Bilionário judeu financia operação de resgate de famílias cristãs perseguidas pelo Estado Islâmico





Publicado por Tiago Chagas em 26 de julho de 2015 


Uma operação de resgate de duas mil famílias cristãs oriundas de Síria e Iraque, perseguidas pelo Estado Islâmico, está sendo financiada por um judeu bilionário, que entende o que é sofrer perseguição.
George Weidenfeld, 95 anos, viveu dias de terror durante o nazismo, e foi resgatado de Viena, na Áustria, por cristãos, em 1938. Ao lado de outros judeus, ele recebeu comida, roupas, hospedagem e transporte para a Inglaterra.
Segundo declaração de Weidenfeld ao jornal Catholic Herald, ele considera que tem “uma dívida a pagar” por causa da operação de resgate que o livrou dos campos de concentração no passado.
Sua iniciativa é também uma forma de seguir o exemplo do recém-falecido sir Nicholas Winton, cristão que salvou 669 crianças judias destinadas à morte em campos de concentração nazistas durante o Holocausto.
Bilionário, Weidenfeld disse à revista Times que essa “dívida” não é só dele: “Ela vale para os muitos jovens que estavam nos ‘Kinderstransport’. Foi uma operação muito nobre, e nós, judeus, devemos ser gratos e fazer algo pelos cristãos que estão em perigo”, comentou.
De acordo com informações do site Aleteia, a primeira fase da operação de resgate dos cristãos juntou e transportou em segurança 150 famílias, da Síria para a Polônia, no último dia 10 de julho, com autorização dos governos dos dois países.
A tarefa, organizada por uma fundação de Weidenfeld, também inclui um suporte financeiro para as famílias, por um período de 12 a 18 meses, a partir do momento do resgate. Esse detalhe da operação remete às lembranças do benfeitor, que chegou à Inglaterra sem um único centavo, mas conseguiu se erguer financeiramente e fez fortuna após a fundação da editora Weidenfeld & Nicholson.
Durante a fase de planejamento, os Estados Unidos se recusaram a participar do projeto, justificando que os muçulmanos não estavam incluídos no objetivo da missão. Nas áreas que o Estado Islâmico atua, muçulmanos que não aceitam os métodos do grupo terrorista também terminam perseguidos.
“Eu não posso salvar o mundo todo, mas tenho uma possibilidade muito específica no caso dos cristãos. Outros podem fazer o que eles querem que seja feito pelos muçulmanos”, afirmou o bilionário judeu, que nasceu na Áustria em 1919, mas foi condecorado no Reino Unido com o título de “Lord” em 1976.

http://noticias.gospelmais.com.br/

O Jogo da Imitação… Quando você pensa que já viu de tudo no arraial gospel, aí surge uma “apóstola” vestida de sol.




http://artigos.gospelprime.com.br/

Moisés, homem de Deus foi recrutado para fazer frente ao Faraó para extrair o povo de Israel do Egito. As dez pragas enviadas para aquele país foram um sinal claro de que Deus agia e falava através dele e de Arão.
Deus mesmo os orientou sistematicamente para que, quando os dois irmãos estivessem frente a frente com o monarca egípcio deveriam informar sobre a libertação iminente do seu povo e depois jogar a vara pra que ela se transformasse em serpente.

E que comecem os jogos

Foram lá e ficaram cara a cara com o Faraó, falaram tudo o que Deus ordenou. A parte curiosa é que quando jogaram a vara e ela se transformou em serpente, isso não surpreendeu ao rei, que mandou logo chamar os sábios e mágicos da corte. E eles imitaram, na íntegra, a mesma coisa com suas próprias varas. Mas, o ponto alto da trama foi a parte em que a serpente de Arão engoliu as outras serpentes.
E a mesma coisa se repetiu em duas das 10 pragas enviadas por Deus que foram sistematicamente “copiadas” pelos magos.
E assim o jogo da imitação continua: transformaram agua em sangue e fizeram rãs aparecerem. Contudo, quando Moisés e Arão fizeram piolhos surgirem os magos não mais puderam imitá-los. Fim de espetáculo? Não.

Porque o show tem que continuar.

