Meu passado me persegue, o que devo fazer? Por Gustavo e Myllene





Antes de começar o artigo, queremos apresentar o casal dessa semana. Trata-se de Cléber e Fabiane, que mesmo pertencendo a denominações diferentes, conseguem focar em seu objetivo de adorar ao Senhor através de seu relacionamento. Atualmente estão abençoando outros casais de namorados a adotar o padrão de namoro santo como estilo possível e necessário.
Nesta semana iremos tratar de algo que geralmente precipita lágrimas. Quando dizemos que namoro é coisa séria, não estamos apenas nos baseando no estilo de relacionamento que defendemos, mas, sobretudo, pelo que testemunhamos na vida de diversos jovens amargurados, feridos e descrentes do amor após decepções amorosas.
Infelizmente tem muito canalha e picareta emocional por aí, brincando com os sentimentos das pessoas para satisfazer seus desejos e prazeres egoístas. Muitos estão sentados em igrejas à espera da primeira oportunidade que alguém der. Nada melhor do que conhecer o histórico de um indivíduo para ter alguns indícios de sua conduta, por mais gatinho que ele possa parecer.
Mas e aí, você foi ferido, como então poderá se curar? Meu amigo, antes de qualquer coisa não caia na receita antibiótica deste mundo achando que outro relacionamento irá tratar seu coração machucado. O efeito esconde inicialmente suas feridas, mas uma hora vem à tona, pior do que no primeiro estágio. Os efeitos colaterais não atingirão apenas a você, mas também aquele que imprudentemente procurou se relacionar antes de ser curado. Pare tudo! Peça um tempo para seu coração! Recuperação leva tempo e só com ele saudável, poderá corresponder de forma sadia a um novo relacionamento.
Nem pense que ao se relacionar com outra pessoa você demonstrará que pode ser amada ou que se vingará ficando com alguém. Se valorize irmão! Você é joia rara do Senhor. Ele é o único para derramar o bálsamo necessário para sarar suas feridas.
Todos nós sabemos que para começar a escrever uma nova história, é preciso encerrar a anterior. Muitos de nós, no passado, nos relacionamos com pessoas que não fazem mais parte de nossos planos. Cada um sabe como foram as experiências vividas, os erros cometidos, as consequências que ficaram. Mas depois da cura, podemos viver uma novidade de vida.
Por mais dolorosas que foram as feridas que ficaram em nossa alma, Deus pode nos curar. O primeiro passo é perdoar quem nos ofendeu e também nos perdoar dos erros que cometemos. Não podemos carregar o jugo maligno da culpa. Errar é humano. Quando o arrependimento é verdadeiro, Deus nos livra deste mal, curando e restaurando nossas vidas.
Existe algo no passado, ou de um relacionamento mal sucedido que ainda tem influência sobre sua vida e/ou seu relacionamento? Caso pretenda viver algo de forma sadia, sugerimos as seguintes posturas:
– Evite que o passado se transforme em seu presente;
– O caminho do perdão é a chave para se libertar do passado. Perdoe quem te feriu, ou até mesmo perdoe a si mesmo. O perdão permitirá que tudo aquilo que te aprisiona ou angustia seja lançado no fundo do mar. (Miquéias 7.19);
– Estabeleça uma campanha de jejum e oração para quebra de cadeias ou grilhões emocionais que interferem em seu relacionamento;
– Ore para Deus pedindo que toda maldição hereditária seja quebrada;
– Combata os pensamentos negativos que tentam te prender ao passado (Filipenses 4.6,7) ;
– Seja livre do sentimento de culpa. “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. (1 João 1:9)
– Deus quer que você viva em liberdade. Jesus disse “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.
Se existe alguma mágoa, ferida ou ódio contra alguém, libere o perdão. Verifique se você tem se culpado pelo insucesso anterior. Peça a Deus libertação destas cadeias e juntos orem sobre o assunto.
Viva a plenitude da LIBERDADE em Cristo, pago lá na CRUZ por você! Sim, foi por você!
Até a próxima semana!

* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos 
autores e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.



