afirmou que é possível que os manifestantes sejam enquadrados em uma lei estadual de Nevada que classifica as interrupções de celebrações religiosas como “agressão”.
A arquidiocese de Las Vegas informou que está trabalhando, junto com a Polícia, para evitar novos incidentes como esse. Já os manifestantes afirmaram que protestaram por entender que o catolicismo distorce o Evangelho ao incentivar que preces sejam feitas em frente a imagens, pois pode levar à idolatria.
Vale destacar que, como ex-muçulmanos, esses cristãos cresceram em uma doutrina extremamente radical no que tange às imagens. No islamismo, a idolatria é tratada de forma muito contundente, e punida severamente.


Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.