Lembram-se do Simão, o mágico e dos filhos de Ceva?
Em Atos 8 um homem se surpreende com o dom do Espírito Santo e deseja comprá-lo de Pedro e João em Samaria. Mas, foi veemente rechaçado e reprendido pelos apóstolos que disseram: “Que esse dinheiro morra com você, por pensar que o dom de Deus pode ser comprado!”
E mais na frente, no capítulo 19 de Atos, um judeu, chefe dos sacerdotes, chamado Ceva, tinha sete filhos que andavam peregrinando e praticando o exorcismo. A Bíblia não conta onde exatamente viram Paulo expulsar demônios, mas que eles deram prosseguimento ao show deles dizendo aos espíritos malignos;  “Esconjuro-vos por Jesus, a quem Paulo prega!”.
Resultado? Levaram uma surra daquelas desses demônios.
Quando paramos pra pensar no fim dos tempos sempre pensamos que será mesmo muito impressionante. Mas, não nos preparamos para interpretar os “sinais” que Cristo disse que antecederiam esse fim.
Talvez observar as guerras e catástrofes, o esfriamento do amor e o aumento do mal, que ocorre do lado de fora da igreja, seja a parte mais fácil.
Contudo, decifrar os sinais no nosso dia a dia, dentro do muro “gospel”, parece ser mais difícil e complexo. Evidentemente que sempre estão surgindo personagens como Inri Cristo, ou um músico Fulano de Tal, que se acha “acima da média” e diz asneiras a toda hora, ou extravagancias de pregadores espetaculares.
Há algumas semanas atrás fomos apresentados nas redes sociais a mais uma figura que se intitula uma “apóstola vestida de sol”, afirmando  ser a encarnação da mulher de Apocalipse 12.
Mal sabendo ela que não há nada de exclusivo nisso. E que, de certa forma, todos os cristãos têm haver com esta revelação apocalíptica, visto que essa figura trata-se da Igreja de Cristo. Mas, esta suposta ‘apóstola’ acha que somente ela é a mulher vestida de sol.
Para a maioria de nós cristãos ela é mais uma bizarrice. Mas a contundência das suas declarações nos faz ver que a “mescla” de cores no meio evangélico tem ficado mais e mais indivisível. Quando damos uma olhada nos comentários abaixo de suas declarações vemos de tudo um pouco: declarações de descrédito, zombarias e esculachos. Mas, vemos também pessoas crendo, aceitando e seguindo.
Vídeos e mais vídeos são postados e dá até pra ver que ela mesma ainda não está tão afiada na técnica da indução, e que está engatinhando ainda no palco da hipnose e da auto sugestão, mas já possui projeção de dar inveja, com muitos views no Youtube.
Para onde aponta a “apóstola sol”?
Para a urgência da pregação do evangelho a toda criatura. Será preciso que nós, a verdadeira igreja de Cristo, nos apressemos no plano de tornar o evangelho mais e mais conhecido.
Sim, os Anticristos, que serão vários ao longo da história, estarão surgindo com força e proeminência cada vez maior no nosso meio. Quantos serão até o retorno do Mestre? Um, dois, quatro? Ignoramos ao certo o número total deles. Mas, devemos discernir a cada um.

Perseguição e falsificação não faltarão até a volta de Cristo.

Antíoco Epifânio que profanou o templo, Nero que incendiou Roma e jogou a culpa nos cristãos, Domiciano…  e tantos outros que surgiram e surgirão fazem parte do plano perfeito de Deus para a redenção dos seus filhos.
É bom que nos preparemos, pois o jogo da imitação continuará até a vinda de Cristo.
Maranata!
* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade 
dos respectivos autores e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.

Versículos de Luto - Quem nunca passou por este momento de dor?






Todos nós passamos por temos de luto e de tristeza. E ficar triste e chorar não é algo mau, não é pecado. Jesus também chorou quando soube que um amigo seu tinha morrido.
Mas é importante não deixar que a tristeza e o luto se apoderem da nossa vida. Se nós permitirmos, Deus enxugará as nossas lágrimas, consolará o nosso coração e colocará um sorrisos nos nossos lábios.