Estado Islâmico estaria traficando órgãos de suas vítimas para financiar ataques terroristas






Publicado por Tiago Chagas

 


Estado Islâmico estaria traficando órgãos de suas vítimas para financiar ataques terroristas
O financiamento para as atividades terroristas promovidas pelo autodeclarado Estado Islâmico pode vir do tráfico de órgãos, segundo declarações do embaixador do Iraque na Organização das Nações Unidas (ONU).
Mohamed Alhakim afirmou em reunião com o Conselho de Segurança da ONU que o os extremistas fazem tráfico de órgãos para financiar parte de suas ações terroristas.
Segundo o jornal O Globo, o diplomata informou que corpos de pessoas executadas pelo Estado Islâmico foram encontrados recentemente com incisões cirúrgicas e com órgãos faltando.
Alhakim destacou que as informações foram corroboradas por investigações que descobriram a causa da morte de dez médicos iraquianos: sua recusa em participar da barbárie.
“Temos corpos. Venham e examinem. É certo que têm partes faltando”, disse o embaixador durante a reunião.
A ONU mantém um enviado no Iraque, e no seu mais recente relatório, Nikolay Mladenov afirmou que, no mínimo, 790 pessoas foram mortas pelo Estado Islâmico somente em janeiro, e confirmou que a prática de retirada de órgãos das vítimas está se tornando cada vez mais frequente.
A lista de crimes cometidos pelo Estado Islâmico é extensa, e inclui a morte de cristãos e outras minorias religiosas. Dentre as formas usadas pelos terroristas para executar suas vítimas estão as decapitações, imolações e crucificações. Em alguns casos registrados pelas autoridades, os extremistas jogam pessoas de prédios apenas por diversão.
Recentemente, o grupo matou 45 pessoas queimadas vivas em Kirkuk, no Iraque. Antes desse episódio, na Síria, o Estado Islâmico queimou vivo o piloto jordaniano Muath al-Kasaesbeh e filmou o ato bárbaro, divulgando o vídeo em formato de “propaganda”.
A lista de vítimas se acumula, e há poucos dias os terroristas divulgaram outro vídeo, no mesmo formato, com a morte de 21 cristãos coptas egípcios em uma praia da Líbia.



Sheherazade sai em defesa de médico que denunciou aborto O profissional da saúde denunciou uma paciente que passou mal após fazer um aborto com remédio para úlcera






A jornalista Rachel Sheherazade comentou em seu programa na rádio Jovem Pan sobre o caso ocorrido na semana passada no Hospital de São Bernardo do Campo (SP) quando um médico denunciou uma paciente que havia abortado.
O médico achou por bem denunciar o crime, já que a jovem de 19 anos não passou por nenhum dos casos onde a lei brasileira permite aborto. Grávida de quatro meses e sem apoio do parceiro, a gestante tomou quatro comprimidos para úlcera e perdeu o bebê, passando a ter hemorragias.
Ao falar sobre o caso Sheherazade diz que o médico fez bem em denunciar um crime, sendo portanto um bom motivo para quebrar o sigilo profissional determinado pelo Código de Ética Médica no artigo 73.
“O aborto é mais que uma violência física, é um crime gravíssimo perpetrado contra a vida do mais indefeso dos seres humanos, o nascituro, pois ainda no ventre da mãe, aquela que, por lei, deveria resguardá-lo de todos os perigos”, diz a jornalista.
Sheherazade aproveitou para falar ao deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) que se aproveitou do fato ocorrido em São Bernardo para defender a descriminalização do aborto. Wyllys afirmou que o aborto é um “direito individual”, mas a jornalista contesta e pede para que o deputado leia o Código Penal Brasileiro.
“De que legislação ele tirou esse direito? Aborto, no Brasil, não é direito, é crime, sr. Willys. Passível de cadeia, tanto para a mulher que o pratica, quanto para quem a ajuda a abortar. Dê uma olhadinha no Código penal, deputado, não custa nada”, afirmou.
A jornalista contestou também a fala do ex BBB que afirmou que o aborto é questão de saúde pública, lembrando a ele que questão de saúde pública é a dengue, malária, falta de água, falta de saneamento básico, falta de vacinação, falta de planejamento familiar e outros temas.
“Aborto, senhor deputado, é caso de polícia!”, encerra.