Passagens e versículos bíblicos:


O Senhor é refúgio para os oprimidos,
uma torre segura na hora da adversidade.
Salmos 9:9
Compartilhar 
Tu, Senhor, ouves a súplica dos necessitados;
tu os reanimas e atendes ao seu clamor.
Salmos 10:17
Compartilhar 
Tu, Senhor, manténs acesa a minha lâmpada;
o meu Deus transforma em luz as minhas trevas.
Salmos 18:28
Compartilhar 
Mesmo quando eu andar
por um vale de trevas e morte,
não temerei perigo algum, pois tu estás comigo;
a tua vara e o teu cajado me protegem.
Salmos 23:4
Compartilhar
O Senhor está perto
dos que têm o coração quebrantado
e salva os de espírito abatido.
Salmos 34:18

Extraído de :  http://www.bibliaon.com/luto/

Brasil não reconhece mais Jerusalém como capital de Israel





Governo Dilma tenta apagar decisão histórica de Oswaldo Aranha

Jarbas Aragão
Comentário de Julio Severo: A matéria a seguir, do GospelPrime, revela que o governo de Dilma parou de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Estou surpreso, pois eu não sabia que o governo brasileiro fazia esse reconhecimento. Como maior país católico do mundo, era de esperar que o Brasil seguisse o Vaticano, que nunca reconheceu Jerusalém como capital de Israel. Aliás, a postura tradicional do Vaticano, que não difere muito da postura do governo socialista do Brasil, é ser contra Israel. A única grande exceção no Brasil católico era Dom Pedro II que, apesar de católico, amava muito os judeus. Mas ele foi derrubado. Entretanto, o pior é que os EUA, a maior nação evangélica do mundo e que se dizem aliados de Israel, nunca reconheceram Jerusalém como capital de Israel. Agora, o Brasil entrou oficialmente no mesmo barco do Vaticano e dos EUA. Eis a matéria do GospelPrime:
O moderno Estado de Israel reconhece que a articulação do diplomata brasileiro Oswaldo Aranha foi fundamental. Ele foi nomeado Presidente da Assembleia Geral da ONU, quando foi votada e aprovada a independência do Estado Judeu, após quase dois mil anos. A gratidão dos judeus é grande até hoje, sendo que existe uma rua em Tel Aviv com o nome dele.
Durante muitos anos os dois países tiveram boas relações. Contudo, desde o primeiro mandato de Dilma, isso foi se deteriorando. Ano passado, o Brasil foi um dos 29 países no Conselho de Direitos Humanos da ONU que votaram para a ONU investigar as ações de Israel contra terroristas islâmicos em Gaza (17 países se abstiveram, e apenas os EUA se opuseram).
Além disso, o Embaixador do Brasil em Tel Aviv foi chamado a Brasília para consultas. Cogitou-se que os países poderiam romper as relações diplomáticas. Após o imbróglio, o porta-voz do Ministério do Exterior, Yigal Palmor decretou: “Esta é uma demonstração lamentável porque o Brasil, um gigante econômico e cultural, continua a ser um ‘anão diplomático’”.
Agora, o portal Gospel Prime teve acesso ao passaporte de crianças brasileiras nascidas em Jerusalém. Estranhamente, cita-se a cidade, mas o espaço para o país é deixado em branco. Trata-se de um documento oficial, o que revela ser essa uma decisão federal.
Embora não tenha afirmado isso publicamente, o Brasil parece estar seguindo os passos dos Estados Unidos, que no mês passado parou de emitir passaportes de filhos de americanos nascidos em Jerusalém com a identificação que a cidade, de fato, fica em Israel.
Conforme previam analistas, essa decisão parece ter criado um efeito dominó, influenciando outras nações. Desde sua vitória na Guerra dos Seis Dias (1967), Israel reivindica Jerusalém como sua a capital “histórica e indivisível”. Os palestinos consideram a parte oriental da cidade como “território ocupado” e objeto de disputa.
Existem fortes indícios que o Conselho de Segurança da ONU deverá votar uma resolução para estabelecer definitivamente um Estado palestino. A atitude do Itamaraty indica que desta vez, o povo de Israel não poderá contar com o apoio dos diplomatas brasileiros.
A denúncia foi encaminhada ao Gospel Prime pela pastora Jane Silva. Ela conta que ligou para a Embaixada do Brasil em Tel Aviv e falou com o Conselheiro Sergio Pena. Ele confirmou a ordem do governo brasileiro e justificou que Jerusalém não pertence ao Estado Israel.
Fonte: GospelPrime
Divulgação: www.juliosevero.com


Versículos de Mulher virtuosa





A mulher exemplar
é a coroa do seu marido,
mas a de comportamento vergonhoso
é como câncer em seus ossos.

Provérbios 12:4

 
 
Casas e riquezas herdam-se dos pais,
mas a esposa prudente vem do Senhor.