É UM ABSURDO: "EUA nomeiam primeiro embaixador mundial da agenda homossexual" Posted: 24 Feb 2015 08:26 AM PST 24 de fevereiro de 2015



EUA nomeiam primeiro embaixador mundial da agenda homossexual

Julio Severo
Os Estados Unidos estão nomeando seu primeiro embaixador internacional de direitos homossexuais. Esse é um evento histórico, pois nenhuma nação, nem mesmo a ONU, jamais nomeou um embaixador homossexual para promover direitos homossexuais mundiais.
Todos os grandes canais noticiosos dos EUA estão cobrindo esse evento histórico.
Num comunicado à imprensa, o Departamento de Estado dos EUA disse que Randy Berry, um diplomata americano declaradamente homossexual, será seu primeiro embaixador especial para promover direitos homossexuais. John Kerry, ministro do Departamento de Estado, disse: “Estamos trabalhando para derrubar as leis que criminalizam a conduta consensual de mesmo sexo em países no mundo inteiro.”
A preocupação do governo dos EUA não é apenas os mais de 75 países que criminalizam a atividade homossexual, mas também mirar nações que estão tentando resistir ao violento ataque de organizações homossexuais dos Estados Unidos e Europa, especialmente por causa de várias leis pró-família que entraram em vigor no mundo em anos recentes. O jornal Washington Post deu alguns exemplos: “O presidente russo Vladimir Putin sancionou uma lei em 2013 que proíbe a ‘propaganda homossexual,’ e a Nigéria proibiu casamento de mesmo sexo e restringiu a conduta homossexual, inclusive exibições públicas de afeição entre gays.”
Putin foi nomeado pela “The Advocate,” a maior revista homossexual dos EUA, como o maior oponente da agenda gay.
Kerry diz que Randy Berry ajudará o governo de Obama em seus esforços mundiais para pressionar os países estrangeiros a eliminarem leis que criminalizam a atividade homossexual.
De acordo com “The Advocate,” a ideia de nomear um embaixador especial para questões LGBT foi defendida com vigor por várias organizações, inclusive o Serviço Mundial Judaico Americano (SMJA) e a Campanha dos Direitos Humanos (CDH), a maior organização homossexual dos EUA, cujo co-fundador, Terrance Patrick Bean, foi preso por agressão homossexual a uma criança no ano passado.
Num comunicado à imprensa, o esquerdista SMJA aplaudiu a nomeação histórica, pelo Departamento de Estado, de Randy Berry como o primeiro embaixador mundial especial para questões LGBT no mundo inteiro.
De acordo com seu próprio site, o SMJA é o quarto maior financiador da agenda gay no mundo todo. Desde 2005, o SMJA investiu mais de 9 milhões de dólares em direitos LGBT mundiais. No ano passado, o SMJA deu 3 milhões de dólares para 47 organizações que promovem a agenda gay em 14 países.
Se você está tentando imaginar como uma organização esquerdista que promove a agenda gay é judaica, recorde que o presidente americano esquerdista que está promovendo a mesma agenda é alegadamente protestante.
De acordo com a revista homossexual “Washington Blade,” Chad Griffin, presidente da CDH, aplaudiu o Departamento de Estado.
“Num momento em que muitos indivíduos LGBT no mundo inteiro estão enfrentando perseguição e violência diária, essa nomeação sem precedentes mostra um compromisso histórico para com o princípio de que direitos LGBT são direitos humanos,” disse ele. “O presidente Obama e o ministro Kerry mostraram tremenda liderança ao serem campeões dos direitos de indivíduos LGBT no exterior. Agora, trabalhando intimamente com esse novo embaixador, temos de trabalhar com mais afinco do que nunca para criar novos aliados, fazer os violadores de direitos humanos baterem em retirada e apoiar os líderes e organizações corajosos que lutam por direitos LGBT no mundo todo.”
A nomeação de um diplomata abertamente homossexual como embaixador LGBT envia uma mensagem de que os Estados Unidos permanecerão na vanguarda e liderança da promoção da agenda gay no mundo inteiro. Mostra também sua determinação de fazer a Rússia, a Nigéria e outras nações baterem em retirada.
Agora os Estados Unidos tornarão o mundo mais livre para os adeptos da ideologia e atos homossexuais e menos livre para cristãos e outros que não aceitam a depravação homossexual, inclusive a Rússia e a Nigéria que estão tentando proteger suas crianças da propaganda homossexual.
Cada ativista homossexual no mundo todo é beneficiado pelo que os EUA estão fazendo.
Cada cristão praticante é ameaçado.