Provérbios 19:14
 
 

A mulher sábia edifica a sua casa,
mas com as próprias mãos
a insensata derruba a sua.

Provérbios 14:1
 
 

Da mesma forma, quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição, não se adornando com tranças e com ouro, nem com pérolas ou com roupas caras, mas com boas obras, como convém a mulheres que declaram adorar a Deus.
1 Timóteo 2:9-10
 
 

Semelhantemente, ensine as mulheres mais velhas a serem reverentes na sua maneira de viver, a não serem caluniadoras nem escravizadas a muito vinho, mas a serem capazes de ensinar o que é bom. Assim, poderão orientar as mulheres mais jovens a amarem seus maridos e seus filhos, a serem prudentes e puras, a estarem ocupadas em casa, e a serem bondosas e sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja difamada.
Tito 2:3-5
 
 

Extremistas hindus se convertem após serem evangelizados por pastor que quase mataram Publicado por Tiago Chagas em 27 de julho de 2015





Um pastor que foi perseguido e espancado por extremistas hindus entre 2008 e 2009 evangelizou seus malfeitores anos depois e os levou a Cristo. A história do pastor Mahara Degal (foto) foi contada no fórum Open Heaven, com o relato do próprio sobre a reviravolta que viveu após sofrer intensa perseguição junto a outros cristãos na Índia.
Durante os anos 2008 e 2009 houve uma intensificação da intolerância religiosa contra cristãos, e extremistas hindus se organizavam em grupos para destruir igrejas e casas de cristãos, e matar cada seguidor de Jesus que encontrassem pela frente.
À época, os extremistas propagavam que seu propósito era banir o cristianismo do país, começando pelo estado de Orissa. Alguns pastores foram feitos mártires, após serem espancados e queimados vivos.
Mahara Degal estava entre os que fugiram depois de serem espancados e quando voltaram, encontraram suas casas saqueadas e incendiadas pela horda de extremistas enfurecidos. Ele escapou com vida por muito pouco, pois teve uma das pernas quebradas.
Por necessidade, o pastor se mudou para uma aldeia vizinha e se isolou por um tempo, para se recuperar. Quando pôde, retomou seu trabalho missionário. Em 2012, recebeu um equipamento do ministério Faith Comes by Hearing (“A fé vem pelo ouvir”, em tradução livre), que possui vários versículos da Bíblia Sagrada gravados no dialeto regional Kui.
O dispositivo, chamado Proclaimer, é recarregável a partir da energia solar, e possibilita a divulgação da mensagem do Novo Testamento aos aldeões.
Com uma bicicleta, o pastor Degal passou a visitar diversas aldeias na região, compartilhando o Evangelho, e em 2014, quando chegou ao distrito de Kalahandi, encontrou dois extremistas hindus que estavam entre seus perseguidores.
“Eles puderam conhecer o Senhor Jesus através do dispositivo Proclaimer”, disse o pastor Degal. “Estou tão feliz, porque aqueles que estiveram envolvidos em tão violenta perseguição, também estão vindo a conhecer o Senhor”, acrescentou.
Hoje, Degal comemora o fato de que uma pequena igreja, sem templo, se formou na aldeia onde vive. Cinco famílias se converteram ao Evangelho a partir de seu trabalho de evangelização: “Eles também se reúnem para os serviços de culto aos domingos. Eles ouvem a Palavra de Deus e a memorizam, pois quando peço para contar alguma passagem bíblica, eles são capazes de contar. Então, eu estou realmente animado com o que o Proclaimer está proporcionando, ajudando a minha vida evangelística e a vida de tantos outros não crentes”, comemorou.

Na contramão de Thalles e Baby do Brasil, Chris Duran descarta músicas seculares: “Absurdo” Publicado por Tiago Chagas em 27 de julho de 2015