Fico pensando no que acontecerá com cristãos como eu. Meu livro “O Movimento Homossexual,” publicado originalmente pela Editora Betânia em 1998, deixou os grupos gays brasileiros furiosos porque expus que eles estavam trazendo para o Brasil a ideologia gay dos EUA. Aliás, muitos de seus militantes haviam sido treinados e financiados nos EUA. Minha denúncia trouxe ameaças contra mim. Mas agora, com o governo dos EUA escolhendo fortemente ficar do lado dos ativistas homossexuais internacionais, eles receberão mais treinamento e financiamento para avançar e ameaçar, e cristãos como eu correm o risco de serem rotulados de “violadores de direitos humanos” e “criminosos.”
Os EUA, que foram fundados por homens que acreditavam na Bíblia, estão determinados a desafiar as convicções cristãs deles, inclusive a crença deles de que Deus destruiu Sodoma por causa de seus pecados homossexuais. George Washington, por exemplo, via a conduta homossexual como abominável e detestável. Mas a atual América, uma superpotência, acha que é maior do que Washington e do que o Deus que castigou o pecado homossexual de Sodoma. E uma presença maior do Partido Republicano no Senado e Câmara dos Deputados nos EUA não aumentou a oposição a essa ameaça nacional e internacional.
Vendo o avanço implacável da agenda gay nos EUA, vários grandes líderes evangélicos americanos estão investindo na propagação da resistência em outros países. Recentemente, a Campanha pelos Direitos Humanos (CDH), que é o maior grupo homossexualista americano, publicou um relatório intitulado “Exportação de Ódio,” denunciando líderes cristãos americanos que, em contrariedade à política externa oficial dos EUA que promove a agenda gay no mundo inteiro, estão promovendo uma resistência mundial a essa agenda.
É claro que quando o próprio Mal diz que é “Exportação de Ódio” é exatamente o contrário. A real “Exportação de Ódio” — ódio pela família, crianças e cristãos — é o governo dos EUA financiando o ativismo homossexual no mundo inteiro.
Tenho saudades dos dias em que a maior exportação dos EUA eram o Evangelho de Jesus Cristo, com a bênção do governo americano. Hoje, é a sodomia…
Não é de admirar que Billy Graham tenha dito: “Os EUA são tão maus quanto Sodoma e Gomorra.” E muitas vezes ele menciona: “Se Deus não castigar os Estados Unidos, Ele terá de pedir perdão para Sodoma e Gomorra”.
O lugar número 1 do relatório da CDH ficou para o Rev. Scott Lively, autor livro “Pink Swastika,” que tem se destacado por inspirar os russos a assumir uma firme postura contra as políticas homossexualistas do Ocidente. O relatório também aponta que além da Rússia, ele também viaja para Uganda, Europa Oriental e Inglaterra.
Lively é autor de uma “Carta aberta ao presidente Vladimir Putin,” de 2013, onde ele diz:
“O movimento homossexualista não está simplesmente buscando tolerância social, ou aceitação, mas poder e controle político. Eles querem o poder de reprimir toda desaprovação à homossexualidade na sociedade russa e forçar todos os cidadãos (principalmente os jovens) a adotar a opinião de que a conduta homossexual é boa e normal. Eles pedem igualdade, mas logo que conseguem todos os ideais sociais que exploraram para chegar ali, tais como tolerância social, liberdade de expressão e respeito pela diversidade cultural, vem o descarte desses ideais. Em lugar desses ideais introduz-se uma nova cosmovisão e moralidade reversa e invertida que condenam toda desaprovação à homossexualidade como uma nova forma imaginária de intolerância. Chamo esse fenômeno de ‘homo-fascismo’ e o defino como uma forma de extremo radicalismo esquerdista e retrógrado que busca estabelecer rígidos controles autoritários sobre todos os discursos públicos e políticas governamentais com relação a normas e boas maneiras sexuais, e sancionar medidas punitivas contra pessoas que discordam por motivo de consciência, punindo ou suprimindo toda desaprovação à homossexualidade e condutas sexuais relacionadas (que evidentemente, muito embora eles neguem, rapidamente incluiriam doutrinação e exploração sexual de crianças). Nos próximos meses e anos a Rússia e seu povo serão cada vez mais retratados por exagerações abusivas e carregadas de paixão como portadores de ódio e intolerância, decididos a exterminar os homossexuais. Aliás, a campanha de propaganda sobre esse tema já foi iniciada, com filmagens de vídeo professando mostrar neo-nazistas russos batendo em homossexuais agora circulando na internet, junto com a falsa insinuação de que essa é a intenção da lei russa.”
Outros líderes evangélicos americanos citados no relatório da CDH também viajam para outros países para ajudá-los na resistência mundial à agenda gay hoje fortemente promovida pelo governo dos EUA.
Com informações da FoxNews e outras agências dos EUA.
Versão em inglês deste artigo: US Names First Global Envoy for Homosexual Agenda

Caso de polícia: Homossexuais passam HIV de propósito Posted: 23 Feb 2015 06:48 AM PST



Caso de polícia: Homossexuais passam HIV de propósito

Julio Severo
Manchetes de grandes jornais destacaram no final de semana que adeptos das práticas homossexuais estão trocando ideias de como infectar mais pessoas com o HIV. Segundo essas notícias, blogs homossexuais compartilham até dicas de como transmitir o HIV, o vírus que causa a AIDS.
No entanto, embora o conteúdo das notícias seja claramente homossexual, suas manchetes livram os homossexuais de culpa. Por exemplo, a manchetedo jornal O Estado de S. Paulo diz: “Os homens que passam HIV de propósito.” Não muito diferente, a manchetedo jornal Zero Hora diz: “Homens passam HIV de propósito e preocupam autoridades em saúde.”
Ora, essas manchetes, e outras, deixam claro que há um crime, mas tiram os homossexuais da fogueira. Quem é jogado nela são os homens.
Mas quando os homossexuais são vítimas, sua escolha sexual é destacada. Por exemplo, tempos atrás manchete do Estado de S. Paulo disse: “Homossexuais são agredidos por adolescentes no metrô de SP.” Por que não dizer “Homens são agredidos por adolescentes no metrô de SP”? Apenas para efeito de propaganda. Se os homossexuais forem apresentados apenas como vítimas e seus crimes forem sutilmente acobertados, sua agenda tem muito mais chance de avançar.
Não faz sentido um jornal grande como O Estado de S. Paulo dizer “Os homens que passam HIV de propósito” quando o interior da matéria diz: “Espalhados em sites e blogs pela internet e presentes em saunas e casas de sexo, grupos de homens soropositivos de diversas partes do Brasil têm usado táticas para infectar parceiros sexuais propositalmente. Adeptos da modalidade bareback, na qual gays fazem sexo sem camisinha, eles têm compartilhado dicas de como transmitir o HIV sem que o parceiro perceba.”
Eles são homossexuais! O movimento homossexual não pode reclamar dos grupos evangélicos que dão tratamento espiritual para homossexuais que pedem ajuda. Esse tratamento pode levar meses ou anos para um homossexual voltar à sua condição normal de homem.
Mas com um simples clique do mouse, em segundos um homossexual é transformado em homem numa grande manchete que trata de crimes homossexuais. Nem precisam de terapia. A redação do jornal liberal se encarrega de fazê-los virar homens num piscar de olhos.
A prática de infectar deliberadamente pessoas é crime. Deveria também ser crime a falsidade ideológica geral da manchete que remove os homossexuais de seu papel legítimo de criminosos e joga os homens no lugar deles.
Não é de hoje que sei que os homossexuais cometem tais crimes. Em 1997, conversei com um ex-homossexual, convertido ao Evangelho de Jesus Cristo, que me disse que quando era homossexual aidético ele não tinha receio de infectar os outros.
Em 2008, conversei com um pastor que trabalhava com homossexuais aidéticos que lhe contaram que buscavam passar deliberadamente o vírus para outras pessoas. A ideia eles era: “Se vou morrer desse vírus, vou levar outros comigo.”
O único fator que mudou o pensamento desses homossexuais foi o Evangelho de Jesus Cristo.
Sem Deus, todo mal é possível.
Referindo-se aos homossexuais infectadores deliberados, O Estado de S. Paulo, ou Estadão, disse: “Na web e nas baladas, os barebackers formam o ‘clube do carimbo.’ Em blogs, compartilham diferentes técnicas para fazer sexo sem proteção ou furar a camisinha. Fotos e vídeos ilustram o ‘passo a passo.’”
Em nenhum momento, porém, o Estadão repreendeu o movimento homossexual ou pediu intervenção das autoridades contra esses crimes.
O Estadão também disse: “Nas postagens, um aviso de que as férias escolares e o Carnaval são os melhores momentos para ‘carimbar’ (ato de transmitir o vírus), principalmente os jovens.”
De novo, o Estadão não cobra nenhuma intervenção das autoridades. E se fosse o caso de homens conspirando para infectar o movimento gay? Espalhafatosamente, como sempre, a mídia colocaria os homossexuais como “vítimas” e os homens como “monstros,” “criminosos,” etc.
Não é hora de parar com a desonestidade e adulação? Não é hora de parar de lamber as botas e tudo o mais dos homossexuais?
Imagino que se o “jornalista” do Estadão estivesse tratando do caso de um pastor que foi denunciado por pregar contra o pecado homossexual, o tom da conversa seria outro. Haveria mais dureza, azedume e hostilidade ao “criminoso.”
Nesse caso, o “jornalista,” com o total apoio de seu jornal, faria questão de colocar uma manchete “gritando” contra o pastor e uma matéria “gritando” e condenando todos os evangélicos.
Contudo, pregação contra o homossexualismo não mata ninguém. Mas pode conscientizar as pessoas de um comportamento imoral que tira toda sensibilidade de seus viciados, que não se importam de arrumar meios para ameaçar a vida dos outros com a transmissão deliberada de um vírus que, de forma geral, vem se alastrando muito mais entre homossexuais promíscuos.
A promiscuidade homossexual tem um preço. A mídia, inclusive o Estadão, não deveria tratar com carinho e amizade os crimes e criminosos quando o caso envolve o homossexualismo e suas irresponsabilidades.
O Estadão não deveria dizer “Os homens que passam HIV de propósito” quando o crime descrito na matéria é nitidamente homossexual. Agindo assim, o Estadão se contradiz consigo mesmo, ora tratando os homossexuais como “vítimas,” ora livrando-os de suas culpas.
Contudo, se o Estadão quer de fato ajudar os homossexuais a voltar à sua condição de homens, deveria abandonar suas atitudes hostis e parciais contra os grupos evangélicos que ajudam os homens a sair de uma vida de homossexualidade que envolve abusos e crimes contra si e contra outras pessoas.
A transmissão deliberada do HIV é apenas um desses crimes.
Fonte: www.juliosevero.com