Chris Duran, cantor gospel que teve uma carreira bem-sucedida na música secular nos anos 1990, afirmou que considera um absurdo que artistas convertidos ao Evangelho continuem interpretando canções populares.
Na contramão de um movimento recente entre alguns cantores gospel, como Thalles Roberto – que anunciou que iria dedicar seu próximo álbum para o público não cristão – e Baby do Brasil, que voltou a cantar suas músicas da época em que integrava o grupo Novos Baianos, Duran frisou que não há possibilidade de interpretar músicas que não sejam gospel.
O artista francês, convertido em 2001, já acumula sete álbuns de música gospel: “Não me arrependo da minha carreira. Foi ela que me levou à salvação. Ela foi necessária para que eu encontrasse a verdade. Me arrependo é dos pecados que cometi, do estilo de vida que levava”, contextualizou.
“Acho um absurdo certos cantores continuarem a cantar música secular. Jesus disse que numa fonte não jorra água doce e salgada. Posso até aparecer em programas seculares, mas firmando minha postura. O correto é fazer tudo para Deus”, afirmou o cantor, destacando seu “posicionamento radical”: “Não gravaria em hipótese alguma uma música romântica, sem chance. A finalidade dos homens não é trabalhar para si. É viver e trabalhar para Deus. Não se deve usar o dom recebido para ser bajulado”, frisou.
Hoje, aos 40 anos de idade, Duran afirma que também não aceitaria fazer um dueto com um padre-cantor: “Não creio no ecumenismo. Segundo a Bíblia, nem todos os caminhos levam a Deus […] Também não faria duetos com alguns evangélicos que não vivem de fato a palavra. Já vieram me procurar, mas não me interessei, por mais famoso que fosse. Não entrei no ramo gospel atrás de fama”, ponderou.
A conversão do hoje pastor aconteceu após um acidente de trânsito, quando voltava de um show com a cantora Gloria Estefan e o motorista dormiu, colidindo com um ônibus. A recuperação levou meses, e Chris Duran foi apresentado ao Evangelho nessa época.
Após se converter, Duran decidiu deixar a carreira: “Havia um vazio existencial dentro de mim, como acontece com quase todos os artistas […] O mundo em que eles vivem não é real, há muita bajulação. Eu vivia cercado por pessoas que não me completavam. Amy Winehouse, Whitney Houston… Por que tiveram um fim tão drástico mesmo com tanto sucesso? Porque ali havia um vazio. Procurei a Palavra para suprir minha vida”, resumiu, em entrevista ao site Ego.

Portas Abertas: família cristã que teve filha sequestrada pelo Estado Islâmico pede oração




A família de uma menina sequestrada há quase um ano pelos terroristas do Estado Islâmico pede oração para que a situação da criança seja esclarecida de uma vez por todas.
Christine, que tinha três anos de idade quando foi raptada, é a caçula de uma família formada por cinco filhos. O pai da menina, Khader Abada, é cego, e resolveu não sair da cidade de Qaraqosh, no Iraque, porque teria muitas dificuldades devido às suas necessidades especiais.
O caso de Christine vem sendo acompanhado pela Missão Portas Abertas. A mãe da menina, Ayda, conta que ainda espera ver sua filha voltando para casa.
O sequestro aconteceu quando os extremistas obrigaram a família a ir a um local onde passariam por um check-up médico. Outras famílias cristãs também foram intimadas, e quando chegaram ao local, se deram conta que tinham caído em uma armadilha.
O edifício estava tomado de guerrilheiros do Estado Islâmico, que recolhiam os pertences dos cristãos e documentos. Os cristãos foram colocados em um ônibus com as janelas cobertas por lama para que eles não vissem o lado de fora.
Ayda relata que, até esse momento, estava com Christine em seus braços. “Um deles veio e inspecionou as pessoas no ônibus. Ele andou até nós e pegou a minha menina dos meus braços e apenas se afastou”, relatou, acrescentando que correu atrás do terrorista implorando que devolvesse sua filha, mas ele ignorou e levou a menina de volta para o prédio.
Khader, Ayda e os outros filhos seguiram viagem junto com outras famílias cristãs e, quando chegaram a um local distante, foram ordenados a descer do ônibus. Os terroristas disseram que estavam livres, mas eram obrigados a atravessar um rio e ficar do outro lado.
Agora, onze meses depois, a família vive em um acampamento de refugiados e ainda não tem informações sobre Christine, e toda busca por notícias tem sido vã. A Portas Abertas pede orações pela família Abada: “Mesmo sem saber se Christine está viva ou não, interceda ao Senhor por ela e por sua família; que Deus traga consolo aos seus pais. Assim como Christine, outras crianças no mundo se encontram sob posse de grupos radicais. Suplique ao Senhor Jesus por esses pequenos. Ore pelos perseguidores, que eles conheçam o Deus vivo e o tamanho do seu poder e amor.


 Publicado por Tiago Chagas em 27 de julho de 2015

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.