Deus Quer te Perdoar!



 
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar 
os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. 1 João 1:9

Deus Quer te Perdoar!

Talvez você esteja se sentindo afastado, longe de Deus, 
porque você fez alguma coisa errada e a sua consciência pesa.
É verdade, o pecado magoa a Deus e nos deixa 
com essa sensação horrível.  
Mas você quer voltar para os braços de Deus?
A verdade é que Ele está desejoso de te perdoar
Graças ao sangue de Jesus, você só precisa de fazer duas coisas:
Se arrepender e confessar a Deus o seu pecado
Ele é fiel e Ele é justo. Ele vai te perdoar. Não espere mais! 
Você está pronto?

 

Arrependimento na Bíblia

 

 

Tem misericórdia de mim, ó Deus, por teu amor; 
por tua grande compaixão apaga as minhas 
transgressões. Lava-me de toda a minha culpa e 
purifica-me do meu pecado. Pois eu mesmo reconheço 
as minhas transgressões, e o meu pecado sempre 
me persegue. Contra ti, só contra ti, 
pequei e fiz o que tu reprovas, de modo 
que justa é a tua sentença e tens razão em condenar-me.
 Salmos 51:1-4


Como é feliz aquele que tem suas transgressões 
perdoadas e seus pecados apagados! Como é feliz 
aquele a quem o Senhor não atribui culpa e 
em quem não há hipocrisia! Enquanto eu 
mantinha escondidos os meus pecados, o meu 
corpo definhava de tanto gemer. Pois dia e 
noite a tua mão pesava sobre mim; minhas 
forças foram-se esgotando como em tempo de seca. 
 Salmos 32:1-4

Jesus lhes respondeu: "Não são os que têm saúde 
que precisam de médico, mas sim os doentes. 
Eu não vim chamar justos, mas pecadores ao 
 arrependimento".  
Lucas 5:31-32
Deem fruto que mostre o arrependimento!  
Mateus 3:8
No passado Deus não levou em conta essa ignorância, 
mas agora ordena que todos, em todo lugar, se 
arrependam. Pois estabeleceu um dia em que 
há de julgar o mundo com justiça, por meio 
do homem que designou. E deu provas 
disso a todos, ressuscitando-o dentre 
os mortos". 
 Atos dos Apóstolos 17:30-31

Eu digo que não! Mas, se não se arrependerem, 
todos vocês também perecerão. 
 Lucas 13:3

Preguei em primeiro lugar aos que estavam em 
Damasco, depois aos que estavam em Jerusalém 
e em toda a Judeia, e também aos gentios, 
dizendo que se arrependessem e se voltassem 
para Deus, praticando obras que 
 mostrassem o seu arrependimento.
Atos dos Apóstolos 26:20

Mas eu digo a vocês: Elias já veio, e fizeram 
com ele tudo o que quiseram, como está escrito 
a seu respeito".  
Marcos 9:13

Agora, porém, me alegro, não porque vocês 
foram entristecidos, mas porque a tristeza 
os levou ao arrependimento. Pois vocês se 
entristeceram como Deus desejava e de 
forma alguma foram prejudicados por 
nossa causa. A tristeza segundo Deus não .
 produz remorso, mas sim um arrependimento 
que leva à salvação, e a tristeza segundo o mundo 
produz morte.  
2 Coríntios 7:9-10

e que em seu nome seria pregado o arrependimento 
para perdão de pecados a todas as nações, 
começando por Jerusalém.
Lucas 24:47
Diga-lhes: Juro pela minha vida, palavra do 
Soberano, o Senhor, que não tenho prazer na 
morte dos ímpios, antes tenho prazer em que eles 
se desviem dos seus caminhos e vivam. Voltem! 
Voltem-se dos seus maus caminhos! Por que o 
seu povo haveria de morrer, ó nação de Israel? 
 Ezequiel 33:11

"Portanto, ó nação de Israel, eu os julgarei, a cada 
um de acordo com os seus caminhos. Palavra 
do Soberano, o Senhor. Arrependam-se! Desviem-se 
de todos os seus males, para que o pecado não 
cause a queda de vocês. Livrem-se de todos os 
males que vocês cometeram e busquem um 
coração novo e um espírito novo. Por que 
deveriam morrer, ó nação de Israel? Pois não 
me agra­da a morte de ninguém. Palavra do 
Soberano, o Senhor. Arrependam-se e vivam!  
Ezequiel 18:30-32

Se confessarmos os nossos pecados, ele é 
fiel e justo para perdoar os nossos pecados 
e nos purificar de toda injustiça. 
 1 João 1:9

 
Arrependam-se, pois, e voltem-se para Deus, 
para que os seus pecados sejam cancelados, 
 Atos dos Apóstolos 3:19
 
se o meu povo, que se chama pelo meu nome, 
se humilhar e orar, buscar a minha face e 
se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o 
ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei 
a sua terra. 
 2 Crônicas 7:14

 
O Senhor advertiu Israel e Judá por meio 
de todos os seus profetas e videntes: "Desviem-se 
de seus maus caminhos. Obedeçam às minhas 
 ordenanças e aos meus decretos, de acordo com 
toda a Lei que ordenei aos seus antepassados que 
obedecessem e que lhes entreguei por meio de 
meus servos, os profetas". 
2 Reis 17:13

 
"Não sejam como os seus antepassados aos 
quais os antigos profetas proclamaram: 'Assim diz o 
Senhor dos Exér­citos: Deixem os seus caminhos e 
as suas más obras'. Mas eles não me ouviram 
nem me deram atenção", declara o Senhor.
Zacarias 1:4

 
O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, 
como julgam alguns. Ao contrário, ele é paciente com 
vocês, não querendo que ninguém pereça, 
mas que todos cheguem ao arrependimento. 
 2 Pedro 3:9

 
Ele dizia: "Arrependam-se, pois o Reino dos céus 
está próximo". 
 Mateus 3:2

 
João respondia: "Quem tem duas túnicas dê uma 
a quem não tem nenhuma; e quem tem comida
 faça o mesmo". Alguns publicanos também 
vieram para serem batizados. Eles perguntaram:
 "Mestre, o que devemos fazer?" Ele respondeu:
 "Não cobrem nada além do que foi estipulado". 
Então alguns soldados lhe perguntaram: "E nós, 
o que devemos fazer?" Ele respondeu: 
"Não pratiquem extorsão nem acusem 
ninguém falsamente; contentem-se com o seu salário". 
 Lucas 3:11-14


 
"Repreendo e disciplino aqueles que eu amo. 
Por isso, seja diligente e arrependa-se. 
 Apocalipse 3:19


 
Pedro respondeu: "Arrependam-se, e cada 
um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo 
para perdão dos seus pecados, e receberão o 
dom do Espírito Santo. 
 Atos dos Apóstolos 2:38


 
"O tempo é chegado", dizia ele. "O Reino de 
Deus está próximo. Arrependam-se e 
creiam nas boas-novas!" 
 Marcos 1:15



 
Talvez eles escutem e cada um se converta 
de sua má conduta. Então eu me arrependerei 
e não trarei sobre eles a desgraça que estou 
planejando por causa do mal que eles 
têm praticado.  
Jeremias 26:3


 
Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará 
de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e 
vocês, que têm a mente dividida, purifiquem 
o coração. 
 Tiago 4:8


 
Confesso a minha culpa; em angústia 
estou por causa do meu pecado.  
Salmos 38:18

Pastor diz que ebola, casamento gay e Estado Islâmico são “sinais importantes” da volta de Cristo


http://noticias.gospelmais.com.br


Perseguição a cristãos e judeus pelo Estado Islâmico, legalização do casamento gay e insensibilização pela morte de fiéis a Jesus Cristo são sinais que alertam sobre Sua volta, na opinião do pastor e escritor Robert Jeffress.
Esses “sinais” são abordados por ele no livro Countdown To The Apocalypse (“Contagem regressiva para o Apocalipse”, em tradução para o português), lançado recentemente.
“Eu acredito que a insensibilização [à perseguição] pavimenta o caminho para o futuro anticristo que perseguirá os cristãos e mártires, sem qualquer repercussão em absoluto“, disse Jeffress, líder da Primeira Igreja Batista de Dallas, no Texas (EUA).
O pastor destaca ainda que epidemias como a da doença Ebola, que assola a África e tem assustado países do mundo todo, também são indícios de que o dia se aproxima: “Jesus disse que haveria certos sinais que precederiam Sua vinda, e que estes sinais seriam como asdores de parto de uma mulher“, afirmou Jeffress em entrevistas ao Charisma News e ao canal DoveTV no YouTube.
No livro, o pastor diz que um “sinal importante” de que a volta de Cristo está se aproximando “é a padronização da imoralidade” que vem se formando na sociedade, inclusive de maneira legalizada pelas autoridades: “Isso inclui tudo, desde o casamento gay ao aborto, que chegou a ser aceito pela sociedade e ensinado nas escolas”, lamentou o pastor.

Além desses pontos, as convocações do Estado Islâmico para que todos os muçulmanos persigam os cristãos em todo o mundo e as declarações de ódio a Israel são sinais de que o arrebatamento se aproxima, segundo o pastor.

Países como o Irã admitem que trabalham para a eliminação de Israel como país, e diversos ativistas palestinos também falam abertamente sobre os propósitos de perseguição e morte aos judeus.






"O tempo é chegado", dizia ele. "O Reino de Deus está próximo. Arrependam-se e creiam nas boas-novas!"
Marcos 1:15

Irmão de cristãos coptas mortos pelo Estado Islâmico dá testemunho emocionante; Assista




A morte de 21 cristãos coptas egípcios pelas mãos dos terroristas do Estado Islâmico desencadeou uma série de ações militares em retaliação à barbárie, mas também despertou o interesse da mídia por ouvir os parentes dos mártires decapitados em uma praia da Líbia.
Um programa de televisão da emissora SAT7Arabic entrevistou o irmão de dois dos homens mortos pelo Estado Islâmico, e as palavras de testemunho desse homem foram surpreendentes.
O vídeo do testemunho foi publicado com legendas em português no canal da Igreja Batista Betel de Mesquita no YouTube, com tradução Martha Christo da Silva.
Na entrevista, Beshir revela que seus irmãos, Bishoy e Samuel, tinham 25 e 23 anos respectivamente, e os trata como mártires. Questionado como se sentia a respeito do triste episódio, Beshir diz que a perseguição aumentou sua fé em Deus.
Em uma demonstração de amor ao próximo, Beshir contou que os familiares dos mártires executados pelos extremistas muçulmanos não estavam de luto, mas sim, celebrando o fato de que seus parentes se mantiveram fiéis a Jesus Cristo até o fim, e que haviam perdoado os executores.
Ele revelou que sua mãe havia dito que, se encontrasse com um dos assassinos de seus filhos, o convidaria para entrar em sua casa, oraria por ele para que Deus o abrisse seus olhos sobre os ensinos equivocados que recebeu e o diria que o Estado Islâmico ajudou aqueles cristãos a entrarem no Reino dos Céus.
O apresentador e a plateia do programa ouviram atentamente as palavras de Beshir, e não esconderam a emoção por estarem em contato com uma das pessoas que mais sofreram com o crime do Estado Islâmico, mas que não deixou que isso jogasse fora a transformação proporcionada pelo Evangelho.
Assista ao testemunho de Beshir:



Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.